Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "escritores"

Dia de Órbita e de oficina literária

07 de julho de 2014 0

ReproduçãoSegunda-feira, todos já sabem, é dia de Órbita Literária, o bate-papo aberto e gratuito que ocorre semanalmente na Do Arco da Velha Livraria e Café (Rua Dr. Montaury, 1.570), em Caxias do Sul, numa promoção do Grupo Cultural Órbita Literária.

Hoje, a partir das 20h, o tema em debate será Rei Arthur — Páginas de uma Lenda, com as discussões conduzidas pela painelista convidada Greice Martinelli. Ela vai propor uma viagem imaginária à antiga Britânia, terra de cavaleiros valorosos, inimigos poderosos, feitos mágicos e do lendário Rei Arthur.

E como é início de mês, também começa hoje uma nova oficina literária promovida pelo Órbita, também na Do Arco da Velha. Com o tema A Poesia de Afagar um Cão, ela será ministrada pelo escritor Marco de Menezes, e tem custo de R$ 15 por encontro (serão quatro encontros, hoje e nos dias 14, 21 e 28 de julho, sempre às 18h30min). O objetivo é analisar aspectos da vida e da obra de quatro autores contemporâneos, Wislawa Szymborska, Tomas Tranströmer, Sophia de Mello Breyner Andresen e Roberto Bolaño.

 

Lançado o 10º Passaporte da Leitura

09 de junho de 2014 0
Representantes de 28 escolas participaram da solenidade (fotos Andréia Copini, divulgação)

Representantes de 28 escolas participaram da solenidade (fotos Andréia Copini, divulgação)

E foi dada a largada para as atividades preparatórias à 30ª Feira do Livro de Caxias do Sul, que ocorre de 3 a 19 de outubro. Na tarde desta segunda-feira, diretoras e professoras de 28 escolas caxienses, entre municipais e estaduais, participaram do lançamento da 10ª edição do projeto Passaporte da Leitura, atividade que incentiva a leitura nas escolas e comunidades e culmina durante a Feira, com encontros entre alunos e escritores.

O lançamento, na Biblioteca Parque da Estação, foi promovido pelo Departamento do Livro e da Leitura e Programa Permanente de Estímulo à Leitura da Secretaria da Cultura, com presença de diversas autoridades, incluindo o prefeito em exercício, Gustavo Toigo.

Um dos destaques foi o depoimento de das professoras Margarete Ceconello, da Escola José Bonifácio, e Adriana Camelo Lucena, da Escola Santa Lúcia, as duas únicas instituições que participaram de todas as edições do Passaporte. Elas falaram da importância do projeto e do envolvimento da comunidade escolar, ressaltando ainda o incremento às bibliotecas – cada escola participante recebe, a cada edição, uma bolsa com 30 livros.

A diretora do Departamento do Livro e da Leitura, Daniela Tomazzoni Ribeiro, salientou que a leitura deve ser algo prazeroso, e não uma obrigação, e que o professor tem papel fundamental na criação do hábito da leitura. Toigo, brincando com o nome do projeto, sugeriu juntar os trabalhos feitos pelas escolas nesses 10 anos em um livro intitulado “República Federativa da Leitura”.

A partir de agora, os livros entregue nesta segunda-feira serão trabalhados pelas escolas, que buscarão envolver também pais e comunidades. Em outubro, ocorrem os encontros com os 14 escritores convidados.

Professoras das escolas Santa Lúcia (E) e José Bonifácio (D) falaram de suas experiências e receberam kits de livros das mãos da coordenadora do Departamento do Livro e da Leitura, Daniela Ribeiro

Professoras das escolas Santa Lúcia (E) e José Bonifácio (D) falaram de suas experiências e receberam kits de livros das mãos da coordenadora do Departamento do Livro e da Leitura, Daniela Ribeiro

A Rainha não está morta

09 de junho de 2014 0
Reprodução

Reprodução

Hoje é segunda-feira, portanto, noite de Órbita Literária. E para comandar o bate-papo, o convidado da vez é o jovem escritor Pedro Guerra, autor de dois romances policiais publicados nos últimos anos, entre eles A Rainha Está Morta, 4º obra mais vendida na última Feira do Livro de Caxias do Sul.

Mas não, o bate-papo não vai desmentir a trama do livro — que gira em torno de um crime ocorrido numa escolha de soberanas da Festa da Uva —, e sim falar de uma outra rainha, Agatha Christie, que, apesar de morta há quase quatro décadas, segue mais viva do que nunca entre os amantes da literatura policial.

Com o tema A Indústria Agatha Christie, o encontro vai debater vida e obra da eterna Rainha do Crime, autora de mais de 80 livros e que, ainda hoje, segue como a campeã de vendas no mundo todo (sim, suas obras somam mais de 4 bilhões de exemplares vendidos, bem a frente de best-sellers da atualidade, como J.K. Rowling ou John Green).

O bate-papo, promovido pelo Grupo Cultural Órbita Literária, começa às 20h, na Do Arco da Velha Livraria e Café (Rua Dr. Montaury, 1.570), no centro de Caxias, e tem entrada franca.

***

Quem quiser ir lendo um pouco mais sobre as obras de Agatha Christie para se preparar para o encontro, fica aqui o link de uma série de resenhas publicadas aqui no blog, além de notícias relacionadas a obras da Rainha.

Uma (ótima) revista sobre livros

29 de maio de 2014 0
Reproduções

Reproduções

No Brasil não temos, como em outros países, a tradição das revistas literárias — elas existem, claro, mas não são algo comum, ainda mais no formato tradicional, em papel.

Pois recentemente recebi dois números de uma nova publicação, a Mapa, editada e distribuída — gratuitamente — pela editora Arte & Letra e pelo programa Conversa entre Amigos.

“Podemos parecer ingênuos, mas procuramos ser idealistas (e ousados). Então dizemos sim quando todo mundo diz não. Sim, é possível fazer uma revista baseada em textos bons que falam de livros como se costuma falar de filmes”, diz o editorial da publicação.

O foco não são textos de críticos especializados em teoria literária, mas a história em si, os personagens, as cenas marcantes — enfim, aquilo que mais chama a atenção de nós, leitores comuns, ao ler um livro. Isso não significa artigos rasos, muito pelo contrário, até porque a publicação mantém parceria para utilização de conteúdos da revista The New York Review of Books e do jornal The New York Times.

O primeiro número trouxe, por exemplo, uma matéria com Dan Brown, autor de O Código Da Vinci e Inferno, que falou sobre o que ele gosta (e o que não gosta) de ler. No segundo número, o destaque foi para Stephen King, com matérias sobre seus dois mais recentes livros, Novembro de 1963 e Doctor Sleep, este último ainda sem versão em português. Destaque ainda para um texto do próprio King, falando sobre o livro Os Deixados para Trás, de Tom Perrotta.

Aqui no Rio Grande do Sul ainda não tem pontos de distribuição da revista, que é bimestral, mas a informação é de que ela pode ser recebida em casa, bastando se cadastrar pelo e-mail mapa@arteeletra.com.br.

Vale a pena.

Obras de García Márquez ganham reedição

23 de abril de 2014 0
Editora Record, divulgação

Editora Record, divulgação

A procura pelos livros do colombiano Gabriel García Márquez aumentou desde a morte do escritor, na semana passada. Para atender a essa demanda, a editora Record está preparando a reimpressão das obras do prêmio Nobel de Literatura.

O livro de memórias Viver para Contar já estaria com 5 mil novas cópias sendo impressas, e para o mês que vêm devem chegar novas edições de A Revoada, Olhos do Cão Azul e O Outono do Patriarca.

Em Caxias do Sul, a Do Arco da Velha Livraria e Café, uma das mais tradicionais livrarias da cidade, ainda não registrou aumento na procura pela obra de Gabo, mas acredita que isso deve ocorrer logo — tanto que o estoque dos títulos do autor será ampliado.

Harlan Coben, Cassandra Clare e Ken Follett em SP

08 de abril de 2014 0
Divulgação

Divulgação

A 23ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que ocorre em agosto, já tem confirmadas três presenças de peso: os escritores Harlan Coben (foto), autor de romances de mistério; Cassandra Clare, autora da saga Os Instrumentos Mortais; e o consagrado autor de thrillers Ken Follett — são dele, por exemplo, Os Pilares da Terra e Inverno do Mundo.

Segundo a Câmara Brasileira do Livro, Coben participará da programação no dia 23 de agosto; Cassandra, no mesmo final de semana (não foi especificado se será dia 22 ou 23); e Follett, no dia 30.

A 23ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo ocorre de 22 a 31 de agosto, no Pavilhão de Exposições do Anhembi. A expectativa é de um público de 800 mil pessoas.

Ah: já falei de alguns livros de Coben por aqui. Para quem quiser conferir, as resenhas são de Fique Comigo, Desaparecido para Sempre e Confie em Mim.

 

 

Hoje tem happy hour literário em Caxias

28 de fevereiro de 2014 0

O final da tarde de hoje será de conversa e literatura na Do Arco da Velha Livraria e Café (Rua Dr. Montaury, 1.570), em Caxias do Sul.

A partir das 17h30min, a livraria sedia o Happy Hour Literário, um bate-papo sem hora para acabar para escritores e leitores conversarem sobre processos criativos e a vida de escritor.

Já estão confirmadas as presenças dos escritores caxienses Suzy M. Hekamiah, Fernando Bins e Greice Martinelli e da paulista Simone Marques.

Para quem quiser entrar na conversa, fica o convite.

Dia para lembrar Moacyr Scliar

27 de fevereiro de 2014 0
Roni Rigon, banco de dados

Roni Rigon, banco de dados

Há tempo não falo de efemérides por aqui… Mas este 27 de fevereiro não poderia passar em branco, pois marca os três anos da morte de um dos mais conhecidos (e reconhecidos) escritores gaúchos, Moacyr Scliar, falecido em 2011.

O médico e escritor, membro da Academia Brasileira de Letras (ABL), deixou um legado de mais de 80 livros em diversos gêneros, incluindo romance, infantojuvenil, crônica, ensaio, conto, etc. Entre seus títulos estão O Carnaval dos Animais (contos, de 1968), Mês de Cães Danados (romance, 1977), O Centauro no Jardim (romance, 1980), Cavalos e Obeliscos (Juvenil, 1981), Minha Mãe não Dorme enquanto eu não Chegar (crônicas, 1995).

Ele também é autor de Max e os Felinos, romance lançado em 1981 e que teria inspirado A Vida de Pi, livro do canadense Yann Martel transformado no filme As Aventuras de Pi — houve até polêmica envolvendo essa “coincidência”.

Outro livro, voltado aos adolescente e do qual já falei por aqui, é Ciumento de Carteirinha.

E se você ainda não tiver leitura para o feriadão que está chegando, ficam aí algumas dicas…

 

Pontes literárias no Órbita de hoje

25 de novembro de 2013 0
Repreodução

Repreodução

A 78ª edição do Órbita Literária, às 20h de hoje, pretende ser “um pequeno sarau literário de verão”. No encontro, que ocorre no novo endereço da Do Arco da Velha Livraria e Café (Rua Dr. Montaury, 1.570), em Caxias do Sul, os convidados da vez são os participantes da oficina literária 4 Pontes Possíveis, que vem sendo ministrada por Tiago Sozo Marcon.

Na oficina, a primeira ponte ligou Raul Seixas e suas letras de música ao gênero crônica, pois Raul, além de roqueiro rebelde, era um observador sensível do cotidiano brasileiro de seu tempo. A segunda ponte conectou Luis Fernando Verissimo com a filosofia e os oficinandos descobriram, com boas doses de humor, as profundidades metafísicas em alguns textos deste grande escritor brasileiro.

A terceira ponte foi Antônio Maria e o amor. Amigo de Vinicius de Moraes na época de ouro carioca, ele escreveu com maestria sobre as belas mulheres que viviam em Copacabana, experimentando glórias e agruras na sua aldeia afetiva. A oficina se completará ainda num próximo encontro, abordando Pedro Juan Gutierrez e a autoficção.

Diferentemente da oficina, a participação no Órbita Literária tem entrada franca. A promoção é do Grupo Literário Independente NósSemHora.

Paulo Ribeiro no Órbita Literária

18 de novembro de 2013 0
Escritor abordará o tema A Paróquia Universal (foto Daniela Xu, banco de dados)

Escritor abordará o tema A Paróquia Universal (foto Daniela Xu, banco de dados)

Já dizia Tolstói que se alguém quer ser universal, deve falar da sua vila, do que lhe é próximo.

Adepto dessa máxima, o escritor, jornalista e professor universitário Paulo Ribeiro — que tem sua Bom Jesus natal como ponto de partida de sua literatura — será o convidado de hoje do bate-papo Órbita Literária, que vai abordar o tema A Paróquia Universal.

O encontro, com entrada franca, ocorre a partir das 20h desta segunda, na Do Arco da Velha Livraria e Café (Rua Dr. Montaury, 1.570, entre a Rua 18 do Forte e a Av. Vindima), em Caxias do Sul.

A promoção é do Grupo Literário Independente NósSemHora, e o Órbita ocorre toda segunda-feira.