Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Vencer, o único remédio

22 de abril de 2011 5

No domingo, só resta ao Avaí vencer para seguir no caminho do tri. Por isso, gostaria de lembrar de uma declaração de Silas, referente ao famoso clássico do Créu, onde o técnico afirmou não ter levado zagueiros para banco, devido à necessidade de vitória (acabou acontecendo por 2 a 0). Se o pensamento é o mesmo, e deve ser, queremos ver um Avaí no ataque e jogando exclusivamente pelo resultado que lhe interessa. Além de ser a maneira que penso ser a correta para classificar, as declarações de Silas passarão a ter maior respaldo junto à torcida. Vamos ao ataque e rumo à vaga, Leão!


Basta!

Quero aumentar o coro da torcida, dizendo que a paciência com a escalação de Felipe na ala e de Diogo Orlando chegou ao limite. Ambos estão num momento muito delicado. Já havia dito que, pelo elenco disponível, escalaria Émerson Nunes na direita e Estrada na vaga de Diogo, formando o meio com Guerreiro, Bruno e Marquinho, Santos. Se Silas considerar ousado jogar dessa forma, o que não concordo, que pelo menos opte por Fabiano, um segundo homem de meio com qualidade.

Sorteio amigo

Os jovens árbitros que apitaram os clássicos anteriores foram bem e, mesmo assim, foram preteridos. Sobrou para o Célio Amorim, o que causa um arrepio terrível na massa azurra.

Comentários (5)

  • messias de oliveira diz: 22 de abril de 2011

    Começasse cedo com a desculpa de arbitragem prá domingo heim?Já estou até imaginando a desculpa da sua coluna de segunda feira, caso o avaí perca mais um clássico.

  • Pedro Siqueira diz: 22 de abril de 2011

    Faz quanto tempo esse classico do créu? Pelo que sei o time do mangue não ganha do Figueira a mais de 3 anos. Vc é muito saudosista. Tem que lembrar é do clássico da bomba, “da bomba do Reinaldo no Remendão da rinha do mangue que o Renan mãos de Alface tá procurando a bola até hoje.

  • Pedro Siqueira diz: 22 de abril de 2011

    Pô!!!!!!!!!!!!!!!! Ninguem comenta neste blog, é por isso, fiz comentário as 10 da manhã e agora é 5 horas e ainda aguardando moderação. Como diz o mané “Vão pro mato vê se o urubu pinica”

  • Fernando Avaiano diz: 22 de abril de 2011

    Polemicas a parte, alguem por acaso sabe se o Figueira comprou uma via pública no Estreito, afinal colocar bandeira num local que pertence a todos, eu não sabia que podia, aquele lugar não é privado ou privativo dos alvinegros, pertencem a população que se divide entre Avai/Figueirense. Será que os Avaianos que moram no Scarpeli aceitam aquele tipo de situação ou se sentem excluídos do processo? Abç.

  • Pedro Siqueira diz: 24 de abril de 2011

    Fernando Avaiano, aqui ninguém mora no Scarpeli, moramos no Estreito, vocês podem colocar uma bandeira no aeroporto, pode resolver o problema de urubus, que atrapalham a aviação. Aqui ninguém reclamou da bamdeira. Creio que no aeroporto também não vai haver, pois ela será de utilidade pública.

Envie seu Comentário