Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Figueirense 1 x 3 Corinthians: o time está desacreditado

27 de setembro de 2015 7

O público no Scarpelli diminui a cada rodada e o motivo está claro: preço alto, falta qualidade no plantel, a posição na tabela e a falta de vitórias. O torcedor que está indo, independentemente do adversário, não tem esperança nenhuma de ver o time vencer.

 Constrangedor

O patrocinador máster do Figueirense dá aos seis clientes ingressos para os jogos. Alguém deveria orientar os agraciados que, sem orientação, ocupam qualquer cadeira e tem que se retirar ao chegar o proprietário.

Troféu entregue

O torcedor esperava ansioso a entrega do troféu e das medalhas, que foram feitas as escondidas atrás do túnel dos vestiários, ontem. O motivo é claro: não quiseram expor o presidente Federação.

História do jogo

No primeiro tempo o Figueira dominava, mas aos 14 minutos Elias fez o gol do Corinthians. No segundo tempo foi igual, estávamos bem, não fizemos e o Gil aos ampliou. Nossas esperanças desmoronaram com o Renato Augusto.

Errando igual

Sábado tomei um mate leão para comemorar, mas a alegria durou pouco: perdemos para o Coringão. Reflexo dos dois times da Capital, que não tiveram um bom planejamento pra enfrentar a Série A.

Comentários (7)

  • Miguel diz: 28 de setembro de 2015

    Não estamos no mesmo barco, vcs estão na zona nós em 15@.
    Chora gambazada, kkkkk

  • Telmo diz: 28 de setembro de 2015

    Bom dia Ivens,

    Todos sabem o porque da torcida não esta indo ao estádio. Não é apenas o ingresso caro, time horrível como esse. Mas acho que o maior motivo é que a diretoria do Figueirense fez o que fez com dois ídolos do Figueirense o que nenhum outro time fez e sua historia.

  • Luiz Alvinegro diz: 28 de setembro de 2015

    O problema Ivens,..é que tem gente não aprende com as experiências passadas e dificuldades sofridas!
    Em 2014 o Figueira escapou por pouco da degola e veja bem qual a diferença do time para este ano : em 2014 tinha Thiago Volpi no gol (foi substituído à altura em 2015 por Muralha) e tinha na meia cancha Marco Antonio e Giovanni Augusto. E havia também o Nem ou Felipe no meio.
    O restante do time é o mesmo agora em 2015 : Leandro Silva, Marquinhos, Thiago Heleno, Cereceda, Paulo Roberto, Clayton e Marcão.
    Em vez de aprender com a experiência e sofrimento de 2014, o Figueira foi renovando com o que deveria dispensar e foi buscar as peças de reposição em Rafael Bastos, Celsinho, Saimon, França, Felipe, Elias, Alemão, Tiago Santana, João Vítor..além de Carlos Alberto, Juninho e Bruno Dybal que não jogam..sempre machucadinhos…
    Até que enfim te vejo admitindo a “falta de qualidade no plantel”..
    Um plantel é parte de um time que necessita de toda uma equipe técnica : treinador, preparadores e diretor/superintendente/gerente de futebol.
    O gerenciamento extra campo foi uma verdadeira piada ao longo de todo ano 2015…querer agora depois disso tudo, que a torcida ainda acredite é como contar novamente uma velha anedota : não tem mais graça nenhuma!

  • Gabriel Alvinegro diz: 28 de setembro de 2015

    Juro que ontem tentei me iludir, fui ao estádio na esperança de uma vitória e na pior das hipóteses de um empate.

    Mas foi só chegar aos 15 min do primeiro tempo que vi que a maionese iria desandar, o time desacredito, a torcida viu a torcida adversaria toma conta do estádio que não estava em grande número juntado pela fase, pelo time, pela situação na tabela e pelo preço praticado pela diretoria.

    Aliás acho que a faixa que o time do Figueirense entrou em campo deveria ser “A cada preço exorbitante praticado pela diretoria é um torcedor a menos, não venham para o estádio”

    Joguei a toalha, aliás o futebol catarinense esse ano vai ser uma tragédia, acho que os quatro vão morre abraçados, juntando os 4 times da série A, acho que não da de fazer meio.

  • João Frederico Herondino Leite diz: 28 de setembro de 2015

    É muito triste a situação do nosso FIGUEIRA. Hoje não temos NADA, não temos DIRETÓRIA, não temos TIME, só nos resta uma torcida sofrida, parceira mas que aos poucos vai cansando e desanimado. O ultimo jogo foi a demonstração de que o sonho acabou; time mal escalado e em seguida vimos que a meia cancha do adversário com um a mais no setor estava nos dominando, o nosso treinador mudou para um 4/3/3 e esse foi a derrocada final. Nosso goleiro ERROU nos três gols, principalmente no primeiro. O único que se salva na defesa é o Heleno, na meia cancha é um filme de terror, e ate no ataque que tínhamos um único jogador de qualidade, que depois que veio da seleção esta achando o XUXO e não esta jogando nada. A nossa DIRETORIA é a administração PT/PMDB para o Brasil, arrebentaram com tudo, não sobra nada, é só mentiras, lorotas e INCOMPETÊNCIA.

  • JM Figueira diz: 28 de setembro de 2015

    Ivens, a culpa é de várias pessoas no Clube. Primeiro dos “Conselheiros de Situação” que armaram, mentiram e confabularam, fizeram de tudo para eleger este analfabeto futebolístico – Presidente do Clube. Depois dos pseudos “Diretores” ou seja aqueles que só querem aparecer, mas não fazem nada de útil ao Clube, a não ser puxar o saco do Presidente. E por último do próprio Presidente que não entende nada de futebol, e deixa o assunto para um outro analfabeto que é o tal de Cleber Giglio que não sabe montar um grupo de jogadores, que só contrata ex jogador e jogador machucado ou parado a meses. Portanto, chegamos aonde estamos graças a estas pessoas que se dizem torcedores do Figueirense, mas tenho minhas dúvidas quanto a este assunto.

  • Paulo Afonso diz: 1 de outubro de 2015

    Assino embaixo do que diz meu amigo João Frederico Herondino Leite e JM Figueira. Retrataram a realidade nua e crua. Esses “dirigentes” pensam que enganam quem? Somos torcedores, não palhaços.

Envie seu Comentário