Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de abril 2014

Créu garantido até 2016

30 de abril de 2014 0

O ídolo Azurra está garantido e sua renovação que no início da temporada parecia traumática, aconteceu sem grandes contratempos e graças ao aval do técnico Pingo que queria contar com o meia e a sua vontade de ficar reduzindo consideravelmente seu salário. Basta que o atleta de grandes atuações e participações e conquistas e feitos históricos do Avaí volte a desfilar o seu bom futebol que tem oscilados nos últimos tempos.

O marcante Anjo Loiro

O assunto é ele. Lembro do 3×3 contra o Bahia na Série B de 99 onde despontou para torcida, no acesso 2008 onde comandou a equipe mesmo ficando de fora contra o Brasilense e no filme da conquista pode-se notar toda a emoção que o galego sentiu. O eternizado clássico do créu dentro do Scarpelli, o título de 2009 onde mesmo sobre ameaça deitou e rolou na final contra a Chapecoense e na época campanha do sexto lugar no Brasileirão. Agora, queremos ver o ídolo em mais uma jornada rumo a elite…

Quem é rei…

O Real Madrid de time do século da FIFA e maior vencedor da Europa nem ligou para o Bayer, favorito a chegar a final. Guardada as enormes proporções, que sirva de exemplo para o outro Rei, o Leão, de como se dá um reviravolta em situações opostas. Se o Azulão não é o Real o Vila não é o Bayern, o que interessa é voltar a vencer e neste sábado.

Solta a vinheta

29 de abril de 2014 1

Os leitores que forem assíduos expectadores do programa do Jô vão lembrar dessa frase: “Solta a vinheta Willen”. Essa é a única lembrança que me vem à memória desse nome. Porém, é esse o cara que vem para ser o 9 azurra. Promessa da categoria de base do Vasco, que chegou a jogar fora do Brasil e no último campeonato carioca vestiu a camisa do Bangu. Se não é o que esperávamos no anúncio, tomara que seja quando mostrar seu valor.

 É o que temos

É assim que vamos para Goiânia. Cléber, Roberto e Eduardo Costa, este fazendo sua estreia no campeonato, deverão atuar e assim o time deve ter a formação titular conhecida do torcedor. Na zaga é que Antônio Carlos pode ficar de fora, entrando Pablo, o que não altera em quase nada. A mudança mais esperada é de atitude e resultado.

Exagerei

O vizinho tem conhecimento do meu palpite sobre o rebaixamento alvinegro e inclusive com campanha semelhante à da última participação na elite. Mas, pelo que mostrou até aqui imaginar 30 pontos parece ter sido muita benevolência de minha parte.

 Grande sacada

Ouvi, gostei e reproduzo aqui: Créu (O Bahia tem seu Marquinho Santos) com tempero baiano é bem mais ardido…

Liguem o despertador

27 de abril de 2014 4

A goleada do Coelho Mineiro em cima do Vovô, a queda do “poderoso” Vascão na Arena da Copa, o triunfo do cavalo Paraguaio que bailou na vizinha Curitiba fecharam a rodada que havia começado com a inusitada, ainda não deixa de ser, queda do Leão dentro de sua jaula para o massa bruta. Trocando em miúdos: Os clubes que deverão subir ao final da disputa, ainda não despertaram na Série B. Estamos numa situação vexatória, porém nenhum dos adversários diretos arrancou.

Dá pra ganhar

Temos condições de vencer os próximos duelos mesmo longe da Ressacada e cravar a recuperação. Para que isso se confirme, Pingo ganhou dias de trabalho somente, pois, reforços ainda não pintaram. Os Favoritos vão acordar e devem fazer sem demora, da mesma forma que precisamos voltar a rugir.

Boletim médico

EC5 e Antônio Carlos preocupam o DM. CS88 e Roberto devem ser liberados para sexta-feira. Com poucas opções de reposição, possíveis desfalques sempre são graves no Avaí.

Recordar é viver

… Lincoln acabou com você. O antigo carrasco destruiu com o jogo. A vitória do Bahia tava na cara era só ver o nome do técnico Marquinho Santos… Que sina hein vizinho?

Polêmica no gol do Avaí

26 de abril de 2014 0

Criou-se um clima de indefinição quanto ao titular da meta azurra de agora em diante, o que considero desnecessário. O dono da posição será Vágner. Estrela do grande feito do Ituano e a principal contratação do Avaí, e uma das melhores de toda Série B, não veio para ficar no banco. Quanto ao Diego, foi até bem na terça, mas andava devendo. No total do tempo que defendeu a camisa 1 do Leão teve bons momentos, mas seu tempo se extinguiu.

Folga preocupante

Não bastasse o péssimo começo de Série B, onde apenas no dia 3 de maio poderemos tentar a recuperação, chega a notícia que o DM está bem frequentado. CS88, que deixou o campo cedinho contra o Bragantino, Antônio Carlos e Roberto também se juntam a EC5. O time para Goiânia não dependerá apenas das escolhas de Pingo, o Dr. Funchal está na parada.

A volta dos que não foram

Sidney Moraes, o ex que nunca foi técnico do Avaí, é o comandante do Vila Nova que pega o Timbu neste sábado. O Tigre Goiano, que levou sufoco do Luverdense e caiu para Segundona do Estadual, tem os “pernas de pau” Almir e Toscano, que atuaram no vizinho. Ou seja, mesmo no Serra Dourada teremos que vencer!

Reza brava!

O técnico alvinegro puxou um freio de mão gigante querendo evitar outra tamancada. Será preciso rezar muito para sair da lanterna em Barueri. Mas como o “Baheeeea” é de todos os santos, a coisa complica, vizinho!

Reforços pontuais e obrigatórios no Avaí

25 de abril de 2014 1

Na nossa lista de reforços precisa constar um zagueiro experiente, que venha para comandar a defesa, um lateral, devido à contusão de Arlan e a displicência de Bocão, e finalmente um atacante, aquele camisa 9 de ofício, como se diz na gíria do futebol, para suprir essa carência histórica desde a saída de William. Elencadas as carências, mãos a obra, galera do futebol azurra.

Dependência natural

Os leitores alvinegros e amigos pessoais do lado vizinho estão comemorando nossas derrotas até para dar aquela aliviada do sacode acachapante no Maracanã.
Como dizem que um não vive sem o outro, acabamos retribuindo a lanterna, coisa que o Bahia deve tratar de confirmar no próximo domingo.

Nordestão

Entre o duelo do Vila Nova e do Sampaio Corrêa tem a Copa do Brasil contra o Asa. Que as areias nordestinas sejam diferentes das dunas pro Leão…

Paulada grande

Eutrópio parece ter assimilado o gol na vizinhança. O meio ofensivo, ao lado de três atacantes, ganhou cinco jogadores com apenas Éverton Santos na frente. Isso que é contra o Bahia!
Será que ele está com medo de outra goleada? Hein, vizinho?

Avaí com um time perdedor

24 de abril de 2014 1
Marquinhos já comentou isso. Foto: Flávio Neves

Marquinhos já comentou isso. Foto: Flávio Neves

Todo mundo sabe da definição atual e vou confidenciar me soou estranho e com desagrado quando utilizada pelo ídolo Marquinhos. Porém não estamos fazendo nada para ser diferente. Na Série B do ano passado fomos do céu ao inferno, no estadual uma campanha ridícula exceto a vitória no clássico, no hexagonal foi salvo a duras penas e quando engrenou, entregou a paçoca para a Chapecoense.

Mais uma chance

Mais uma chance foi dada a esse grupo, no principal objetivo da temporada e de novo estão decepcionando. Até quando um clube vencedor vai aguardar por uma resposta positiva? Revolução já, queremos resultados de acordo com a
grandeza azurra!

Futebol vive de resultados

Pingo é bom técnico, mas suas declarações para essas derrotas não colaram. Não vi a tal evolução.Foram 180 minutos de futebol, com apenas 45 minutos bem jogados. Melhoramos sob seu comando, porém seus resultados contra as equipes mais fortes não aconteceram. Ele só venceu, Naviraiense, Brusque, Juventus e Ibirama. Acredito que ele tem potencial para mudar esse quadro e estou na espera e na torcida.

Onde tudo começa

Nossa aquisição se apresentou. Vagner deve estrear em 10 dias. Contra o Bragantino, Diego não comprometeu, mesmo assim o goleiro campeão paulista veio para resolver a nossa meta. Outros desse nível terão que vir.

Corda no pescoço

23 de abril de 2014 3

Duas rodadas, duas derrotas e contra equipes que devem figurar apenas na parte intermediária. Na base da empolgação e na bola aérea ofensiva, onde Antônio Carlos mostra certa qualidade, achamos o gol. Truncando a partida e até exagerando nas faltas, o Bragantino deixava o jogo equilibrado. Até vir os detalhes que decidiriam o placar: as faltas desnecessárias. Uma cometida pelo cansado Eduardo Neto e outra por Antônio Carlos.
Com dois jogos fora de casa nas próximas rodadas, estamos com a corda no pescoço.

Vida nova

O próximo adversário é o Vila Nova e queremos vida nova para o Leão nesta série B. Pagamos com derrota a estreia pelas falhas defensivas e nas conclusões, além do desequilíbrio de postura da equipe. Ontem, exceto pela pressão natural do início de jogo, o restante da atuação foi fraca individual e coletivamente, culminando em outra derrota. Não demonstramos poder de reação até aqui e precisamos reagir urgentemente na competição.

 Tem que se mexer

Wilker até entrou bem, mas Pingo tem um banco quase inexistente. Eu só tiro Roberto, M10 e CS88, ainda que tenham que render mais quando as opções forem semelhantes. Situação complicada e que sem a ajuda de reforços será de difícil solução.

Efeito imediato

22 de abril de 2014 1

Eduardo Costa permanece contundido. Não temos outro atacante que desponte para atuar ao lado de Roberto, sacrificado jogando isoladamente, sobretudo em casa. O goleiro Vágner ainda não foi confirmado e talvez a mudança mais propícia seria a entrada de Eltinho na esquerda, devido à inconstância de Eduardo Neto dentro das partidas.Temos pouco a mudar e muito a fazer contra o Bragantino nesta noite.
Correr atrás pra evitar novo prejuízo nos pontos corridos é complicado, portanto, vencer é o único remédio.

Precisa qualificar

As variações de escalações do Avaí ficam com poucas alterações conforme a preferência deste ou daquele torcedor e do próprio Pingo. Isso é mais preocupante quando não se tem peças para mudar o panorama de uma partida em que o time não vai bem.
A diretoria precisa respaldar e Chico Lins agir, para que nosso time não seja previsível e dependente de alguns poucos jogadores. A boa dor de cabeça de opções é fundamental ao treinador e sua equipe, ainda mais num campeonato longo e equilibrado como a Série B.

“Estrela Solidária”

O Botafogo também tomou 3 a 0 de outro tricolor e evitou que o time do vizinho ficasse solitário na lanterna da Série A do Brasileiro. Que pena!

"Max" minimizou a derrota

21 de abril de 2014 0

Em 40 minutos tive a impressão que seria uma grande estreia. Posse de bola, chances de gol e uma postura autoritária na casa do adversário. Mas na primeira investida eles foram lá e pimba (olha o bracinho de dinossauro do Diego aí). Quando o veloz Roberto empatou, quitando parte da divida de gols perdidos, pensei: é hoje!
Mas surgiu Max, artilheiro nato, que continua a fazer gols no melhor estilo matador, definindo a partida, gerando certezas e dúvidas sobre o nosso time.

Fica difícil

Sem um goleador nato o acesso fica complicado. Como pode uma equipe oscilar tanto do primeiro para o segundo tempo? Pingo terá que descobrir…

Sem choro nem vela

Os diferenciados CS88 e M1O foram comuns. EC5 não jogou e Abuda foi discreto. Apesar da falha no segundo gol, Néris agradou e Jean é melhor nem comentar. Bocão não completou as jogadas e Diego colocou “tranca de ferro após a porta arrombada”. Roberto teria se consagrado caso tivesse DNA de 9, ele não é centroavante. O Bragantino vai pagar pelo que não fez.

Não “Sobis”

Que o esquema do Eutrópio para Série A é bucha, tava na cara. Num dos maiores chocolates da Páscoa, o Flu massacrou no clássico do tapetão. Foi até bom terem cassado a liminar…

Trila o apito para o Avaí na Série B

19 de abril de 2014 1

A bola começa a rolar na Série B para o Leão. É a obsessão do clube e da torcida voltar à elite e o primeiro desafio é o Mecão, que está com uma mão na taça – não confunda com o que fez Lúcio Maranhão na final do Catarinense –, do seu Estadual. Não sei até que ponto os alvirrubros podem sentir o cansaço devido à decisão de quarta, mas do Avaí se espera uma postura vencedora e uma grande arrancada, sabendo que todo jogo é decisivo.

Pontos na bagagem

O Avaí está cotado para subir e o América-RN habita o grupo intermediário. O Leão não foi bem no Estadual. Embora tenha uma base que poderia ter subido em 2013, agregou Roberto e apresenta Néris na zaga e Jean na frente. O goleiro Fernando Henrique, o zagueiro Edson, o meia Arthur Maia, ex-JEC, e o goleador Max são os destaques. Jogo para pontuar!

Clássico da “janela”

Duelo de clubes que adoram subir de divisão com auxílio da “janela”. Mas o temor que o vizinho adquiriu depois da Copa do Brasil de 2007 contra o Flu, além da força do Tricolor, me deixam tranquilo sobre a vitória carioca.

Olho no BID

Como bom vizinho, vai a dica: jogar irregular contra o Icasa pode até não acontecer nada, mas contra o Fluzão o Tribunal sempre pesa para o lado Tricolor. Só tô avisando…