Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Estrela cadente

26 de maio de 2012 1

Evando tem seu nome marcado na história azurra. Em 2004, jogou bem, mas o acesso bateu na trave. Em 2008, foi “O Iluminado”, tendo participação decisiva na ida para a Série A. Em 2009, colocou a faixa de campeão Estadual e fez nosso primeiro gol na volta à elite. Retornou em 2011, mas sua passagem não foi além do carisma que possui com a torcida, pois seu futebol não ajudava como era preciso. Como seu desempenho em outros clubes não foi nada animador, penso que nosso “ídolo” poderia até fazer parte da estrutura azurra em outra função qualquer. Porém, dentro das quatro linhas, o atleta não brilha mais.
É importante saber distinguir o passado do presente, para projetar o futuro.

Amigos para sempre

O Fluminense é um dos nossos times preferidos na arte de secar o vizinho. Ano passado, relembrou 2007 e, com uma atuação impiedosa de Fred, meteu quatro no Scarpelli. Apesar dos desfalques de seus melhores jogadores, não acredito em outro resultado que não seja a vitória do time carioca.

Abre o olho

Contra a Dinamarca e de olho na Olimpíada, Mano Menezes pretende montar um quadrado ofensivo no Brasil. Postura que pode ganhar respaldo popular e trazer resultados positivos. Com a manutenção de Muricy, em alta, qualquer deslize pode valer o cargo.

Comentários (1)

  • Kabral diz: 28 de maio de 2012

    Realmente. Empate no Estádio do Engenhão no Rio contra o Fluminense, não é nada. Futebol mesmo foi o apresentado pelo time do mangue, campeão catarinense, contra o Boa Esporte (quem??) numa partida que praticamente já tinha seu vencedor: o temido leão da ilha. A bonita frase do técnico Hemerson Maria de não substimar o BVai, deveria ser levada em consideração por ele próprio e a imprensa catarinense, que ignoraram o time mineiro. Fico pensando como é te pagar pra escrever tanta “frustração”.

Envie seu Comentário