Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de fevereiro 2011

Palavra de escritor

28 de fevereiro de 2011 0

 

Reprodução

E as justas homenagens a Moacyr Scliar não param, principalmente na internet.


Para quem quer ouvir mais uma vez as palavras desse grande representante das letras gaúchas (e nacionais), uma dica é acessar o site da L&PM WebTV (www.lpm-webtv.com.br), da editora L&PM, que reproduz o compacto de entrevista concedida tempos atrás pelo escritor, na qual ele fala de sua carreira e de como começou seu amor pelos livros.

Além do compacto de 5min23seg, é possível também conferir a versão completa, com 41min58seg.

Clique aqui para acessar a entrevista na L&PM WebTV.

Homenagens na ABL e na TVCOM

28 de fevereiro de 2011 0

O  escritor gaúcho Moacyr Scliar, que morreu no domingo e foi sepultado hoje, será lembrado amanhã em uma sessão especial na Academia Brasileira de Letras (ABL), da qual era membro. Será a “sessão da saudade”, na qual também será declarada vaga sua cadeira de imortal.

Outra homenagem a Scliar será prestada pela TVCOM, que na madrugada de terça para quarta exibe três especiais: à 0h30min, Os Escritores — Mistérios de Porto Alegre; à 1h, Histórias Extraordinárias — Abrigo das Almas Perdidas; e à 1h15min, Guerra e Paz — O Falsário de Hitler.

Uma perda inestimável

27 de fevereiro de 2011 0

Adriana Franciosi, banco de dados

Quando cheguei ao jornal, no início da tarde deste domingo, uma colega me deu uma triste notícia: o escritor Moacyr Scliar, que estava hospitalizado desde janeiro, havia morrido. Nas horas seguintes, em sites, agências de notícias, e-mails, Twitter, conversas, a referência ao imortal da Academia Brasileira de Letras foi quase obrigatória, e as manifestações de pesar multiplicaram-se, vindas de todas as instâncias, desde leitores até a presidente Dilma Roussef.

Não é para menos. Scliar, que faria 74 anos em março, deixa uma vasta obra com mais de 70 títulos — ou um por ano de vida. Também atuou em todos os campos, do conto ao romance, do infantil ao adulto, mostrando uma dedicação à palavra escrita que o levou a ser lido e admirado em todo o Brasil (e até mesmo fora dele). Era também um grande incentivador de novos talentos.

Uma perda e tanto para a literatura gaúcha e brasileira.

Neste sábado tem encontro de 'skoobers' em Caxias

26 de fevereiro de 2011 1

Reprodução

A leitora Janine Stecanella avisa: neste sábado à tarde ocorre o primeiro encontro de ‘skoobers’ de Caxias do Sul. Será na praça de alimentação do San Pelegrino, a partir das 14h.

A expectativa é que se reúnam cerca de 10 a 12 pessoas, para falar sobre livros. Ficou interessado? Passa lá também.
***

Ah: não sabe o que é ‘skoober’? O termo significa integrante da rede social Skoob, voltada ao mundo dos livros.

Aliás, o Skoob está com uma promoção muito interessante, que vai dar um Ipad, um Galaxy Tab e 60 livros. Para saber mais, confira em http://www.skoob.com.br/promocao/codigo/49449 #skoob

Hoje tem Noite na Biblioteca

25 de fevereiro de 2011 0

Daqui a pouquinho ocorre, na Biblioteca Pública Municipal Dr. Demetrio Niederauer, em Caxias do Sul, uma programação muito interessante: a Noite na Biblioteca.

Um grupo de leitores previamente inscritos, todos adultos, deverão participar de atividades relacionadas à leitura.

Eu vou estar lá também para conferir, e no final de semana posto uma foto por aqui para vocês terem uma ideia do que rolou.

Confira quem ganhou o box 'Afinal, o que Querem as Mulheres?'

25 de fevereiro de 2011 0

Mais de 20 leitores enviaram e-mail para tentar ganhar o box com os seis livretos que contêm o roteiro do seriado ‘Afinal, o que Querem as Mulheres?’.

Quem leva o presente é a leitora Hanie Brum, que foi a mais rápida em enviar as respostas corretas.

E vocês, sabem quem foi criador da célebre questão que deu nome à série televisiva? Sigmund Freud, o “pai da psicanálise”. A trama do seriado, por sua vez, é estrelada pelo psicanalista André.

Continuem ligados no blog, que em breve haverá mais livros de presente.

Ganhe o box com roteiro de 'Afinal, o que Querem as Mulheres?'

24 de fevereiro de 2011 0

 

Juan Barbosa

Se você gostou da versão televisiva de Afinal, o que Querem as Mulheres?, ou se simplesmente quer rir um pouco, uma dica é a recém-lançada coleção ilustrada que reúne em seis livretos o roteiro do seriado, da qual já falamos por aqui.


Para lembrar: o seriado foi escrito por João Paulo Cuenca, com coautoria de Michel Melamed e Cecília Giannetti. Na versão em papel, ganhou texto final do diretor Luiz Fernando Carvalho. A edição dos livretos é da LeYa, num licenciamento da Globo Marcas.

E o blog Palavra Escrita vai dar um box com os seis livretos de presente para um leitor (ou leitora). Ficou interessado? Então, mande um e-mail para maristela.deves@pioneiro.com com seu nome completo, telefone de contato e resposta das duas perguntas abaixo. O primeiro que acertar, leva o box.

1) Quem é o autor da célebre pergunta que deu título ao seriado e à coleção?

2) Quem é o personagem principal da trama?

O resultado será publicado aqui no blog amanhã (sexta-feira), e o ganhador deverá retirar o presente a partir do meio-dia no jornal Pioneiro (Rua Jacob Luchesi, 2.374, bairro Santa Catarina, Caxias do Sul).

Dois livros em um para crianças

23 de fevereiro de 2011 0

Reprodução

Duas obras da escritora Rosa Amanda Strausz voltadas às crianças e jovens acabam de ser reunidas em um único volume pela Editora FTD. Mamãe trouxe um lobo para casa e A coleção de bruxas de meu pai abordam de forma divertida a vida das crianças quando seus pais, separados, trazem novos companheiros para casa.

Os livros são apresentados no formato ‘vira-vira’ (já adotado por outros gêneros e editoras), em que virando-se o volume encontra-se a outra história. Nas tramas de ambas as partes da obra, o pequeno leitor poderá acompanhar as aflições e dúvidas familiares quando um casal decide se separar, tudo sob a perspectiva de dois personagens mirins.

As duas histórias, lançadas primeiramente em 1995, ganharam o prêmio de Revelação da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) e, nesta edição da FTD, contam com ilustrações de Laurent Cardon.

Com 72 páginas, o livro tem preço de R$ 31,90



Uma escolha entre a vingança e o perdão no pós-guerra

21 de fevereiro de 2011 0
 

Reprodução

Romances ambientados no tempo da guerra, ou no período imediatamente posterior, costumam ter grande apelo junto aos leitores — ávidos tanto por entender um pouco mais sobre esses episódios tenebrosos da  história mundial quanto por degustar histórias de pessoas que resistiram às agruras, sobreviveram e reconstruíram sua vida. Pois quem gosta do gênero encontrará tudo isso em O Jogo dos Opostos, de Norman Lebrecht.


 A trama gira em torno de Paul Miller, que, ao final da Segunda Guerra, é capturado pelos inimigos em um país europeu não-identificado. Ele consegue escapar do campo de concentração e é escondido por Alice. Quando a guerra acaba, ele se casa com a moça que o salvou, tem filhos e se estabelece na cidade. O tempo passa, Paul é eleito prefeito e o drama do passado parece ter ficado para trás.

 No entanto, um dia volta à cidade o homem que comandou as atrocidades no campo de concentração em que Paul esteve preso. As lembranças, que nunca o abandonaram por completo, retornam com força, salientando as sequelas que ficaram daquela época. E agora, tantos anos depois, ele tem a chance de se vingar do seu carrasco. Ou pode escolher perdoá-lo.

 Lançamento da editora LeYa, o livro tem 368 páginas e preço de R$ 39,90. 

Outra atração para o dia 25

17 de fevereiro de 2011 0

Além das atividades que citamos no post de ontem sobre a Noite na Biblioteca, a equipe que prepara a programação avisa que o encontro literário, no dia 25, terá ainda uma outra atração: música de Samuel Sodré.

Em outras palavras, uma ótima pedida para quem gosta de cultura, reunindo literatura, música e cinema.