Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de abril 2012

Oficina de teatro e literatura

30 de abril de 2012 0

Essa é para quem não fez feriadão e está em Caxias do Sul nesta segunda-feira: a partir das 19h, a jornalista Juliana Wexel ministra a oficina Teatro também se Lê, no Aristos London House.

Numa tentativa de despertar o gosto genuíno pela literatura dramática como gênero literário que é, as Medeias de Eurípedes, Sêneca, Christa Wolf e Chico Buarque se encontram para um be-a-bá sobre o universo da escrita e um exercício coletivo de leitura.

Juliana Wexel é jornalista, mestranda em Letras, Cultura e Regionalidade pela Universidade de Caxias do Sul. O custo da oficina é de apenas R$ 10.

Logo na sequência, às 20h30min, tem mais uma edição do bate-papo Órbita Literária, desta vez com o tema O Livro e Eu: uma Aproximação Possível, com Ana Cardoso e oficinandos de Leitura e Criação. Para o Órbita, a entrada é gratuita.

Inscrições e informações pelo (54) 9643.2299 ou nossemhora@gmail.com.

Por um país de leitores

28 de abril de 2012 0

Como prometido na coluna Palavra Escrita da revista Almanaque deste final de semana, detalhamos aqui no blog as ações dos quatro eixos estratégicos do Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL), anunciadas nesta semana pelo Ministério da Cultura (MinC) e pela Fundação Biblioteca Nacional (FBN), visando a meta de construir um país de leitores.

As ações previstas englobam várias frentes: promover o livro, a leitura, as bibliotecas e a criação e a difusão da literatura brasileira. Os investimentos somam R$ 373 milhões, e, no lançamento do PNLL, a ministra Ana de Hollanda declarou:

— A leitura não é um ato reflexo, aprendida naturalmente. É o resultado de uma sofisticada operação, aprendida ao longo de anos, e que, por isso mesmo, precisa ser cultivada cuidadosamente, para além dos muros da escola.

Para tal, salientou a ministra, é preciso uma boa e vasta literatura, de uma competente e ampla rede editorial e de divulgação.

— Necessitamos de um exército de mediadores de leitura, que dentro das bibliotecas e nos mais variados espaços ajudem sobretudo crianças e jovens a descobrirem a necessidade humana do prazer da leitura.

Vamos, pois, ao que está previsto para atingir a meta de incentivar a leitura no país:

 

Eixo 1 Democratização do Acesso – R$ 254,6 milhões

• Implantação de 359 bibliotecas públicas com telecentros e pequenos auditórios nas Praças de Esportes e Cultura (PEC), mediante repasse de recursos do PAC para as prefeituras.

• Obras de construção de 3 bibliotecas-parque e construção e/ou reforma de 4 bibliotecas de referência nos estados.

• Implantação de 81 novas bibliotecas municipais pelo Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas para zerar déficit de cidades sem bibliotecas, juntamente com prefeituras e Sistemas Estaduais de Bibliotecas Públicas, mediante distribuição de acervos, mobiliários e computadores.

• Implantação de 42 Bibliotecas Mais Cultura, com espaços para realização de diversas atividades culturais, mediante repasse de recursos a cidades de até 50 mil habitantes.

• Revitalização e modernização de 434 bibliotecas públicas, mediante convênio com estados e prefeituras para repasse de recursos financeiros e distribuição de acervos, mobiliários e computadores.

• Implantação de 30 pontos de leitura da Ancestralidade Africana em ex-quilombos e terreiros, mediante repasse de recursos financeiros e distribuição de acervos, mobiliários e computadores.

• Programa de Ampliação e Atualização dos Acervos de Bibliotecas de Acesso Público, com distribuição de 3,7 milhões de livros para 2,7 mil bibliotecas municipais, estaduais, comunitárias, rurais e pontos de leitura de 1.711 municípios.

 

Eixo 2 Fomento à Leitura e à Formação de Mediadores – R$ 56,2 milhões

• Ampliação do Programa Agentes de Leitura, com criação de 4 mil agentes, junto com o Ministério da Educação, para apoiar as bibliotecas escolares/comunitárias e a fomentar a leitura entre as famílias no campo. Com os novos convênios e desembolsos, serão, no total, 7.672 agentes atuando em 2012.

• Formação de 1,2 mil novos agentes mediadores de leitura em 40 encontros realizados pelos 74 comitês do Proler e, ainda, a implantação de 10 novos comitês em regiões ainda desassistidas.

• Projeto Cidadania & Leitura, com a formação de 400 agentes mediadores de leitura para atuar em bibliotecas comunitárias, pontos de leitura e promover em ações de leitura em comunidades atendidas por 20 comitês do Proler, dentro das comemorações de seus 20 anos de fundação.

• Prêmio Vivaleitura, para identificar, reconhecer e valorizar projetos sociais de leitura, bibliotecas públicas, comunitárias e escolares (com distribuição de prêmios em dinheiro para os melhores colocados), completando neste ano 14 mil ações catalogadas no país.

• Implantação do Cadastro Nacional de Bibliotecas de Acesso Público, com cadastramento, em 2002, de um total de 75 mil bibliotecas municipais, estaduais, comunitárias, rurais e escolares.

• Término da Implantação do Portal do Livro FBN, constituído pelo Cadastro Nacional de Livros de Baixo Preço (12 mil títulos inscritos), Cadastro Nacional de Editoras (400 editoras) e Cadastro Nacional de Pontos de Venda (700 pontos de venda e 40 distribuidoras), para apoiar as políticas de barateamento do livro.

• Implantação do novo sistema de administração do ISBN, com operações online para apoiar a expedição de registros, em 2012, de 90 mil obras, bem como 11 mil códigos de barras e 3 mil novos cadastros de editores corporativos e/ou independentes.

• Programa de Formação de Pessoal para Bibliotecas, com cursos presenciais e/ou à distância que vão atender 2,8 mil bibliotecários e gestores. Outros 1,1 mil profissionais participarão, em 2012, dos cursos, seminários, encontros e painéis para oferecer maior qualificação na área.

• Edital de Bolsas de Pesquisa da Fundação Biblioteca Nacional para estudos e pesquisas qualitativas sobre o comportamento leitor da população brasileira, a partir dos resultados da Retratos da Leitura no Brasil (10 bolsas em 2012).

 

Eixo 3 Valorização Institucional da Leitura e de Seu Valor Simbólico – R$ 8 milhões

• Apoio à implantação de Planos Estaduais e Municipais de Livro e Leitura.

• Campanha de Leitura Leia Mais, Seja Mais, com ações para fomentar a leitura em 78 jornais e revistas, internet e emissoras de rádio e televisão em âmbito nacional.

 

Eixo 4 Fomento à Cadeia Criativa e à Cadeia Produtiva do Livro – R$ 54,9 milhões

• Projeto Caravana de Escritores, com a realização de 175 caravanas que vão rodar o país, integradas por autores nacionais e de cada localidade, totalizando mais de 500 encontros e bate-papos com os escritores em festivais de literatura, escolas, bibliotecas e feiras de livro. Para fazer frente ao chamado Custo Amazônico, os estados da Amazônica Legal receberão 30% a mais.

• Concessão de Prêmios de Literatura (como o Prêmio Camões, o principal da língua portuguesa, e o Prêmio Biblioteca Nacional de Literatura, que deve receber 1 mil inscrições em 8 categorias em 2012).

• Bolsa Biblioteca Nacional/Funarte de Criação Literária e Bolsa Biblioteca Nacional/Funarte de Circulação Literária, totalizando 50 bolsas para apoiar a criação literária e a circulação dos escritores das diversas regiões do país pelo território nacional.

• Apoio à literatura de Cordel, finalizando o repasse de recursos, mediante chamada pública, a 200 instituições e autores cordel.

• Implantação do novo sistema de registros de obras do Escritório de Direitos Autorais (EDA), com registro de 40 mil obras em 2012.

• Organização do Calendário Nacional de Feiras de Livros, com 200 eventos em 2012, sendo a maioria com apoio do Ministério da Cultura (67 feiras e bienais do Circuito Nacional de Feiras de Livro apoiadas com repasse de recursos financeiros, 40 enquadradas na Lei de Incentivo à Cultura e outras, ainda, apoiadas com as Caravanas de Escritores).

• Projeto Livraria Popular, com a criação de 700 pontos de venda de livros de baixo preço e formação de 1,3 mil micros e pequenos varejistas do livro em cursos de educação a distância.

• Programa de Apoio às Livrarias Independentes, com repasse de recursos, mediante chamada pública, para 38 pequenas e médias livrarias para que possam investir em programação cultural e desenvolvimento de leitores.

• Programa de Internacionalização do Livro e da Literatura Brasileira, com ampliação do número de bolsas concedidas (150 novas em 2012, além de outras 70 em andamento), implantação, em 2012, do Colégio de Tradutores (seis residentes e 160 participantes de atividades), do intercâmbio de 40 autores nacionais no exterior para divulgar suas obras e publicação de revista internacional de literatura brasileira em inglês e espanhol.

• Calendário de homenagens ao Brasil até 2020 (Bogotá/2012; Frankfurt/2013, Bolonha e Paris/2014) e ampliação da participação nas principais feiras de livros internacionais, para ampliar a presença da literatura brasileira no exterior, inclusive com realização de grandes exposições.

• Lançamento de Coleção de Clássicos Brasileiros no formato ebook, com a disponibilização para as bibliotecas digitais e leitores de ebooks de 100 obras de autores nacionais em domínio público.

• Apoio a projetos de bibliotecas, promoção da leitura, feiras de livros e literatura para utilização da Lei de Incentivo à Cultura, com pelo menos 750 projetos enquadrados e aptos para captação em 2012.



Contos gauchescos nas escolas

27 de abril de 2012 0

 


 

L&PM, reprodução

Mais um projeto bacana da L&PM Editores, desta vez em parceria com a Panvel e o Sesc: 3 mil exemplares do livro Contos Gauchescos e Lendas do Sul, de Simões Lopes Neto, serão distribuídos nas escolas da rede pública no interior do Estado.

 

 

Segundo o blog da L&PM, a ação faz faz parte do projeto 100 Anos de Contos Gauchescos, voltado a desenvolver entre os jovens o gosto pela leitura. O livro integra a coleção L&PM Pocket e ganhou edição especial para celebrar o centenário de sua publicação, com nova capa.


Novo romance de Assis Brasil sai em agosto

26 de abril de 2012 1

Ricardo Chaves, banco de dados

Tem novo livro do escritor gaúcho Luiz Antonio de Assis Brasil saindo do forno: segundo o blog da L&PM, ele acaba de entregar à editora o romance Figura na Sombra. O livro será o quarto e último livro da série Visitantes ao Sul, do qual fazem parte O Pintor de Retratos (2001), A Margem Imóvel do Rio (2003) e Música Perdida (2006).

O novo romance, que deverá ser lançado em agosto, tem como protagonista o médico e botânico francês Aimé Bonpland. De botânico de Napoleão, ele acaba como estanceiro em São Borja, na fronteira entre Brasil e Argentina, numa história que tem as variadas formas do amor como temática — não só o amor erótico, mas também o amor à natureza e à ciência, entre outros.

 O interessante é que Bonpland é uma figura real, tal qual outro personagem importante da história, Alexander von Humboldt, outro famoso naturalista do Século 19.



Livros para download

25 de abril de 2012 0

Blog da Biblioteca Nacional, reprodução

Olhem só que legal: para comemorar a Semana do Livro, a Fundação Biblioteca Nacional está disponibilizando livros para download no seu blog.

Hoje, dá para baixar a primeira edição de um dos maiores clássicos da literatura brasileira, Dom Casmurro, de Machado de Assis, diretamente do acervo de obras raras da instituição.

Também tem lá Duas Viagens ao Brasil, de Hans Standen (também primeira edição), e um tesouro da literatura portuguesa, Os Lusíadas, de Luis de Camões.

Ficou interessado? Então, acesse http://blogdabn.wordpress.com/.

Um anti-herói do policial

25 de abril de 2012 0

Reprodução

Acaba de chegar às livrarias, pela L&PM Pocket, um ícone da literatura policial: Arsène Lupin — Ladrão de Casaca (208 páginas, R$ 16), do escritor francês Maurice Leblanc (tradução de Paulo Neves).


O personagem Arsène Lupin nasceu em 1907, e é um ladrão impossível de capturar, galante e sedutor, guiado apenas pelo prazer do desafio. Um anti-herói que, em alguns casos, até mesmo ajuda a polícia, e que já foi definido como um Robin Hood francês.

O livro reúne nove contos, começando com A Detenção de Arsène Lupin. Na história, a alta sociedade francesa diverte-se a bordo do transatlântico Provence, quando chega a notícia: Arsène Lupin viaja disfarçado entre os passageiros. É a chance de o Inspetor Ganimard prender o homem capaz de realizar crimes perfeitos e fugas espetaculares.

Nova Petrópolis celebra os livros

24 de abril de 2012 1

Vitor e Sabrina com seu haikai sobre a Semana do Livro (foto: Marco Dieder, divulgação)

Conhecida por suas numerosas ações de incentivo à leitura, Nova Petrópolis não poderia deixar passar em branco a Semana do Livro. Nos últimos dias, em ações encerradas hoje, a Biblioteca Pública Municipal Profª Elsa Hoffstätter da Silva trabalhou junto a 280 alunos de 6ª série / 7º ano do município com textos de dois escritores: Annie Müller e Mário Quintana. 

Além de conhecerem mais sobre as publicações dos dois autores, os alunos foram desafiados a escreverem uma poesia Haikai, de origem japonesa, que tem somente três linhas. Na Escola Pedro Beck Filho, da localidade de Linha Temerária, interior de Nova Petrópolis, Vitor de Oliveira Minuzzo e Sabrina Larissa Malakowaky (foto), ambos com 11 anos, fizeram uma Haikai tendo como tema a Semana do Livro: “Semana do Livro tão bela e graciosa faz a gente viajar em histórias.”


Os dois são leitores assíduos. Vitor diz gostar de suspense e Sabrina de terror. Sobre a Semana do Livro, os dois são unânimes em afirmar “que conhecendo a vida dos escritores acaba se entendo melhor os livros também”.


Para a coordenadora das atividades, a Semana do Livro é mais uma ação do macro projeto Cidade Leitora, que visa criar laços cada vez mais firmes entre livros e leitores.


— E nosso papel está em mostrar o quão mágico pode ser o mundo que está nas obras literárias — salienta a bibliotecária Susana Carrasco.


'The Casual Vacancy' sai mesmo pela Nova Fronteira

24 de abril de 2012 1

No post anterior, contei que a Nova Fronteira e a Agir haviam tuitado que publicariam o novo livro de J.K.Rowling, seu primeiro romance adulto, The Casual Vacancy, e depois os tweets haviam sumido. Agora, entraram novos tweets da Nova Fronteira, repetindo a informação.

A Nova Fronteira também enviou um e-mail à imprensa confirmando o contrato com J.K. Rowling (os livros anteriores dela, da saga Harry Potter, haviam saído no Brasil pela Rocco). Ainda não foi divulgado o nome em português do romance, sobre uma cidadezinha em pé de guerra depois da morte de um vereador, que tem lançamento mundial em setembro.

Romance de J.K. Rowling no Brasil

24 de abril de 2012 0

Estou curiosa: há cerca de 10 minutos, entraram simultaneamente no Twitter mensagens da Nova Fronteira e da Agir dizendo “NOTÍCIA EXCLUSIVA!!! Publicaremos no Brasil o primeiro livro adulto de J. K. Rowling, “The Casual Vacancy”, romance político de humor negro.”

As duas editoras são do grupo Ediouro. Entrei no site da Nova Fronteira, e tinha lá, na coluninha dos posts no Facebook, a mesma informação. Mandei mensagem para as editoras, no Twitter mesmo, perguntando por qual delas, afinal, sairia o livro da conhecida autora de Harry Potter.

Eu estava fazendo um post aqui no blog sobre o assunto, quando, de repente, os tweets sumiram do meu Tweetdeck. Também não está mais a informação no site da Nova Fronteira.

Será que foi uma “barrigada”, como dizemos na linguagem jornalística para uma informação não confirmada?

'O Senhor das Moscas' na Confraria Reinações

24 de abril de 2012 0

 

Karen Basso, reprodução

Esta terça-feira é dia de encontro da Confraria Reinações Caxias. O grupo, que se reúne mensalmente para discutir literatura infanto-juvenil, se encontra às 19h30min na livraria Do Arco da Velha para debater o livro O Senhor das Moscas, de William Golding.

O livro, publicado originalmente em 1954, foi adaptado para o cinema em 1963 e novamente em 1990. A obra retrata a selvageria de um grupo de crianças inglesas alunas de um colégio interno quando se veem presas em uma ilha deserta sem a supervisão de adultos, e costuma ser lembrada como um clássico da literatura do pós-guerra, ao lado de A Revolução dos Bichos e O Apanhador no Campo de Centeio. Detalhe: o autor foi vencedor do Nobel de Literatura em 1983.

O encontro, que é aberto ao público e gratuito, será coordenado pelo escritor Uili Bergamin.