Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "prêmio literário"

Escritores recebem premiação

26 de junho de 2014 0
Ícaro de Campos, divulgação

Ícaro de Campos, divulgação

Eis aí acima, com seus troféus e medalhas, os vencedores do 48º Concurso Anual Literário de Caxias e do Prêmio Vivita Cartier. A cerimônia de entrega da premiação foi realizada ontem à tarde, na prefeitura de Caxias do Sul.

Agora, os textos premiados das categorias conto, crônicas e poesias serão editados num livro, em formato pocket, que será lançado durante a 30ª Feira do Livro da cidade, em outubro.

Para lembrar, são esses os vencedores:

Confira os premiados nesta edição do Concurso:

 

Categoria Contos

1º lugar: Luiz Carlos Ponzi, com os textos “O Anjo da Guarda”, “Éramos três” e “Coisas de Meus Tempos de Comunista”

2º lugar: Filipo Elia Pezzini, com os textos “A Sombra Viva”, “O Anjo” e “Conversando Com as Paredes”

3º lugar: Tatiane de Lima Ribeiro, com os textos “Alba”, “Currículo” e “O Uniforme Azul ou A Vida Passa em Branco”

 

Categoria Crônicas

1º lugar: Tiago Pellizzaro, com os textos “Lições Paulistanas”, “A Força da Música?” e “A Volta do Outro Extremo”

2º lugar: Cesar Marcos Casaroto Filho, com os textos “Um Cão”, “Estado de Concha” e “Dia e Noite”

3º lugar: André Willian Segalla, com os textos “Amores Instantâneos”, “O Ídolo Partido” e “O Beijo de Judas”

 

Categoria Poesias

1º lugar: Bruno Francisco Favaro, com os textos “Reza-Louva-A-Deus”, “Rima Rimador” e “ Eu, Inseto”

2º lugar: Natalia Borges Polesso, com os textos “Poema Sem Não”, “Para G” e “Inofensivas”

3º lugar: Rodolfo Deon Dall’Agno, com os textos “Ode à Alma”, “Ideal” e “A Ilusão da Desunião”

 

Categoria Obra Literária – Prêmio Vivita Cartier

Marcos Mantovani, com a obra “Borboleta Nua”

 

 

'Borboleta Nua' vence o prêmio Vivita Cartier

10 de junho de 2014 0
Reprodução

Reprodução

O romance Borboleta Nua, de Marcos Mantovani, acaba de ser anunciado o vencedor do Prêmio Vivita Cartier, uma das principais categorias do 48º Concurso Anual Literário de Caxias do Sul, promovido pelo Departamento do Livro e da Leitura da Secretaria Municipal da Cultura.

Ao todo, foram 63 inscrições na categoria Contos, Crônicas e Poesias, destinada a textos inéditos, e 11 inscrições na categoria Obra Literária — Prêmio Vivita Cartier, destinada a livros de literatura publicados em 2013.

A Comissão Examinadora foi formada por pessoas ligadas à área da Literatura, sendo duas residentes em Caxias do Sul e uma em Porto Alegre: a professora e pesquisadora Cleodes Maria Piazza Julio Ribeiro, o escritor Luís Narval e o editor e escritor Cássio Pantaleoni.

A cerimônia de premiação será no dia 25 de junho, às 15h, no Salão Nobre do Centro Administrativo. Confira os vencedores do 48º Concurso Anual Literário de Caxias do Sul:

Categoria Contos

1º lugar: Luiz Carlos Ponzi, com os textos “O Anjo da Guarda”, “Éramos três” e “Coisas de Meus Tempos de Comunista”

2º lugar: Filipo Elia Pezzini, com os textos “A Sombra Viva”, “O Anjo” e “Conversando Com as Paredes”

3º lugar: Tatiane de Lima Ribeiro, com os textos “Alba”, “Currículo” e “O Uniforme Azul ou A Vida Passa em Branco”

 

Categoria Crônicas

1º lugar: Tiago Pellizzaro, com os textos “Lições Paulistanas”, “A Força da Música?” e “A Volta do Outro Extremo”

2º lugar: Cesar Marcos Casaroto Filho, com os textos “Um Cão”, “Estado de Concha” e “Dia e Noite”

3º lugar: André Willian Segalla, com os textos “Amores Instantâneos”, “O Ídolo Partido” e “O Beijo de Judas”

 

Categoria Poesias

1º lugar: Bruno Francisco Favaro, com os textos “Reza-Louva-A-Deus”, “Rima Rimador” e “ Eu, Inseto”

2º lugar: Natalia Borges Polesso, com os textos “Poema Sem Mão”, “Para G” e “Inofensivas”

3º lugar: Rodolfo Deon Dall’Agno, com os textos “Ode à Alma”, “Ideal” e “A Ilusão da Desunião”

 

Categoria Obra Literária – Prêmio Vivita Cartier

Marcos Mantovani, com a obra “Borboleta Nua”

Conheça os 11 inscritos no Prêmio Vivita Cartier

17 de abril de 2014 0
Reproduções

Reproduções

celularForam divulgados os 11 livros inscritos no Prêmio Vivita Cartier, promovido pelo Departamento do Livro e da Leitura e pelo Sistema de Bibliotecas da Secretaria da Cultura de Caxias do Sul.

Essas obras mostram um pouco da diversidade — e da qualidade — da produção literária de Caxias do Sul, que, no ano passado, teve esses e muitos outros bons lançamentos.

Além dos livros já editados, o 48º Concurso Anual Literário recebeu 63 inscrições de trabalhos inéditos, nas categorias contos, crônicas e poesias. 

Confira os livros inscritos. De alguns deles, já falei por aqui antes, e você pode seguir os links para saber mais. Quando sair o resultado do prêmio, aviso por aqui.

Bonja - Paulo Ribeiro

Os doze guardiões de luz – Luiz Henrique Batista

Recortes para álbum de fotografias sem gente – Natalia Borges Polesso

O desprezível tem um sentido que você não entendeu – André Costa

A rainha está morta - Pedro Guerra

A primeira célula - Vanderlei Francisco Silva

O pentagrama de Dante - Heleusa Maria Concer

Borboleta nua – Marcos Mantovani

Café, amor e outras drogas – Pippo Pezzini

Corpos para um vitral - Ana Julia Poletto

Os meninos do Burgo e outras crônicas - Ciro Fabres Neto

mais_livroz

Os vencedores do Prêmio Brasília de Literatura

09 de abril de 2014 0

A organização da II Bienal do Livro e da Leitura, que começa na sexta-feira em Brasília, anunciou hoje os vencedores do Prêmio Brasília de Literatura, que vai distribuir R$ 320 mil em prêmios para oito categorias literárias — Biografia, Conto, Crônica, Infantil, Juvenil, Poesia, Romance e Reportagem.

O prêmio será entregue no dia 17, dentro da programação da Bienal. O primeiro colocado de cada categoria receberá R$ 30 mil e o troféu, e o segundo, R$ 10 mil, além do troféu.

Confira a listagem de vencedores:

Poesia

Mirantes – Roberval Pereyer – Ed. 7 Letras

O aquário desenterrado – Samarone Lima – Ed. Confraria do Vento

Romance

O sonâmbulo amador – José Luiz Passos – Ed. Alfaguara

O peso da luz – Einstein do Ceará – Ana Miranda – Ed. Armazém da Cultura

Reportagem

Jango: A vida e morte no exílio – Juremir Machado da Silva – Ed. L&PM

As duas guerras de Vlado Herzog – Da perseguição Nazista na Europa à morte sob tortura no Brasil – Audálio Dantas – Ed. Civilização Brasileira

Infantil

Lá no fundo do peito – Mauro Martins – Ed. Aletria

A fome do lobo – Cláudia Maria de Vasconcellos – Ed. Iluminuras

Biografia

Marighella: O guerrilheiro que incendiou o mundo – Mário Magalhães – Ed. Companhia das Letras

Getúlio 1930-1945: Do governo provisório à ditadura do Estado Novo – Lira Neto – Ed. Companhia das Letras

Crônica

Nú, de Botas – Antonio Prata – Ed. Companhia das Letras

Labirinto da Palavra – Cláudia Lage – Ed. Record

Conto

A verdadeira história do alfabeto – Noemi Jaffe – Ed. Companhia das Letras

Garimpo – Beatriz Bracher – Ed. 34

Juvenil

Marcéu – Marcos Bagno – Ed. Positivo

As gêmeas da família – Stella Maris Rezende – Ed. Globo Livros

Ilustrador brasileiro ganha o Hans Christian Andersen

25 de março de 2014 1
Em 2011, Roger Mello foi homenageado em Caxias (foto Roni Rigon, divulgação)

Em 2011, Roger Mello foi homenageado em Caxias (foto Roni Rigon, divulgação)

Roger Mello, que em 2011 foi o ilustrador homenageado na 27ª Feira do Livro de Caxias do Sul, foi anunciado ontem como o vencedor do prestigiado Prêmio Hans Christian Andersen, na categoria ilustrador.

O anúncio, feito durante a Feira do Livro Infantil de Bolonha (que segue até sexta-feira), consagrou o brasileiro como o primeiro latino-americano vencedor do Hans Christian Andersen, considerado o “Nobel” da literatura infantil e juvenil e concedido pela International Board on Books for Young People (IBBY). Já entre os autores, a escritora vencedora foi a japonesa Nahoko Uehashi.

Finalista do prêmio pela terceira vez, Mello foi indicado pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil, seção brasileira do IBBY. Com ele, concorreram outros cinco ilustradores: Rotraut Susanne Berner, da Alemanha; John Burningham, do Reino Unido; Eva Lindström, da Suécia; François Place, da França; e Øyvind Torseter, da Noruega.

Dentro da programação da Feira do Livro Infantil de Bolonha, que esse ano homenageia o Brasil, Roger Mello compõe ainda a lista dos 55 ilustradores brasileiros que integram a exposição Brasil: Incontáveis Linhas, incontáveis histórias.

Mais um concurso para quem escreve

19 de março de 2014 0
Reprodução

Reprodução

Esse é tanto para quem já é escritor quanto para quem sonha em ser: já estão abertas as inscrições para 48º Concurso Anual Literário de Caxias do Sul, promovido pelo Departamento do Livro e da Leitura —  Sistema de Bibliotecas da Secretaria Municipal da Cultura.

Como no ano passado, o tradicional concurso agora premia tanto obras inéditas (nos gêneros contos, crônicas e poesias) quanto obras publicadas (2º Prêmio Vivita Cartier). As inscrições seguem até 15 de abril. Vamos aos detalhes.

Para obras inéditas, os concorrentes (que precisam ter mais de 16 anos e morar em Caxias do Sul há no mínimo dois anos) devem enviar conjuntos de três textos no gênero escolhido. Vale lembrar que esses textos deve ser rigorosamente inéditos, ou seja, não publicados em nenhum meio impresso ou eletrônico — portanto, não valem aqueles textos que você escreveu para um blog, por exemplo.

Já o Vivita Cartier premia obras publicadas no ano anterior ao edital, ou seja, podem concorrer autores (maiores de 16 anos e residentes em Caxias do Sul ou região ou que tiveram obras editadas por editoras da região) com livros publicados no ano passado. As obras devem ser de ficção — poesia, conto, teatro, crônica, novela ou romance.

Nas obras inéditas, o prêmio inclui troféu, certificado e publicação em coletânea. Nas obras publicadas, troféu e prêmio em dinheiro.

As inscrições podem ser feitas no 4º andar da Biblioteca Pública Municipal Dr. Demetrio Niederauer (Rua Dr. Montaury, 1.333). Quer mais detalhes sobre formatação, etc? Clique aqui e confira.

Um concurso para escritores

06 de março de 2014 0
Em 2012, Ângela Broilo trouxe o principal troféu para a Serra (foto Daniela Xu, banco de dados)

Em 2012, Ângela Broilo trouxe o principal troféu para a Serra (foto Daniela Xu, banco de dados)

Alô, escritores da região (e também de outras partes do Rio Grande do Sul): estão abertas as inscrições para o Prêmio Ages — Livro do Ano, promovido pela Associação Gaúcha de Escritores (Ages).

O objetivo, segundo a organização, é dar destaque e visibilidade à produção intelectual e literária de escritores gaúchos. Podem participar autores nascidos ou residentes no Estado que tenham livros publicados no ano passado.

Podem ser inscritas obras em oito categorias: narrativa longa (romance ou novela), narrativa curta (conto ou miniconto), poesia, literatura infantil, literatura juvenil, crônica, não ficção e especial. As inscrições vão até o 15 de abril.

Vale lembrar que a região da Serra já teve uma vencedora, a caxiense Ângela Broilo — que em 2012 ganhou o troféu de narrativa longa com o romance Hiperestesia — e dois outros indicados, Adriana Antunes e Flávio Ferrarini.

Ficou interessado? Confira o regulamento completo clicando aqui.