Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "quadrinhos"

Noite de quadrinhos no Órbita

07 de abril de 2014 0
Reprodução

Reprodução

Segunda-feira é dia, ou melhor, noite de Órbita Literária em Caxias do Sul.

E a edição de hoje do já tradicional evento cultural de início de semana tem como tema as possibilidades literárias dos quadrinhos. O painelista será Rafael Rodrigues, também conhecido como Algures, que, além de ser roteirista de HQs, é fã do gênero há 25 anos.

Vale lembrar que, nos últimos anos, além das HQs convencionais, têm proliferado as versões de obras literárias, principalmente de clássicos, nesse formato.

Ah: o Órbita ocorre na Do Arco da Velha Livraria e Café (Rua Dr. Montaury, 1.570), a partir das 20h, e tem entrada franca.

A literatura fantástica de Suzy Hekamiah ganha novas cores

11 de fevereiro de 2014 0
Ilustrações Vanessa de Andrade, divulgação

Ilustrações Vanessa de Andrade, divulgação

Eis três das ilustrações feitas especialmente para a segunda edição do romance de fantasia Código dos Mares — Os Contos do Tempo, da  jovem escritora caxiense Suzy M. Hekamiah. Essa nova edição, que sai em abril, durante a Odisseia de Literatura Fantástica, vem com o acréscimo de uma galeria de personagens e de um conto inicial.

Acima você confere o pirata Allan Thaos, o capitão Oscar de Levetue e a taberneira Johanna, no traço da ilustradora Vanessa de Andrade. Além deles, ganharão imagens o rei de Nevue (Ville Aires), o arqueiro Dante e o Rei de Hör (Barmor).

— Essas ilustrações são também a apresentação de como os personagens serão na HQ Código dos Mares, que tem lançamento previsto para agosto, na Bienal de São Paulo — explica Suzy.

Tanto a segunda edição quanto a HQ (que terá uma trama diferente do livro, embora com os mesmos personagens e ambientada no mesmo universo fantástico) saem pela editora Literata. A versão em quadrinhos será em preto e branco e terá cerca de 150 páginas.

— Estou muito feliz de poder publicar uma HQ, pois era um sonho de menina. Sou uma grande fã de quadrinhos, tenho um acervo de umas mil revistinhas variadas que coleciono desde criança. Aprendi a ler com as obras do Maurício de Souza, Stan Lee e os clássicos da Disney — finaliza a escritora.

Planos para 2014: Suzy M. Hekamiah

17 de janeiro de 2014 0
Roni Rigon, banco de dados

Roni Rigon, banco de dados

A escritora caxiense Suzy M. Hekamiah, que, depois de ter participado de duas dezenas de antologias lançou seu primeiro livro solo no ano passado, retorna com tudo em 2014.

Ela revela ao Palavra Escrita que, neste ano, vai lançar uma HQ baseada em seu primeiro livro, Código dos Mares. Mas, adianta, a história não será a mesma do romance:

— O roteiro que estou escrevendo para a HQ é diferente do livro e trata de um episódio anterior ao que ocorre no romance. Essa HQ deve inaugurar o selo de quadrinhos que a minha editora está lançado. As ilustrações estão sendo feitas pela ilustradora caxiense Vanessa de Andrade. O lançamento está previsto para agosto, na Bienal de SP.

Em abril, na Odisseia de Literatura Fantástica em POA, ela começarei a divulgar seu trabalho com tecnologias digitais, realizando sua primeira exposição.

— Nela, o público poderá conferir uma arte que une o mundo dos livros com realidade aumentada. Minha proposta é fazer mais artes interativas com o mundo dos livros unindo a tecnologia e apresentar nas demais feiras que eu participar. O nome do projeto, em geral, é ARTec ( junção dos nomes “Arte e Tecnologia”).

Para 2014, Suzy também programa o lançamento de seu segundo romance, um thriller chamado Démodée, além de um RPG paralelo a um projeto musical.

'Rei Lear' em quadrinhos

23 de agosto de 2013 1
Capa e uma das páginas do livro (Reproduções)

Capa e uma das páginas do livro (Reproduções)

A história do Rei Lear, que dividiu seu reino e enlouqueceu ao ver a ganância de suas herdeiras, acaba de ganhar uma versão em quadrinhos pela editora Nemo. Com roteiro de Jozz e desenhos de Octavio Cariello, o livro completa a Coleção Shakespeare em Quadrinhos.

Na clássica trama, idoso e cansado, Lear decide dividir seu reino entre as três filhas: Goneril (esposa do duque de Albany); Regan (esposa do duque da Cornualha); e a caçula Cordélia (que tinha por pretendentes o rei da França e o duque da Borgonha). Para calcular a partilha, pede às filhas que expressem a gratidão e o amor que sentem pelo pai.

Goneril e Regan fazem discursos aduladores. Cordélia, no entanto, diz que o ama “como corresponde a uma filha, nada mais, nada menos”; irritado com a resposta, Lear deserda-a e expulsa-a do reino, que é dividido entre as irmãs mais velhas. Não satisfeitas, as herdeiras ainda armam um plano que levará o pai à loucura. A intriga, a inveja e a cobiça que envolvem Lear afetam também outros personagens.

O conflito é crescente e intenso, culminando com a punição da maldade, mas sem deixar de lado um desfecho propriamente trágico. A tragédia do enredo ganha mais força nas imagens de cores fortes, em sintonia com os sentimentos dos personagens. A força da narrativa em quadrinhos revitaliza o clássico shakespeariano. Com 64 páginas, a versão HQ de Rei Lear custa R$ 39.

IEL lança 'O Amante Alemão', nesta quarta

09 de julho de 2013 0

Reprodução

Não, não é um novo best-seller erótico. O Amante Alemão é um dos cinco títulos que serão lançados amanhã pelo Instituto Estadual do Livro (IEL), em Porto Alegre. No romance, a escritora Lélia Almeida aborda temas como o papel da mulher na sociedade e o efeito dos agrotóxicos na indústria do tabaco.


Além desse livro (que destaquei intencionalmente para atrair sua atenção, caro leitor!), o lançamento contempla outros três livros da Coleção Originais — Caos, de Carlos Ferreira (quadrinhos); Palavra Enguiçou, de Júlio Alves (poesia); e Equilíbrio de Açucenas, de Haydée Hostin Lima (poesia) — e uma homenagem à dramaturga, atriz, professora e tradutora gaúcha Vera Karam (1959-2003), com a edição de sua obra completa.


As obras foram escolhidas pelo conselho editorial do IEL após abertura de edital para seleção. O projeto é em coedição com a Companhia Rio-Grandense de Artes Gráficas (Corag) e tem o apoio da editora Modelo de Nuvem.


O lançamento ocorre às 19h, na sede do instituto (Rua André Puente, 318, bairro Independência). O evento havia sido adiado por conta das manifestações ocorridas na capital gaúcha no último dia 20.

Erotismo em quadrinhos

16 de maio de 2013 0

Reprodução

A editora gaúcha L&PM entrou na onda da literatura erótica e está relançando, na sua Coleção Quadrinhos, A História de “O”, de Guido Crepax.

Na graphic novel, baseada no livro homônimo de Pauline Réage, a personagem título, chamada simplesmente de “O”, é levada a um castelo por seu amante René. Lá, ela é submetida a uma série de práticas de dominação, incluindo as mais criativas e bizarras fantasias de seu “senhor”.

A partir daí, “O” descobre que prazer e submissão são dois lados da mesma moeda e que carrasco e vítima não passam de cúmplices em um pacto sinistro que pode satisfazer a todos.

A obra foi publicada pela primeira vez no Brasil nos anos 1980, também na Coleção Quadrinhos L&PM, e é uma das HQs eróticas mais famosas e polêmicas de todos os tempos.

Com 184 páginas, A História de “O” custa R$ 38.



'Hamlet' em quadrinhos

20 de fevereiro de 2013 0

Reprodução

Aumenta cada vez mais a oferta de grandes clássicos da literatura vertidos para o formato de história em quadrinhos. Desta vez, é Hamlet, uma das principais obras de William Shakespeare, cuja versão em HQ sai pela editora Nemo.


É uma boa oportunidade para reler (ou para ter um primeiro contato com) a história do príncipe dinamarquês Hamlet, que, desolado com a morte do rei, seu pai, encontra seu fantasma, que diz ter sido assassinado e pede vingança.

As dúvidas de Hamlet (é dele uma das mais famosas frases da literatura, “ser ou não ser”) e seu universo de traições, intrigas e vingança ganharam tradução e roteirização de Wellington Srbek e desenhos de Alex Shibao. O álbum vem com 80 páginas e preço de R$ 42.

Bons clássicos em quadrinhos

04 de fevereiro de 2013 0

Reproduções

A lista de obras clássicas que ganham versão em quadrinhos não para de aumentar. Um dos lançamentos mais recentes é O Fantasma da Ópera, de Gastón Leroux, que está chegando às livrarias dentro da coleção Graphic Chillers, da Editora Prumo, voltada ao público adolescente.

Com 32 páginas e preço de R$ 23,90, a edição tem texto adaptado por Joeming Dunn e ilustrações de Rod Espinosa. O Fantasma da Ópera, lançado pela primeira vez em 1911, narra o triângulo amoroso entre a linda cantora lírica Christine Daae, o apaixonado aristocrata Raoul de Chagny e um sinistro e obcecado gênio da música que habita os porões do teatro. A versão em quarinhos traz desenhos detalhistas em estilo europeu, mostrando a Paris do século 19.

A série Graphic Chillers possui outros cinco títulos já lançados: Drácula, Frankenstein, A Múmia, O Médico e o Monstro e Lobisomem. Os próximos lançamentos serão O Homem Invisível e A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça.

E em tempos de Os Miseráveis nos cinemas, vale lembrar que o clássico do francês Victor Hugo também já virou HQ, lançada em outubro passado pela editora gaúcha L&PM, com roteiro de Daniel Bardet e desenhos de Bernard Capo. A obra, integrante da coleção Clássicos da Literatura em Quadrinhos, tem 112 páginas e preço de R$ 39.

Também integram a mesma coleção da L&PM versões de As Mil e Uma Noites, Guerra e Paz, Viagem ao Centro da Terra, Dom Quixote, Odisseia, Um Conto de Natal, A Volta ao Mundo em 80 Dias, A Ilha do Tesouro e Robinson Crusoé, levando aos fãs das HQs grandes nomes da literatura mundial, como Homero, Cervantes e Júlio Verne.



Efemérides desta quinta

10 de janeiro de 2013 0

Humphrey Bogart como Sam Spade, em 'O Falcão Maltês' (foto divulgação)

Hoje é aniversário da morte do escritor norte-americano Dashiell Hammett, que nasceu em 27 de maio de 1894 e morreu a 10 de janeiro de 1961.

Hammett é autor, entre outros, de O Falcão Maltês, um clássico da literatura policial noir lançado originalmente em 1930. A história é protagonizada pelo detetive Sam Spade (que, além desse romance, também aparece em três contos), figura importante para a consolidação do gênero noir.
O Falcão Maltês foi levado ao cinema em 1941, com o ator Humphrey Bogart no papel do detetive Sam Spade.
Outras obras de Dashiell Hammett são Safra Vermelha, O Detetive da Continental e A Chave de Vidro.
***
10 de janeiro também marca o surgimento de dois importantes personagens dos quadrinhos: em 1929, Timtim, o repórter criado por Hergé; e em 1932, Mickey, de Walt Disney.

'I-Juca Pirama' ganha versão HQ

16 de dezembro de 2012 1

Reprodução

Mais de 160 anos após ser escrito, um clássico do Romantismo brasileiro está chegando às livrarias em versão HQ: é I-Juca Pirama, poema escrito em 1851por Gonçalves Dias.


Lançamento da Editora Peirópolis, I-Juca Pirama em Quadrinhos mantém o texto original do poeta, dividido em dez cantos com versos decassílabos e que retrata o drama de um grande guerreiro tupi ao ser capturado pela tribo dos índios Timbira. Além da tradição indígena, a obra trata de temas universais, como a relação entre pais e filhos, a preservação de valores, a bravura e a honra.


Na trama, de acordo com os costumes da tribo, o guerreiro aprisionado deve submeter-se ao ritual antropofágico do povo inimigo, momento em que a sua força e coragem são transmitidas aos seus captores pela carne devorada. No entanto, ao se lembrar de seu pai envelhecido, cego e perdido na floresta, o índio chora, transformando seu canto de morte em canto de amor, rompendo a tradição. Desprezado pelo inimigo por sua covardia, é libertado.


A versão HQ é do quadrinista Laerte Silvino, tem 48 páginas e preço de R$ 35.


***


Vale lembrar que vários clássicos — brasileiros e universais  — têm ganhado versão em quadrinhos, de Dom Casmurro às obras de Monteiro Lobato, passando ainda pela ópera , pela história da heroína farroupilha Anita Garibaldi e pelo comovente relato de Anne Frank

Até a literatura policial entrou na onda, com versões HQ das aventuras de Sherlock Holmes e de alguns romances de Agatha Christie.