Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de fevereiro 2014

100 milhões de tons

28 de fevereiro de 2014 0
Reprodução

Reprodução

Não, a onda da literatura erótica não acabou, apenas está um pouco menos ruidosa. Os lançamentos seguem aparecendo _ vide o novo livro de Sylvia Day, Enfeitiçados pelo Desejo, que chega agora em março no Brasil pela editora Leya, com tiragem inicial de 20 mil exemplares.

E a trilogia que deu início à febre dois anos atrás, Cinquenta Tons, da inglesa E.L. James, segue firme e forte. Segundo nota no site Publishnews, os três livros da série — Cinquenta Tons de Cinza, Cinquenta Tons Mais Escuros e Cinquenta Tons de Liberdade — já venderam 100 milhões de exemplares no mundo todo.

No Brasil, as vendas passaram de 1 milhão. Isso que o filme com Christian Grey ainda nem foi lançado…

Hoje tem happy hour literário em Caxias

28 de fevereiro de 2014 0

O final da tarde de hoje será de conversa e literatura na Do Arco da Velha Livraria e Café (Rua Dr. Montaury, 1.570), em Caxias do Sul.

A partir das 17h30min, a livraria sedia o Happy Hour Literário, um bate-papo sem hora para acabar para escritores e leitores conversarem sobre processos criativos e a vida de escritor.

Já estão confirmadas as presenças dos escritores caxienses Suzy M. Hekamiah, Fernando Bins e Greice Martinelli e da paulista Simone Marques.

Para quem quiser entrar na conversa, fica o convite.

Dia para lembrar Moacyr Scliar

27 de fevereiro de 2014 0
Roni Rigon, banco de dados

Roni Rigon, banco de dados

Há tempo não falo de efemérides por aqui… Mas este 27 de fevereiro não poderia passar em branco, pois marca os três anos da morte de um dos mais conhecidos (e reconhecidos) escritores gaúchos, Moacyr Scliar, falecido em 2011.

O médico e escritor, membro da Academia Brasileira de Letras (ABL), deixou um legado de mais de 80 livros em diversos gêneros, incluindo romance, infantojuvenil, crônica, ensaio, conto, etc. Entre seus títulos estão O Carnaval dos Animais (contos, de 1968), Mês de Cães Danados (romance, 1977), O Centauro no Jardim (romance, 1980), Cavalos e Obeliscos (Juvenil, 1981), Minha Mãe não Dorme enquanto eu não Chegar (crônicas, 1995).

Ele também é autor de Max e os Felinos, romance lançado em 1981 e que teria inspirado A Vida de Pi, livro do canadense Yann Martel transformado no filme As Aventuras de Pi — houve até polêmica envolvendo essa “coincidência”.

Outro livro, voltado aos adolescente e do qual já falei por aqui, é Ciumento de Carteirinha.

E se você ainda não tiver leitura para o feriadão que está chegando, ficam aí algumas dicas…

 

Paulo Coelho com novidade em breve (e firme na lista do NY Times)

25 de fevereiro de 2014 0
Reprodução

Reprodução

O escritor brasileiro Paulo Coelho está preparando um novo livro para este ano. Segundo o blog do autor, o romance Adultery (Adultério, em português) será publicado em agosto nos Estados Unidos — não encontrei informações sobre quando ele sai no Brasil.

E a capa da edição em inglês de O Alquimista não está aí ao lado à toa. Embora o eterno mago não tenha aparecido recentemente nas listas de mais vendidos no seu país natal, ele segue firme e forte na terra de Tio Sam. Por lá, ele chegou à 291ª semana entre os best-sellers do The New York Times, mais prestigiada lista de mais vendidos do mundo.

Na listagem que será publicada na edição do próximo domingo (e que é antecipada no site do NY Times), The Alchemist aparece em 13º lugar em paperback trade fiction (categoria que inclui livros um pouco maiores e com uma qualidade melhor em relação aos tradicionais paperbacks).

Com um detalhe: a obra ganhou um asterisco, que indica livros cujas vendas são pouco distinguíveis das do livro classificado acima — no caso, Cinquenta Tons de Liberdade, de E.L. James.

Nada mau para um escritor para quem muitos brasileiros insistem em torcer o nariz.

O novo livro de Paulo Ribeiro

24 de fevereiro de 2014 0
Reprodução

Reprodução

Atenção, leitores: já está disponível para download (gratuito!) o novo livro de Paulo Ribeiro, O Cabelo de Dalila, editado pela Belas-Letras apenas em e-book.

O escritor, professor e jornalista postou hoje no Facebook, na página do evento que criou para divulgar o romance, o link para a obra. Confere lá no Face, ou clique aqui, e prestigie a literatura feita em Caxias do Sul!

Na trama, um escritor frustrado aproveita uma manhã chuvosa para refletir sobre sua obra e sua vida, enquanto tem, deitada a seu lado, a Dalila do título, sua mulher, que ele passou a odiar.

A ideia de Paulo Ribeiro, com O Cabelo de Dalila, foi fugir um pouco do regionalismo que marcou suas obras mais recentes.

Ah: a julgar pelo número de “presenças confirmadas” no lançamento virtual — 1.218 até agora —, o livro será um sucesso!

A volta de George R.R. Martin

21 de fevereiro de 2014 0
Reprodução

Reprodução

Depois de um tempo sumido das listas de mais vendido, George R. R. Martin está de volta — e vem com tudo. Seu novo livro, O Cavaleiro dos Sete Reinos (LeYa, 416 páginas, R$ 49,90), abocanhou o 5º lugar no ranking de ficção divulgado hoje pelo site especializado Publishnews, além do nono lugar na lista geral.

Ao todo, foram 2.585 exemplares vendidos na semana, ainda abaixo de três títulos de John Green e de A Menina que Roubava Livros, de Markus Zusak, mas com a promessa de subida — ao menos se se levar em conta o sucesso dos livros anteriores de Martin, da saga As Crônicas de Gelo e Fogo.

O Cavaleiro dos Sete Reinos, aliás, passa-se no mesmo universo ficcional da saga, mostrando “o que aconteceu 90 anos antes de A Guerra dos Tronos“, primeiro livro da série.

Alguém aí duvida que esse 5º lugar é só o começo?

Biblioteca de Veranópolis em novo local

21 de fevereiro de 2014 0
Kid Sangali, divulgação

Kid Sangali, divulgação

Os leitores de Veranópolis, na Serra gaúcha, contam desde o último dia 13 com novas instalações da Biblioteca Pública Mansueto Bernardi, agora localizada no hall de entrada da Sociedade Alfredo Chavense (Rua Pinheiro Machado, 770). O novo espaço funciona de segunda a sexta-feira, das 8h30min às 17h30min, sem fechar ao meio-dia.

Lá, os leitores podem desfrutar de um acervo de 26 mil livros, que está sempre se renovando. Entre as aquisições do último mês, por exemplo, estão obras como Chá de Sumiço, mais recente lançamento de Marian Keyes, A Redenção de Gabriel, de Sylvain Reynard, Tesouro Secreto, de Nora Roberts, Dexter é Delicioso, de Jeff Lindsay, Como Salvar um Vampiro Apaixonado, de Beth Fantaskey, Você Faz o Amanhã, de Marcelo Cezar, e Jesus, o Homem mais Sábio que já Existiu, de Steven K. Scott.

Para quem mora na cidade mais ainda não é sócio, é fácil: basta levar um documento de identidade e um comprovante de endereço, e a associação está feita.

Além do empréstimo de livros, há espaço para a leitura de jornais e revistas (cerca de 12 títulos diferentes), computadores para acesso à internet e Hora do Conto para a criançada. Prestes a completar 44 anos, em março, a biblioteca também se prepara para lançar o 17º Concurso Literário Mansueto Bernardi, que tem âmbito nacional e visa valorizar e descobrir talentos literários.

Huxley, sempre fundamental

20 de fevereiro de 2014 0
Reproduções

Reproduções

Quem ainda não leu Admirável Mundo Novo, de Aldous Huxley, tem agora uma nova oportunidade de conferir esse clássico sobre um estado autoritário e controlador, publicado em 1932. O livro é uma das três obras do autor que acabam de ganhar reedição, com nova identidade visual, pela Biblioteca Azul. Os outros dois, que também têm as capas reproduzidas acima, são Contraponto e Contos Escolhidos.

Em Admirável Mundo Novo (312págs., R$ 39,90), encontramos um mundo futurístico em que tudo é controlado cientificamente, até a reprodução humana. A tecnologia e a racionalidade se tornaram a nova religião, e a ciência está acima de tudo. Uma droga consumida por todos ajuda a evitar dissidências, mas quando um dos cientistas tem contato com os moradores da Reserva Selvagem, onde ainda vivem como antigamente (inclusive têm filhos de forma natural, o que não mais acontece na nova sociedade), ele começa a questionar certos valores tidos como certos. 

Contraponto (688págs., R$ 59,90) mostra o desencontro entre as pessoas, a frieza nas relações, a dificuldade de expressão, e o mundo avassalador que incita os homens e ao mesmo tempo os afasta. O mosaico de personagens é agrupado em núcles, que vão de uma aristocracia decadente a ricos emergentes na sociedade inglesa do início do século 20. 

O terceiro livro, Contos Escolhidos  (548págs., R$ 59,90), reúne 21 contos nos quais é possível reconhecer a semente daquilo que, nos romances posteriores, iria caracterizar o típico narrador huxleyano: a crítica à afetação intelectual da elite inglesa e a exposição do tédio e do vazio de uma vida desprovida de sentido prático em tempos difíceis.

Ah: os três livros também têm versões em e-book, com preços de R$ 27,90 para Admirável… e de R$ 41,90 para cada um dos outros dois.

A noite será de poesia em Nova Petrópolis

20 de fevereiro de 2014 0

Amantes da poesia têm um encontro marcado, hoje à noite, em Nova Petrópolis, na Serra gaúcha. A partir das 19h30min, o Cine Imigrante, situado na Galeria do Imigrante (Av. XV de Novembro, 1.883), no centro da cidade, sedia o 1º Sarau Temático, que abordará esse gênero literário.

Promovido pela livraria Notre Dame, o sarau terá como tema Por Que e Para Que Poesia Hoje? O encontro homenageará Victor Hugo e Menotti Del Pichia. Como poetas convidados, Cris Danois, Fabiano Rolim, Joana Ester, Mica, Paulo Pontes e Ricardo dos Anjos.

Haverá ainda voz e violão de Helena Pellenz e Luciane. 

Ficou interessado? Então vai lá: o sarau é aberto ao público e gratuito!

Destaque aos autores brasileiros (e portugueses)

19 de fevereiro de 2014 0
Reprodução

Reprodução

Já que no início da semana comentei por aqui sobre a pouca valorização dos autores brasileiros de ficção, vale registrar uma boa iniciativa nessa área. É a revista literária eletrônica Samizdat, produzida majoritariamente por escritores brasileiros, além de alguns nomes de Portugal.

No número 39 da publicação, lançado em janeiro (ela é trimestral), o leitor encontra 15 contos, além de poesias e crônicas. E já que a ideia é valorizar os “nossos” escritores, segue a relação de contos dessa edição e seus respectivos autores:

- Sempre Assim Será, Joaquim Bispo

- Os Adúlteros, Henry Alfred Bugalho

- Milando, Japone Arijuane

- Memória, Ana Beatriz Cabral

- Aprendizado, Mario Filipe Cavalcanti

- Audácia, Rodrigo Domit

- Dona Dora, Zulmar Lopes

- Glyn, Volmar Camargo Junior

- Sangue do meu sangue, onde espirras?, Cinthia Kriemler

- Duas Bandas, Lília Ramadan Veríssimo de Lima

- O Quadro, Ana Luiza Drummond

- O Bilhetinho, Maria de Fátima Santos

- Triagem, Maria Teresa Hellmeister Fornaciari

- Bronca de pai, bronca de filho, Wlange Keindé

- Um escrito atrás do livro de poesias de Álvaro de Campos, Amanda Ariana

Ficou interessado? O material pode ser acessado clicando aqui. Além da revista, os colaboradores da Samizdat mantém um blog com novos textos diários, que você pode conferir aqui.