Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

O Figueirense demorou a acordar

26 de abril de 2016 2

O Figueirense começou muito mal o Catarinense e quando acordou já era tarde. Nos dois turnos foram 18 jogos, com sete vitórias e seis derrotas, o que é muito pouco para uma equipe de Série A. Com a chegada do Eutrópio e algumas contratações, corrigindo os equívocos do início, deu para o nosso time a esperança, que quase foi alcançada, de disputar as finais.

Coisa de primeira

Em frente ao setor A do Scarpelli já dá pra ver duas grandes aberturas no chão, onde serão edificadas duas modernas casamatas com poltronas de couro e todo conforto dos grandes estádios. O jogador que for reserva, a comissão técnica dona da casa e os visitantes vão estar confortavelmente instalados.

 Não tem mais bobo no futebol

Não é privilégio de Santa Catarina ficar sem seu representante na elite fora das finais dos estaduais. Figueirense, Grêmio, Cruzeiro e Corinthians também foram surpreendidos por times menores.

Quem seca será secado

O vizinho fica o ano todo cutucando o Figueirense, mas esquece de cuidar do seu. Rebaixado no Brasileirão, lutou o Catarinense todo para não cair, e no returno foram oito derrotas em nove jogos. O Operário vai fazer uma obra na Ressacada.

Comentários (2)

  • Joao diz: 26 de abril de 2016

    Esqueceu o nobre colunista que um dos representantes de SC na elite do futebol brasileiro está sim nas finais do catarinense.

    Figueirense não foi surpreendido foi incompetente mesmo, há uma enorme diferença. Espero que se organize melhor para o brasileirão para que possamos manter representantes catarinenses na série A.

    abraço

  • Mazinho Alvinegro diz: 26 de abril de 2016

    Me fale da barca alvinegra.
    Tem que estar lotadaça, rumo além das 200 milhas, sem direito a quebrar e muito menos regressar.

Envie seu Comentário