Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de agosto 2016

Vitória do jeito Avaí

30 de agosto de 2016 7
Romulo marcou os nossos dois gols. Foto: Cristiano Estrela/Ag.RBS

Romulo marcou os nossos dois gols. Foto: Cristiano Estrela/Ag.RBS

Vitória nos acréscimos, daquele jeito sofrido, do jeito Avaí de fazer coisa. Assim fizemos 2 a 1 na Luverdense e respiramos mais um pouco. O alerta continua ligado, mas a vitória nos joga pra cima e aumenta a distância para a zona. Coisa linda!

Como foi

Nem tudo é comemoração. A estreia do treinador mostrou algumas deficiências. Tatá foi nulo e Alemão deu umas falhadas. A Luverdense veio para cima e não ficou acuada. Mesmo com um jogador a menos chegou ao empate. Mas sofreu o gol nos acréscimos, num vacilo do goleiro. O time não mostrou bom futebol e por pouco não jogou dois pontos fora. Vai ter até domingo para evoluir e buscar alguma coisa contra o Ceará.

Parte boa

Romulo foi lá e resolveu com dois gols, fundamentais para um atacante. William buscou mais que nos outros jogos em que foi titular e saiu cedo, mas recebendo apoio do torcedor. Marquinhos é um capítulo à parte. Como é bom ter um camisa 10, o nosso, de novo. Bola no travessão e passes decisivos. Ele mostra que pode nos ajudar muito ainda.

Próximo desafio

Já com 93 anos, o Avaí enfrentará no domingo o Ceará no Castelão. É a chance de figurar na primeira página da classificação de novo. Vamo, vamo Avaí!

De volta pra casa

30 de agosto de 2016 8

Depois de uma derrota em casa e uma vitória fora, hoje tentaremos voltar ao nosso ritmo de vencer em casa contra a Luverdense. O estreante técnico deve manter Betão, que foi bem contra o Sampaio. No meio, Luan mostra que deve treinar muito bem e vai para a titularidade sem a gente entender a causa e o motivo. Assim como foi no último jogo, devemos ir de Tatá, outro que deve treinar que é uma maravilha. Uma vitória hoje e podemos abrir até oito pontos da zona, o que nos daria uma baita tranquilidade. Porém, uma derrota pode até deixar a dois pontos. Fiquem ligados.

William

Dono de uma penca de oportunidades em 2016, a maioria desperdiçada, William conseguiu ser titular com a suspensão do Lucas Coelho. Não foi confirmado pelo treinador mas acredito que ele não revolucionar a formação, até porque o time venceu com o Evando. Vai lá, Batoré, cala a nossa boca porque é difícil te defender.

Clássicos

Lembrando dos nossos 93 anos, vou falar dos clássicos. Por mim, tinha um a cada semana. O clima é espetacular. Como não lembrar da final de 2012 e não sentir saudade daquele 3 a 0 e a volta Olímpica em pleno salão de festas? E a final de 75? Como não se indignar com a final de 99? Já fizemos 11, 7, já perdemos quando ninguém imaginava e vencemos quando ninguém sonhava. Um rival sempre engrandece, seja com estrela ou janela.

Semana de aniversário

29 de agosto de 2016 3

Inicia-se a semana de aniversário do Avaí. Quinta-feira o Leão da Ilha fará 93 anos de muitas glórias e muitas coisas feitas, incluindo 16 títulos Catarinenses e um título nacional: a Série C de 1998.
Ídolos? Marquinhos, Evando, Adílson Heleno, o Deus da Raça Régis. Reservaremos um espaço durante a semana para falar destes e de tantos outros destaques, além de um pouco da nossa história, que é nosso maior patrimônio, junto com a torcida.

Jogo importante nesta terça

Nesta terça-feira, às 19h15min, na Ressacada, enfrentaremos a Luverdense, que vinha em queda mas deu uma sarrafada no Bragantino no sábado com um jogador a menos.
Neste jogo, o destaque foi o Hugo, atacante que passou por aqui no ano passado, com três gols. Este resultado colocou o nosso adversário em 11º lugar, 2 pontos à nossa frente. É confronto direto dentro de casa.

“Fato novo” no pedaço

Como disse o diretor de esportes Joceli na coletiva de demissão do Silas, foi preciso criar um “fato novo”. Pois o tal fato se chama Claudinei Oliveira e vai estrear no banco. Boa sorte e sabedoria ao novo comandante azurra. Marquinhos deve começar no banco e o time não deve mudar muito. Talvez Diego Jardel apareça no lugar do Romulo, deixando William, substituto do suspenso Lucas Coelho, sozinho na frente.

Nossa missão é secar!

27 de agosto de 2016 6

Neste fim de semana a rodada da Série B do Brasileiro se complementa e nos resta secar os adversários diretos para nos mantermos um pouco mais distantes da zona de rebaixamento.
Já na próxima terça-feira teremos na Ressacada, contra o Luverdense, na estreia do técnico Claudinei Oliveira. Como é adversário direto, mais uma vitória ajudaria a nos manter ainda mais longe do perigo.
Que a Nossa Senhora da Ressacada olhe por nós!

Parcerias?

A diretoria do Avaí aparentemente sofre de perda de memória recente. Tivemos uma viagem para o Japão, para Barcelona, Belo Horizonte e também a famosa parceria com o Canadá, mas tudo ficou na ilusão.
A camisa continua vazia de patrocinador e o cofre vazio do faz-me-rir. E semana que vem já é setembro. Os meses sempre começam a ficar mais longos em setembro na Ressacada. Ô 2013 que não acaba.

Falando em setembro

Dia 1º, quinta-feira que vem, o nosso estimado Avaí faz 93 anos. Até agora não vi movimentação para comemorar. Não que tenha lá grande motivo para comemoração, mas é o tradicional aniversário. Nos últimos anos tivemos lançamento de camisa 3. Será que esse ano tem alguma coisa? O torcedor quer saber.

Ao trabalho, Claudinei

26 de agosto de 2016 3

Claudinei Oliveira foi apresentado na manhã de ontem na Ressacada. O novo treinador elogiou a história do Avaí e disse que não pode descartar o acesso, mas sabe que o objetivo principal é outro. Também falou que precisa analisar o elenco para saber se precisa contratar ou não. A gente sabe mais ou menos o que precisa.

O que temos

De goleiro estamos bem. Renan é disparado o jogador mais unânime, e Maurício quase nem foi utilizado. Nas laterais Alemão alterna muito e Renato, que tem jogado no meio, e não convence muito na lateral. Mas não é nosso setor mais deficitário. Capa virou dono da esquerda e João Paulo sumiu. Me preocupa se o Capa não puder jogar alguma. A zaga conta com nomes de razoáveis a bons, mas se o Gabriel sair não teremos reservas confiáveis, só mesmo Fábio Sanches e Betão.

O que precisamos

No meio, Luan é muito contestado. Temos Judson, João Filipe e o Braga, que quando jogaram foram melhores. Jajá é dono da sua posição e Caio César foi reintegrado. Renato e Diego Jardel são irregulares e, sinceramente, acho que não poderemos contar com o Marquinhos para vários jogos, então mais um meia seria útil.
No ataque temos Rômulo e Lucas Coelho como titulares no momento e William para reserva. Tatá, Romarinho e Iury não têm ajudado. Precisamos de mais!

Claudinei Oliveira no Avaí

25 de agosto de 2016 5

Eis aí o nome do novo treinador: Claudinei Oliveira, que começou na base do Santos, acumula passagens por Paraná, Goiás, Atlético-PR e Vitória. Seu último trabalho foi no Paraná Clube, onde chegou às semifinais do Paranaense e foi demitido em junho, já na Série B. A diretoria falava em um nome com experiência na competição, mas Claudinei não se encaixa nesse perfil. Porém, na nossa atual situação bagunçada, fica difícil imaginar algum nome muito superior. Que consiga nos manter onde estamos: fora do Z-4. Já será o suficiente.

Amarelado

Tem jogador que simplesmente não pensa. Lucas Coelho marcou contra o Sampaio Corrêa logo no primeiro jogo que deixou William no banco por opção técnica, mas levou um cartão amarelo tolo, o seu terceiro, e desfalca o time contra a Luverdense na próxima terça. Assim fica difícil ter uma sequência, né, meu sagrado? Vamos de William mesmo.

Gabriel

Seguindo nossa série de sumiços misteriosos de joias e bijuterias da base, Renanzinho e Braga são os casos mais recentes, Betão fez bom jogo em São Luís e provavelmente vai ser titular. Gabriel foi poupado para servir a seleção sub-20 em amistosos e fica cada vez mais negociável, mas sem propostas. Falava-se em 4 milhões de euros. Aí o mês começa a ficar mais longo e a primeira proposta será aceita.

Claudinei Oliveira é o novo técnico do Avaí!

24 de agosto de 2016 2

Novo comandante será apresentado amanhã, às 10h, no auditório da Ressacada. Com 46 anos, tem passagens por Santos, Goiás, Paraná, Atlético Paranaense e Vitória. Não é um técnico com currículo extenso. Também não teve grandes trabalhos. Mas que nos ajude na meta de se manter fora da zona de rebaixamento.

Milagre de São Luís

24 de agosto de 2016 5

Depois de trocentos jogos voltamos a vencer fora de casa. Tá certo que foi contra o lanterna, mas fizeram o que se espera: gol. Ponto positivo para a estreia do Betão e a confirmação que o Lucas Coelho precisa ser titular, pelo menos em comparação com o que o William não vem jogando.

Teste para insone

Têm jogos que são testes para cardíacos. Também há os que são testes para insones. Não podemos esperar muito mais que isso do nosso time na temporada. É fazer os tais 45 ou 46 pontos e torcer para ter algum planejamento em 2017. Se não tiver, torceremos para o ano passar imune e planejamos 2018. E assim sucessivamente.

Alemão

Considero Alemão um bom achado, jogador raçudo. Pelo que temos visto por ali, estava fazendo bem seu papel. Mas mais uma vez foi mal e fez um pênalti bobo. Não sei se é falta de confiança, nervosismo, mas alguém precisa ter uma conversa com ele.

Iluminado

É incontestável a história do Evando no Avaí. Fez o gol do acesso de 2008 e golaços na Ressacada. Ontem conseguiu sua primeira vitória como treinador. Por respeito a essa história, espero que não o efetivem. Vencemos o lanterna, isto não
pode nos iludir. Procurem um treinador pra fazer os 46 pontos.

Fato novo

23 de agosto de 2016 3

Como em uma viagem no tempo aos anos 90, Joceli dos Santos citou na demissão do Silas que o Avaí precisava de um fato novo. Disse também que não tem como demitir 36 jogadores, portanto é mais fácil tirar o treinador. Isso acontece em grande parte dos clubes brasileiros? Acontece. Mas precisa ficar nas internas. Não é um discurso que justifique a saída do treinador.

São Luís

Que São Luís nos proteja na capital do Maranhão. Às 19h15min temos que esquecer esta bagunça e concentrar em Sampaio Corrêa e Avaí. O time maranhense é lanterna com 14 pontos, 9 a menos que a gente. Uma desastrosa derrota nos deixaria, no mínimo, encostado no Z-4. Tá aí um fato novo que precisamos: ganhar uma partida fora de casa.

Mudanças

O iluminado Evando confirmou o time com novidades. Betão, Menezes, Tatá e Lucas Coelho substituem André, Jajá, Diego Jardel e William. Luan e Tatá não jogariam no time da minha rua. Eu escalaria João Filipe e Diego Jardel ou Judson. De resto é o que temos. Outra coisa, é ganhar ou secar muito Goiás e Bragantino. Marquinhos, poupado, e Gabriel, com a seleção sub-20, não viajaram.

Treinador

Ainda não foi definido o treinador. Chamusca, campeão em 2010, foi sondado. Caso realmente recuse, Claudinei Oliveira é o preferido. E o Hemerson Maria ali parado.

Defesa, meio e ataque do Avaí

22 de agosto de 2016 4

Defesa

Se o Avaí não for rebaixado, deve tudo ao Renan. Fez no mínimo três defesas que nos livraram de um vexame maior. Alemão estava marcando a linha de fundo no primeiro gol. André foi André. Fábio Sanches
não teve culpa e Capa
não jogou nada.

Meio

Não marcou, não criou e não atacou. Luan, mais uma vez, não marcou ninguém. Jajá foi irreconhecível. Diego Jardel nos lembrou o vaiado no Catarinense e Renato erra muito e alterna um jogo bom e três ruins. Marquinhos voltou, chutou, mas nem teve tempo.

Ataque

Quem me conhece sabe a admiração que tenho pela história do William no Avaí. Mas, por respeito a essa história, tá na hora dele se encostar um pouco para entrar em forma de jogador ou sair. Lucas Coelho, mesmo sem ser lá essas coisas, entrou e fez mais que o William nos últimos doze jogos. Já Rômulo só vive dos quatro gols que fez recentemente. Muito pouco para quem quer ser profissional. Cresçam ou cairemos.