Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "livro que virou filme"

'O Planeta dos Macacos' volta também em livro

05 de agosto de 2014 0
Fox Filmes, divulgação

Fox Filmes, divulgação

Boa notícia para os fãs da franquia Planeta dos Macacos, cujo mais recente filme, Planeta dos Macacos: O Confronto, está em cartaz nos cinemas.

Segundo o site Publishnews, o livro O Planeta dos Macacos, de Pierre Boule, que deu origem à série de filmes, será relançado no país pela editora Aleph.

Lançado originalmente em 1963, o livro estava esgotado no Brasil há vários anos. Ainda de acordo com o Publishnews, a previsão é de que a obra chegue às livrarias apenas no primeiro semestre de 2015, trazendo “extras inéditos”.

Outro livro de John Green vai virar filme

26 de junho de 2014 0
Reprodução

Reprodução

Primeiro livro publicado por John Green, ainda em 2005, e segundo mais vendido do autor aqui no Brasil (na última contagem do Publishnews, foram 5.804 exemplares em uma semana), Quem é Você, Alasca? vai virar filme.

Com roteiro de Sarah Polley, o filme — cuja data de lançamento ainda não foi anunciada — muito provavelmente repetirá o sucesso de A Culpa é das Estrelas, em cartaz desde o dia 5 e maior best-seller do escritor. Ontem à noite, na sua página no Facebook, Green declarou seu contentamento com a notícia.

Para dar uma ideia do sucesso do autor, o primeiro dos dois posts que ele fez sobre o assunto teve 11.751 compartilhamentos. Os “likes”, até agora, somam mais de 94 mil.

Ah: e, no ano, a venda de Quem é Você, Alasca?, só no Brasil, já soma Quem é Você, Alasca? mais de 73,8 mil exemplares.

Só lembrando que já havia sido anunciado que outro livro de Green, Cidades de Papel, também irá para a telona.

A estrela sobe

20 de junho de 2014 0
Reproduções

Reproduções

A tendência da qual eu havia falado aqui semana passada, sobre as vendas do livro A Culpa é das Estrelas terem crescido exponencialmente com a estreia do filme, não apenas confirmou-se como se ampliou nos últimos dias. Na listagem divulgada hoje pelo site Publishnews, o best-seller escrito por John Green aumentou ainda mais a vendagem semanal: foram 38.315 exemplares comercializados de 9 a 15 de junho (haviam sido 32.625 na contagem anterior).

Além de ser o campeão absoluto entre todos os tipos de livro, Green ainda pode comemorar os três primeiros lugares em ficção (além de A Culpa é das Estrelas, no topo, seus Cidades de Papel e O Teorema Katherine ocupam, respectivamente, o 2º e o 3º lugares, com 5.517 e 4.051 exemplares vendidos.

Não bastasse isso, é também dele o campeão de vendas na literatura infantojuvenil, Quem é Você, Alasca?, que vendeu 5.804 livros no período. Quer mais? Bem, dois livros em que ele é coautor, Will & Will (escrito em parceria com David Levithan) e Deixe a Neve Cair (com Lauren Myracle e Maureen Johnson) ocupam a 8ª e a 9ª posição entre os preferidos de ficção.

Alguém duvida que o cenário vai se repetir ainda por várias semanas?

2john

Cada vez mais nas estrelas

13 de junho de 2014 0
Estreia do filme impulsionou ainda mais a venda do livro de John Green (Fox Filmes, divulgação)

Estreia do filme impulsionou ainda mais a venda do livro de John Green (Fox Filmes, divulgação)

Que o livro A Culpa é das Estrelas é um fenômeno, ninguém duvida. Aqui no Brasil, ele vem se mantendo no topo dos mais vendidos há meses, apenas ocasionalmente cedendo espaço a algum outro fenômeno momentâneo — na lista divulgada em em 16 de maio pelo site especializado Publishnews, a ficção infantojuvenil A Escolha, de Kiera Cass, conseguiu ultrapassar a obra de John Green, que então contabilizava 11.625 exemplares vendidos em uma semana.

Pois depois disso, A Culpa é das Estrelas voltou a brilhar firme e forte no firmamento das leituras, com os números de venda subindo semanalmente: 12.988 exemplares, 17.044, 19.197…

Na listagem divulgada hoje pelo mesmo Publishnews, referente ao período de 2 a 8 de junho, a estrela de John Green brilha ainda mais alto: foram 32.625 livros vendidos, quase o dobro da semana anterior e três vezes e meia a quantidade do segundo colocado, o livro de não ficção Destrua Este Diário, de Keri Smith, que vendeu “só” 9.266 exemplares.

A estreia do filme baseado no livro de Green, ocorrida no dia 5, certamente tem tudo a ver com isso — há inclusive quem tenha tentado ver o longa e encontrado as salas lotadas. Para alegria dos fãs, ele segue em cartaz.

Enquanto isso, os números de A Culpa é das Estrelas seguem crescendo nas livrarias. Para dar uma dimensão maior: no acumulado até aqui, apenas nas livrarias pesquisadas pelo Publishnews, foram 345.169 exemplares vendidos desde janeiro (e muitos outros mais no ano passado).

De carona, os outros títulos do autor também estão sempre entre os “mais mais”. Na listagem geral do ano, Quem é Você, Alasca? está em sétimo, com 73.871 exemplares; Cidades de Papel, em 8º, com 72.793; e O Teorema Katherine, em 9º, com 61.488.

Nada mal num país que, segundo dizem, lê pouco.

'Boneco de Neve' vai virar filme

21 de maio de 2014 1
Reprodução

Reprodução

A literatura escandinava vem ganhando cada vez mais espaço, inclusive na tela grande. Agora, será a vez do livro Boneco de Neve, do norueguês Jo Nesbo, ganhar adaptação para o cinema.

A direção do longa será do sueco Tomas Alfredson, que já levou aos cinemas adaptações de Deixa ela entrar (baseado no livro de John Ajvide Lindqvist) e O espião que sabia demais (na obra de John Le Carré). A produção ficará por conta de Martin Scorsese.

Autor de thrillers de enorme sucesso, Nesbo já vendeu mais de 23 milhões de livros no mundo. Lançado no Brasil pela editora Record, Boneco de Neve fala sobre uma série de desaparecimentos e assassinatos investigada pelo detetive Harry Hole, estrela de muitas das obras de Nesbo.

 

Para quem quer saber mais sobre a história, fiz uma resenha do livro em janeiro, que pode ser lida clicando aqui.

Hoje também tem Órbita Literária

05 de maio de 2014 0

Às 20h desta segunda-feira, o papo na edição da semana do Órbita Literária gira em torno do tema John Steinbeck vai ao Cinema, que será abordado pelo painelista Conrado Heoli, coordenador da Unidade de Cinema e Vídeo da Secretaria Municipal da Cultura de Caxias do Sul.

Autor de 27 consagradas obras literárias e ganhador do Nobel de literatura e do Prêmio Pulitzer, John Ernst Steinbeck é um dos maiores nomes da literatura norte-americana. Admirado por sua escrita que contrasta realidade e imaginação, suas narrativas apresentam personagens profundos e tridimensionais inseridos em discussões sociais relevantes que, em muitos aspectos, permanecem atuais.

Steinbeck teve sua obra recorrentemente levada às telas por grandes cineastas, entre eles Elia Kazan, John Ford e Alfred Hitchcock. A partir das três adaptações desses realizadores para A Leste do Éden, As Vinhas da Ira e Um Barco e Nove Destinos, esta edição do Órbita Literária pretende ler Steinbeck por meio da sétima arte e promover uma discussão à respeito de adaptações cinematográficas para grandes clássicos da literatura.

O bate-papo ocorre na Do Arco da Velha Livraria e Café (Rua Dr. Montaury, 1.570), em Caxias do Sul, e tem entrada franca.

'Divergente' sobe na lista

25 de abril de 2014 0
Theo James e Shailene Woodley em cena de 'Divergente' (Paris Filmes, divulgação)

Theo James e Shailene Woodley em cena de ‘Divergente’ (Paris Filmes, divulgação)

3DIVERGENTEAinda ontem, falei por aqui que a ficção estava aparecendo com destaque nas listas gerais de mais vendidos. Pois na nova listagem, publicada hoje pelo site Publishnews, ela continua em alta, com destaque para os três livros da série escrita por Veronica Roth: Divergente, que subiu do 6º para o 4º lugar; Convergente, que pulou do 10º para o 5º; e Insurgente, que nem aparecia na lista passada e agora está em 10º.

É claro que o filme baseado no primeiro livro, e ainda em cartaz — em Caxias do Sul são oito opções de sessões diárias —, tem uma boa cota de responsabilidade pelo sucesso dos livros, voltados especialmente ao público jovem. Editadas no Brasil pela Rocco, as obras têm em média 500 páginas e preço de R$ 39,50 (mas já vi com desconto, chegando algumas vezes a R$ 25,90 — sempre vale pesquisar).

E quanto ao restante do ranking? Bem, a boa notícia é que agora são sete as obras de ficção entre os 10 livros mais lidos no país. O primeiro lugar da lista geral segue sendo de John Grenn e seu A Culpa é das Estrelas — cuja versão para o cinema chega em junho, o que certamente fará com que permaneça ainda mais tempo entre os “mais mais”.

As outras ficções entre os 10 primeiros são Quem é Você, Alasca?, também de Green, em 6º (era o 4º na semana passada); Adultério, de Paulo Coelho, que saltou da 16ª para a 7ª colocação; e A Menina que Roubava Livros, de Markus Zusak, em 8º (era o 9º).

Se contabilizarmos os 20 primeiros lugares gerais, o número de obras de ficção fica em 13. Além dos já citados, encontramos O Teorema Katherine (John Green, 12º); O Pequeno Príncipe (Antoine de Saint-Exupéry, 14º); Cidades de Papel (John Green, 16º); Entre o Agora e o Sempre (J.A. Redmerski, 18º); Will & Will (John Green, 19º) e O Tempo é Um Rio que Corre (Lya Luft, 20º).

No Oscar e no ranking

07 de março de 2014 0
Reprodução

Reprodução

O troféu de melhor filme no Oscar 2014, conquistado no último domingo, deve render dividendos também para o livro 12 Anos de Escravidão (Penguin e Companhia das Letras (264págs., R$ 22,50), de Solomon Northup , em que o longa foi baseado.

Na listagem de mais vendidos divulgada hoje pelo site Publishnews, a obra aparece em 6º entre os livros de não ficção. Como a medição se refere ao período de 24 de fevereiro a 2 de março — a semana anterior ao Oscar, portanto —, com certeza na próxima listagem o título vai subir mais ainda. 

O livro, assim como o filme, conta a história do próprio Northup, um violinista negro que, no século 19, foi sequestrado e vendido como escravo. Por 12 anos, o antes homem livre trabalhou em fazendas da Louisiana, nos Estados Unidos, até ser libertado em uma batalha judicial.

Uma boa leitura para tempos em que, infelizmente, ainda se veem manifestações racistas por aí.

'Cell' na tela grande em 2015

05 de março de 2014 0
Blairwitch.de, reprodução

Blairwitch.de, reprodução’

Ok, ok, tem overdose de  notícias sobre Stephen King aqui no blog, mas eu não tenho culpa se o cara, além de mestre, está em todas — novos livros, seriados, filmes. A novidade da vez (para quem, como eu, ainda não sabia) é que o livro Cell  — Celular, em português — vai ganhar uma versão na tela grande, que já está em produção.

Como Cell é, de longe, um dos meus livros preferidos do escritor (e um dos mais arrepiantes, posso garantir), fiquei na expectativa e quis compartilhar com vocês a imagem acima, divulgada em primeira mão pelo site alemão Blairwitch.de. Ela mostra uma das cenas do longa, estrelado por John Cusak e cujo elenco inclui ainda Samuel L Jackson, Isabelle Fuhrman e Owen Teague. 

A história, sobre a qual já comentei em resenha aqui no blog, traz uma espécie de versão moderna dos zumbis. Na trama, o artista gráfico Clayton Riddell (provavelmente o papel de Cusak) está em Boston, onde comemora a venda de seu primeiro livro de quadrinhos. De repente, o mundo parece enlouquecer a seu redor, com as pessoas atacando umas às outras. Logo Riddell percebe que todos os “contaminados” estavam, pouco antes, falando no celular.

A partir daí, ele se une a outras pessoas até então completamente estranhas numa migração sem fim, buscando um lugar onde estarão a salvo do “pulso”, como o fenômeno começa a ser chamado, e daqueles que foram transformados por ele. Nesse mundo praticamente apocalíptico — nem carros conseguem andar, pois as estradas estão abarrotadas de veículos abandonados pelas pessoas contaminadas —, o artista também precisa encontrar seu filho. E ele torce para que nem o menino, nem sua esposa tenham atendido ao celular naquele dia…

A direção do filme é de Tod Williams, e a previsão não oficial é de que a estreia ocorra em 2015.

***

Ah: ainda segundo o Blairwitch.de, Cusak também teria se interessado em participar de uma versão cinematográfica de Doctor Sleep, a recém-lançada continuação de O Iluminado que ainda não chegou por aqui.

'A Culpa é das Estrelas' na telona em junho

10 de fevereiro de 2014 0
Fox Film, divulgação

Fox Film, divulgação

Será a partir do dia 6 de junho que os fãs de A Culpa é das Estrelas, do escritor John Green, poderão conferir a versão cinematográfica do livro, que está há tempos liderando a preferência dos leitores.

Segundo comunicado da Fox Film do Brasil, a estreia oficial nas salas brasileiras será dia 13 de junho, mas haverá pré-estreias no dia 6 de junho.

A história — que no filme ganha o subtítulo Doentes de Amor — gira em torno de Hazel e Gus, dois adolescentes que se conhecem em um grupo de apoio a pacientes com câncer, e compartilham, além do humor ácido e do desdém por tudo o que é convencional, uma história de amor que os faz embarcar em uma jornada inesquecível.

O trailer de A Culpa é das Estrelas pode ser conferido clicando aqui.