Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de julho 2013

Dois tempos distintos

31 de julho de 2013 0

A etapa inicial teve uma leve superioridade do Atlético-GO que perdeu chance clara com o ex-azurra Ricardo de Jesus e envolvia o Avaí que errava passes de mais e não tinha nenhuma inspiração. A falta de confiança avaiana era notória e em 45 minutos tivemos apenas o chute de Diego Jardel de longa distância como destaque. Na volta para etapa final, a defesa de Márcio em belo chute de Márcio Diogo, dava mostra de uma evolução no jogo.

Aceitável

Diego Jardel já havia conseguido facilitar as coisas ao impor uma expulsão ao adversário, que viu sua meta ser vencida em um belo sem pulo de Héracles. O futebol aceitável apresentado no segundo tempo nos permitiu fazer as pazes com
a vitória e sair do sufoco em busca de dias melhores.

Readquirir a confiança

Cleber Santana jogou recuado e se não foi bem tecnicamente, supriu seus erros com muita vontade. Marquinhos esteve apagado e Diego Jardel teve lampejos que ajudaram na vitória. Héracles pode ajudar e Márcio Diogo esteve displicente.

De Norte a Sul

O time do vizinho teve que atravessar o Brasil para ter certeza! Não importa onde seja, de Norte a Sul eles não podem ver azul! Deu  Papão na Curuzu.

Mitologia azurra

30 de julho de 2013 2

Hoje é dia para acabar com a “urucubaca”. Vou me apegar à mitologia. Quem sabe com o Leão matando o Dragão em casa, as coisas comecem a mudar de figura. E se não bastasse o jogo em seguida é contra o Papão. Então vamos derrubar esses místicos obstáculos para aliviar a crise de resultados.
Hemerson Maria vai mudar a equipe e sugere uma escalação mais próxima do que temos de melhor. É a hora de acreditar nessa formação, dar tranquilidade aos escolhidos e fazer valer a força da Ressacada.

Em busca da vitória

Alex Reinaldo recupera a posição, com o meio podendo ter um trio de meias ofensivo. Diga-se de passagem, Diego Jardel sempre entra bem e Reis volta à titularidade. No banco, Luciano, que deixou boa impressão, será opção para mudar a configuração do time. Jogo para dar aquele algo mais e de uma vez por todas ir enxotando a má fase do Sul da Ilha.

Pagar pelo que não fez

O Paysandu apanhou de três do lanterna ABC e demitiu o técnico. E alguém terá que pagar a conta: será o Alvinegro do Estreito. Na Curuzu, o Bicolor terá que mostrar que de fato é o Bicho-Papão. Mas pode ficar tranquilo, vizinho. No sábado, na Ressacada, a gente acerta as contas com eles…

Avaí não saiu do papel

29 de julho de 2013 2

Não estou conformado, pelo contrário, estou indignado. Sem tapar o sol com a peneira e muito menos sustentando falsas esperanças, concluo que o Avaí não saiu do papel. Não deu certo e, mesmo sendo um otimista das coisas azurras, admito que o foco do momento é a manutenção do clube na Série B, que pode ocorrer com certa tranquilidade, mas não vai amenizar o vexame de, em 10 rodadas disputadas, estarmos na antepenúltimo posição, pressionado pelos lanternas e com grande diferença para o G-4 em relação aos pontos disputados.

Retratação

Ficaria satisfeito se, em campo, o Leão desmentisse a coluna de hoje me forçando uma retratação sobre a campanha mais positiva, da qual faria com muita alegria. Porém, não acredito numa reação que possa fazer o acesso voltar a ser prioridade.

Perdidos em ação

Marquinhos incomodou em bolas paradas, Héracles apoiou bem por um tempo e o garoto Luciano foi melhor do que muitos que começaram jogando. Paramos por aí. Sem fazer muita força, o Verdão venceu e mostrou que nosso time, além do treinador, estão sem rumo.

Encurralado

Precisamos vencer o Dragão e o Papão na sequência em casa para respirarmos melhor. E agora? O treinador continua a modificar a equipe ou segue apostando em algo que não tem dado resultado? É a sinuca que essa péssima campanha nos coloca. Eu colocaria uma nova formação e a manteria por pelo menos uns cinco jogos para ver no que dá.

Sem despedida

O atacante Marco Aurélio de fato virá para a Ressacada. Ele nem atuou no empate do Vila Nova contra o Betim, ontem, pela Série C do Brasileiro. O jogador terá que fazer a diferença no ataque azurra!

Leão desafiando a lógica

27 de julho de 2013 3

Vamos ao Oeste pegar um velho conhecido, o Verdão, que é o segundo colocado da Série B e está invicto  com um jogo a menos que o líder. É a grande surpresa da competição com uma campanha irretocável.
A Chapecoense vem desafiando a lógica que a projetava brigando para não cair. Pois chegou a hora do Leão seguir esse rumo. Dentro da Arena Condá, contra esse retrospecto do adversário é que queremos dar a arrancada há tempos prometida. Não será fácil, mas é complicado imaginar que as coisas possam piorar para nós. Vamos torcer por uma vitória!

Apostas do Maria

O esquecido Ricardinho, na direita, a estreia de Héracles, no lado oposto, e a renovação da aposta no atacante Tauã são escolhas definidas pelo treinador avaiano para este sábado. O companheiro de Eduardo Costa no meio-campo ainda é dúvida. Alê, Rodrigo Thiesen e, pasmem, até Diego Jardel têm chances de ficar com a vaga, ainda que recaia sobre a dupla Cleber Santana e Marquinhos a
fonte de inspiração do time.

Três não é demais

O vizinho saiu chorando do Scarpelli contra o Palmeiras e o Fogão. Agora, o Azulão do ABC pode quebrar o ditado e manter a festa dos visitantes no Estreito. E vou profetizar: se o Adilson “Inventor” colocar o Neneca no gol,
ele vai engolir uma penosa…

Volta por cima

Já pensaram que o título da nota era sobre o Avaí, não é mesmo pessoal!? Mas não é o caso. Com a frase “Ronaldinho Gaúcho vem com o Atlético, e não o contrário”, se vê a moral do camisa 49 do Galo fora do Brasil sobre a expectativa
dos marroquinos para o Mundial de Clubes em dezembro.

Avaí vai com o que tem

26 de julho de 2013 0

Sem nenhum reforço, mas com mudanças no time e o velho chavão que será o “jogo da virada”, vamos a Chapecó. Ou levamos os três pontos ou ninguém vai acreditar nessa conversa.

l Tigre de bengala

Marco Aurélio, destaque do Tigre, é cogitado para o Leão. Não virá do Criciúma, mas do Vila Nova. A diferença é da Série A para C. Não que isso seja garantia, até porque o jogador parece ser bom. Mas a promessa não era bem essa…

Bem acompanhado

O time da Estrela Solitária, ao despachar o time do vizinho, não estava sozinho! A nação azurra era sua companheira. Dá-lhe, Fogo!

Questionável

Palmeiras da B, Luverdense da C e Nacional-AM e Salgueiro da D. O resto é Série A. A Copa do Brasil mostra que a Série B não está lá essa coisas.

Cuca fresca

“Doutor, eu não me engano, o Cuca é avaiano”! O técnico campeão da América, com uma trajetória cheia de momentos espetaculares, foi lembrado pela nação azurra nas redes sociais. Minha simpatia pelo Cruzeiro, vide minha filha, me causava dúvidas, mas o Atlético-MG mereceu a Taça.

Os 11 nômades do Avaí

25 de julho de 2013 3

Quando um time qualificado não corresponde em campo, é normal procurar onde está o problema. Nesse contexto, compreendo as tentativas de Hemerson Maria atrás da formação ideal, mas em panela que muito mexe não sai comida boa. São muitas mudanças de um jogo para outro, o que pode causar um certo desconforto a equipe. Outro fato que quase sempre serve de regra no futebol é quanto a improvisação, que deve ser a última opção. O desenho para Chapecó parece não levar isso em consideração.

Confiança e competência

Quero acreditar que o nosso treinador, a quem deposito muita confiança e já mostrou competência, esteja certo em suas decisões embora nesse momento não apresente grandes convicções em suas escolhas. Que a vitória ratifique aquilo que o nosso comandante está vendo no dia a dia.

Nem pensar em empate

No início da Série B, quem estava na parte de cima ganhava uma atrás da outra. Agora os de baixo começaram a ganhar, aumentando a pressão sobre o Leão. Te vira, Avaí!

A casa dos outros

Tá frio! Então, Botafogo na conversa!! Pra esquentar o clima, nada melhor que a eliminação do vizinho que, pra variar, viu outra festa de visitantes no Scarpelli.

Um dia por posição

20 de julho de 2013 1

Conversas, desculpas, promessas e a retomada dos treinos norteiam os preparativos para o compromissoem Chapecó. A possível chegada de novos valores e a volta do Marquinhos dão o tom na Ressacada sobre o duelo da Arena Condá. São 11 dias que separam a última derrota do próximo jogo. É como se Hemerson Maria tivesse um dia para arrumar cada posição do time, que precisa de reação imediata para continuar sonhando.

Precisamos fazer muita coisa!

Desanimo, desconfiança, decepção, são palavras que ouço nas conversas com nossos torcedores. Compreensível, sabendo que temos alguns atletas acima da média da competição, tradição, torcida e por último ainda agregamos um treinador bem quisto por todos. Mas, a caixinha de surpresas transformou nossa convicção no acesso em uma baita incerteza sobre nossa campanha. Uma improvável arrancada pode mudar o rumo das coisas e quando o assunto é futebol, e em especial o Avaí, não é bom ficar duvidando…

Jogar sem medo

Nada de empate seja lá com quem e contra quem. Diante da Chapecoense no Oeste e depois Dragão e Papão em casa não podemos ter medo de cara feia. É colocar o time pra frente, só os três pontos interessam e nas três partidas. 100% resultado e reação!

Imponente

A derrota do Avaí em Recife tirou o time vizinho do G-4. Mantê-lo de fora é missão para o Alviverde imponente, favorito dessa série B. É no gramado em que a luta o aguarda que espero uma repetição do que houve
ano passado no Scarpelli… Vitória Palmeirense!!

O gigante quer acordar

19 de julho de 2013 2

Avaí, o mais vezes campeão de SC, não quer ficar na péssima situação. Falam em contratações, mas que de preferência jogadores que venham para jogar. O alvo são os que não estão sendo muito aproveitados pelos times da Série A. Talvez tenhamos novidades até para o jogo de Chapecó. Isso mostra que o Leão acordou para a necessidade de resultados. Estamos de fato numa distância considerável do G-4 e as ações precisam ser imediatas. Se vai dar certo ou não, o jogos vão dizer, mas do que jeito que está, não dá!

Missão possível

Tomara que finalmente os planos do papel se tornem realidade. A operação de contratar atletas e equacionar a questão financeira é uma engenharia complicada, mas quem disse que é fácil ser dirigente de clube?

Onda de protestos

Um grupo de torcedores invadiu à Ressacada para protestar pela fase ruim do time. Nossa torcida é fanática, calorosa e sofre com a situação. A reclamação é pertinente, embora existam maneiras mais corretas de cobrança. Não havendo violência, o protesto é válido, como o próprio povo brasileiro deu exemplo recentemente.

Ufa! Uma notícia boa

M10 participou do coletivo. Com ele, quem sabe a esperança se renove.

Palavras e mais palavras no Avaí

18 de julho de 2013 2

Mais uma série de lamentações e justificativas para outra derrota. O Sport era um jogo complicado mas, mesmo quando não é assim, não estamos conseguindo vencer. A expectativa de um novo time chega a Chapecó, mas a distância do G-4 chega com a mesma rapidez que a turma lá de baixo se aproxima. A vitória passa a ser ponto de honra e necessidade. O problema é acreditar que que tudo será diferente de fato. Só vendo para crer.  

Aparar as arestas

Problemas salariais existem, ainda que estejamos perdendo mais por falta de capacidade do que vontade. Há promessas de que tudo será resolvido. Hemerson Maria terá que revolucionar a equipe para voltar a vencer. O Anjo Loiro pode voltar, espero que ajude.

Nem na base

Tá feia a “côsa”. Com gol no finalzinho, perdemos para o Mengão por 2 a 1 no sub-17. Virar o jogo em território inimigo será complicado.

Eliminado por tabela

A eliminação do Tigre na Copa do Brasil para o Salgueiro acabou com as chances do time do vizinho pegar uma vaga na Sul-Americana, pelos critérios da CBF para essas vagas. Agora, são oito times acima do Alvinegro que estão fora das oitavas de final. Cabe ao Fogão finalizar a esperança no Estreito.

Derrota anunciada

17 de julho de 2013 2

A escalação dava o tom que fomos a Recife para não perder. Três volantes e sem referência de área demonstrava a preocupação defensiva exagerada em comparação com as opções ofensivas. Como o empate pouco ajudava, a falta de ousadia foi um erro estratégico do nosso treinador. Me sinto mais à vontade para tal crítica, já que elogiei Hemerson Maria nas diversas vezes que mereceu. As pixotadas de Leandro Silva estão deixando a nação azurra aborrecida e os rivais, agradecidos.

Preocupação real

A coisa não está funcionando. Na beira da 10ª rodada estamos prestes a ver o Avaí jogar a toalha do acesso, pois qualquer resultado que não seja uma vitória em Chapecó deixará o time moralmente, e matematicamente, distante do G-4, trocando os planos de subir por só “ficar” na Série B. É pouco para o elenco e a nossa tradição.

Leão inofensivo

Faltando 15 minutos perdíamos por 1 a 0. Normalmente quem está atrás sufoca pelo empate, mas não tivemos uma única chance de gol nessa hora. Posse de bola defensiva não me interessa. Aceitamos a derrota.

Arrancada

Pela Copa do Brasil sub-17, o Avaí pega o Mengão na Ressacada. É preciso fazer o dever de casa.