Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de janeiro 2011

O que querem as mulheres?

31 de janeiro de 2011 0

Reprodução

Quem curtiu o seriado Afinal, o Que Querem as Mulheres?, sucesso da Rede Globo em dezembro passado, agora pode conferir também a versão impressa da história. Num licenciamento da Globo Marcas, a editora LeYa Brasil está lançando um box que reúne em seis livros o roteiro do seriado escrito por João Paulo Cuenca, com coautoria de Michel Melamed e Cecília Giannetti e texto final do próprio diretor Luiz Fernando Carvalho.

A partir da pergunta feita pelo “pai” da psicanálise, Sigmund Freud, a trama gira em torno do psicanalista André, que resolve solucionar a questão para sua tese de doutorado. Ele acaba se afastando da mulher, Lívia, e se envolvendo com diversas mulheres após o sucesso de seu trabalho.

Com toques de humor e metalinguagem, cada livro traz o roteiro de um episódio. No primeiro são apresentadas as personagens principais e se desenha o arco dramático do seriado e da coleção. A diagramação utiliza imagens da série em formato que lembra a estética de quadrinhos, reproduzindo o ritmo narrativo da série.

O box com seis livretos, totalizando 216 páginas, custa R$ 49,90.



Veja quem ganhou os livros de presente

30 de janeiro de 2011 0

Os pequenos leitores Mylena, nove anos, e Henrique, 11, foram os mais rápidos e vão ganhar de presente, respectivamente, os livros Diário das Garotas Fantásticas — Um Guia de Sobrevivência, de Alexandra Johnson, e Diário dos Garotos Espertos — Um Guia de Sobrevivência, de Martin Oliver.

Os livros devem ser retirados na portaria do jornal Pioneiro (Rua Jacob Luchesi, 2.374, bairro Santa Catarina, Caxias do Sul).

Dois livros de presente

29 de janeiro de 2011 0

Reproduções

Você é um garoto esperto ou uma garota fantástica? E quer aprender a costurar uma roupa rasgada, instalar um detector de fumaça, capturar uma aranha, pendurar roupas no varal, passar perfume, passar linha na agulha, desgrudar chiclete, abrir um pote de geleia ou jantar num restaurante chique?


Então, fique esperto: você pode ganhar o livro Diário dos Garotos Espertos — Um Guia de Sobrevivência, de Martin Oliver, ou Diário das Garotas Fantásticas — Um Guia de Sobrevivência, de Alexandra Johnson.

Ficou interessado? Mande um e-mail com seu nome, idade e telefone de contato para o e-mail maristela.deves@pioneiro.com. O primeiro menino que mandar leva de presente o livro voltado aos garotos, e a primeira menina, a obra para garotas.

Os ganhadores serão avisados por telefone, e deverão retirar os livros na portaria do jornal Pioneiro (Rua Jacob Luchesi, 2.374, bairro Santa Catarina, em Caxias do Sul).

Assassinatos, paixão e sobrenatural em 'A Vidente'

28 de janeiro de 2011 0

Reprodução

Uma mistura de ingredientes promete fazer o sucesso do romance A Vidente, de Hannah Howell: ação, assassinatos, filhos bastardos, chantagem e famílias inteiras com dons sobrenaturais.

O livro, que chega ao Brasil pela editora Lua de Papel, é ambientado na Inglaterra do século 18 e traz um enredo repleto de suspense, com doses de romantismo.

A protagonista da história é Chloe, a vidente do título. Ela é capaz de prever o futuro, como todos da família Wherlocke, e evita que o herdeiro dos Keenwood morra ao nascer. Alguns anos depois, salva também o pai da criança, o conde Julian. Uma atração nasce entre eles, aumentando o perigo para ambos.

Com 224 páginas, a obra tem preço de R$ 29,90.

Planos para o livro no Brasil

27 de janeiro de 2011 0

Acabo de receber, da escritora e articuladora da Confraria Reinações Caxias Helô Bacichette, cópia de uma entrevista com o novo presidente da Biblioteca Nacional, Galeno Amorim, publicada pelo jornal O Globo de segunda-feira, dia 24.

As declarações de Amorin ao Globo são, no mínimo, encorajadoras para quem defende um maior consumo de livros no país — hoje, a média de obras lidas anualmente é de 4,7 por habitante, segundo ele mesmo informa na entrevista.

Entre outras coisas, o jornalista e escritor diz ter a intenção de incentivar a produção de livros mais baratos, que possam ser adquiridos também por consumidores das classes C, D e E. Se isso se concretizar, será ótimo, visto que hoje muitos hesitam em deixar R$ 30 ou R$ 40 na livraria por uma única obra.

Amorin também deverá ser o responsável pelo pontapé inicial na criação do Instituto Brasileiro de Livro e Leitura, instituição que fará a gestão das políticas públicas da área.

Espera-se que esses projetos se concretizem, e deem frutos.

Na terça tem Reinações

16 de janeiro de 2011 1

Reprodução

Alô, amantes da literatura infanto-juvenil: na terça-feira, dia 18, ocorre o primeiro encontro do ano da Confraria Reinações Caxias.

Será às 19h30min na Do Arco da Velha Livraria e Café (Rua Os 18 do Forte, 1.690), no centro de Caxias. O livro em discussão é O Ladrão de Raios, de Rick Riordan — o primeiro da série Percy Jackson e os Olimpianos.

 Mesmo quem ainda não leu o livro pode participar do encontro, que é gratuito e aberto ao público.

'Millennium' pode ter continuação

13 de janeiro de 2011 0

Reproduções

Boa notícia para os fãs da série Millennium, do sueco Stieg Larsson: a viúva do escritor, Eva Gabrielsson, declarou que poderá concluir o quarto livro da saga, deixado inacabado quando da morte do escritor — que ocorreu pouco antes do primeiro livro da trilogia ser publicado.


Segundo Eva (que disputa com a família de Larsson os direitos autorais da série), o marido deixou escritas mais de 200 páginas do quarto livro, em que voltam a aparecer o jornalista Mikael Blomkvist e a hacker Lisbeth Salander, estrelas de Os Homens que Não Amavam as Mulheres, A Menina que Brincava com Fogo e A Rainha do Castelo de Ar.

***

A saber: os três livros já venderam mais de 45 milhões de exemplares em todo o mundo.

Livros de Paulo Coelho são banidos no Irã

10 de janeiro de 2011 0

Com milhões de livros vendidos em todo o mundo, o escritor brasileiro Paulo Coelho acaba de ser vetado no Irã. Segundo ele publicou hoje no seu blog (http://paulocoelhoblog.com), ele foi informado pelo seu editor iraniano de que o Ministério da Cultura daquele país proibiu todos os seus livros.

“Meus livros são publicados no Iran desde 1998 (…). Estimamos que mais de 6 milhões de cópias foram vendidas no país. (…) Uma decisão arbitrária, depois de 12 anos de publicação, só pode ser um mal entendido. (…) Eu espero que esse mal entendido se resolva durante esta semana. (…) Eu sinceramente espero que o governo brasileiro se pronuncie a “, escreveu o autor no blog, acrescentando que os livros serão disponibilizados para downlowd gratuito na internet.

Amy ganha biografia não autorizada

10 de janeiro de 2011 0

Reprodução

Aproveitando a passagem de Amy Winehouse pelo Brasil — ela fez show em Florianópolis no sábado, está no Rio hoje e amanhã e irá ainda ao Recife, na quinta, e a São Paulo, na sexta —, a editora Madras está lançando uma biografia não autorizada da cantora.


Amy, Amy, Amy — A História de Amy Winehouse (152 páginas, R$ 44,90), de autoria de Nick Johnstone, relata a jornada de Amy para a fama, desde seu lar judaico em North London, seus primeiros álbuns, sua meteórica ascenção, seus problemas com álcool (entre outros dramas e escândalos).

A obra inclui matérias jornalísticas, fotos, discografias, curiosidades, etc, contando a trajetória de Amy até 2008. Interessante para os fãs ou simples curiosos.

Os primeiros mais vendidos de 2011

07 de janeiro de 2011 0

Em termos de livros mais vendidos, 2011 começa como terminou 2010: com Ágape disparado na frente. O primeiro ranking do ano divulgado hoje pelo site Publishnews (www.publishnews.com.br), referente ao período de 27/12/2010 a 02/01/2011, mostra o livro do padre Marcelo Rossi em primeiríssimo entre todas as categorias, com 20.782 exemplares vendidos.

É um número imenso, ainda mais considerando-se que, no Brasil, as tiragens iniciais de muitos livros costumam ficar entre mil e 3 mil exemplares — que às vezes levam um ano, ou mais, para serem vendidos. O índice é igualmente alto em relação ao segundo colocado, o também best-seller 1822, de Laurentino Gomes: quase cinco vezes mais (1822 teve 4.177 vendas na semana).

Em terceiro vem outro habitué da lista, Querido John, de Nicholas Spark, com 3.705 exemplares.

***

Enquanto isso, na vizinha Argentina o campeão é El Cementerio de Praga, do italiano Umberto Eco. No Chile, na Colômbia, no México e no Uruguai, quem arrancou na frente foi El  Sueño del Celta, do Nobel de Literatura Mario Vargas Llosa.

Entre os americanos, a dianteira é de Dean Koontz, com seu What the Night Knows.