Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "planos para 2013"

O apocalipse de Márson Alquati

28 de maio de 2013 4

Capa e contracapa provisórias (reprodução)

A imagem ao lado entrega: o novo livro do caxiense Márson Alquati, a ser lançado ainda este ano, tem um quê de tenebroso… E a intenção de Sangue de Adão, que sairá pela editora Literata, parece ser exatamente essa, retratar um apocalipse ainda pior do que o previsto por João nas Escrituras.

Na trama, o mundo é repentinamente assolado por um novo tipo de vírus, extremamente mortífero e altamente contagioso. Todos começam a morrer apenas alguns dias após apresentarem os sintomas iniciais da doença, a raça humana passa a correr risco de extinção e a ordem mundial entra em colapso.

Em meio a tudo isso, o protagonista ainda tem de escolher entre salvar a vida da pessoa que mais ama no mundo ou o que resta da humanidade, numa narrativa recheada com doses de suspense, drama e filosofia existencialista.

Esse será o quarto livro solo de Alquati, atualmente radicado em Nova Roma do Sul. Ele também é autor da trilogia de ficção fantástica Ethernyt.



Planos para 2013 - XII

15 de janeiro de 2013 0

Caio Riter deve lançar três livros este ano (foto Adriana Franciosi, banco de dados)

Depois de alguns dias, volto a falar por aqui dos planos dos escritores gaúchos para este (ainda) novo ano. Hoje é a vez de Caio Riter, conhecido principalmente por suas obras infanto-juvenis e fundador da Confraria Reinações, que se reúne mensalmente, em Porto Alegre, para discutir literatura infantil e juvenil (e que tem um grupo também em Caxias do Sul).


 Vamos, então, aos planos de Riter para 2013, ano que, segundo ele, apresenta-se com boas perspectivas:

— Está certa a publicação de três títulos: dois infantis e um juvenil. Todos serão editados pela editora Gaivota. Maria e seu Sorriso na Janela (infantil) trata do amor de um garoto por uma menina que sempre o acolhe, quando ele passa de skate em frente à sua janela, com o mais belo sorriso que Marcelo já viu. Até que um dia, a janela não se abre. Sete Patinhos na Lagoa (infantil) retoma o gênero da fábula, de forma renovada e usando a estrutura da narrativa de repetição e acúmulo. Sete patinhos irmãos aventuram-se a nadar na lagoa em que vive o temível jacaré Barnabé. Duas Vezes na Floresta Escura (juvenil) narra a história de Susana, uma jovem que se vê obrigada a sair de sua escola, de sua casa, de sua cidade para viver numa pequena e aparente pacata cidadezinha interiorana. Lá, ela ficará isolada de tudo e de todos os que ama, com exceção do pai. No fundo da rua, a floresta escura suscita convites — enumera o escritor.

Quem quer conhecer um pouco mais das obras de Caio Riter, que já venceu o Prêmio Barco a Vapor e atualmente preside a Associação Gaúcha de Escritores (Ages), pode visitar seu site, www.caioriter.com, ou seu blog, caioriter.blogspot.com.

Planos para 2013 - XI

06 de janeiro de 2013 1

Luis Dill tem sete novos títulos previstos (foto Leonardo Brasiliense, divulgação)

Passando dos escritores regionais para aqueles de outras partes do Estado e do país, o blog Palavra Escrita traz hoje os planos do porto-alegrense Luis Dill.


Autor de mais de quarenta livros, na maioria infanto-juvenis — embora ele próprio não goste muito dessas classificações —, Dill tem sete novas obras que podem sair este ano, por várias editoras, embora as datas ainda não esteja confirmadas.

Desses, dois são infantis: Longe, tão Perto, pela editora ZIT; e Meu Amigo Fabuloso, pela editora Larrouse.

Os outros cinco são voltados ao público juvenil: Labirinto no Escuro, pela editora Positivo; Na Companhia de Ágata, pela Artes e Ofícios; Vida e Morte em Sunset Hill, da edições Jogo de Amarelinha; Destino Sombrio, pela Companhia das Letras; e Os Assassinatos da Rua Morgue e Gritos na Noite, que sai dentro da série Cara e Coroa da editora Mundo Mirim.

Este último não é o primeiro trabalho do escritor a partir de textos conhecidos (no caso, lembra o conto de Edgar Allan Poe): Dill que já participou de uma coletânea que recontou histórias de Machado de Assis e, em 2010, fez uma adaptação de Um Capitão de 15 Anos, clássico de Júlio Verne.

Vale lembrar ainda que, entre os numerosos títulos do escritor, incluem-se desde histórias de mistério juvenis, como A Noite das Esmeraldas, até obras em que ganham destaque questões sociais da atualidade, caso de Todos contra Dante, de 2008, em que o jovem Dante é vítima de bullying.

Planos para 2013 - X

04 de janeiro de 2013 2

Arquivo pessoal

Antes de começar a listar por aqui os planos de escritores de outras partes do Estado (e alguns do país), vou falar também dos meus planos literários para este ano.

Além de seguir falando aqui no blog de livros, autores e outras notícias do mundo da leitura, devo lançar, ainda no primeiro semestre, meu terceiro livro, Os Deliciosos Biscoitos de Oma Guerta, voltado ao público infantil. Aprovado pelo Financiarte, ele está ganhando ilustrações igualmente deliciosas de Karen Basso, e sairá pela editora Belas-Letras.

Uma curiosidade: o “Oma” do título é uma palavra alemã que corresponde ao “nonna” tão falado aqui na Serra, ou seja, “avó”. E essa é uma das intenções da obra, apresentar elementos de uma outra cultura, a germânica, que também existe na região.

Também devo continuar colaborando com a revista literária eletrônica Samizdat (www.revistasamizdat.com), e investir na divulgação de meus outros dois livros — o romance policial A Culpa é dos Teus Pais, lançado em 2010, e o mistério infanto-juvenil O Caso do Buraco, de 2011.

E, claro, seguir escrevendo: minha meta de 2013 é escrever ao menos duas páginas de ficção diariamente.

Planos para 2013 - IX

03 de janeiro de 2013 6

Michele Dallagnol, divulgação

Maikel de Abreu é outro jovem escritor da Serra que estreou na literatura em 2012, com o livro Couro Ilegítimo e Outros Contos (em parceria com Cesar Mateus). No momento, conta, ele está com dois projetos em andamento e um terceiro idealizado em parceria, todos na seara da ficção. Mas prefere não falar em prazos:

— Depois do primeiro livro, não tenho mais tanta urgência em publicar. Aprendi muita coisa com o processo do Couro Ilegítimo, mas a principal delas foi ter mais paciência. Ler, escrever, reescrever e escrever versões alternativas das histórias — relata.

Enquanto escreve e aperfeiçoa seus textos, ele conta que foi disponibilizada uma versão em e-book de sua obra de estreia, que também teve exemplares doados para escoplas e para a biblioteca do presídio. Quanto a 2013, ele completa:

— Creio que será um ano de crescimento intelectual. Ler, mas de forma analítica, os autores que admiro. Escrever esquecendo que se vai publicar, contemplar a rua, dormir com o bloco ao lado. E o mais difícil: querer ser escritor todo o dia.



Planos para 2013 - VIII

02 de janeiro de 2013 0

 

Foto João Pulita

A professora e contadora de histórias Marta Troian Pulita estreou como escritora em 2012, com o livro infantil É pra Comer?, em que uma família de tartaruguinhas do Mississippi visita o Brasil. E ela inicia o novo ano cheio de planos.

 

— Irei lançar o segundo livro das tartarugas, ainda sem nome, continuação do primeiro. Nele, a família de tartarugas depara com uma família de pássaros e um dos filhotes está passando mal por ter ingerido algo que está lhe sufocando — adianta.

O lançamento deve ocorrer mais para o final de 2013. Até lá, Marta pretende trabalhar seu primeiro livro, que traz uma mensagem ecológica, nas escolas de Caxias do Sul e Farroupilha.

Ela acrescenta que já teve até convite de uma escola de Palhoça (SC) para realizar uma sessão de autógrafos por lá em abril, com bate-papo com os alunos.




Planos para 2013 - VII

01 de janeiro de 2013 0

Acervo pessoal, divulgação

Dando sequência à série sobre os planos dos autores da região para o recém-iniciado 2013, a escritora Rejane Romani Rech conta para o blog que o ano será dedicado principalmente à divulgação de seus livros, em especial do recém-lançado romance Mulheres e Destinos.

— Uma das minhas metas principais, como escritora e ex-professora de literatura, é poder contribuir para o desenvolvimento do hábito da leitura — diz.

Ela acrescenta que gosta também de dividir suas leituras com amigos, por isso, sempre que acaba de ler um livro, deixa algo sobre ele no Facebook.

— Muitas vezes as pessoas não leem por falta de indicações de boas obras.

De suas escritas, ela conta que tem trabalhado em contos e crônicas, mas ainda não tem projetos de publicação.

— Meu plano maior, sempre, é o de ser uma grande leitora, estar antenada com o que há de melhor em termos literários — finaliza.



Planos para 2013 - VI

31 de dezembro de 2012 1

Juan Barbosa, banco de dados

O médico, escritor e editor Marco de Menezes estreou na literatura escrevendo poesia, e foi com uma obra desse gênero que conquistou o prêmio de Livro do Ano no Açorianos de 2010. Em 2012, no entanto, o poeta — que também foi patrono da Feira do Livro de Caxias do Sul em 2011 — deu uma guinada à prosa, principalmente para responder à demanda das crônicas semanais que passou a escrever o jornal Pioneiro.

— Isso abriu uma senda para a ficção e é o que mais tenho escrito atualmente. De modo que minhas crônicas acabam por ficar na fronteira da ficção, que é algo que eu sempre li bastante e onde tenho encontrado muito prazer e disposição ao escrever. O que não significa que me bandeei pra prosa, a poesia está lá, nas fímbrias do texto, reclamando seu espaço — relata, dando uma pista de que em 2013 pode surgir alguma publicação do gênero, mas sem citar nenhum projeto em especial.

Os planos mais concretos para o novo ano são na sua faceta editor, junto a Camila Cornutti, pela editora Modelo de Nuvem:

— Temos previsto um book art da Vivi Pasqual (cujo trabalho é estupendo e muito nos orgulha publicar), um belo volume de contos (o primeiro) da Natália Borges e um título do professor da Unisinos Fabricio Silveira, sobre a experiência do grafite expandido (área de comunicação e artes visuais).

Além disso, a editora deve lançar em 2013 cerca de 10 títulos do Instituto Estadual do Livro e buscar expandir a distribuição em outros Estados, o que, salienta Menezes, é sempre um desafio para uma editora de pequeno porte.


Planos para 2013 - V

30 de dezembro de 2012 0

Roni Rigon, banco de dados

Lançamentos e reedições estão nos planos do escritor Uili Bergamin para 2013.

— Com certeza sai um livro juvenil, que escrevi faz tempo como peça de teatro e que foi comprado pela Ueba Produtos Notáveis. Eles estão montando a peça e vão lançar o livro, com o texto adaptado para prosa. Chama-se A Mordaça e é uma crítica ao uso indiscriminado dos meios de comunicação em detrimento da humanidade de cada um de nós — conta Bergamin.

Outro livro do autor, que tem previsão de lançamento para março, é Luiz Pizzetti — Uma Consciência que Pulsa. A obra é definida pelo escritor como “uma pequena biografia deste que foi e é um lutador das causas sociais, preso político durante a ditadura e agitador cultural”.

Bergamin também espera, para o novo ano, a 4ª edição de O Sino do Campanário e a 2ª do infanto-juvenil A Ilha Mágica.



Planos para 2013 - IV

30 de dezembro de 2012 0

Ricardo Wolffenbüttel, banco de dados

A escritora Helô Bacichette, que já tem livros em vários gêneros e para vários públicos (em junho passado, por exemplo, ela lançou o infantil O Mistério das Folhas Perdidas, em coautoria com Elô Fernandes), vai voltar a investir na poesia em 2013.

— Para março, sai o livro de poemas: Amor, Amor, pela Editora Liddo — revela a escritora, que também é articuladora da Confraria Reinações Caxias, voltada à discussão de obras infanto-juvenis.

Amor, Amor, acresenta, terá ilustrações de Giovana Mazzochi e Douglas Trancoso.