Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Ninguém chute cachorro morto

21 de abril de 2016 1

Geralmente, quando um atleta tem currículo invejável e que todo o time gostaria de ter no plantel, são sempre os mais comentados. Podem fazer 1001 coisas certas, mas se cuspir no chão vira manchete. No episódio de Camboriú, Rafal Moura falou para o Ronan “estas querendo me tirar do campeonato? Tira então, seu…”.
Não menosprezou nosso Estadual, mas fica a palavra dele com a do árbitro. Pelos erros deste juiz, fico com a palavra do He-Man.

De olho no Brasileirão

Nosso meio de campo ficou mais coeso com Elicarlos, Bady e Ferrugem. Ainda temos Jocinei, Ortega, Carlos Alberto, Dodô e França, que chegaram para fazer a diferença e estão devendo. Com tempo suficiente para treinamentos, Vinícius encontrará uma maneira de fazê-los jogar. Quem tem futebol de sobra e se quiser jogar temos ainda Éverton Santos, Queiroz e Lins, recém-contratado. O Cleber Giglio não abre o jogo, mas tem tratativas com dois laterais e um zagueiro. Quando pergunto por um goleiro, tanto ele como o presidente acham que estão bem servidos.
Eu não concordo.

Vencer sempre

Termos mais um compromisso pelo Catarinense e os atletas selecionados terão que mostrar serviço contra o Metrô, sábado no Scarpelli, às 16h. Eu quero a vitória, sempre!

Comentários (1)

  • Emir diz: 21 de abril de 2016

    Carlos Alberto,França e Rafael Moura,vieram pra fazer a diferença em relação aos demais no:DM,CARTÕES,EXPULÇÕES,MAIORES SALÁRIOS e pouco EMPENHO.Jogadores tipo,fim de feira.Aliás,nimguém mais sabe qual foi a última participação do FRANÇA em jogo oficial.

Envie seu Comentário