Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de agosto 2017

Vem mais um reforço no setor ofensivo

31 de agosto de 2017 0

1503412_796960823662681_2074714263_n

Com a paralisação do futebol, além de treinamentos, outros setores estão ativos. Uma ação social ontem fez o CEO Alex Bourgeois, o sócio Cláudio Vernalha, Fernandes, Genílson e todos os atletas visitarem as crianças do Hospital Infantil Joana de Gusmão. O Scarpelli também passa por melhorias, todos os muros estão sendo pintados, dando outra aparência ao estádio. Como já havia adiantado aqui na coluna, antes da janela fechar, mais um atleta estará chegando. Posso adiantar que atua do meio para o ataque. E como a promessa é de não ter mais que 30 atletas no plantel, teremos mais algumas dispensas.
E os treinamentos continuam hoje no CFT e amanhã no Scarpelli.

Tem tempo

Ainda resta um bom tempo para treinamentos antes de enfrentarmos Boa e Internacional fora. Mas a espera é para repetir a festa no dia 23 de setembro, quando finalmente voltaremos a jogar em casa. Trazendo bons resultados nessas duas rodadas, com certeza o desafio dos 10 mil vai acontecer.

Olhó, lhó, lhó!

Não é que o istepô incorporou mesmo? Ao invés de escrever no seu idioma “On en manquait dèjá seize”, acabou botando em manezês “um já passou, faltam dezessex”. É sempre assim, quem chega nesse pedacinho de terra perdido no mar gostaria de ser nativo.

A decisão final é do profi Milton Cruz

30 de agosto de 2017 3

Ontem coloquei a formação de uma provável equipe titular, só que Milton Cruz é o dono da caneta e terá tempo suficiente para tirar as dúvidas e ver quem pode se adequar melhor no esquema que pretende utilizar. Contra o Guarani, aconteceram variações táticas durante o jogo. Quando pressionado, montava duas linhas de quatro, e algumas vezes todo recuado sem ninguém na frente. Com a posse de bola ia atacando em bloco e criando várias oportunidades de gol.

Vida nova

O lateral Dudu já provou ser excelente no apoio ao ataque, tem velocidade e faz bons cruzamentos, mas lá atrás é um pouco afoito e tem alguns defeitos a serem corrigidos. O entendimento e a velocidade empregada por Xuxa com Henan têm tudo para dar certo. Vamos esperar que nesses dias o professor possa tirar o melhor de cada atleta. Nos treinamentos o ambiente é o melhor possível, apesar de puxado, com todos alegres e se empenhando.

Vamos dar mais um crédito

As coisas ainda estão se ajustando e temos que torcer para que dê certo. Entre os torcedores, tem uma meia dúzia de pessimistas, do tipo “nada presta”. Trocamos muitos treinadores: Eutrópio, Argel, Marquinhos Santos, Márcio Goiano, Cabo e agora Milton Cruz. Será que nenhum deles presta? E o número de atletas é incontável.

Leque de opções para Milton Cruz

29 de agosto de 2017 8

Milton Cruz vai ter um bom tempo para preparar a nova equipe. Ainda é cedo para projetar o time que enfrenta Boa Esporte Clube, mas ei arrisco Saulo; Dudu, Marquinhos, Leandro Almeida e João Paulo; Zé Antônio, Ferrugem, Marco Antônio e Xuxa; Zé Love e Henan. Ficaríamos ainda com um bom banco, com Abuda, Nicolas Careca, Walterson, Patrick, Lazaroni, Pereira, Trevisan, Lucas Silva e talvez Jorge Henrique, dependendo da lesão. Um pitaco para o departamento de futebol: um amistoso nesse meio tempo seria legal.

Quem diria

Os ares estão mudando lá pras bandas do Estreito. O Figueirense derrotou o Guarani diante de um bom público e os jogadores contundidos estão recuperados, o pagamento dos atletas e funcionários está em dia e os fornecedores estão sendo pagos antecipadamente. Ainda é cedo para tirar conclusões, mas a nova gestão está começando bem, com transparência e cumprindo o que prometeu. Resta saber se teremos as mesmas atitudes nos próximos
20 anos.

Pés quentes

Os novos investidores literalmente vestiram a camisa. Claudio Vernalha estava no jogo com a família e seus dois filhos, que entraram em campo com os jogadores. Já Alex Bourgeois já esteve em todos os programas de esporte da Capital e já está até escrevendo o manezês. Merci!

Nosso jornal em festa

28 de agosto de 2017 5

wallpaper_figueirense2012_1024_768
Já são 3.426 colunas escritas, elogios, críticas e informações sobre o clube que aprendi a gostar. Há 11 anos, nasceu a Hora e a coluna Paixão Alvinegra, que além de impressa pode ser lida também online, com mais de 30 mil visualizações mensais. Agradeço aos leitores que me acompanham e respeitam a minha opinião, assim como respeito cada um.

Missão cumprida

O torcedor fez a sua parte. Recepcionou os jogadores como se valesse título. E a festa tinha a intenção de mostrar aos atletas o amor que a galera tem a esse clube, e que essa camisa tem que ser respeitada.

Teve festa antes,
durante e depois

Há tempo não se via no Scarpelli um público vibrante e participativo como o de sábado. Os atletas retribuíram em campo, fazendo 1 a 0, e reagindo após levar o empate. O capita Marquinhos fez o gol da vitória. Alguns atletas se sobressaíram, e dois ficaram devendo. Só que, depois da vitória, quero ressaltar só coisas boas.

Dois tempos distintos

No primeiro tempo, o Figueirense pressionou o Guarani até fazer o gol. No segundo tempo, jogou muito recuado e sofreu o empate, partiu para cima e fez o segundo gol. Por que não jogar sempre tentando o segundo, o terceiro e assim por diante?

O time do professor Milton Cruz

26 de agosto de 2017 3

Para enfrentar o Guarani, Milton Cruz deverá usar o mesmo time que enfrentou o Tubarão no jogo-treino. Saulo; Dudu, Leandro Almeida, Marquinhos e Guilherme Lazaroni; Pereira, Patrick e Marco Antônio; Zé Love, Jorge Henrique e Henan. Esse é o time do treinador, talvez não seja o meu ou o seu, mas vamos dar o crédito esperando que o resultado positivo aconteça. Cruz relacionou também Abuda, Xuxa, o lateral-esquerdo João Paulo, Ferrugem e Nicolas Careca. Com todos à disposição, acho que desta vez vamos em busca das vitórias.

Marketing

O departamento de marketing do Figueirense está a todo vapor criando preços promocionais para o jogo deste sábado contra o Guarani. O CEO Alex Bourgeois está desafiando e prometendo repetir as promoções se o público comparecer. Promoção de ingresso a R$ 10 e entrada grátis a um convidado de associado.

História de glórias

Podemos estar num mau momento, mas essa maré vai passar. Nosso clube já nos deu muitas alegrias e vai continuar com sua história vitoriosa. São 17 títulos estaduais, duas Copa SC, Supercampeonato Catarinense, primeiro clube do Estado no Brasileirão, em 1973, Copa Mercosul em 1995, campeão da Taça Mané Garrincha em 1983. É um currículo que orgulha o seu torcedor.

Vamos lutar pela permanência

25 de agosto de 2017 7

O ano para o Figueirense se resume nas 17 rodadas que estão faltando. Tudo está na cabeça, nos pés e no empenho dos jogadores. As esperanças estão voltadas no retorno dos contundidos e nas três novas contratações.
Os 10 dias para treinamentos ajudaram bastante o treinador, que deve começar com um time bem modificado. As laterais, a dupla de zagueiros, o volante e o meio serão mudados. Além dos disponíveis, Xuxa e Abuda treinam normalmente e hoje serão apresentados à imprensa. Com o nome publicado no BID, podem ficar à disposição do Milton Cruz para o jogo de amanhã.

Estamos juntos

Tenho recebido alguns e-mails dizendo que estou muito otimista com o futuro do Alvinegro. Se eu sou torcedor do Figueirense, tenho que torcer para que tudo dê certo. Afinal, tenho visto muita gente torcendo contra. É evidente que gostaria de estar exaltando vitórias, mas infelizmente a nossa realidade hoje não é essa. Estarei sempre com o clube que aprendi gostar, estando ele na Série A, B ou C.

Eliminado

No programa de gastronomia febre no país, o Masterchef Brasil, vencido pela Michele Crispim, moradora de Palhoça, tinha outro catarinense, o Valter Herzmann, que nas redes sociais foi apontado como torcedor da vizinhança.
Resultado: foi eliminado.

É o que temos para agora

24 de agosto de 2017 4

Não seriam esses os nomes que o torcedor esperava, Xuxa, João Lucas e Abuda, só que as aquisições serão feitas de acordo com o que temos. Infelizmente a herança de dívidas é grande. Se pensarmos na permanência na Série B, com que temos da para conseguir. Mas o acesso seria uma missão quase impossível. Só enquanto tiver chance estarei ao lado daquele que é minha paixão no futebol.

Sabadão alvinegro

Sábado tem tudo para dar o maior público nesta competição no Scarpelli. A entrada a R$ 10, com sócio levando um convidado de graça, é tudo que o torcedor queria. Na previsão do tempo não chove, mas claro que a cereja do
bolo será a vitória diante do Guarani.
Antes e durante o torcedor vai fazer a festa, e quer continuar festejando todo o fim de semana com a conquista alvinegra. O início da nossa arrancada.

Dinheiro ajuda

Quem falou que receita não resolve os problemas de um time? O Internacional vinha capengando na tabela, fez algumas contratações e hoje já está disputando no G-4, pensando no título da Série B, e olha que o treinador é o Guto, aquele mesmo que passou por aqui e foi dispensado.

O vizinho queria

A vizinhança gosta dos atletas que passaram pelo Alvinegro. Já estão com o lateral Leandro Silva e agora queriam o Claytinho. Claro que os jogadores são profissionais, só que esse preferiu respeitar o seu torcedor e pelo menos agora não quer vestir a camisa do nosso maior rival. Está de volta ao Atlético-MG para ser comandado por outro ex-Figueira, Rogério Micale.

Devagar se vai ao longe

23 de agosto de 2017 3

Nota-se claramente que a nova direção alvinegra quer trabalhar sem se aventurar. É o deles que está em jogo. Geralmente as promessas são imediatas e tudo será resolvido num estalar dos dedos. É lenda. Agora Alex Bourgeois promete a transformação a longo prazo, coisa que o torcedor ansioso não concorda. Ainda sou da opinião de que contratações são necessárias e elas vão acontecer, e alguma dispensa ainda tem que ser feita. Nosso clube veio de uma Série A, caiu e o objetivo principal seria o retorno, mas hoje temos que nos contentar com a permanência na Série B. Se bem que milagres acontecem…

O tal de CEO é ladino

Ficou claro na entrevista dada no programa Debate Diário, ontem, que a intenção é fazer o Figueirense voltar a ser grande. Quanto aos reforços, eu tinha certeza que Alex esconderia o jogo, mas eles estão acontecendo e serão anunciadas hoje.

Jogo-treino

O time que começou o jogo-treino com o Tubarão, ontem, foi Saulo; Dudu, Marquinhos, Leandro Almeida e Lazaroni; Pereira, Patrick e Marco Antônio; Jorge Henrique, Zé Love e Henan. No segundo tempo entraram Luiz Fernando, Walterson, Luidy, Índio, Dudu Vieira e Ferrugem. O resultado foi 3 a 0 para o Figueirense, gols de Henan, Trevisan e Walterson. O jovem Luiz Fernando participou nos dois últimos gols.

Antes tarde do que nunca

22 de agosto de 2017 8

Alex Bourgeois, o poderoso chefão, escolheu a dedo o clube para transformar em empresa. Eran três candidatos, um do norte, outro do sudeste e ele preferiu o Figueirense por sua estrutura. O primeiro passo é transformar o Alvinegro destaque estadual, nacional e depois internacional. Estudou, analisou grandes clubes europeus e agora vai colocar em prática no Estreito querendo transformar o clube em uma potência. Bastante otimista, diz que nestes 10 dias o Milton vai arrumar o time, torcemos para que dê certo.

Preparativos para virada

Hoje, no Orlando Scarpelli, Milton Cruz vai conhecer um pouco mais dos seus comandados. O Figueirense realiza jogo-treino com o Atlético Tubarão com portões fechados, aberto só para a imprensa. O time visitante é um dos poucos no Brasil com sistema semelhante ao nosso clube-empresa.

Recuperados

Nosso problema sempre esteve nas laterais. Dudu e João Paulo estão na transição e perto de voltarem a ser opção.

Só se for por dinheiro

Bruno Alves é do São Paulo. Saiu daqui com seu time na zona e vai para o Tricolor Paulista que, apesar de estar na Série A, também está na zona. O pior é que não ganhou nem da vizinhança.

Tudo conspira a favor

21 de agosto de 2017 8

Hoje começa a caminhada para os 17 desafios que o Figueirense tem pela frente. Com uma semana cheia para trabalhar, Milton Cruz tem todo o plantel à disposição, salários em dia e o DM vazio. As dispensas realizadas com certeza têm o aval do treinador, que selecionou aqueles com quem quer contar para sair desta má fase. Depois de enxugar o plantel, o Figueira está puxando da base um garoto da Ponta das Canas que destaquei aqui na coluna meses atrás por sua qualidade. Luiz Fernando, 17 anos, é mais um do norte da Ilha que brilha no Alvinegro.

Conquistando confiança

Acompanhando as redes sociais e escutando no dia a dia, vejo que a confiança e o otimismo dos torcedores na empresa constituída e nos novos diretores está aumentando. Concordo com Alex Bourgeois em não contratar por contratar, é preciso qualidade.

Contratações

Que a promessa foi feita não podemos negar, foi dito que seria necessário acelerar a aprovação, pois a janela de contratações iria fechar e que tinham sim quatro jogadores que chegariam para jogar. Quanto ao atual plantel, com o retorno dos contundidos e com todos em condição, a qualidade melhora sensivelmente, mesmo assim precisamos de reforços. Tenho a convicção de que o CEO vai trazer um bom nome.

Leia também
Rodrigo Faraco: Clayton, ex-Figueirense, e Mancuello estão perto de fechar com o time do vizinho