Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Leão deixa o Coelho dentro da cartola

02 de fevereiro de 2015 0

Avaí. Foto: Rodrigo Philipps
Os 20 minutos iniciais foram de assustar, com o JEC abrindo 2 a 0 e o Avaí sem reagir. Aos poucos a poeira baixou, os atletas melhoraram e as chances foram aparecendo. Tá certo que o gol de Anderson Lopes antes do intervalo foi vital. É só lembrar que além do empate, outro de Anderson Lopes, metemos duas bolas na trave, um pênalti claro não marcado, um gol anulado – foi a barriguinha do bom de bola Uélliton que flagrou o milimétrico impedimento – e um milagre de Ivan em testada de Rômulo.

Diferenciado

Tenho a sensação de que se Renan Oliveira não cansa, a virada teria acontecido. Com um time que tem muitas peças importantes para entrar, o empate valeu. Desta vez quem assustou por último assustou bem melhor. O Coelho tremeu na Arena.

Dedo do professor

Geninho acertou o time no intervalo. Renan Oliveira e Anderson Lopes, que enfim mostrou faro de gol, foram destaques.

Envie seu Comentário