Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Dançou mas não beijou

23 de maio de 2014 3

Por incrível que pareça, passamos o segundo tempo todo no campo do adversário. Só que, fora o gol perdido por Everaldo, nada mais aconteceu. Tomamos o gol quando Paulo Roberto tropeçou nas próprias pernas, deixando o atleta palmeirense livre para cruzar e assinalarem o único gol da partida.

Equívocos

Rivaldo, muito bem na partida, foi substituído. Se não foi por cansaço ou contusão, Guto errou? Paulo Roberto deveria a ser o substituído. Giovanni Augusto fez gol no Corinthians, contra o Palmeiras errou passes e não produziu nada. Dudu talvez fosse o homem de velocidade que faltou no ataque alvinegro ontem.

Acorda Giovanni!

A fragilidade dos alvinegros até um leigo sabe onde está. Os laterais são horríveis, e o pior: o time não tem o homem da bola parada. Uma falta como aquela, aos 13 min, na risca da área, e o Giovanni chuta em cima da barreira. Não dá pra admitir isso num time de Primeira Divisão.

O torcedor faz sua parte

Perdemos, mas já vimos uma equipe com um pouco mais de personalidade. Não está faltando tanta vontade, o que falta é qualidade. Guto pede ajuda da torcida no Scarpelli, mas para isso aconteça o time tem que mostrar um bom futebol. Mas tá difícil, né?

Comentários (3)

  • Amauri Nunes da Silva diz: 23 de maio de 2014

    Meu caro, a coisa tá feia, os laterais são horríveis e jogar com o luan no meio não dá, não consigo entender o porque de tanta espera para qualificar o time, a diretoria precisa acordar ou vai ser tarde demais, chega de experiência, a série A não permite isso, ficar colocando jogador sem nenhuma qualidade fica difícil.
    Um abraço

  • João Alberto diz: 23 de maio de 2014

    Ontem, apesar da derrota para o palmeiras, somado ao jogo contra o corinthias, comecei a ter um pouquinho de esperança no Figueira. Penso que se o Cleber e o França chegarem como “reforços”, agregando um pouco de qualidade, começo a vislumbrar algo melhor na sequencia do campeonato. Vejo que Ricardo Bueno e Everton Santos, sendo que ao primeiro falta força e explosão para jogos duros da série A e ao segundo mais participação nos jogo, a direção de futebol do Figueirense já poderia pensar em peças para substitui-los. O campeonato é outro e a atitude dos jogadores tem de ser outra! Valeu Ivens!!

  • Jeferson Preto & Branco diz: 23 de maio de 2014

    No fundo, estamos jogando num esquema 4-6, isto é, sem atacantes. Os 2 que temos nunca estão rondando a área, apenas estão um pouco à frente dos meio-campistas. Bueno voltando para armar é um desperdício. Nosso clube deveria fazer um estágio no Goiás. Taí um clube que sempre monta times competitivos. Não ganha nada, exceto estaduais (nosso caso), mas está sempre tranquilo. Aliás, todos os times do Brasil deveriam ver o que tem por trás do time esmeraldino, porque algo tem. Por coincidência, vamos enfrentá-los em casa e precisamos ganhar. Pena que mais essa derrota deixa o nosso time pressionado. Já estava, deu uma aliviada, mas continua na mesma.

Envie seu Comentário