Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Torcendo para dar tudo certo

28 de dezembro de 2016 3

Quando é para criticar, criticamos, só que as coisas no Estreito estão bem encaminhadas e merecem elogios. Em janeiro, na apresentação dos atletas, o grupo estará com o número desejado para o início da temporada. Tem os que interessavam e renovaram, outros que tínhamos interesse e não quiseram ficar, aconteceram as dispensas e os que o técnico indicou. Julgar? Só quando os atletas estiverem em campo. A responsabilidade desta vez é do trio Marcos Vinícius, Léo Franco e Branco. Os jogadores estão chegando dentro das características solicitadas pelo “profi”, então é esperar pra ver.

Contratando com cautela

Em 2016 chegaram algumas estrelas que não brilharam, nomes conhecidos no cenário futebolístico e não deu certo. Estou vendo que para 2017 os jogadores contratados não são conhecidos, mas que estão querendo brilhar. Os perfis são de jogadores que querem ser conhecidos como muitos. O Figueira é um inegável trampolim de valores.

O camisa 1

O técnico Marcos Vinícius confirmou ontem o nome de Luis Carlos como nosso novo goleiro. A julgar pelo ano, não agrada. Porém, vem de um clube de Série C, era reserva, e já teve boas fases. Vale fazer um paralelo com o Muralha, que chegou totalmente desconhecido e depois virou nosso paredão.

Comentários (3)

  • Série A diz: 28 de dezembro de 2016

    Ué não iam contratar o goleiro Renan?kkkkkk

  • Lauro Cirillo da Silva diz: 28 de dezembro de 2016

    A bem da verdade 2°reserva. Bayern não liberou o Neuer

  • FigueirenC diz: 28 de dezembro de 2016

    Para série C estaria com um time respeitável. Vai levar créu dos grandes do estado Avaí e Chape.

Envie seu Comentário