Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Sem argumentos

24 de outubro de 2014 4

O Fantasma de 2013 está definitivamente de volta e não há motivos para pensar diferente. Se até a derrota para a Chapecoense no ano passado, que depois seguiu com o Clássico e outras mais, dificilmente o Leão era batido em casa em jogos importantes e de grande público, agora a confiança em partidas de vulto na Ressacada se perdeu. Novamente o time esteve perdido e psicologicamente afetado desde o inicio do duelo facilitando a vitória tricolor. Fica complicado acreditar que teremos força para reverter a má fase, ainda que a classificação permita sonhar nas próximas seis rodadas.

Desmantelado

Se Pablo e Roberto despontavam como desfalques consideráveis, as equivocadas escolhas de Geninho acabaram por desmanchar o pouco que restava do time.Marrone e Diego Felipe bateram o record de passes errados em um jogo de profissionais. As entradas de Jean e Willen “jogada Motta” nem Freud explica. É inconcebível que com o time remendado e três substituições realizadas, Diego Jardel não tenha entrado. Noite trágica no sul da ilha.

Parada “B”

É só o líder Cruzeiro confirmar seu favoritismo que o vizinho pode encomendar sua passagem de volta a série B.

Comentários (4)

  • Fredy diz: 25 de outubro de 2014

    Cuide do seu timinho para depois vir falar do Figueirense. Dever estar tonto depois da sapecada de ontem dada pelo JEC. Aliás, é bom relembrar que há algumas semanas vocês viviam gritando aos 4 ventos que colocariam mais um estrela no peito. Pelo jeito agora já estão é vendo muitas estrelinhas e com certeza do jeito que estão vão é para o espaço.

  • Edemilson diz: 25 de outubro de 2014

    Caro colega, como já postei anteriormente, infelizmente não temos time para estar onde estamos, no G4, na verdade temos até que comemorar sua presença no G4, pois a bola que este time tem era para esta brigando no Z4. E sem essa que o problema são baladas, briga com a diretoria por um bicho maior, ou mesmo atraso de salários. São situações que até podem influenciar em algum momento, porém no caso do Avaí técnico e físico, pois este time é péssimo tecnicamente e muito fraco fisicamente. E esperar o que desse time, já que cada um só pode oferecer aquilo que tem, e nesse caso nossos jogadores tem muito pouco a oferecer. Esperar o que de um time que tem laterais como Bocão e Carleto, uma meia cancha com Eduardo Costa e Eduardo Neto e um ataque inexistente. Torço para que esteja errado, mas não acredito que este time tenha forças para reagir no campeonato. E dasseis partidas que ainda falta se ganhar duas é muito. INFELIZMENTE.

  • Semprefigueira diz: 26 de outubro de 2014

    Pois é.

    Enquanto vc se preocupa tanto com o Figueira ( obrigado pela consideração) , a programação de TV que mais se assiste no sul da ilha é : Vale a pena ver de novo.

    E se não fosse o dinheiro público despejado no teu time, seja por projetos da FUNDESPORTE, ou por meio de “indenização” ( me engana que eu gosto ), teu Presidente tinha debandado ( como ja tinha prometido) e estariam abrindo falência.

    Mas pra que mirabolantes patrocínios Russos ou chineses, se sempre tem um jeitinho se sugar o sagrado dinheiro público pra acertar as contas, né?

    Semprefigueira

  • Freed diz: 27 de outubro de 2014

    Caro Fábio, faço as palavras do Edemilson, as minhas, venho falando a tempo neste nobre espaço, a colocação do Avaí nessa série B, já é um TÍTULO, “time” que lutou para não cair no Estadual, contratou de 4 á 6 reforços de baixa qualidade, essa posição é TÍTULO…
    Time não pode contar com Eduardo Neto e Eduardo Costa, esses dois juntos são terríveis, juntando ainda Bruno Maia, Bocão, Anderson Lopes (Acha que é craque, é uma piada), Heber e etc não poderíamos ter melhor sorte…
    E pelo AMOR DE DEUS… chega de insistir com Eduardo Costa, esse cara É TERRÍVEL… NÃO AGUENTO MAIS VÊR ESSE CARA COM A CAMISA DO AVAÍ, Pergunto ao Fábio, o que ele acrescenta no nosso Time?
    Vamos apenas torce para que não termine tão ruim como ano passado…

    Abs

Envie seu Comentário