Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Vamos comer Peixe!

27 de agosto de 2016 0

Não resta a menor dúvida: uma vitória contra o todo poderoso Santos seria a conquista definitiva da confiança dos torcedores e a autoestima dos atletas. Já estamos entrando na terceira rodada do segundo turno, faltam 16 partidas mais uma transferida contra o Fluminense. Isso quer dizer que não temos tempo a perder. Já que estamos na zona, que tal vencer na Vila?

O futebol

Ninguém é imbatível. O São Paulo perdeu para o Juventude, da Série C, na Copa do Brasil. Já o Figueirense, em uma noite inspirada, venceu o Flamengo. Por essas e outras futebol é um esporte fascinante.

Pitaco da coluna

A minha dupla de zaga titular tem que ser Marquinhos e Bruno Alves, com Ayrton e Pedroso nas laterais. Jogaria com três volantes: Elicarlos, Caucaia e Ferrugem, com Élvis completando o meio. No ataque não temos dúvidas, é He-Man e Lins. Independente do resultado, gostaria de até segundo-feira ter nome do novo treinador.

Vizinho tá contente

Não poderia deixar de parabenizar a vizinhança pela belíssima vitória contra um time fora de série, o poderoso Almirante Barroso, de Itajaí. Isso para aumentar o ranking deles, podendo até esnobar dizendo que já venceram duas seguidas. Só que foi 2 a 1 com as calças na mão.

Querer é poder

26 de agosto de 2016 2

Não sei se foi o dedo do Tuca Guimarães ou o comprometimento da equipe, só sei que se a rapaziada se empenhar com a garra e disposição apresentada na última quarta-feira, partindo para cima mesmo com resultado favor, vai poder se livrar dessa zona indesejada. Domingo ele vai comandar a equipe contra o Santos, na Vila Belmiro, às 11h – e o Carlos Alberto não joga por está suspenso. Ah, nunca esquecendo que em céu de gavião urubu não tem vez.

Quem será o novo profi?

O interino deu sua contribuição, mas também cometeu erros imperdoáveis. Bruno Alves não pode ficar de fora, a substituição de Carlos Alberto e Ferrugem foram erros grotescos. A entrega foi intensa, certo momento do jogo Ayrton estava no meio como volante e Ferrugem na lateral cobrindo o companheiro.
Todos estão de parabéns, só que o novo treinador tem que ser contratado sem perda de tempo. O presidente e seus comandados estiveram reunidos até a madrugada festejando e planejando o futuro do comando alvinegro.

A volta do sinistro

O Londrina tem no seu plantel o França, que esteve no Figueirense com passagem marcada por mau comportamento fora de campo. Por ser um jovem de 25 anos, a coluna torce para que tenha um futuro promissor, porque futebol ele tem.

Figueirense 4x 2 Flamengo: mudou da água pro vinho

25 de agosto de 2016 5
Foto: Cristiano Estrela/Ag.RBS

Foto: Cristiano Estrela/Ag.RBS

Nem o mais otimista dos torcedores iria imaginar que com menos de 30 minutos do primeiro tempo acontecessem quatro gols, sendo três do Figueirense e um do Flamengo. Carlos Alberto, em noite de gala, humilhou os jogadores do Urubu com lances de muita plástica e habilidade fazendo a melhor partida desde sua chegada ao Scarpelli. E o nosso He-Man colocou três vezes a bola na rede, mostrando que a espada voltou a ficar afiada. Que seja assim na Série A.
Vencer o Rubro-Negro não é novidade, superamos eles por 1 a 0 no dia 12 de junho.

A noite foi nossa

O torcedor ficou devendo. Dos 5.400 presentes os visitantes vieram em maior número. Como de costume a arbitragem cometeu alguns erros contra o Figueirense. Mas mesmo assim a noite era dos donos da casa, que e finalmente mostraram que quando querem sabem jogar.

A vida continua

Todos os clubes almejam um bom calendário e o Figueirense tem esse privilegio. Só que no Catarinense e Copa do Brasil não tivemos êxito. Agora é mudar o foco e enfrentar o Santos pelo Brasileirão.

Padre Luiz Prim

Tenho sentido a falta do um ilustre Padre Prim. Fui informado que está com pneumonia. Torcemos pela sua recuperação, amigo.

Figueirense x Flamengo: vamos acordar, galera!

24 de agosto de 2016 5

Na véspera de um grande jogo, nas redondezas do Scarpelli, se via vendedores vendendo camisas, bandeiras e muito movimento nas bilheterias. Passei ontem pelo estádio e o que vi foi uma calmaria, com poucos circulando por lá. Hoje, a maior torcida do Estado está deprimida e sem muitas esperanças no futuro. Apesar do mau momento, o colunista continua acreditando. Se os erros forem corrigidos, ainda dá tempo para uma virada.

Pobre futebol

Futebol é diversão, mas vem se transformando em motivo de estresse. Esse é um dos vários motivos que afasta o torcedor dos estádios. Em outras épocas, um jogo como o de hoje, Figueirense e Flamengo, era para no mínimo 20 mil torcedores. Contra o Cruzeiro fomos apenas 2.900.

Precisa-se de treinador

Cleber Giglio, em entrevista, deu a entender que Tuca Guimarães seria efetivado. Fiquei tranquilo quando fui informado que ele fica apenas hoje e não será o técnico até o fim do ano. Reuniões estão sendo realizadas e vai chegar o novo treinador alvinegro.

Cardápio da vizinhança

Na semana passada, depois da feijoada, quem venceu foi o acarajé. Ontem, contra o lanterna, o Leão quase engasgou com Arroz e Pimentinha.

Problema não é só treinador

23 de agosto de 2016 5

Gostei do retorno do profi, mas com alguns erros os resultados não deram o retorno esperado. Depender de Jefferson, Caucaia e a boa vontade do Dodô não tem treinador que resista. Não há dúvidas que para um final feliz, além de treinador, um volante e um goleiro devem vir pra jogar!

Saída do Argel

Se ele decidiu no vestiário, quem contribuiu com sua saída foi a rapaziada das sociais, que não pouparam “elogios” a ele durante todos os 90 minutos.

Não dá pra apostar

Cleber Giglio deixou claro que o treinador para enfrentar o Flamengo será auxiliar técnico Tuca. Aconteceram reuniões
e o dirigente está escondendo o jogo. Será sim contratado um treinador experiente.

Tá difícil, não impossível

Alguns leitores me escreveram achando que tenho excesso de otimismo. Se nós que torcemos não acreditarmos, quem irá? Só não posso negar que os próximos desafios no Brasileirão, contra Santos, Atlético-PR e São Paulo, com o futebol que estamos jogando, serão difíceis de pontuar.

Justa homenagem

O preparador físico Marcos Seixas foi homenageado pelo clube por ter ajudado a ganhar o ouro do futebol na Olimpíada. Merecido!

A dupla sem treinador

22 de agosto de 2016 7

O Silas lá e o Argel aqui, que não é mais técnico do Figueirense. Os erros cometidos foram muitos, o mais simples torcedor não colocaria determinados jogadores no time. Não ouve uma dispensa, ouve um acordo e a vida segue.

A coisa tá feia

Lá se foi a invencibilidade do Scarpelli. Mesmo com uma semana para treinar o Argel não conseguiu acertar o time. Começou errado, Elicarlos é mais jogador que o Caucaia. Dodô, Yago e Jefferson são escolhas equivocadas, Ferrugem, apesar do gol não está jogando bem. O zagueiro Marquinhos cometeu um erro, que resultou no primeiro gol deles. Pará foi aos trancos e barrancos. Já Bruno Alves, Carlos Alberto, Rafael Moura e o estreante Elvis foram a salvação da lavoura.

Mais uma garfada

Sem querer defender Cazalbé, mas momentos antes de sua expulsão Lucas deixou o cotovelo na cara dele o árbitro deu somente a falta. Henrique fez o mesmo e não ganhou vermelho. Aí com 10 em campo não deu para reverter o placar.

Grife Figueirense

O ouro olímpico do futebol tem o dedo do Figueirense: o treinador Rogério Micale já foi da nossa base, o preparador físico Marcos Seixas é nosso e o Erasmo Damiani cuidou do nosso futebol. Os deuses do futebol deram sua ajuda com três bolas na nossa trave.

Figueirense x Cruzeiro: eu fiz a minha parte

20 de agosto de 2016 3

Durante toda a semana eu fiz questão de usar a camisa do meu Figueirense. Afinal, não sou daqueles que só se expõem nas vitórias. Quem é verdadeiramente torcedor está junto do clube nas boas e nas ruins. Não estamos mortos, domingo poderá ser sim o dia do Alvinegro mostrar sua raça e sua força pra vencer o Cruzeiro. Eu acredito!

É agora ou nunca

Tenho a impressão que teremos surpresas neste domingo. Dodô, Carlos Alberto e o He-Man vão fazer o estrago na Raposa. Espero que finalmente o Figueirense consiga os três pontos sobre do time mineiro pra sair dessa posição incomoda. Vamos lá conferir, agora não teremos desculpas: Lins e os demais atletas à disposição e uma semana cheia para trabalhar. Precisamos deslanchar.

Velhos conhecidos

A Brazil Soccer, do empresário Eduardo Uram, deve ter estreitado as relações com o Figueirense. Além dos goleiros Wilson e Thiago Volpi, mais de 20 atletas do seu cartel já passaram pelo Scarpelli. Hoje tem Yago e Élvis, apresentado na quinta-feira, são jogadores que pertencem ao referido empresário. Aloisio, Bruno, Cícero, Lucas, Firmino, Willian, Egídio, Roger Carvalho e Maicon são alguns jogadores pertencentes a essa empresa revelados no Estreito. A parceria deve sim existir, desde
que seja bom para ambos os lados.

Hora de fazer mais e falar menos

19 de agosto de 2016 5

Não tenho escutado e nem visto na mídia palavras que nos tragam esperança, tanto da diretoria como dos responsáveis pelo futebol. No fundo isso até é bom para que respondam com futebol todas as críticas, isso já satisfaz os anseios dos torcedores. Com a diretoria e os jogadores blindados o torcedor fica sem saber os motivos da atual campanha. Fui atrás da informação e a resposta que recebi: “Os mesmos que reclamam serão os mesmos que vão aplaudir. O momento não é de falar muito, precisamos vencer”.

Eu acredito

Não existe clube no Brasil que não gostaria de estar em uma Série A. São somente 20 com esse privilégio, então é preciso agarrar com unhas e dentes essa vaga. A receita financeira da competição é boa, já a da Série B é praticamente impossível manter um time profissional. O Figueira precisa jogar com sangue nos olhos e partindo com a cara e com a coragem em busca de vitórias.

Lá vou eu de novo

Com sol, com chuva ou com vento eu estarei lá para ver meu time jogar. No futebol se ganha, perde ou empata, por isso espero que o Figueira continue imbatível no Scarpelli e que, no lugar de sétimo empate, conquiste a quinta vitória. Não estou querendo as medalhas de ouro, prata ou bronze, quero ficar entre os 16 e, se possível, na página de cima.

O retorno dos soldados

18 de agosto de 2016 3

Vejo muitas críticas em cima do presidente Wilfredo. Não sou advogado dele, mas sei que ele não peca por omissão. Faltou uma peça no plantel? Ele não mede esforços para trazer. Mas se trazem a peça errada o culpado são seus subordinados.
Estamos em um mau momento, mas não podemos dizer que tudo esta pedido. É nessas horas que o departamento de futebol tem que mostrar sua competência. Antes tínhamos soldados que não deram baixa.

Não é o que esperávamos

Será apresentado hoje o meia Élvis, que iniciou sua carreira no Paraná e que estava no Criciúma. Na verdade, temos que nos adequar com as receitas que temos. Então é torcer para que dê certo.

Na prancheta

Não concordo com certas preferências do Argel, como a insistência com Jefferson e Caucaia. Mesmo assim temos que acreditar, já que ele é o comandante. A insatisfação pelo resultado e a bronca dada nos vestiário do Moisés Lucarelli deu para escutar a 100 metros de distância. Se espera que o comportamento da galera mude, pra já!

Arbitragem

O árbitro de domingo será o carioca João Batista Arruda, que apitou em junho a vitória do Joinville contra a vizinhança. Gostei da indicação, já que ele não curte azul.

Sinal de alerta ligado

17 de agosto de 2016 3

O Botafogo estava atrás do Figueira, que bobeou, e os cariocas passaram na nossa frente. Hoje a diferença pra sair da zona é de dois a quatro pontos. Não pode dormir de toca, se essa diferença aumentar para seis bate o desespero. O jogo com o Cruzeiro é de vida e morte para os dois.

Com a pulga atrás da orelha

Tenho recebido e-mails e conversado com diversos torcedores e a rapaziada está muito preocupada, e não é pra menos. Nossos próximos adversários são: Cruzeiro, Santos, Atlético-PR, São Paulo…
Com os números do turno a rapaziada tem razão de estar com o coração na mão. Eu, como sempre, boto fé!

O que temos de melhor

Dos atletas disponíveis, o melhor que temos hoje é Thiago; Ayrton, Marquinhos, Bruno e Pará; Elicarlos, Ferrugem, Dodô e Carlos Alberto; Lins e Rafael Moura.
O adversário de domingo é o rival do seu clube de origem, e Dodô pode usar isso como incentivo para comer a bola.

Ta querendo me enganar, é?

A única alegria aqui do lado é o mau momento alvinegro. O Betão, na entrevista, disse que jogou nos melhores estádios e equipes na Europa. Então, vizinho, não te anima! Com tudo que ele falou, vir jogar na Segundona não deve ser isso tudo.