Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de outubro 2013

Amanhã é dia de 'O Chamado do Cuco'

31 de outubro de 2013 0
Reprodução

Reprodução

Amanhã é 1º de novembro, data em que 125 mil exemplares do romance policial O Chamado do Cuco (Rocco, 448 páginas), de Robert Galbraith, chegam às livrarias brasileiras. 

Para aqueles que não têm acompanhado as notícias do mundo literário nos últimos meses, vale lembrar que esse escritor até então inédito é na verdade ninguém menos que a famosíssima J.K. Rowling, autora dos sete livros da série Harry Potter e do romance Morte Súbita.

Então, para quem não quis se arriscar na edição em inglês — que já estava nas livrarias há alguns meses, ao menos desde que vazou a informação sobre quem se escondia sob aquele pseudônimo —, agora já dá para conferir essa investida de Rowling num novo gênero.

O livro está saindo simultaneamente com versões em capa dura (R$ 49,50), brochura (R$ 39,50) e e-book (R$ 27,50). 

Nesta quinta, na Feira do Livro de Farroupilha

31 de outubro de 2013 0

Já visitou a Feira do Livro de Farroupilha, que segue até amanhã no Clube do Comércio, das 9h às 21h?

Além dos livros, com 10% de desconto, há várias atrações, principalmente teatrais. Confira a programação desta quinta:

9h – Teatro de sombra A Divina Comédia, adaptação da obra de Dante Alighieri, e Os Miseráveis, de Victor Hugo – EMEF Angelo Chiele

10h30min – Teatro com dança As Mil e Uma Noites, da EMEF Angelo Chiele

14h – Peça Teatral Infantil Branca de Neve no Mundo da Floresta Encantada, pelos Músicos de Bremen, da EMEF Angelo Chiele

15h30min – Peça Teatral Tesouro de Emília, 7º Ano e apresentações musicais da EMEF Nossa Senhora de Caravaggio

18h -Lançamento da Oficina e do Blog de Produção Textual do Projeto Caminhos da Leitura

18h30min – Lançamento e Sessão de Autógrafos do livro Comissárias de Voo & suas histórias de vida, da escritora Rosa Maria Custodio.

19h30 – Premiação do XI Concurso Regional de Contos, Crônicas e Poesias Oscar Bertholdo

'Doctor Sleep', de Stephen King, lidera os mais vendidos do NYT

30 de outubro de 2013 0
Reprodução

Reprodução

Enquanto por aqui recém chegou o livro Novembro de 63, lançado há dois anos nos Estados Unidos, outro livro do mestre Stephen King lidera a listagem de best-sellers do The New York Times: Doctor Sleep, a esperada continuação de O Iluminado.

Segundo a lista, que será publicada na edição impressa do The New York Times Book Review do dia 3 de novembro mas já está disponível no site do NYT, Doctor Sleep lidera entre as tradicionais edições de capa dura, e fica em quarto lugar quando se analisam as vendas conjuntas de edições impressas e e-books.

O “doctor Sleep” do título é ninguém menos do que Dan Torrance, o menininho de O Iluminado — agora adulto e atormentado pelos terrores vividos na infância, quando seu pai alcoólatra enlouqueceu no isolado Hotel Overlook. O apelido se deve a sua ocupação: ele usa os poderes que lhe restaram para dar conforto a pessoas que estão morrendo.

Os fantasmas do passado de Dan retornam com mais força quando seus caminhos cruzam os de Abra Stone, uma criança de 12 anos que tem o maior “brilho” que ele já viu, e os dos The True Knot, uma tribo aparentemente inofensiva mas que na verdade é formada por quase-imortais que vivem de sugar os poderes que as crianças “iluminadas” liberam quando são torturadas até a morte.

Agora é torcer para que Doctor Sleep chegue ao Brasil um pouquinho mais rápido do aconteceu com Novembro de 63

 

Nesta quarta na Feira do Livro de Farroupilha

30 de outubro de 2013 0

Se você mora em Farroupilha, não perca a 28ª Feira do Livro da cidade, que se iniciou na segunda-feira e segue até sexta no Clube do Comércio. A Feira funciona das 9h às 21h.

Além da venda de livros com 10% de desconto pelos sete livreiros que instalaram suas bancas no clube, tem também uma diversificada programação cultural, a cargo principalmente das escolas.

Confira as atrações desta quarta-feira:

9h: Peça teatral Romeu e Julieta, da EMEF Padre Vicente Bertoni

10h30min: Apresentações musicais e ginástica olímpica da EMEF Nossa Senhora Medianeira

14h: Peça teatral Dona Baratinha, declamação e dança mirim da EMEF Zelinda Rodolfo Pessin

14h30min: Contação de histórias com a escritora Marta Troian Pulita

16h: Lançamentos dos livros Depois do Fim, das alunas Vanessa Specht e Dara Kuiava, e Corações Partidos, da aluna Nathália Salermo, do Colégio Estadual Olga Brentano

17h30min: Lançamento e sessão de autógrafos do livro Viva Entre o Céu e a Terra, do escritor Dino José Dorigon.

18h30min: Lançamento dos livros Entre certos e loucos: Eu sinto, eu penso além do que meus olhos veem…, produzidos pelos alunos da 8ª série, e Além da realidade, das alunas Danieli Mutzenberg e Paula Caroline Werner da EMEF Nova Sardenha

19h30min: Show de humor Me dá uma raiva,do escritor Edgar Salvi

20h15min – Sessão de autógrafos do livro Me dá uma raiva, do escritor Edgar Salvi

Hoje é Dia Nacional do Livro

29 de outubro de 2013 0
Stock.xchng, divulgação

Stock.xchng, divulgação

Hoje, 29 de outubro, é Dia Nacional do Livro. A data lembra a transferência da Real Biblioteca Portuguesa para o Brasil, em 1810, originando a Biblioteca Nacional. Dois anos antes, em 1808, o país começara a editar livros, sendo o romance Marília de Dirceu, do escritor português Tomás Antônio Gonzaga, a primeira obras impressa pela Imprensa Régia, fundada por Dom João VI.

Muito mudou nestes dois séculos desde então, com uma maior alfabetização da população, edição de milhares de títulos anuais e criação de bibliotecas, livrarias e editoras por todo o país. Atualmente, segundo dados do Instituto Pró-Livro, metade da população brasileira, ou cerca de 88,2 milhões de pessoas, são leitores, e na média o brasileiro lê quatro livros por ano.

São dados animadores, avalia o Instituto Pró-Livro. Mesmo assim, eu já disse outras vezes aqui no blog, e repito: ainda acho pouco. Se metade da população é leitora, a outra metade ainda não é, apesar da maior facilidade de acesso ao livro que se tem hoje. E a média de quatro livros ao ano, ou um a cada três meses, convenhamos, é baixa — até porque, felizmente, há os que leem muito mais, fazendo a média se elevar, o que significa que alguns dos que se declaram leitores não ultrapassam um ou dois títulos ao ano.

É um começo, claro, mas creio que o país ganharia muito em cultura e desenvolvimento se esses índices crescessem. Há boas perspectivas, uma vez que as crianças costumam estar entre os que mais procuram o prazer dos livros. Torçamos para que, quando elas crescerem, mantenham esse hábito tão saudável.

***

Falando nisso, o que você está lendo no momento? Aproveite a data e deixe aqui uma dica de leitura, falando um pouco de um bom livro que está lendo ou que leu nos últimos tempos!

Nesta terça na Feira do Livro de Farroupilha

29 de outubro de 2013 0

E a 28ª Feira do Livro de Farroupilha prossegue, com as bancas de livreiros instaladas no Clube do Comércio e descontos de 10%.

Hoje pela manhã já teve palestra show com o escritor Kalunga, e a programação segue à tarde, com várias atrações. As bancas ficam abertas até as 21h, e a feira segue até sexta.

Confira o que rola ainda hoje na Feira:

13h45min: Grupo de Danças da 8ª série da EMEF Presidente Dutra

14h: Show poético musical infantil A Melodia da Imaginação, com o escritor
Kalunga.

16h: Roda de conversa e sessão de autógrafos do livro Mulheres do Interior, das autoras Fernanda Tomasi e Marciele Bertoldi Scarton

18h: Sessão de autógrafos do livro Educação e suas antefaces, da escritora Tatiana Novello

19h30min: Peça teatral Vida Fora da Gangue, com o Grupo Farroupilha de Artes Cênicas

 

Hoje tem Órbita Literária...

28 de outubro de 2013 0

Encerrando um mês dedicado à discussão da crônica, o bate-papo Órbita Literária recebe hoje o escritor Marcos Fernando Kirst e o grupo que participou, nas segundas-feiras de outubro, da oficina A Ressignificação do Cotidiano pelo Olhar do Cronista, por ele ministrada.

Eles irão apresentar o que produziram durante o mês, com textos descortinando o cotidiano sob diversos ângulos.

O Órbita Literária começa às 20h, na Do Arco da Velha Livraria e Café (Rua Os 18 do Forte, 1.690), em Caxias do Sul, e tem entrada franca.

 

Farroupilha abre sua 28ª Feira do Livro

28 de outubro de 2013 0
Reprodução

Reprodução

Começa hoje a 28ª Feira do Livro de Farroupilha. A abertura oficial será às 9h, no Clube do Comércio, que sedia até sexta-feira, sempre das 9h às 21h, as sete bancas de livreiros e a maior parte das atividades.

A patrona desta edição é Dolores Maggioni, e o escritor homenageado, Dino José Dorigon. Entre as atrações estão leitura em vitrine, exposição artístico-literária, lançamentos e sessões de autógrafos, troca-troca de livros, contação de histórias, mostra de talentos, feira de artesanato e atividades lúdicas

Confira a programação do dia: 
9h – Cerimônia Oficial de Abertura da 28ª Feira do Livro de Farroupilha
10h – Peça teatral O Enfermeiro, de Machado de Assis – 8ª série e peça teatral Julieta e Romeu? – 8º Ano – EMEF Oscar Bertholdo
13h45min – Apresentação da Banda Águia da EMEF Antonio Minella
14h15min- Invernada de Danças e Declamação da EMEF Antonio Minella
14h50min – Coral da EMEF João Grendene
15h30min – Oficina História do RS – Leandro Ávila
17h30min – Apresentação da Escola Pública de Música de Farroupilha
18h – Lançamento e sessão de autógrafos do livro Viagem à Ilha, do escritor Roque Jr.
19h – Cine Arte, adaptação de contos literários para a linguagem cinematográfica, dos alunos 2º e 3º Ano do Curso Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia
20h – Lançamento e sessão de autógrafos do livro Afeto e Aprendizagem, escrito por Beatriz Ferronato, Kátia Pereira, Laura Callegari, Marinês Sartor e organizado por Elisiane Quilante

Resenha: 'A Morte é Minha Amante'

27 de outubro de 2013 0
Reprodução

Reprodução

Gosto de ler lançamentos, mas também sou fascinada por aqueles livros antigos, amarelados, que encontramos nos sebos e, por vezes, guardam ótimas histórias. É o caso dessa edição antiga de A Morte é Minha Amante, de Ruth Rendell, uma edição de banca datada de 1981, da Abril, série Os Melhores Policiais de Todos os Tempos — pesquisei e não consegui encontrar nenhuma edição mais nova, mas pode ser que exista.

Deixando de lado a aparência física da obra, que não lembro mais onde comprei (provavelmente num balaio de alguma feira do livro), o enredo é Ruth Rendell em sua melhor forma. Para quem não a conhece, vale lembrar que a escritora inglesa de 83 anos, considerada por alguns como sucessora de Agatha Christie, é autora de mais de 50 romances policiais, com títulos como Um Assassino Entre Nós, Unidos para Sempre e Carne Trêmula.

Vamos, pois, ao livro. Em A Morte é Minha Amante, encontramos Arthur Johnson, que parece para todos a perfeita imagem da respeitabilidade. Solteiro, cinquentão, mantém a casa imaculada e jamais se atrasa para o trabalho. Ele tem, entretanto, uma obsessão secreta: de tempos em tempos, estrangula um manequim que mantém escondido no porão do prédio onde mora, fantasiando que está num beco escuro, estrangulando uma mulher.

Tudo se complica quando chega um novo morador do prédio, coincidentemente com um nome parecido com o dele, Anthony Johnson. O problema é que a janela do “outro Johnson” dá para o pátio pelo qual Arthur acessa o porão, e ele não quer dar motivo à curiosidade do novo vizinho.

Enquanto isso, Anthony também vive seus dramas, à espera de uma carta de sua amada Helen — mulher casada com quem ele mantém um caso e da qual exigiu uma decisão definitiva quanto a continuar com o marido ou vir se junta a ele. Só que Helen endereça suas cartas apenas a “A. Johnson”…

Mas o pior ainda está por vir: de repente, a “dama pálida” desaparece do porão, e Arthur precisa de uma substituta para sua obsessão. Além disso, fica com muita raiva de Anthony, a quem culpa pela perda…

Enfim, posso garantir que, se você gosta de boas tramas policiais a leitura vale a pena. Nem que tenha de recorrer a sebos virtuais para encontrar o livro.

Todas as cartas de amor são ridículas?

24 de outubro de 2013 0
Reprodução

Reprodução

Todas as cartas de amor são ridículas, escreveu Fernando Pessoa, mas confessou: também escreveu as suas.

Quem tinha vontade de saber como seriam essas “ridículas” cartas do poeta português pode saciar essa curiosidade com o livro Cartas à Ophelia, que reúne a correspondência amorosa por ele endereçada a sua amada.

Nas cartas, Pessoa narra seus pequenos acidentes domésticos, seus contratempos diários, suas indisposições físicas, sua perseguição de um sentido de normalização, além de deixar transparecer suas obsessões.

Com prefácio de Antonio Tabucchi e ilustrações de António Seguí, o livro tem edição da Biblioteca Azul. Com 160 páginas, custa R$ 34,90.