Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de fevereiro 2012

Best-sellers brasileiros

27 de fevereiro de 2012 0

Marcelo Oliveira, bd

Vender 7,5 milhões de exemplares de um livro no Brasil é para poucos, muito poucos. Justamente por ter conseguido essa façanha, o padre Marcelo Rossi e seu livro Ágape são odestaque da reportagem de capa da revista Veja que chegou às bancas no final de semana.

Além do padre, campeão de vendas no último ano e há 76 semanas consecutivas na lista de mais vendidos, a matéria aborda outros escritores brasileiros que podem ser considerados best-sellers, e constata: embora na ficção os autores nacionais ainda disputem lugar com os estrangeiros, nos segmentos adolescente, auto-ajuda, espiritualidade, história, biografias e mesmo ciências eles estão na liderança.

Um exemplo citado na revista é Thalita Rebouças, sucesso entre os adolescentes e cujas obras já venderam 1,2 milhões de exemplares (o mais procurado é Fala Sério, Mãe!, com 150 mil cópias). Já quando o assunto é história, Laurentino Gomes segue imbatível, com 1,4 milhão de livros vendidos, sendo 920 mil apenas de 1808.

Mas a ficção brasileira, embora não ocupe o primeiro lugar da lista, também tem ficado entre os “10 mais”, e isso se deve principalmente a Jô Soares, cuja marca também ultrapassa a casa do milhão. Atualmente, comparece no ranking com As Esganadas — que na lista da Veja está em 9º lugar, mas na do site especializado Publishnews, que separa ficção adulta dos infanto-juvenis, é o 5º. Seu maior sucesso, entretanto, ainda é O Xango de Baker Street, publicado em 1995 e que vendeu 500 mil exemplares. Ao todo, os livros do escritor-apresentador-humorista já somam 1,1 milhão.

Ainda na seara da ficção, outros autores destacados pela Veja são Eduardo Spohr, que vendeu 300 mil exemplares de A Batalha do Apocalipse (no total, seus livros somam 400 mil), e André Vianco, que totaliza 920 mil exemplares (230 mil apenas de Os Sete, seu principal sucesso, do ramo vampiresco).

Além disso, outro dado interessante da reportagem feita pela revista é que os índices de leitura estão crescendo no Brasil: em 2010, segundo pesquisa da Câmara Brasileira do Livro e da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, o número de exemplares vendidos cresceu 8%. Ainda assim, a médida de leitura no país ainda é baixa, apenas 1,8 livros por pessoa ao ano.



J.K. Rowling para adultos

23 de fevereiro de 2012 0

www.jkrowling.com, reprodução

A escritora britânica J.K. Rowling, mais conhecida como a criadora da saga Harry Potter, vai se aventurar no mundo da literatura para adultos. Ela fez o anúncio nesta quinta-feira, e também colocou a informação no seu site (

www.jkrowling.com), embora sem dar detalhes.

“Novos detalhes serão anunciados ainda este ano”, diz ela no site. À imprensa britânica, ela declarou apenas que esse será um livro “muito diferente” das aventuras do bruxinho.

'O Festim dos Corvos' na liderança

21 de fevereiro de 2012 0

 

Leya, reprodução

Lançado há pouco no Brasil, O Festim dos Corvos (editora Leya) — quarto volume da série As Crônicas de Gelo e Fogo, de George R.R. Martin — vem se destacando em todas as listagens de mais vendidos das últimas semanas. E ele não lidera apenas na categoria ficção: no último ranking do site especializado Publishnews, ele manteve a liderança geral.

Com 8.245 exemplares vendidos apenas na última semana analisada, coloca-se (bem) à frente de títulos como O X da Questão (de Eike Batista, editora), Um Dia (David Nicholls, editora Intrínseca), O Cemitério de Praga (Umberto Eco, Record), As Esganadas (Jô Soares, Companhia das Letras), Os Homens que não Amavam as Mulheres (Stieg Larsson, Companhia das Letras), Nietzsche para Estressados (Allan Percy, Sextante), A Privataria Tucana (Amaury Ribeiro Jr., Geração Editorial) e Steve Jobs (Walter Isaacson, Companhia das Letras), que o seguem na listagem, nessa ordem. O 10º lugar da lista, aliás, é do primeiro volume da saga, A Guerra dos Tronos.

Uma façanha e tanto para um livro de 644 páginas e preço de R$ 49,90.  Não é para menos que a série vem sendo comparada a O Senhor dos Anéis, de Tolkien, e sendo chamada de “a maior saga de fantasia da década”, como a denominou o Denver Post.



'Hugo Cabret' para ler

17 de fevereiro de 2012 0

Reprodução

O casamento entre litertura e cinema é algo que vem de tempo, geralmente com ótimos resultados — tanto em termos das produções em si quanto do incentivo à leitura das obras transpostas para a tela. Assim, a dica de leitura de hoje é A Invenção de Hugo Cabret, de Brian Selznick, cujaa versão cinematográfica estreia nesta sexta nos cinemas com direção de Martin Scorsese.


A história é uma fábula protagonizada por Hugo, um órfão de 12 anos que vive sozinho em uma estação de trem, cercado por relógios e por um robô quebrado, que quer consertar. Ele acabará por conhecer Méliès, um mágico que é dono de uma loja de brinquedos e que tem paixão por cinema.

Com numerosas referências à história da sétima arte, A Invenção de Hugo Cabret em versão filme teve 11 indicações para o Oscar — o maior número da premiação deste ano. Em livro, tem edição da Edições SM, com 533 páginas e preço médio de R$ 42. A capa é essa que ilustra o post.

A história da Festa em livro

16 de fevereiro de 2012 0

 

Reprodução

Uma nova edição do livro Festa da Uva – A Alma de um Povo, do jornalista e escritor Luiz Carlos Erbes terá lançamento oficial no sábado,  às 11h, no estande da prefeitura caxiense nos pavilhões da Festa da Uva.


A obra, que sai pela editora do Maneco, traz novidades em comparação à edição anterior do livro, lançada em 2010. Em capa dura, possui um projeto gráfico diferenciado e uma edição fotográfica 30% maior, com muitas imagens coloridas. O conteúdo também foi atualizado, com a inclusão das informações referentes à Festa da Uva 2010, inclusive trazendo imagens e fatos marcantes envolvendo as soberanas que até hoje são desconhecidos do público.

Erbes destaca que havia a preocupação de melhorar o aspecto visual para essa edição, por isso a maior valorização das imagens. A começar pela capa, que reproduz parte do mural Do Itálico Berço à nova Pátria Brasileira, pintado pelo italiano Aldo Locatelli e que se encontra na prefeitura.

Com 320 páginas, o livro Festa da Uva – A Alma de um Povo custará R$ 120.

Ftec doa livros à Biblioteca Municipal

15 de fevereiro de 2012 0

Mauro Camargo, divulgação

A Ftec Faculdades realiza hoje à tarde a entrega de cerca de 90 livros à Biblioteca Municipal Dr. Demetrio Niederauer, de Caxias do Sul.

Os livros foram arrecadados no final do ano passado durante uma campanha realizada no Parque dos Macaquinhos.

Dentre os títulos, estão clássicos da literatura moderna e da literatura brasileira contemporânea, além de enciclopédias e livros de variadas áreas do conhecimento.

Hoje tem 'Pinóquio' na Reinações

14 de fevereiro de 2012 0

Arte Karen Basso, divulgação

O cartaz aí ao lado é para lembrar que hoje à noite tem encontro da Confraria Reinações Caxias, que discutirá o livro Pinóquio, do italiano Carlo Collodi.

Aliás, reparem bem no cartaz: as mesmas informações sobre o encontro repetem-se em português e italiano. Isso porque, além da tradicional apresentação da obra em versão brasileira, o texto será tratado também no original.

A coordenação das discussões “à brasileira” será de Rogério Becker, e a parte em italiano estará a cargo de Lucí Barbijan.

Uma boa pedida para quem gosta de boas histórias, o encontro começa às 19h30min, na livraria Do Arco da Velha (Rua Os 18 do Forte, 1.690, Centro) , em Caxias do Sul, e tem entrada franca.

Aventuras de um pequeno ladrão

13 de fevereiro de 2012 0

Leya, reprodução

Está chegando às livrarias brasileiras, pela editora LeYa, Ladrão de Olhos — As Aventuras de Peter Nimble, livro de estreia do escritor canadense Jonathan Auxier.



O livro conta a história de um órfão cego que sobrevive nas ruas com pequenos roubos, até ser “adotado” pelo Sr. Seamus – um negociante de mendigos que coleciona órfãos e os treina para roubar tudo e a todos na cidade. Um dia ele rouba de um estranho viajante uma caixa, e nela encontra três pares de olhos mágicos.


Ao experimentar o primeiro par, Peter é levado para uma ilha secreta, onde terá a missão de resgatar um povo em apuros no perigoso Reino Desaparecido. Além das aventuras que irá viver — ao lado de seu novo amigo, um cavaleiro metade cavalo metade gato —, Peter descobre um mundo totalmente novo.

Ladrão de Olhos é uma divertida aventura do tipo capa e espada de um menino órfão, que aprende a enxergar a vida e descobrir o seu verdadeiro destino.


Com 424 páginas, o livro custa R$ 34,90.


'Mrs Dalloway' em edição especial

09 de fevereiro de 2012 1

Autêntica Editora, divulgação

Num dia de junho de 1923, Clarissa Dalloway sai para comprar flores para a festa que dará à noite. No caminho, pelas ruas de Londres, cruza com outros personagens da trama, como Septimus Warren Smith, que sofre com o trauma da guerra. Antes que o dia termine, ela também reencontra antigas paixões, como Peter Walsh e Sally Seton.

Esse é, em linhas gerais, um resumo de Mrs Dalloway, romance de Virginia Woolf (1822-1941) que acaba de ganhar uma edição especial pela Autêntica Editora, com dois volumes acondicionados em um estojo. Um dos volumes é o romance propriamente dito. O outro é uma espécie de livro de anotações ou de apontamentos que ganhou o título O Diário de Mrs Dalloway. Com desenhos de Mayra Martins Redin e frases selecionadas de Virginia Woolf sobre a leitura e a escrita, entre outros temas, o volume funciona como uma agenda.

Os volumes são apresentados em capas de tecido, com letras em baixo relevo branco. Nas folhas de guarda, um mapa estilizado de Londres em aquarela, com o itinerário de Mrs Dalloway no dia em que se passa a trama.

Mrs Dalloway vem com 272 páginas, e O Diário de Mrs Dalloway, com 144. O estojo com os dois volumes custa R$ 94.



Ferreira Gullar ganha o prêmio Moacyr Scliar

08 de fevereiro de 2012 1

Ronaldo Bernardi, banco de dados

O poeta maranhense Ferreira Gullar foi o vencedor da primeira edição do Prêmio Moacyr Scliar de Literatura, cujo resultado foi divulgado hoje. Ele levou o prêmio por Em Alguma Parte Alguma.

Receberam menção honrosa Em Trânsito, de Alberto Martins, A Vida Submarina, de Ana Martins Marques, Lar, de Armando Freitas Filho, e Aleijão, de Eduardo Sterzi.

O vencedor receberá R$ 150 mil, e a editora, a José Olympio, R$ 30 mil. Uma edição especial do livro, com tiragem de 5 mil exemplares, será distribuída a bibliotecas públicas do Rio Grande do Sul. 

O concurso recebeu 152 inscrições de todo o país. A próxima edição privilegiará contos.