Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "A Moda da Casa"

A Moda da Casa: Em nova fase da carreira, artista plástico Nestor Jr produz camisetas com suas obras

26 de julho de 2014 0

Lucian Januario/Divulgação

Em uma fase em que revê seu processo criativo, Nestor Jr. tem feito várias experimentações (aquarela, gravura, fotografia). Residindo em Florianópolis e mudando sua forma de criar, ele reduziu o ritmo e cancelou algumas exposições individuais, tudo para não ter a sensação de obrigação na hora de explorar a arte.

Mesmo assim não parou. Na Capital Nestor participa da exposição coletiva Gabinete de Curiosidade, que abre sábado na Cor Galeria, e no dia 16 de agosto retorna a Blumenau, onde morou por oito anos, para ministrar uma oficina de aquarela, no Espaço Balbúrdia.

Divulgação

Outra novidade é o retorno das camisas estampadas com sua arte. Durante o período em que trabalhou e desenvolveu seu primeiros traços em Blumenau, Nestor produziu algumas peças manualmente, mas deixou de lado antes que elas se sobressaíssem às aquarelas. Há um mês ele voltou a produzi-las — desta vez utiliza obras já conhecidas para estampar, em pequena escala, camisas que são encomendadas por e-mail.

— É engraçado, pois me sinto voltando lá em 2009/2010 quando ainda trabalhava com ilustrações. A produção delas permite que a minha obra fique mais acessível.

Mais em: flickr.com/nestorjrart e facebook.com/nestorjr

A Moda da Casa: Os Caras do Esmalte de Blumenau

22 de julho de 2014 2

Os Caras do Esmalte, como são chamados, se basearam na frase “veni, vidi, vici” (em português “vim, vi, venci”) do imperador Júlio César para a escolha do nome da empresa, Vicci, que deu os primeiros passos no ano passado.

Divulgação
Um estudante de Psicologia e um engenheiro químico de Blumenau se aventuraram em um universo dominado por mulheres — André Ricardo Witheoft e Auro Gadotti Jr. são os jovens donos marca, que recentemente lançou a coleção Illuminare.

A ideia de criar uma linha de esmaltes partiu de André, que em 2013 estava se formando em química e queria empreender no setor. Como os dois são amigos de infância, André apresentou a proposta para Auro, que aceitou na hora. O sócio explica que a ideia o acertou em cheio e não teve receio de entrar em uma área considerada tão feminina:

— Eu sempre tive essa urgência de empreender em algo também, por mais que eu esteja me formando em Psicologia, e talvez por isso eu sempre tive as ideias mais diferentes de negócios, nunca gostei do padrão e por isso me chamou tanto a atenção da gente começar a investir em um produto feminino, porque era diferente e desafiador — reforça Auro.

Saiba mais em:  www.vicciesmaltes.com.br

* Durante as férias da colega Fernanda Nasser fiquei responsável pela elaboração da coluna social do Jornal de Santa Catarina. O post acima fez parte da seção A Moda da Casa, que compartilho com vocês por aqui também.

A Moda da Casa: Conheça o trabalho da ilustradora Dani Hasse

21 de julho de 2014 0

Formada em Letras e apaixonada por literatura, mas muito tímida para dar aulas, Dani Hasse descobriu (ou melhor, mostrou ao mundo) o talento para o desenho somente depois de ser incentivada por um amiga. Natural do Rio de Janeiro, mas com o coração aqui no Vale — ela morou em Blumenau e a família e os amigos ainda estão aqui — Daniela, 35 anos, está há sete em São Paulo onde tem criado estampas que você provavelmente está usando e nem sabe.

Foto: Arquivo Pessoal

Foto: Arquivo Pessoal

Ela já fez trabalhos para marcas como Coca-Cola, C&A, Havaianas, Colcci, Sommer, Hering, Renner, Melissa, Youcom, Reverbcity e por aí vai. Sobre as novidades na carreira, a designer faz suspense. Diz ter muitas coisas em desenvolvimento – uma delas é o convite para assinar uma coleção de estampas para decoração, mas por confidencialidade não pode adiantar nada.

– Também desenho para outras plataformas, faço identidade visual para shows e festivais e fui convidada para pintar duas paredes na galeria Epicentro Cultural (Vila Madalena). Mas a grande novidade mesmo é que recentemente formei parceria com um artista do Vale.

Saiba mais em: danihasse.com e facebook.com/danihasse

* Durante as férias da colega Fernanda Nasser fiquei responsável pela elaboração da coluna social do Jornal de Santa Catarina. O post acima faz parte da seção A Moda da Casa, que compartilho com vocês por aqui também.

A Moda da Casa: Há um mês a jovem estilista Carolina Kucher atende suas clientes em Blumenau

18 de julho de 2014 0

O amor pela moda começou bem antes da blumenauense Carolina Kucher, aos 17 anos, dar o primeiro passo no mundo fashion, mas foi ali que a carreira deslanchou. A estilista se formou em Design de Moda pela London College of Fashion, na Inglaterra, estagiou na Vogue UK e depois na Colcci, aqui no Vale, antes de se aventurar na elaboração da própria marca: Carolina.K.

00a2b8d0

Há um mês Carolina, hoje com 22 anos, atende clientes com hora marcada em seu ateliê localizado no Centro de Blumenau. Antes disto, ela divulgação da marca em São Paulo, com espaço exclusivo na loja Cafofochic, na Oscar Freire e no Shopping Iguatemi, em São Paulo.

A Carolina.K está no mercado com o anseio de ser uma marca de moda com conceito e identidade própria. As peças refletem as tendências mesclando o contemporâneo chique à identidade jovem da marca e da estilista. Um fast fashion boutique que não perde o tom de exclusividade. Sobre a nova coleção, já de verão, a estilista adianta alguns detalhes:

— O candy color estará de volta. A cor pastel está na nova coleção, mas com aplicações e cortes que estão presentes em todas as minhas coleções —  reforça Carolina, que confessa criar peças que a agradam para conquistar o público, mas também se adapta à preferência das clientes.

Saiba mais em: www.carolinak.com.br e instagram.com/carolinakclothing

* Durante as férias da colega Fernanda Nasser estou responsável pela elaboração da coluna social do Jornal de Santa Catarina. O post acima faz parte da seção A Moda da Casa, que compartilho com vocês por aqui também.

A Moda da Casa: Os próximos passos da Von der Völke

17 de julho de 2014 0

A blumenauense Von der Völke está há dois anos no mercado e tem novidades na criação de produtos como os artigos em madeira, que surgiram na nova coleção. Lá em 2012 os sócios da marca, Adriaan Vogel, Thiago Mastesco, Bruno Bonet e Cézar Cim Filho, não descartavam a possibilidade de criar novos produtos embora ainda estivessem focados na consolidação da Von der Völke com peças de roupa masculina e o intuito de produzir itens que tivessem relação com o lifestyle deles.

Lucas Amorelli/Agência RBS

Lucas Amorelli/Agência RBS

O quarteto acredita que Santa Catarina tem uma característica bastante forte de valorização da qualidade de vida e quer levar isso para o restante do país através das peças. Todas as matérias-primas, paisagens escolhidas para cenário das fotos e mesmo estampas são daqui.

— Queremos crescer bastante não só em número de produtos por coleção, mas também em termos de marca. Percebemos que há interesse das pessoas pelo que produzimos e que muita gente compartilha das nossas crenças. Agora queremos avançar nisso: trabalhando com conceito, com um crescimento sustentável e inovando, sempre — reforça o diretor comercial da Von der Völke, Thiago Matesco.

Quanto ao público feminino que também tem se interessado nas peças, eles afirmam que neste momento não está no planejamento. Mas, como tudo na história da marca acontece de maneira natural, não descartam a possibilidade.

Saiba mais em: www.vondervolke.com

* Durante as férias da colega Fernanda Nasser estou responsável pela elaboração da coluna social do Jornal de Santa Catarina. O post acima faz parte da seção A Moda da Casa, que compartilho com vocês por aqui também.

Após finalizar mestrado na Espanha, designer de moda retorna ao Vale do Itajaí

12 de julho de 2014 0
Foto: Gabriele Gentili/Divulgação

Gabriela Lenzi

Após finalizar o mestrado em Antropologia na Espanha, a designer de moda Gabriela Lenzi, 29 anos, natural de Benedito Novo, retorna ao Vale no fim deste mês. A chapelaria foi o tema da dissertação de seu mestrado finalizado há poucas semanas.

Gabriela estudou o comportamento de antigas “pessoas do chapéu”, como gosta de falar – já que o trabalho não compreende apenas chapelaria, mas também empresários do chapéu na província italiana de Florença e em Blumenau.  No estudo ela recuperou a história da blumenauense Fábrica de Chapéus Nelsa (1925-1965). Ellen Wollmer e Sueli Petry foram suas principais fontes aqui em Blumenau.
Gabriela Lenzi

No meio do mestrado, Gabriela – proprietária da marca que leva se nome – continuou atendendo seus clientes no Brasil com peças desenvolvidas de maneira única (sem reprodução em série). Ela conta que a dedicação valeu a pena e em setembro volta para a Espanha para iniciar mais um desafio: o doutorado.

– Eu jurei pra mim mesma que se tudo terminasse bem, nunca mais ia reclamar de nada na vida! – comemora a designer.

* Durante as férias da colega Fernanda Nasser estou responsável pela elaboração da coluna social do Jornal de Santa Catarina. O post acima faz parte da seção A Moda da Casa, que a partir deste sábado compartilho com vocês por aqui também.