Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Avaí com um time perdedor

24 de abril de 2014 0
Marquinhos já comentou isso. Foto: Flávio Neves

Marquinhos já comentou isso. Foto: Flávio Neves

Todo mundo sabe da definição atual e vou confidenciar me soou estranho e com desagrado quando utilizada pelo ídolo Marquinhos. Porém não estamos fazendo nada para ser diferente. Na Série B do ano passado fomos do céu ao inferno, no estadual uma campanha ridícula exceto a vitória no clássico, no hexagonal foi salvo a duras penas e quando engrenou, entregou a paçoca para a Chapecoense.

Mais uma chance

Mais uma chance foi dada a esse grupo, no principal objetivo da temporada e de novo estão decepcionando. Até quando um clube vencedor vai aguardar por uma resposta positiva? Revolução já, queremos resultados de acordo com a
grandeza azurra!

Futebol vive de resultados

Pingo é bom técnico, mas suas declarações para essas derrotas não colaram. Não vi a tal evolução.Foram 180 minutos de futebol, com apenas 45 minutos bem jogados. Melhoramos sob seu comando, porém seus resultados contra as equipes mais fortes não aconteceram. Ele só venceu, Naviraiense, Brusque, Juventus e Ibirama. Acredito que ele tem potencial para mudar esse quadro e estou na espera e na torcida.

Onde tudo começa

Nossa aquisição se apresentou. Vagner deve estrear em 10 dias. Contra o Bragantino, Diego não comprometeu, mesmo assim o goleiro campeão paulista veio para resolver a nossa meta. Outros desse nível terão que vir.

Corda no pescoço

23 de abril de 2014 2

Duas rodadas, duas derrotas e contra equipes que devem figurar apenas na parte intermediária. Na base da empolgação e na bola aérea ofensiva, onde Antônio Carlos mostra certa qualidade, achamos o gol. Truncando a partida e até exagerando nas faltas, o Bragantino deixava o jogo equilibrado. Até vir os detalhes que decidiriam o placar: as faltas desnecessárias. Uma cometida pelo cansado Eduardo Neto e outra por Antônio Carlos.
Com dois jogos fora de casa nas próximas rodadas, estamos com a corda no pescoço.

Vida nova

O próximo adversário é o Vila Nova e queremos vida nova para o Leão nesta série B. Pagamos com derrota a estreia pelas falhas defensivas e nas conclusões, além do desequilíbrio de postura da equipe. Ontem, exceto pela pressão natural do início de jogo, o restante da atuação foi fraca individual e coletivamente, culminando em outra derrota. Não demonstramos poder de reação até aqui e precisamos reagir urgentemente na competição.

 Tem que se mexer

Wilker até entrou bem, mas Pingo tem um banco quase inexistente. Eu só tiro Roberto, M10 e CS88, ainda que tenham que render mais quando as opções forem semelhantes. Situação complicada e que sem a ajuda de reforços será de difícil solução.

Efeito imediato

22 de abril de 2014 1

Eduardo Costa permanece contundido. Não temos outro atacante que desponte para atuar ao lado de Roberto, sacrificado jogando isoladamente, sobretudo em casa. O goleiro Vágner ainda não foi confirmado e talvez a mudança mais propícia seria a entrada de Eltinho na esquerda, devido à inconstância de Eduardo Neto dentro das partidas.Temos pouco a mudar e muito a fazer contra o Bragantino nesta noite.
Correr atrás pra evitar novo prejuízo nos pontos corridos é complicado, portanto, vencer é o único remédio.

Precisa qualificar

As variações de escalações do Avaí ficam com poucas alterações conforme a preferência deste ou daquele torcedor e do próprio Pingo. Isso é mais preocupante quando não se tem peças para mudar o panorama de uma partida em que o time não vai bem.
A diretoria precisa respaldar e Chico Lins agir, para que nosso time não seja previsível e dependente de alguns poucos jogadores. A boa dor de cabeça de opções é fundamental ao treinador e sua equipe, ainda mais num campeonato longo e equilibrado como a Série B.

“Estrela Solidária”

O Botafogo também tomou 3 a 0 de outro tricolor e evitou que o time do vizinho ficasse solitário na lanterna da Série A do Brasileiro. Que pena!

"Max" minimizou a derrota

21 de abril de 2014 0

Em 40 minutos tive a impressão que seria uma grande estreia. Posse de bola, chances de gol e uma postura autoritária na casa do adversário. Mas na primeira investida eles foram lá e pimba (olha o bracinho de dinossauro do Diego aí). Quando o veloz Roberto empatou, quitando parte da divida de gols perdidos, pensei: é hoje!
Mas surgiu Max, artilheiro nato, que continua a fazer gols no melhor estilo matador, definindo a partida, gerando certezas e dúvidas sobre o nosso time.

Fica difícil

Sem um goleador nato o acesso fica complicado. Como pode uma equipe oscilar tanto do primeiro para o segundo tempo? Pingo terá que descobrir…

Sem choro nem vela

Os diferenciados CS88 e M1O foram comuns. EC5 não jogou e Abuda foi discreto. Apesar da falha no segundo gol, Néris agradou e Jean é melhor nem comentar. Bocão não completou as jogadas e Diego colocou “tranca de ferro após a porta arrombada”. Roberto teria se consagrado caso tivesse DNA de 9, ele não é centroavante. O Bragantino vai pagar pelo que não fez.

Não “Sobis”

Que o esquema do Eutrópio para Série A é bucha, tava na cara. Num dos maiores chocolates da Páscoa, o Flu massacrou no clássico do tapetão. Foi até bom terem cassado a liminar…

Trila o apito para o Avaí na Série B

19 de abril de 2014 1

A bola começa a rolar na Série B para o Leão. É a obsessão do clube e da torcida voltar à elite e o primeiro desafio é o Mecão, que está com uma mão na taça – não confunda com o que fez Lúcio Maranhão na final do Catarinense –, do seu Estadual. Não sei até que ponto os alvirrubros podem sentir o cansaço devido à decisão de quarta, mas do Avaí se espera uma postura vencedora e uma grande arrancada, sabendo que todo jogo é decisivo.

Pontos na bagagem

O Avaí está cotado para subir e o América-RN habita o grupo intermediário. O Leão não foi bem no Estadual. Embora tenha uma base que poderia ter subido em 2013, agregou Roberto e apresenta Néris na zaga e Jean na frente. O goleiro Fernando Henrique, o zagueiro Edson, o meia Arthur Maia, ex-JEC, e o goleador Max são os destaques. Jogo para pontuar!

Clássico da “janela”

Duelo de clubes que adoram subir de divisão com auxílio da “janela”. Mas o temor que o vizinho adquiriu depois da Copa do Brasil de 2007 contra o Flu, além da força do Tricolor, me deixam tranquilo sobre a vitória carioca.

Olho no BID

Como bom vizinho, vai a dica: jogar irregular contra o Icasa pode até não acontecer nada, mas contra o Fluzão o Tribunal sempre pesa para o lado Tricolor. Só tô avisando…

Homologado: o mais vezes campeão

18 de abril de 2014 5

O vizinho não mostrou conhecer a história do Catarinão. A conquista de 1924 do Avaí foi homologada pela FCF, diferente dos títulos de 1935/36 dos alvinegros que nos mesmos moldes do citadino carecem de homologação. O WO de 1942 do Avaí, que aceitou até remarcar o jogo, só aconteceu por que o América, sabendo do potencial do esquadrão azurra em 1945, desistiu.

E aquele WO?

O de 1936 do time do Estreito foi WO. Sem contar que o de 1932 veio através de uma reviravolta suspeita, pois o Brasil, que já havia sido o vencedor, teve que jogar a partida novamente por conta de um atleta irregular que depois acabou atuando da mesma forma. Com várias contusões por jogadas violentas, o time de Blumenau acabou derrotado por 7 a 3. Em títulos reais, temos 16 e se os do teu time forem homologados chegarão ao empate, mas isso depende da Federação, meu caro…

 Laboratório dos Estaduais

Dos nossos rivais na Série B, foram campeões: Sampaio e Atlético-GO. Ceará, Mecão e Timbu são finalistas e os meus favoritos, Vasco, Ponte, Avaí e Santa, chegam sem as conquistas.

Buxixo do Sertão

O Icasa quer aprontar, hein? Se tiver êxito vai ganhar alguns fãs por aqui.

Salvar o ano do Leão

18 de abril de 2014 0

Como maior vencedor do Estadual, o Leão tem a obrigação de disputar o título sempre, mas não esteve nem perto do objetivo. Na Copa do Brasil, ainda que se sonhe com a conquista, se exige apenas uma boa participação, mas voltar à Série A é o grande foco. Temos que estar na elite, onde já fizemos história.

Apostando tudo

Apostamos todas as nossas fichas na Série B, na manutenção de um elenco que perdeu o acesso por detalhe e na chegada de um treinador que ajeitou a casa. Estou colocando fé no Avaí, independente de ser um torcedor fanático, com um adendo: a vinda de reforços pontuais.

Oponentes da Série B

O Vasco não é um timaço, mas deve chegar. Daí em diante é tudo “japonês”. A Ponte e o Santa são candidatos, enquanto Avaí, Ceará, Náutico e Lusa fecham os que vão brigar pela Série A. Os dois Coelhos, Paraná e o Dragão correm por fora. Sampaio, com a força da torcida, pode roubar pontos importantes, mas não passa disso.

Favoritos

Nos tribunais o time do vizinho, sempre foi forte. Se em 1999 o “caso Carlinhos” não deu em nada, não seria agora que irregularidades iria derrubá-los. Com esse time e esquema, o time é o maior favorito ao rebaixamento.

Time voltou a apresentar bom futebol

16 de abril de 2014 1

Uma partida é pouco para avaliar
Lógico que não será por uma partida que poderemos dizer qual Avaí vai disputar essa série B. Se o desarrumado time da primeira fase do estadual ou a equipe confiante da era Pingo no hexagonal que conseguiu fazer seus maiores valores individuais voltarem a apresentar um bom futebol. Digo isso, pois, o time que esta treinando para a estréia em Natal é o mesmo do Catarinense, a única exceção é Pablo que contundido pode dar vaga ao novo contratado Néris do Brusque. Sábado a resposta começa a ser dada.

Inerente ao Avaí
Reforços consideráveis e pontuais até agora não vieram. É incrível como este é um fato comum ao nosso clube, independente da situação financeira que lhe cabe no momento. A torcida está esperando novidades auviçareiras, com certa desconfiança…

Rio ou Campinas?
Parecia bem mais fácil caçar a liminar do Icasa. A verdade é que a confirmação que o time do vizinho jogou com um atleta irregular complicou o processo. De toda forma, atuaram e deveriam perder os pontos dentro da normalidade, se é caso de prescrição é outro departamento. Ganharam em campo, mas não da forma legal e não sou em quem está dizendo é a CBF… E agora será que enfrentam a Ponte ou Flu?

Atenção nas Dunas

15 de abril de 2014 0

Os treinos da semana, comandados pelo técnico Pingo, devem deixar o time atento para estreia na Arena das Dunas, contra o finalista do campeonato potiguar América-RN, para que não aconteça com o Leão o mesmo que ocorreu na estreia do ano passado, quando deixamos o Oeste empatar nos acréscimos e com gol de goleiro.
Com o time completo, e a tão aguardada espera por reforços que realmente façam a diferença, é preciso ter atenção redobrada na Arena das Dunas, galera!

Desafio

Quero ver se agora com, com três times tendo chance, algum catarinense irá igualar ou superar a histórica, e até aqui imbatível, sexta posição da equipe azurra na Série A de 2009. Acho improvável que isso aconteça, e mais fácil será o vizinho repetir sua campanha da vez passada, quando terminou com míseros 30 pontos
e na lanterna.

Gozação de nível

Acho legal e divertida as provocações e respostas dos clubes conforme seus feitos, como o ocorrido com a dupla da Capital nesses últimos dias.
Aproveito para parabenizar o vizinho pela 16ª conquista do Catarinense que, coincidentemente, conquistamos no scarpelli em 2012. Comemoraram naquele local que é considerado o nosso salão de festas!

Leão pediu para perder

14 de abril de 2014 1

O Leão mostrou descaso com a rodada final do hexagonal e acabou goleado pelo Verdão. Teremos que garantir no ranking a vaga pra Copa do Brasil. Vamos virar a página e focar na Série B, pois o Estadual servirá de lembrança de tudo que erramos em termos de preparação. Uma equipe que nas últimas seis edições do Catarinense ganhou três, não pode ficar de fora das finais da forma que foi. Ano que vem o Catarinão tem dono, não gostamos de dividir a alcunha de mais vezes campeão com ninguém.

Pingos de confiança

Tratando do que interessa, quero acreditar nas palavras do Pingo sobre a Série B que vem aí. Ele tem a convicção que temos potencial para fazer uma grande competição. Que ele resgatou a autoestima e a expectativa da torcida, todos concordam. Se a diretoria fizer a sua parte, o ano ainda pode terminar com saldo azul para o Leão.

Gigante

Vágner garantiu a taça para o Ituano. Será que ainda virá pro Leão? Tomara!

Mão decisiva

O JEC não entrou pra decidir como o time do vizinho, embora a invasão de área na penalidade e o gol de mão tenham definido. Ganharam e entendo a festa em igualar o Avaí nos estaduais. Mas para por aí. Temos o Brasileiro…