Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Superação na Ressacada

12 de fevereiro de 2015 0

Um termo muito usado pelo nosso querido Miguel Livramento define a forma que o Avaí vai encarar a Chapecoense: é calça de veludo ou bumbum de fora. Vencer a equipe que melhor se reforçou até aqui e que possuía uma boa base, além de liderar com 100% de aproveitamento, é um desafio para o Leão, que desde o inicio sofre com punições, problemas de entrosamento e condição físicas de alguns atletas.
Se já não bastasse, surgiu a virose de Tinga e Renan Oliveira, além de novas punições a Eduardo Neto e William Rocha. Se o time azurra conseguir passar por isso irá clarear sua situação na classificação, como também ganhará força para a reta final, caso contrário a margem a vaca pode ir pro brejo.

Pesos diferentes

Não compreendo até hoje o resultado do julgamento do clássico do ano passado, onde árbitro e boa parte dos atletas do vizinho, derrotados naquela tarde, saíram ilesos sem punições. Continuo a não entender a maneira que o Tribunal enxergou punição mínima a Rogério, do JEC, que agrediu primeiro, e com dois jogos Eduardo Neto e William Rocha, em lance que mau encostou em Fernando Vianna, considerando mais a intenção.

Mais tempo

O Inter pediu um prazo maior sobre Jorge Henrique. Continuo acreditando que vale o esforço para trazer o jogador que será fundamental pra nós.

Envie seu Comentário