Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

O otimismo do CEO alvinegro

21 de setembro de 2017 2

É com falas do tipo “Vamos trabalhar o triplo, desistir jamais. Lutar sempre. Não vamos cair, pode escrever” que o sempre sorridente Alex Bourgeois comanda. Verdade seja dita, apesar do time não corresponder desde que assumiu, o CEO está mobilizando a torcida e contratou o que foi possível. Não é nada, não é nada, mas fez mais que o Wilfredo no ano todo.

Bastidores

Ontem pela manhã, nos vestiários, aconteceu uma longa reunião entre diretores, jogadores e comissão técnica. Foi uma conversa franca, onde todos foram cobrados – com razão. Só nos resta enfrentar os 14 desafios que teremos. Com uma semana de trabalhos, Milton Cruz fez diversas experiências procurando o time ideal. Vamos torcer para que dê certo.

Incrédulos torcedores

São muitas as manifestações de angustia e apreensão quanto ao futuro do Figueirense. Não posso culpar os incrédulos, os números mostram a realidade. Pode acontecer uma virada? Claro que sim, só é preciso jogar.

Não dá pra acreditar

Um jogador profissional passa a semana inteira treinando, aperfeiçoando fundamentos, e no dia do jogo não acerta um passe e nem o gol, que tem 7,33 metros de largura. Na várzea o cara trabalha a semana inteira, no fim de semana calça a chuteira, corre os 90 minutos e fazem jogadas belíssimas e marcam gols que não se vê por aqui.

São 10 atacantes no elenco do Figueirense

20 de setembro de 2017 3

Já está treinando o atacante André Luís, o último contratado para a temporada e o 10º atacante do elenco – Índio foi emprestado ao Tubarão. Já na lateral direita temos apenas Dudu. São muitas contratações, a maioria delas sem qualidade ou quase nenhuma. Vamos esperar o André Luís estrear pra ver se valeu.

É só não inventar

Os torcedores sabem quem tem condição de ser titular, mas Milton Cruz ainda está fazendo experiências. De todos os volantes, Zé Antônio é o melhor e Ferrugem está ganhando uma oportunidade. Pode não ser uma Brastemp, mas tem raça e disposição.

Sem motivos para acreditar

Incrível a segurança do CEO quando afirma que não seremos rebaixados. Tenho recebido e-mails e telefonemas de alguns dos ilustres alvinegros, inclusive um conselheiro de peso, que não tem essa certeza. Ele se diz decepcionado e nem tem ido mais ao estádio por tal desapontamento. Na verdade, deveríamos fazer contas de quanto precisamos pra ficar. A meta é chegar em 16º.

Plantel sem destaques

Dos jogadores que a nova gestão trouxe nenhum serviria para clubes da Série A, como prometeram. Antes eram os salários atrasados, e agora o que está faltando aos atletas?

André Luís foi a nossa última contratação

19 de setembro de 2017 4

Sobre as prováveis contratações dos dois atletas pretendidos, eles dependiam de documentações. Por ser transferência internacional, o lateral Samuel Santos não será confirmado. Por outro lado, o atacante André Luís teve o seu nome publicado no BID e é jogador do Figueirense para esta temporada.

Está devendo

Tem um jogador no plantel com incrível número de títulos na carreira. Campeão Brasileiro nas séries B e C, Paranaense, Mineiro, Pernambucano, Cearense, Paulista, Copa do Brasil e Libertadores. Seu nome: Zé Love, com passagens por Santos, Cruzeiro, Genova, Siena, Coritiba, Goiás, Grêmio, Al-Shaab, Vitória e tantos outros. Ele não pode ter esquecido como se joga bola. Tem a seu favor a justificativa da delicada cirurgia que sofreu e está retornando.

Jogo-treino

Os jogadores que não viajaram para Porto Alegre participaram do jogo-treino ontem no Scarpelli. O Tubarão, que venceu o Criciúma, desta vez perdeu de virada para o Alvinegro com 2 gols de cabeça feitos por Naylhor e
Ty Sandows.

Jogos da esperança

Vencer o lanterna da competição é o primeiro desafio do Figueirense. Não podendo parar por aí, precisamos vencer o Criciúma na casa deles e o Paraná, no Scarpelli. Três vitórias possíveis para a nossa reação.

Muitos erros, poucos acertos

18 de setembro de 2017 3

images (7)

Nas derrotas e nos empate, assim como nas vitórias, todos têm sua parcela de contribuição e culpa. Com os atletas que tinha no banco, Milton Cruz fez as escolhas certas. Só que, no decorrer da partida, tirar Henan foi um erro. O certo seria colocar Luidy no lugar do Zé Love, que esta devendo. Por que trouxeram Ty Sandows? Estava no banco e poderia substituir Marco Antônio. Amanhã com certeza, para tapar o furo da derrota e consolar o torcedor, Samuel Santos e André Luis poderão ser anunciados como reforços.

Os números não mentem
Uma semana inteira para treinar. Não temos boa saída de bola, a defesa é um Deus nos acuda, não existe entrosamento, erros de passes… E a equipe parte para 90 dias frequentando a zona de rebaixamento. Os números são os piores possíveis. Em 24 jogos, seis vitorias, 11 derrotas e o time que mais tomou gols: 36 sofridos. Os pagamentos estão em dia. O que estará faltando agora?

Análise dos atletas
O goleiro não sai do gol, Dudu apoia bem, mas não é bom na defesa, Marquinhos e Leandro são a alegria dos atacantes adversários, e João Lucas não deixou boa impressão. Volantes: o Zé fez falta, Pereira e Abuda não protegem nada. Marco Antonio não é de longe aquele que passou por aqui. Xuxa e Zé Love sem inspiração. Henan, uma bela bola de cabeça, mas também foi muito pouco. Lucas Silva, Nicolas Careca e Patrick não contribuíram em nada.

Não será novidade de ganharmos lá do Inter

16 de setembro de 2017 0

Vencer o Internacional na casa deles é um feito que já realizamos dentro do Beira-Rio, chamado pelo CEO de Beira-Mar. Com uma receita bem maior que a do Figueirense, o Colorado vem de derrota e quer a vitoria, mas não pode esquecer que o visitante também quer. Está na hora do Alvinegro surpreender e dar alegria ao torcedor.

Com os pés no chão

Obtive a informação que só não virão reforços se não der tempo para a documentação: um atacante e o lateral-direito Samuel. Além desses dois possíveis contratados, o clube está dia a dia se estruturando em diversos setores e designando seus respectivos responsáveis.

Tamo junto

O Figueirense não estará só em Porto Alegre, vários ônibus com torcedores, além de carros particulares, partiram para o Rio Grande do Sul para prestigiar o Alvinegro. Além daqueles que viajaram aqui em Florianópolis, uma legião de torcedores vão ficar colados no rádio e em frente a televisão mandando boas energias aos jogadores.

Tá de brincadeira

Recebi uma ligação dizendo que o vizinho escreveu que Tite deveria convocar para a Seleção Douglas, Alemão, Betão e Junior Dutra. Ele só esqueceu que para ser convocado precisa ter passado pelo Figueirense? Isso só pode ser trote.

Vamos dar crédito ao "profi"

15 de setembro de 2017 1

Ninguém mais que Milton Cruz quer bons resultados. Ele é o responsável pelas escolhas e estar no dia a dia com os atletas. Independente das preferências, o importante é o resultado. Só não entendo por que o Ferrugem não é aproveitado, pois vem treinando normalmente e não é mau jogador.

Dia 18 fecha a janela

Ontem o CEO Bourgeois, com amigos, almoçaram na churrascaria Riosulense, grande reduto alvinegro. Muito solícito, passou por minha mesa e tivemos uma breve conversa. Ele deu várias justificativas sobre o atual momento do Alvinegro e eu concordei com seus esclarecimentos. Quando perguntei da possibilidade de mais uma contratação, ele sorriu e não desmentiu. Mas falou o seguinte: “se der certo”.

Vamos prestigiar

O treino de hoje será com portões do setor A abertos, a partir das 11h. As novidades serão João Lucas, Abuda, Pereira e Xuxa. Jorge Henrique e Lazaroni, no departamento médico, e Zé Antônio, suspenso, estão fora. Independente de quem sai jogando, todos estão buscando da titularidade.

Difícil, mas não impossível

Sem dúvida o jogo contra o Internacional é um dos mais difíceis desta fase – mesmo vencendo dependemos de outros resultados. Paysandu, Luverdense e Goiás não podem pontuar.

Tô pagando

14 de setembro de 2017 4

images (2)

As modificações continuam, só espero que o Figueirense não perca todas as raízes e a identidade com a terra. Com quase toda a comissão técnica da base dispensada, o homem da grana está trazendo o pessoal de sua confiança. Torcemos para que dê certo. Afinal, o CEO é quem manda. Não podemos negar que, em outros setores do clube, os funcionários estão apreensivos com seus futuros na nova empresa. Poderá acontecer mais cartão vermelho por aí.

Concordo com o profi
Nas entrevistas do treinador dá para notar que, com todos em condições de jogo, Saulo, Marquinhos, Dudu, João Lucas, Marco Antonio, Henan, Xuxa e Jorge Henrique com certeza têm a sua preferência. Confesso que estas escolhas me agradam.

Vem mais um
Para aqueles que estão pensando que o Ty Sandows entrou e fechou a porta estão enganados. Com a janela aberta até dia 18, pode chegar mais um.
Cheguei a essa conclusão ouvindo atentamente a palavra do treinador Milton Cruz, sempre atencioso com a imprensa. Ele e o CEO sempre deixam alguma pista nas entrelinhas.

Na B não tem bicho
Tenho visto vários jogos da Segundona e não vi nenhum time melhor do que o nosso. Muitos que estão lutando lá em cima da tabela não têm um plantel qualificado para estarem bem colocados. Raça, determinação e vontade muitos têm. E se nosso time fizer o mesmo não cai, pois individualmente é melhor que muitos.

Antes tarde do que nunca

13 de setembro de 2017 0

Verdade seja dita, se essa a nova gestão chegasse no meio do ano as coisas poderiam estar bem diferentes. A comissão técnica já detectou que alguns atletas tiveram suas oportunidades e não aproveitaram, por isso foram emprestados – como o Índio! Contrataram, mas com mercado inflacionado não tiveram muitas alternativas. Estão fazendo das tripas coração para a permanência e prometem um 2018 de sucesso. Haja paciência.

Dentro e fora do gramado

Gostaria de comentar somente o futebol, mas o noticiário dos bastidores está mais em evidência do que a bola rolando. Então vamos ao futebol: Jorge Henrique e Lazaroni são as baixas e ficam de fora por lesão muscular. João Lucas deve ser o substituto para a lateral. O sul-africano Ty Sandows será apresentado hoje e poderá ocupar a outra vaga, com chance de ser a surpresa do Milton Cruz.

Mais um desafio

Desta vez não depende só das nossas próprias pernas, o adversário é mais qualificado e vem de derrota. Dependemos de outros resultados para sair da zona. O Paysandu joga contra o lanterna e não pode vencer, Luverdense não pode pontuar enfrentando o Vila Nova, o Santa Cruz, um ponto atrás, enfrenta o Goiás com a mesma pontuação do Figueirense. Só que nós também precisamos vencer pra valer secar.

O torcedor quer resultado

12 de setembro de 2017 1

Apesar das minhas críticas e da indignação com nossa colocação na tabela, na chances perdidas para sair da zona, vejo certa melhora no esquema de jogo e no posicionamento dos atletas. Tem dois jogadores que não merecem a titularidade, e espero que o Milton Cruz veja quem realmente está rendendo e quem poderá ajudar nessa caminhada, que a cada dia fica mais difícil. Para o torcedor o que interessa é a vitória, coisa que tem sido rara no Scarpelli. Quem sabe no sábado conseguimos vencer o Internacional, e depois voltar para casa e conseguir mais uma vitória diante do ABC.

Palavras do CEO

As coisas ainda estão numa fase inicial, é um projeto de longuíssimo prazo. Disputamos quatro jogos, com uma vitória, dois empates e uma derrota. O Alex Bourgeois disse que taticamente o time melhorou muito, está qualificado e equilibrado (não concordo). e que 2018 será o nosso ano.

Limpando a área

Todos queriam mudanças, e elas estão acontecendo. No Figueirense não tem democracia, é uma empresa que tem um cara que manda. Algumas dispensas já aconteceram, como Sérgio Parucker, no departamento médico, Alisson, técnico dos juniores, e Hugo, coordenador da base, também já pegaram o boné. Se as mudanças forem para melhor tudo bem, torcemos para isso.

Mais uma decepção no Figueirense

11 de setembro de 2017 0

No dia 7 de setembro, Alex Bourgeois, CEO do Figueirense, sempre muito solícito com a imprensa, falou que muitos jogadores são oferecidos e gostariam de vir para o Figueira pelo bom ambiente de trabalho e por salários em dia. Mas os atletas, que estão com todos os aparatos necessários para praticarem um bom futebol, não estão dando retorno. Diretoria, comissão técnica e jogadores estão decepcionados pelo tratamento que receberam em Varginha (MG), mas imagine como está o torcedor alvinegro por mais esse resultado? Empatar com o Boa, pra mim, é igual uma derrota.

Os números não mentem

Um time que em 23 jogos consegue somente seis vitórias e perde 10, como faz para o torcedor acreditar? Podem até virar o jogo, mas não podem me contestar. O meu desejo é que no dia 25 de novembro, na tabela de classificação, os números mostrem a permanência do Figueirense, mesmo assim acho muito pouco para a grandeza do meu clube, pois nosso lugar seria na Primeira!

A rodada foi favorável

Na hora de beber a água eles derramaram o pote. O empate acabou não sendo um mal resultado. Todos ajudam, só o Figueirense que não se ajuda. O problema agora é vencer o Internacional, que perdeu para o Juventude.