Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Tragédia em Campinas

27 de julho de 2016 1

Vimos no primeiro tempo um time encolhido, covarde e que levou um banho da Ponte Preta. Não vi um atleta do Figueirense mostrando alguma qualidade. O goleiro João Carlos não trabalhou, enquanto o Thiago pegou um pênalti inexistente e tomou, no mínimo, dois gols defensáveis.

Ridículo

Iniciamos o segundo tempo atacando, foi fogo de palha. Eles conseguiram tomar mais três. Por incrível que pareça ninguém se salvou, nem Bruno Alves. O time todo esteve fora da curva. Nossa esperança de gol, o He-Man, fica isolado e tendo que vir buscar o jogo e voltar para defender. Temos inúmeros defeitos que só aparecem nessa hora.
Hoje ponho em dúvidas o gol, a defesa, o meio e o ataque. Pessimista eu? Olha, o resultado contra a Ponte Preta me deixou envergonhado. Será que o problema era treinador ou o plantel que é ruim? Só temos dúvidas!

Acendeu a luz

Na entrevista o Argel deixou claro que alguma coisa vai ter que ser feita, chega de observar. Se perguntar para o torcedor ele sabe quem deve pegar a barca e quais posições carentes. Acho que até no gol temos carência. Como incentivar o torcedor para ir ao jogo no sábado? Ninguém é bobo, aí está o motivo da ausência de público. Um time que há sete rodadas não vence e toma uma goleada não atrai ninguém.

Ponte Preta x Figueirense: eu acredito ao vivo

27 de julho de 2016 4

Com Lins, Ferrugem, Carlos Alberto e Ortega recuperados, Maurides recém-contratado e mais os dois que estão sendo negociados, Argel terá opções para finalmente decolar. Hoje é a Copa do Brasil, sábado Campeonato Brasileiro, tratados com a importância que cada competição merece. O torcedor precisa dar crédito.

Bate e volta

Jogar hoje, viajar e voltar a campo no sábado é cansativo. Por isso, Wilfredo recorreu à FCF e à CBF tentando transferir o jogo para domingo. As tentativas foram frustradas, pois acontece jogo amistoso da seleção olímpica nesse dia.

Os “imexíveis”

Quem tem cadeira cativa no Figueirense são o goleiro Tiago, o zagueiro Bruno Alves, Elicarlos e o atacante He-Man.
Os outros ainda não são unanimidade e estão lutando por seus espaços com concorrentes.

Evento memorável

Mais uma vez participei do Estádio CBN. Desta vez aconteceu episódio interessante. Os patrocinadores promoveram sorteio de alguns brindes e o presidente do Figueira ofereceu uma camisa do clube. O presidente da vizinhança, pra não ficar pra trás, deu duas. Wilfredo rapidamente deu mais uma para sorteio e outra para a mãe do Galego, que é alvinegra e gosta de coisas de primeira.

Duas competições

26 de julho de 2016 3

O torcedor alvinegro tem muito que se preocupar primeiro com o jogo com a Ponte Preta, amanhã, pela Copa do Brasil. Com vitória ou empate com gols passamos para outra fase. Depois mudamos o foco para a Série A e o adversário é o Vitória, numa disputa para ver quem vai sair da zona.

Preocupação

Acompanho sempre que possível os jogos do Brasileirão e tenho notado que equipes que estão na parte de baixo tem mostrado qualidade. Coritiba, Sport, Santa Cruz, Chapecoense e Vitória estão como o Figueirense: vão lutar pela permanência. O Alvinegro precisa melhorar e apresentou ontem o atacante Maurides. Ainda é pouco, a competição chegando à metade e não acertamos o time.

Desigualdade

Precisamos nos qualificar e esquecer erros de arbitragens. Eles vão continuar acontecendo. Homens do apito olham primeiro as camisas e depois tomam suas decisões. É dada aos árbitros muita autoridade e nenhuma punição, a não ser que os erros aconteçam contra algum clube grande.

Tecnologia

O noticiário diz que em breve estará sendo posto em prática auxílio eletrônico para a arbitragem. Lances polêmicos poderão paralisar o jogo depois da consulta da TV.

Precisamos dos três pontos

25 de julho de 2016 5

Bom seria ter vencido, mas o apito amigo não permitiu. O empate poderia ser bom, só não foi porque os resultados nos levaram à zona. Quem vai pagar essa dívida será o Vitoria, no Scarpelli. Conquistando os três pontos (se a arbitragem deixar) subiremos na tabela, entrando de vez
na competição.

Mais uma vez fomos garfados

Manchete na ESPN dizia que o Corinthians só arrancou um empate graças a uma polêmica decisão do juiz Marielson Alves. Não é choro do colunista. Nas leis da arbitragem aquele tipo de falta fora da área é vermelho, se for dentro da área é pênalti e cartão amarelo. Em campo, Bruno Alves e Thiago Rodrigues foram os melhores do Figueira, enquanto do Timão foi o único que tinha apito.

Argel viu outro jogo

O time melhorou e o comprometimento dos atletas foi inegável. Tenho que enaltecer o belo gol do Dodô, mas foi a única coisa que fez no jogo, e Jefferson cometeu vários erros. Em sua coletiva, o profi falou que os dois tiveram uma belíssima atuação.

Procurando culpado

O vizinho queria quebrar um tabu e o Silas lhe atendeu. O seu time estava há um mês sem perder e tomou o 3 a 1. Agora a culpada pelo desastre é o uniforme de número 3, que em 14 só não ganhou uma.

Desempenho da rapaziada no empate de 1 a 1 contra o Corinthians

24 de julho de 2016 5

wallpaper_figueirense2012_1280_1024

Thiago Rodrigues finalmente um goleiro que transmite confiança, fez no mínimo umas cinco boas intervenções mostrando agilidade, reflexo segurança nota 9

Ayrton esta mostrando garra, determinação e vem se firmando na lateral. Bem na bola parada, bem no apoio ao ataque nota 7

Werley esta fazendo jus a titularidade, raça não tem faltado nota 7

Bruno Alves a jóia rara do plantel, regularidade, bom desempenho destaque em todas as partidas nota 10

Pará foi protagonista de um lance que equivale a um gol feito, tirou em cima da linha uma bola com muita competência, uma participação regular nota 7

Moraci foi apenas coadjuvante sem nota

Elicarlos excelente volante faz jus sua contratação, caindo nas graças da galera nota 8

Jackson Caucaia também não teve tempo para nada sem nota

Jefferson foi muito elogiado pelo treinador, não vi uma atuação que lhe de a titularidade nota 6

Yago esforçado, entre erros e acertos merece uma nota 6

Dodô fez o mais importante, o gol, nada mais que isso, pelo gol nota 7

Rafael Silva para ser titular vai ter que mostrar mais, perdeu gol ficou devendo nota 6

Bady entrou com disposição querendo recuperar a titularidade nota7

Rafael Moura foi útil taticamente, não produziu tudo que esperamos dele foge muito da área onde deveria ser seu lugar nota 7

Seria um bom repeteco

23 de julho de 2016 2
Argel

Foto: Luiz Henrique/FFC

A importância de um bom resultado neste sábado faz com que a equipe se concentre e consiga trazer pontos da Arena Corinthians, que sempre nos traz boas lembranças. Lá vencemos o Timão na inauguração do estádio.

Reforços

O início do returno vai ser diferente. Os considerados grandes, que já estavam bem, estão se qualificando ainda mais. Não vejo no plantel alvinegro qualidade para faze uma boa campanha, como o presidente prometeu. Dispensar uns seis e trazer pelo menos mais três que venham para resolver. Ainda falta um lateral, só temos o Ayrton, um volante para fazer dupla com Elicarlos, um meia e eu ainda traria um goleiro.

Hora da verdade

A competição vai afunilando e a cada rodada o cerco se fecha. As providências têm que ser tomadas imediatamente e não podem ser transferidas. Com passar do tempo aumenta o desespero e não adianta depois chorar leite derramado. O reforço tem que ser pontual, sem erros, sem desenterrar aqueles que por aqui passaram.

Ídolos têm que ser exemplos

Juro que não foi um trote. Recebi no zapzap imagens do galego falando umas coisas que não são exemplo para ninguém. Vizinho, fala sério! Ídolo assim eu dispenso.

Mudanças do profi!

22 de julho de 2016 2

Argel começa a mudar a sua equipe, e tenho a impressão que Bady e Jocinei estão perdendo a titularidade para Jefferson e Yago, e na lateral Pará entra no lugar do Pedroso, punido por cartão.
Com estilos diferentes, Pará pode aproveitar essa oportunidade e tomar conta da lateral. Na verdade, disputar uma Série A e depender de Jefferson e Yago é pácábá.

É preciso ter coragem

Independente do adversário, nós precisamos entrar para ganhar. O esquema do Figueirense é muito defensivo, tentando numa bola esticada ou um contra-ataque para fazer o gol. Até tem dado certo, só que quando menos se espera o adversário faz o seu gol e muitas vezes nos ultrapassa no placar.
Não acredito que venha do banco a ordem de que em uma falta na intermediária no ataque a bola seja recuada para o zagueiro. O certo seria alçar essa bola na área e alguém dar uma casquinha de cabeça para lá dentro.

Tiro no pé

Não se pode acertar em todas, assim como não se pode errar de mais. Falo do desperdício de dinheiro e darei dois exemplos. Quanto foi gasto com França e agora com Carlos Alberto? A qualidade dos dois é inegável, poderiam estar em atividade fazendo o diferença. Já fui muito criticado por defender Carlos Alberto, mas quando? Outro que veio com status de titular é Ortega, e até agora nada. Voltou ontem aos treinos.

Aproveitando o tempo perdido

21 de julho de 2016 3

Argel tem nesta semana quatro dias para poder trabalhar e consertar de vez esse time – dois já foram. Vencemos o Corinthians na inauguração da Arena, por que não repetir a dose e vencê-los novamente?
Se diz que o futebol é uma caixinha de surpresas, então dá para surpreender de novo. Sou da opinião de que se estamos na Série A não podemos escolher adversários e precisamos enfrentá-los de cabeça erguida. Temos que vencer os obstáculos.

Corrigindo os erros

Ontem os de treinamentos foram físicos, técnicos e táticos, e vão continuar até amanhã, dia da viagem para São Paulo. Pará deve ser a novidade o lugar do Pedroso, suspenso por cartão. Bruno Alves foi poupado nos treinamentos e a dupla foi formada por Marquinhos e Werley. Os volantes devem ser Elicarlos e Jocinei. Carlos Alberto deu voltas no gramado e poderá ser uma opção no banco de reservas. Já é alguma coisa, né?

Não pode dormir de touca

Assistindo ao jogo do Coritiba contra o Atlético-MG, acho que o Figueirense precisa ficar ligado: o Coxa está jogando muito. Uma vitória deles na próxima rodada, se não pontuarmos, e nos passam na tabela. O time mineiro passou maus momentos e Claytinho deu um passe com açúcar para Robinho fazer o gol da vitória do Galo.

Essa inhaca tem que acabar

20 de julho de 2016 6

imagesCAVICL72

O publico que esta comparecendo no Scarpelli não é o esperado, além dos preços os resultados apresentados pela equipe são um dos motivos desta ausência. Ultimamente os jogos estão difíceis de assistir tal o numero de erros, passes e a falta de criatividade do ataque. Domingo fizemos o primeiro, eles empataram e não vimos poder de reação, ao contrario passamos por maus momentos.

Rescisão custa caro
O grande problema das contratações mal feitas são as rescisões, para dispensar, é necessário negociar com os agentes dos jogadores ou colocá-los em outros clubes pagando parte dos seus salários. Mesmo problemas dispensas vão acontecer, só que até o presente momento não foi feita relação dos dispensados só que a batata de alguns já esta assando.

Esse são meus titulares
Com o plantel que temos e com todos liberados esses seriam meus titulares Tiago, Ayrton, Marquinhos, Bruno Alves e Pará. Elicarlos, Ferrugem, Jocinei e Carlos Alberto. He-Man e Lins.

Dança das cadeiras
Muitos comentários sobre contratações e dispensas, não adianta contratar por contratar, é necessário trazer as peças certas. Marco Antonio por se tratar de transação internacional não vem é muito caro ( ainda bem), Ygor também não deve ser o volante, já passou pelo Scarpelli, existem outros bons nomes no mercado.

Dança das cadeiras no Figueirense

20 de julho de 2016 2
27989718560_79ea3887e0_o

Não tem nome na barca. Foto: Luiz Henrique/FFC

Estão rolando muitos comentários sobre contratações e dispensas, mas não adianta contratar por contratar, é necessário trazer as peças certas. Marco Antônio não vem (ainda bem). Ygor também não deve ser o volante, já passou pelo Scarpelli e existem outros bons.

Rescindir é caro

O grande problema das contratações mal feitas são as rescisões. Para dispensar é necessário negociar com os agentes ou colocá-los em outros clubes pagando parte dos salários. Dispensas vão acontecer, só que até o presente momento não foi feita relação de nomes. Porém, a batata de alguns já está assando.

Difícil de ir

O público que está comparecendo no Scarpelli não é o esperado. Além dos preços, os resultados apresentados pela equipe são um dos motivos desta ausência. Ultimamente os jogos estão difíceis de assistir tal o número de erros de passes e a falta de criatividade do ataque. No domingo fizemos o primeiro gol, eles empataram e não vimos poder de reação. Pelo contrário, passamos por maus momentos. Aí fica difícil a galera ir mesmo.

Meus titulares

Com o plantel que temos, e se tivesse todos à disposição, os meus titulares seriam: Thiago; Ayrton, Marquinhos, Bruno Alves e Pará; Elicarlos, Ferrugem, Jocinei e Carlos Alberto; He-Man e Lins.