Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de junho 2017

Precisamos da vitória sobre a Ponte

30 de junho de 2017 1

Domingo enfrentaremos a Ponte Preta, um adversário direto que pode vir para o rolo pelo rebaixamento. A vitória, se não nos tirar da zona, pelo menos deixa perto de sair. Os três pontos são fundamentais para que não se jogue fora o trabalho de recuperação que tivemos no Rio de Janeiro. Foi uma vitória e tanto no Nilton Santos.

Treino

Dei uma passada ontem pelo CFA e acompanhei o treino pela manhã. O clima é descontraído, e Joel e especialmente Douglas eram os mais festejados pelos poucos torcedores que acompanhavam.

Reforços

Ouvi por lá uma história que pode vir um meia-atacante em breve por aí. Mas não consegui nome. Mercado para essa posição está tão escasso que não consigo imaginar quem poderia vir.

Kleina

O técnico da Ponte é um velho conhecido nosso. Gilson Kleina aqui esteve em 2015, quando beiramos a zona o campeonato todo mas só ficamos mesmo por lá pelas últimas. Naquele ano tivemos muitos jogadores. Na Ponte ele não tem Juninho Timor Leste capitão e cobrando pênalti. Parece que o Kleina aprendeu bem.

Marquinhos suspenso e um esquema sem ele

29 de junho de 2017 2

Pela expulsão quando estava no banco contra o Flamengo, Marquinhos vai pegar quatro jogos de suspensão. Como já cumpriu um, sobrou mais três. Cabe efeito suspensivo.
M10 é peça muito importante no elenco e a prova disso foi a pífia partida que fizemos contra o Atlético-GO, mas também vencemos sem ele e é hora de termos um esquema correto sem a presença do Galego. Tivemos contra o Botafogo um meio de campo com mais velocidade.

Alemão

Quem está de volta aos treinamentos é o Alemão. Deve voltar hoje a treinar com bola. Airton e Gustavo ocuparam a vaga dele enquanto está contundido. O primeiro, na minha opinião, foi quem se destacou mais e pode vir
a disputar vaga diretamente no time.

Feijoada

No próximo domingo, a partir das 11h, ocorrerá a 11ª Feijoada do Avaí. Oportunidade de passar o dia com a família na Ressacada e fechar com chave de ouro assistindo o clube contra a Ponte Preta. O site do Leão e as redes sociais do clube possuem todas as informações, vale ir.

Não sabe

O vizinho não sabe a diferença entre Plano B e Série B. Estamos na Série A e, enquanto ele fala do nosso time, o dele vai ficando na zona pra cair pra Série C.

Avaí, é necessário jogar mais

28 de junho de 2017 6

Em 10 jogos temos apenas duas vitórias, e isso é pouco para a história do Avaí. Depois de três derrotas seguidas conquistamos os inesperados três pontos. E vamos domingo, contra a Ponte Preta, acreditando na sequência.

Sobrevida

A vitória deu uma sobrevida à comissão técnica. Não apenas pela vitória, mas por apresentar um futebol diferente, não esperando o adversário no começo do jogo. Foi a primeira partida fora de casa na Série A em que não tomamos gol nos primeiros 20 minutos. A vitória lembrou muito aquela contra o Goiás que, em 2009, salvou o emprego do Silas.

Marquinhos e Maicon

O bom futebol apresentado deixou uma dúvida na cabeça do torcedor com relação ao Marquinhos. Maicon tem que voltar pro banco e querer e fazer muito para ser titular. Mas M10 esteve ausente contra o Atlético-GO, o pior jogo do campeonato, e contra o Botafogo, o melhor. E agora? É ele ou Pedro Castro? Pedro não foi tão bem assim, mas deu mais mobilidade. Problema para o Claudinei resolver.

Goleiro

O Douglas foi muito bem, mas vale lembrar que não jogava há tempos – e por problema de contusão. Precisamos ir ao mercado atrás de mais um goleiro, pois não podemos mais contar com Kozlinski nem para reserva.

Sai, zica! Vencemos fora de casa o Botafogo

27 de junho de 2017 6

Foi com uma vitória de 2 a 0 contra o Botafogo que pudemos finalmente comemorar nossos primeiros pontinhos fora dos nossos domínios. Com isso, saímos da lanterna. Ainda é pouco, mas agora já podemos sonhar em sair do Z-4 na próxima rodada contra a Ponte.

O jogo

Começamos com tudo e fomos pra cima. Com um futebol bonito, fizemos 2 a 0, com dois gols do Joel – e aí valeu muito a lei do ex, já que há menos de duas semanas o camaronês ainda estava no outro lado. Com a vantagem feita, o que se viu foi pressão total do Botafogo. E, se em vários jogos deu tudo errado, nesse deu tudo certo. Azar de quem não acreditou que o Avaí pode fazer coisa. Douglas, Joel, Judson, Airton e Betão jogaram demais e foram fundamentais.

Douglas

O nosso goleiro fez uma partidaça. Pela primeira vez no ano pudemos confiar em alguém debaixo das metas. É verdade que Kozlinski fez um bom turno do Catarinense, mas mesmo em suas melhores partidas não foi tão seguro quanto o novo titular foi ontem. Que possa ter sequência e continuar assim. Mas precisamos ir ao mercado para termos um plano B confiável.

Joel

Se de um lado Douglas pegou tudo, no outro Joel foi letal como ninguém vinha sendo. Que não seja só por esse jogo.

Vitória ou complica de vez

26 de junho de 2017 1

Nove rodadas já foram e até aqui temos uma campanha para lá de ruim. Não esperávamos estar na luta pelo título, sabemos da nossa realidade, mas o mínimo era estar mais perto de sair da zona – ou estar fora dela, bem diferente de onde nos encontramos hoje.

O time

Maicon e Marquinhos não viajaram para o Rio de Janeiro, e Juan é dúvida para a partida de hoje contra o Botafogo. Como se sabe, jogadores em fim de carreira são mais propensos a lesões. O problema é que quase não temos banco – e essa crítica não é de agora. Claudinei vai ter que quebrar a cabeça para montar o meio de campo. Leandro Silva é o substituto natural de Maicon, e que também está melhor fisicamente.

O adversário

O Botafogo tem um bom time e vai fazendo boa campanha no Brasileirão. Roger é o artilheiro da equipe e temos que ficar de olho nele. Outro perigoso jogador é um velho conhecido nosso: Bruno Silva, que anda fazendo gol todo jogo.

Zicou

O time do vizinho se agarrou com a zona de rebaixamento e de lá parece que não quer sair mais, só estão na frente do Náutico. É mais uma prova viva de que futebol é coisa séria. Montaram um time ruim e acharam que montando outro ruim resolveriam. A Série C tá cobrando a dívida, hein?

Nossa campanha é fraca

24 de junho de 2017 0

Não é nenhuma novidade e nem ninguém vai se espantar ou ter coragem de discordar da afirmação do título, mas a nossa campanha realmente é horrível. Com quase 25% do campeonato feito, estamos com 18,5% de aproveitamento. Pífio, horrível, mas não tem nada perdido.

Outros anos

Em 2015, estávamos no meio da tabela com 12 pontos. Em 2011, afundávamos na zona com apenas quatro pontos, um a menos que neste ano. O fim dos dois campeonatos todo avaiano sabe. Em 2010, uma ótima campanha em que estávamos em sextos com 14 pontos. Acabamos o campeonato suando pra não cair. Já em 2009 também éramos lanternas e tivemos a melhor campanha de um Catarinense na Série A.

Sequências

É gritante a quantidade de sequências positivas e negativas do Avaí em Séries A. Já ficamos mais de 10 jogos sem vencer, mais de 10 sem perder, e essas sequências sempre mudam o nosso destino no campeonato. É claro que não podemos contar com isso, afinal daqui a pouco precisaremos fazer campanha de Libertadores pra fugir do Z-4, mas é nisso que agarramos. Afinal, em 2011 não tivemos nenhuma boa sequência e fizemos nossa pior campanha da história. O que espero que não se repita em 2017.
Troféu
Kozlinski bateu o recorde da pior nota dos amigos do Troféu Avaí. Conseguiu um vexatório 0,4. E teve torcedor achando muito. Bateu o recorde que era de 1,9 do Renato Silveira, zagueiro que estreou contra o Náutico na Série B do ano passado e foi expulso. Vale lembrar que depois daquele jogo começou nossa arrancada. Quem sabe.

Série A não é brincadeira

23 de junho de 2017 4

Fazendo uma breve retrospectiva, em 2014 conquistamos o acesso de maneira inesperada e sofrida. Tivemos altos e baixos naquela Série B. Em 2015, uma campanha ruim e o rebaixamento veio na última rodada. 2016 foi o ano da recuperação e o acesso, mais inesperado ainda. Começou 2017 e o torcedor avisou que o time tinha sido mal montado. Veio o título do turno do Catarinense e ele foi chamado de corneteiro. Mas era bem claro que na Série A apareceriam as deficiências, só que elas chegaram já no returno do Estadual. Na elite do Brasileiro já são seis derrotas.

Deficiências

Kozlinski era reserva ano passado. Com a saída do Renan e a contusão do Douglas, no começo do ano, virou titular. Fez um bom turno de Catarinense, mas a gente sabe que isso é pouco. Já no returno começou a ter falhas. Quarta chegou no seu limite. O mesmo acontece com Capa, Judson, Luan e Romulo, que caíram vertiginosamente de produção. E nós sabemos que a conta na Série A chega. Já está chegando.

Piadas

Os torcedores precisam entender que as provocações fazem parte. Mas no momento ninguém tem motivo pra rir de ninguém. Muito menos pegar mal com brincadeiras. Esperamos, sinceramente, que ambos os times voltem a lutar por posições mais nobres que a lanterna da Série A e a vice-lanterna da Série B.

Deu tudo errado para o Avaí contra o Fluminense

22 de junho de 2017 13
Foto: Leo Munhoz/Ag.RBS

Foto: Leo Munhoz/Ag.RBS

Com um jogo que prometia ser o do início da recuperação, nada deu certo na Ressacada. Nem mesmo as estreias de Maicon – que foi infeliz no segundo gol do Fluminense, marcando contra –, e Joel foram capazes de mudar alguma coisa. Perdemos nossa invencibilidade em casa e afundamos no Z-4. Não vai ser fácil sair de lá, ainda mais com o clima pesado pelos maus resultados. Reflexo disso foi a discussão entre Juan e Romulo após o terceiro gol deles.

Kozlinski

O goleiro já é contestado, aí tem a chance de fazer o simples e, na frente do artilheiro do campeonato, que está fazendo gol de tudo quanto é jeito, se complica e perde a bola. Nem mesmo a bela defesa no lance posterior foi capaz de apagar a besteira que o camisa 01 fez.Quem sabe não seja a hora da galera ver Douglas em ação, já que a falha no jogo de ontem é daquelas que ninguém irá esquecer facilmente.

Estreias

O atacante Joel mostrou ritmo e pode nos ajudar muito no futuro, o que é importantíssimo no momento complicado que vivemos na tabela. Já o lateral Maicon teve uma estreia pra esquecer. Deu tudo errado, até gol contra fez e, no terceiro, a bola desviou nele.

Desafio

Já estamos a cinco pontos de sair da zona. A cada partida fica mais difícil.

É ganhar ou ganhar (e se nada disso ocorrer, ganhar)

21 de junho de 2017 0

Pela situação em que chegamos na nona rodada, só a vitória nos interessa contra o Fluminense. O horário não é dos melhores, afinal o torcedor não tem a vida ganha e precisa acordar cedo na quinta, mas se espera um público que empurre o Avaí para a segunda vitória. Uma derrota e o trabalho do Claudinei pode se encerrar. Na minha opinião, precocemente.

O time

Maicon estreia e será lateral-direito. A grande incógnita é onde Leandro Silva vai jogar – e se jogar. É provável que Diego Tavares seja quem fique fora. Se isso acontecer, Romulo e Joel, que já têm seu nome no BID, brigam por uma vaga ou atuarão juntos. Eu, particularmente, não acho que o Leandro Silva possa fazer uma segunda linha no meio com qualidade. Preferia ver o Joel

O adversário

O Fluminense se encontra há quatro jogos sem vitória – nesse período acumulou dois empates e duas derrotas na Série A. Eles empataram com o Flamengo no domingo, em que foram prejudicados. Não podemos desconsiderar que lá está o artilheiro do campeonato, Henrique Dourado. Olho nele.

Uma já foi

A alegria da terça já veio. Agora tá faltando a da quarta, Avaí. O vizinho, que achou que ia subir e ser campeão, amarga a vice-lanterna da Série B. Bem se diz que a língua é o chicote, pois ano passado ele falava que o Avaí ia cair pra C e nem na zona estivemos.

É preciso ter esperança, assim como em 2009

20 de junho de 2017 3

O cenário não é o que o torcedor imaginava naquele Londrina 0 x 1 Avaí com gol do Diego Jardel, hoje encostado. Quando subimos, esperávamos uma equipe melhor e um começo competitivo na Série A, mas isso não vem acontecendo. Assim sendo, o torcedor espera que algo novo aconteça como em 2009 com gol do Léo Gago, que nos deu a vitória – a primeira naquela Série A – contra o mesmo Fluminense que enfrentaremos nesta quarta-feira.

Novidades

Maicon pode ser a grande novidade. O camisa 13 já tem seu nome no BID e pode jogar tanto na lateral quanto no meio. Eu apostaria que pode ser testado na vaga do Diego Tavares, jogando mais recuado que ele.
O atacante camaronês Joel pode ser outra novidade no lugar do Romulo, mas isso é mais difícil de acontecer. O atleta de Camarões, se tiver o nome no BID, deve pintar no banco e ser opção para Claudinei.

Não vieram

Vinícius começou muito bem no Bahia. Durante o Catarinense chegou a fechar com o Avaí, mas não veio porque o Atlético-PR queria uma compensação. Jonatas Belusso, que eu também era contra a contratação, também não veio e é artilheiro da Série B.
Nada garante que eles teriam o mesmo sucesso no Leão, mas no lugar deles vieram Pedro Castro e Willians, que nada fizeram. Será que valeu a economia?