Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

A saga da mensalidade

26 de janeiro de 2017 2

Tenho visto muito frequentemente nesse mês de janeiro muitos torcedores do Avaí querendo pagar as mensalidades e não conseguindo.

Vai desde o torcedor que não tem seu valor debitado na conta ao que simplesmente não recebeu o carnê.

Creio que um time de futebol deva ser tratado como uma empresa. A única diferença é que o lucro não vai para o bolso de ninguém, e sim para investimentos em estrutura e contratações. Como uma empresa, é preciso tratar o torcedor como um cliente, e não apenas como um louco apaixonado que, aconteça o que acontecer, vai continuar lá todo mês pagando.

O Avaí nas redes sociais tem sido muito solícito e tem tratado bem esses casos, porém, eles são muitos, e certamente estamos tendo funcionários do setor de comunicação se comunicando com o pessoal do financeiro e não apenas com o torcedor (o que é sua função oficial). Não bastasse o prejuízo óbvio de não estar recebendo, tem mais esse.

Não sou da área e não sei quanto custa um sistema eficiente de cobrança. Mas considerando que existam grandes empresas com centenas e milhares de clientes, acredito que seja possível.

Como torcedor apaixonado e hoje um representante da nação azurra neste blog, me vejo na obrigação de citar esse problema, que não é nada absurdo mas com certeza fere ainda mais nosso sofrido cofre.

Um pouco de carinho e atenção de quem cuida da nossa secretaria faria um bem imenso à torcida. Que se tenha por ali pessoas responsáveis e de conhecimento na área, pois o Avaí Futebol Clube é um time de Série A e não podemos permitir amadorismo.

Comentários (2)

  • Edinei José Sant Ana diz: 26 de janeiro de 2017

    Filippe,

    Na Nossa casa somos em 7 sócios, Eu a esposa, 3 filhas 1 dos genros (os outros dois são do time do vizinho) e uns dos netos de 4 anos (os outro tem 1 ano 9 meses) e o terceiro deve nascer em fev/2017)
    Débito na CELESC, espero que no dia 31.1.17 primeiro jogo na Ressacada, não tenhamos problema de entrar no nosso estadio e no SETOR D?

    Ai vai ser um absurdo maior ainda.

    Favor comentar

  • DaSilva diz: 26 de janeiro de 2017

    Concordo com o colunista. O Avai é assim mesmo, entra ano e sai ano e o AMADORISMO continua em vários setores.

Envie seu Comentário