Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Clássico: os dois mais importantes do ano

22 de fevereiro de 2017 6

32297416310_a8af6e28f5_o
Mesmo jogando Série A, B ou C, contra Flamengo, Corinthians, Emelec ou Real Madrid, clássico é clássico e isso precisa ser sempre lembrado. O futebol faz parte das nossas vidas (pelo menos da minha) desde criança e Avaí contra o time do vizinho sempre tem um clima diferente. Sabemos de cor quem fez gol, como foi e quem deu aquela bobeada. Todos ficam marcados na história do único clássico de SC! E hoje é mais um desses dias especiais, o meu primeiro aqui na coluna.

O primeiro

Primeiro clássico do Claudinei. Também do Betão, do Capa, do Denilshow e do Leandro Silva do lado de cá.
Que seja vitorioso e o primeiro de muitos.

Atenção

Vá cedo, evite filas. Se beber, não dirija. Dê carona para o amigo que mora perto. Cante. Grite. Apoie. Associe-se. Não brigue. Lembre-se daquele seu amigo que torce para o rival e que você não gostaria de ver sendo agredido (verbal ou fisicamente) pela sua torcida. Leve aquela camisa do Leão que
dá sorte, superstição nunca é demais.

Kozlinski

Nosso goleiro sentiu no treino e virou dúvida, mas deve jogar. Melhor goleiro do Catarinense até aqui, vem nos surpreendendo e esperamos que faça um clássico sem erros, sem sentir o peso. Que seja personagem com grandes defesas, ou que nem apareça nem leve gol.

Lembranças

Lembrar de heróis recentes em clássicos é lembrar do Cléber Santana. Como esquecer aquela atuação de gala na final de 2012? Junto com Marquinhos e Eduardo Costa, se tornou figura inesquecível na história recente dos clássicos, seja em lances polêmicos ou atuações espetaculares. Será sempre lembrado.

E o pensamento lá em você (clássico)

21 de fevereiro de 2017 5

O volante Djavan não veio, mas o xará dele, em uma de suas músicas, fala sobre “o pensamento lá em você”. Assim estamos. O clássico é um dos momentos onde mais explode nossa avaianidade, e estávamos morrendo de saudades. Ano passado vitória por 1 a 0 em casa, com gol do William, e derrota pelo mesmo placar fora. Se for pensar não só no clássico, uma vitória nos deixa a um empate da vaga na final. Mas mesmo que nada disso existisse, clássico é clássico e ele sempre vale alguma coisa. Amanhã teremos mais um capítulo.

Volta

Capa volta para a lateral. Leandro Silva também deve retornar, assim como Diego Jardel. Não creio na volta do Luan, e talvez a gente vá de Ferdinando mesmo. O rival vai estrear o técnico Márcio Goiano e isso dá um certo fôlego para eles. É preciso ficar ligado, não cair em provocação e fazer o nosso futebol. Somos no momento bem mais time do que eles.

Série A

Saiu a tabela da Série A. Estrearemos em casa contra o Vitória, depois fora contra São Paulo e Chape em casa. Muita água vai rolar, mas a estreia em casa é sempre uma vantagem. Largar bem é fundamental pra já começar longe do Z-4.

No caminho

O Avaí precisa de 4 pontos em 3 jogos para ganhar o turno. Ou seja, bastam 44,4% de aproveitamento, metade do que tem hoje (88,8%). O levantamento é do blog Avaí em Números, que sempre traz boas estatísticas. Estamos no caminho, mas não há nada ganho.

Três pontos pra conta do Avaí

20 de fevereiro de 2017 5
Foto: Charles Guerra/Ag.RBS

Foto: Charles Guerra/Ag.RBS

O horário era alternativo. E o Avaí defendia uma invencibilidade nesses jogos da manhã. E manteve. Uma vitória com gols de atacantes, bolas na trave, dancinha e disparando na tabela. Denilshow e Júnior Dutra deram mais três pontos e agora que venha o clássico na quarta-feira.

Positivo

Gostei do trio de ataque. Romulo já fez jogos melhores, é verdade, mas Júnior Dutra e Denílson estavam à vontade no ataque. Pra mim, esse trio é o titular. Marquinhos fez sua melhor partida em 2017. Meteu bola na trave em falta, bola na trave em linda jogada de ataque e deu bons lançamentos. Judson foi espetacular no que se propõe. Gustavo e João Paulo não atrapalharam e foram além da expectativa.

Negativo

O gol do Brusque foi em um erro coletivo do Avaí. Começou lá no ataque com Júnior Dutra, passou por Judson não voltando para marcar e terminou com o Alemão perdendo na corrida. É algo a se consertar.

Avaí x Brusque: horário alternativo pra aumentar a distância do vice

18 de fevereiro de 2017 0
Domingo às 10h teremos Avaí x Brusque. Horário bem alternativo ao que estamos acostumados. Em 2015 fizemos 3 jogos domingo de manhã com dois empates, contra Vasco e Sport, e uma vitória por 3 a 0 contra o Internacional. Uma vitória e colocaremos um pé na final. Mas o adversário é encardido. Só perdeu duas partidas, que culminaram na demissão do Ovelha. Depois disso, tem duas vitórias seguidas. Olho no Assis, que já passou por aqui e sempre gosta de incomodar.
Horário e a fila
Risco de bastante fila na ida para a Ressacada, já que a tendência é o pessoal sair mais tarde de casa. Além disso, o torcedor não pode esquecer que na madrugada de sábado para domingo termina o horário de verão. Adiante seus relógios e se aligere pra Ressacada.
Desfalques
Com Capa está suspenso, Luan e Leandro Silva machucados (e Jardel sendo dúvida), devem jogar João Paulo, Ferdinando e Gustavo Santos — e o Caio Cesar se o Jardel não jogar, o que representa grande perda técnica, especialmente nas laterais. O Pingo vai tentar jogar por ali e é aí que o Claudinei vai ter que estar ligado.
Lucas de Sá 
Ele não é titular, mas poderia ser. É mais uma vez teve problema no joelho e saiu do treino chorando. Vamos torcer para não ser nada grave.

O gol mais doido da história

17 de fevereiro de 2017 3

Nunca fiz um post aqui sobre esse gol de Avaí 2×0 Boa Esporte na Série B de 2014. Mas o gol que o rival tomou (uma trapalhada sem fim) contra o glorioso Rio Branco do nosso querido Acre me fez lembrar esse.

Estávamos tranquilos rumo ao acesso.

O jogo contra o Boa, que estava na luta também para subir, era aquele pra sonhar, pra lutar pela liderança, e assim foi.

Vencíamos com gol de pênalti do Marquinhos (sdds) e, aos 44 do segundo tempo, o volante Josa (que hoje não por acaso está dando dor de cabeça ao vizinho) chuta uma bola em cima do nosso jogador e dá o contra-ataque. Robertobolt vai pela direita, cruza, o goleiro João Carlos falha, Eltinho bate meio errado e Josa, de novo, chuta em cima de alguém, mas dessa vez no cocoruto do goleiro.

Se não conhece, veja o lance.

Com um gol desse, era lógico que a gente ia subir. Mas a conta dele veio, já que no jogo posterior era o casamento do filho do Geninho. O final da história (feliz) a gente já conhece.

Esse Avaí faz coisa!!!

Clima ameno, mas com contusões alarmantes

17 de fevereiro de 2017 1

O clima no Avaí é o melhor possível. Navegamos mares tranquilos de uma boa sequência de resultados. Temos 11 jogadores que se encaixaram bem, e até aqui sabemos de cor a escalação titular. Mas com as contusões de Luan, Denílson, Leandro Silva e Diego Jardel, que embora não deva ser nada grave, e a suspensão do Capa, já vamos com um time remendado contra o Brusque. E é aí que vai ser a prova de fogo desse elenco. O jogo vale uma mão na taça do turno.

Qual cartilha seguir?

Coincidência (ou não), assim como o vizinho fez esse ano, Avaí e Joinville demitiram na metade de fevereiro o técnico que havia sido rebaixado na temporada anterior. Ambos eram questionados desde o começo do ano. Os dois times trouxeram treinadores que já haviam conquistado acesso e título (Silas e Maria), mesmo perfil do Márcio Goiano, e nenhum deu certo. Mas aí, já na segunda troca, o Avaí trouxe o Claudinei, com perfil de trabalhar com o que tinha, e o JEC o Lisca, que trouxe uma cambada de jogador. Vamos ver qual cartilha o rival vai seguir. Torço pra ser a do JEC.

Cabeça inchada

Olha, a cabeça do vizinho deve tá inchada. Não bastasse toda a humilhação de ser eliminado na primeira fase da Copa do Brasil no Acre, ainda teve que aguentar a gente classificado. Ano passado tinha o Elicarlos e esse ano contratou o primo dele, o Eliminado.

A zoeira com a eliminação do rival

16 de fevereiro de 2017 5

Vitória do Avaí em Vitória

16 de fevereiro de 2017 1

Há aqueles dias em que nos sentimos nos anos 90. Torcer grudado no raidinho é sempre um dia desses. Tivemos que imaginar os lances, os gols e, claro, acabamos muito influenciados pela narração. Mas o mais importante veio: a vitória e a classificação. Com gols de Diego Jardel e Romulo, fizemos 2 a 1 e vamos pegar a Luverdense.

Dupla dinâmica

Nos causos do futebol, fica na história que enfrentamos a melhor dupla de zaga que já vi jogar. Não em qualidade, mas em apelidos. Espinho e Lacraia. E deu tudo certo em termos de segurança no Espírito Santo, menos para a zaga deles.

Família Santos

Por incrível que pareça, com a assistência de Gustavo Santos a família deu o primeiro passe para gol em 2017.
Claro que o M10 é o craque da família e o Gustavo tá ali mais por ele que por mérito, mas o fato é curioso.

Preocupante

Leandro Silva saiu lesionado no primeiro tempo e esperamos que seja leve. O camisa 2 logo se adaptou e tem sido importante na boa campanha no Catarinense. Esperamos boas notícias.

Desregulado

O vizinho deve ter ficado sentado no sofá acompanhando no rádio o time dele jogar lá no Acre. Coisa pra ficar com o sono desregulado até depois do clássico. Sem técnico ele já está.

Avaí sem Marquinhos e Denilson

15 de fevereiro de 2017 0

Já havia sido anunciado que Luan desfalcaria o time na partida de hoje. Também conforme o previsto, Marquinhos não viajou. Denílson ainda fica de fora com uma fratura na mão. Ferdinando e Caio César devem entrar, e Júnior Dutra continua. Kozlinski segue no gol e não deixa de ser justo, já que ele tem sido o melhor goleiro do Catarinense.

Brusque e clássico

A cabeça está na Copa do Brasil, ao mesmo tempo que já pensamos na briga de relho contra o Brusque, do Pingo, ne domingo, onde uma vitória nos deixa muito perto do título do returno, e depois vem o clássico. Pelo jogo contra o Brusque, Marquinhos não joga hoje. Pelo clássico, Capa tomou o terceiro amarelo contra o Joinville e não enfrenta o Brusque. E assim o apertado calendário vai acabando com as nossas unhas.

Leão Ostentação

O Avaí anunciou oficialmente que pagará 14º salários referentes ao acesso de 2016. Para quem estava outro dia na pindaíba, parece que o jogo virou. E falando em jogo virar, tem gente devendo direito de imagens de jogadores em Florianópolis e não é o Avaí, hein, vizinho!?

Fica Claudiola

O Barcelona levou uma surra tão bem dada do PSG que tô com medo de virem buscar com Claudiola. Com ele, em
24 jogos o Avaí levou apenas oito gols.

Vamos acompanhar no "raidinho"

14 de fevereiro de 2017 2

Infelizmente o que se esperava se concretizou: o jogo do Avaí pela Copa do Brasil contra a Desportiva (ES) não será televisionado. Teremos que recorrer ao bom e velho “raidinho”, especialmente a transmissão pela internet, visto que o primeiro tempo coincide com “A voz do Brasil”.

O adversário

A Desportiva teve jogos adiados por causa da insegurança na Grande Vitória. Com isso, já não joga há mais de 15 dias e isso pode ajudá-los, se compararmos com a gente jogando pelo menos duas vezes por semana. E o novo regulamento da Copa não permite vacilo. Precisamos nos impôr como times de Série A que somos e não permitir a zebra. Abrir vantagem já no primeiro tempo é muito importante, pois o cansaço pode chegar no segundo. Vamos chutar a insegurança e a zebra.

Alterações

Denílson deve voltar e substituir Marquinhos, que não deve jogar. Luan, que saiu contundido contra o JEC, deve sair e ser substituído ou por Caio César ou por Lucas de Sá. Poupar Marquinhos é algo que já está nos planos para muitos jogos em 2017, com o Diego Jardel indo para a função dele e alguém jogando ali pela ponta. Acho o Lucas de Sá muito mais jogador que o Caio César, que prometeu muito no primeiro turno do Catarinense do ano passado e até agora pouco entregou.

Não esquecemos

Às vezes na boa fase os clubes acabam maquiando aquilo que tá errado. Já estamos na metade de fevereiro e o Avaí ainda não se manifestou sobre a condenação no TCE que envolveu seu nome e teve o clube multado. A promessa é que em março o clube se manifeste oficialmente. Estaremos no aguardo.