Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Contra o tempo perdido

24 de fevereiro de 2017 7
Foto: Leo Munhoz/Ag.RBS

Foto: Leo Munhoz/Ag.RBS

Nossa única esperança é tentar a conquista do segundo turno para decidir o título do Catarinense em um clássico. É inegável a evolução do Figueirense. Recuperando os contundidos, chegando o camisa 10 e a volta do Zé Love, o treinador terá menos problemas e Bill terá a chance de voltar a ser artilheiro.

Bom retrospecto

Márcio Goiano enfrentou o time do vizinho por 16 vezes, como técnico e jogador, e nunca perdeu. Este ano teremos no mínimo mais três clássicos, o do segundo turno e os da decisão do catarinense. Se a escrita persistir, continuaremos sendo o clube mais vezes campeão do Estado.

Pó para

Não podemos nos empolgar por dois empates no Estadual, ainda não estamos prontos para o Brasileirão. O primeiro desafio da Segundona será o Goiás. Sendo assim, precisamos qualificar e dispensar. Não acredito que o plantel da temporada esteja completo. No clássico com um pouco mais de qualidade o resultado seria outro. Diminuiu a receita? Vamos achar meios de aumentá-la.

O azulão amarelou

Na verdade, a vizinhança deixou o estádio com uma frustração enorme. Prepararam a festa, acreditaram em nos humilhar e saíram abatidos. Ué, não são time de Série A?

Comentários (7)

  • Vinícius diz: 24 de fevereiro de 2017

    Ivens,

    Sou sócio do Figueirense quase 11 anos, tentei entrar em contato com através do perfil do face e com o assessor de imprensa dizendo que tinha ideia para a Instituição abrir um canal com o torcedor para que estes deem sugestões para ajudar melhorar o clube.

    Para não “avacalharem”, sugeri que para as ideias aceitas, o clube daria um brinde.

    Falaram que estavam abertos, mas ficou por isso.

    Tenho ideias para ajudar a melhorar na receita.

    Mas acredito que só vai entrar mais dinheiro, quando a Diretoria montar um time competitivo e passar a credibilidade para os torcedores.

  • Altair luiz diz: 24 de fevereiro de 2017

    cuida do time da serie B.

  • elvisfloripa diz: 24 de fevereiro de 2017

    O Marcão foi liberado pelo Goiás…seria um bom reforço…tem muito jogador bom e barato jogando os estaduais..a diretoria deve ficar ligada..!

  • Alecsandro diz: 24 de fevereiro de 2017

    Pelo que (não)jogaram em Chapecó, é time para brigar pra não cair, tanto no catarinense quanto na Série B. Time acovardado, jongando todo fechado e fazendo cera do primeiro ao último minuto de jogo. Já vi times bem mais competitivos vestirem essa camisa.

  • LIDER diz: 24 de fevereiro de 2017

    Somos de serie A sim, tanto é que somos o lider invicto. Realmente não foi um resulatdo bom para o Avaí, afinal empatar em casa com um time horrivel desses…, mas era clássico e samos que tudo foge do comum. Comemorem mesmo, afinal empataram com o atual lider disparado e maior time de SC

  • waltencir diz: 24 de fevereiro de 2017

    caiu como uma bomba essa do ze love que esta com hérnia de disco, antes de contratar tem que fazer um exame completo do jogador, que vem aqui se encosta, se recupera e vai embora, exemplos carlos alberto e leandro silva que estão jogando em outros times sem problema nenhum, o dm do figueira e tao incompetente quanto a diretoria. Meus sentimentos ao zagueiro marquinhos o original, com certeza vai provar sua inocência, não é mau caráter, caiu no doping por uma infelicidade, deve ter tomado algum medicamento sem saber, força guerreiro.

  • hélio diz: 24 de fevereiro de 2017

    Se o Goião for bem aceito pela diretoria e eles de comum acordo mandarem alguns dos que vieram através do ex técnico embora e contratar casos pontuais teremos chances e muitas com o estilo e conhecimento do Goião, ele é um bom técnico já provou isso, e tem mais o Figueira é a sua casa. Já quanto ao catarinense, iremos incomodar muitos que querem porque querem ser campeões, inclusive para se igualar a nós que somos os maiores, porém penso que perdemos muito espaço no turno, por essa insistência e teimosia burra do presidente Wülfredo, esse homem já era para ter aprendido que quando se erra, o bom é reconhecer e fazer de novo só assim se aprende, persistir no erro ai burrice dupla. Já ta na hora de comer um peixinho frito com pirão de nylon, peixe faz bem pra cuca e a memória.

Envie seu Comentário