Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Prédio de 25 andares no Centro

13 de dezembro de 2011 24

A imagem mostra o que está sendo projetado para a esquina das ruas 7 de Setembro e Namy Deeke, onde antes funcionava o Posto Royal.

É um empreendimento de 45 mil metros quadrados de área construída, dos quais 10 mil serão dedicados a um centro comercial e o restante a um condomínio residencial.

O estudo prevê um prédio com 25 andares e quatro subsolos para garagem. O investimento estimado em R$ 50 milhões será bancado por um grupo de investidores de Blumenau.

O projeto começou a tramitar na Secretaria de Planejamento. Vai ao encontro de um desejo recente da prefeitura, de estimular o uso residencial do Centro para não deixar a região abandonada depois do direcionamento do crescimento para o Norte.

Comente abaixo

comentários

Comentários (24)

  • sandra diz: 13 de dezembro de 2011

    interessante… eu acho legal um residencial ali,
    mas acho que deveria ter mais vagas de estacionamento.

    fazer um edificio garagem…

  • Silvério diz: 13 de dezembro de 2011

    Parabéns pelo área verde em piso elevado (Jardim Elevado), isso ajuda a baixa a temperatura e retém água da chuva, além do aspecto muito bonito ao empreendimento.

  • Jorginho diz: 13 de dezembro de 2011

    Muito belo o projeto… é assim que tem que ser Blumenau… Prédios novos com design arrojados e cada vez mais altos para aproveitar o potencial construtivo do terreno. Quanto mais prédios altos, menos casas e maior área de permeabilidade do solo.
    PARABÉNS PELO PROJETO. Que venha os trintões, e até os quarentões.

  • mostarda diz: 13 de dezembro de 2011

    Achei legal o projeto. Que bom que a prefeitura está se prevenindo para não desvalorizar o centro histórico quando ocorrer a mudança do centro cívico para o norte

  • Sérgio diz: 14 de dezembro de 2011

    Deveria ser um prédio para estacionamento, ou pelo menos deveriam prever uma grande área para estacionamento, sobre tudo pelo fato de estar previsto um restaurante e um centro comercial. Precisamos de grandes áreas para estacionamento.

  • Jose Valdir Ronchi diz: 14 de dezembro de 2011

    Parabens pela iniciativa, este local merece um empreendimeto deste porte, tomo a liberdade de dar uma sujestão, junto com o centro comercial porque não incentivar os bancos a se instalarem neste local, onde pode ser oferecida uma grande quantidade de vagas para estacionamento, e com isto liberar a rua Quinze para o comercio.

  • david it central diz: 14 de dezembro de 2011

    AHAM QUANTO MAIS ALTOS OS PRÉDIO MAIOR O NUMERO DE HABITANTES POR METRO QUADRADO!! ALGUNS DE VCS CONHECEM BALNEÁRIO CAMBORIÚ?? POIS É, MUITOS PRÉDIOS ALTOS, TENTEM ANDAR DE CARRO LA PRA VER COMO É BOM…
    SINCERAMENTE, NÃO ENTENDO NEM UM POUCO A PREFEITURA, ORA DIZEM QUE QUEREM LEVAR O DESENVOLVIMENTO PARA O LADO NORTE, POIS BEM MORO NA IT. CENTRAL, E NÃO VEJO DESENVOLVIMENTO NENHUM, E DIGO SUSTENTÁVEL, EMPREENDIMENTO TEM AOS MONTES SENDO CONSTRUÍDO, AGORA INFRA-ESTRUTURA QUE É BOM , NADA, ZEROO!!!!
    AÍ AGORA A PREFEITURA QUER INCENTIVAR A MORADIA NO CENTRO?? POIS BEM O CENTRO NÃO ESTÁ ESTRANGULADO??? SERÁ QUE NÃO NINGUÉM ENXERGA QUE NÃO SE TEM MOBILIDADE URBANA NESSE PEDACINHO DE TERRA QUE É O CENTRO?? O QUE MAIS ME SURPREENDE É QUE TEMOS EXEMPLOS DE FRACASSO COMO BALNEÁRIO E NINGUÉM APRENDE COM OS ERROS DOS OUTROS…
    E PROS QUE GOSTAM DE ARRANHA-CÉUS, SE ISSO FOSSE SINÒNIMO DE DESENVOLVIMENTO, PARIS, COPENHAGEM DENTRE OUTRAS CIDADES DE 1° DA EUROPA ESTARIAM CHEIAS DESSES PRÉDIOS!!
    E QUANTO AO PROJETO, REALMENTE O PRÉDIO É LINDO, PARECE SER BEM SUSTENTÁVEL, MAS A LOCALIZAÇÃO NÃO É PROPÍCIA!!!

  • Charles diz: 14 de dezembro de 2011

    A primeira impressão na perspectiva é positiva. Parece um projeto moderno que aproveita bem a área onde vai ser construído. Apesar de que acho que a rua 7 de setembro tem vocação comercial. Mesmo assim, parabéns ao empreendedores.

  • Ricardo diz: 14 de dezembro de 2011

    Bem vindos ao futuro!
    Logo viveremos numa selva de pedra!

  • celso diz: 14 de dezembro de 2011

    Ricardo! O que não falta é mato em Blumenau. ´Que bom! Mas deixem as pessoas que querem investir na cidade trabalhar. Acho até que com a onda de emancipação que houve de cidades nas ultimas décadas. Poderiamos lutar para que Blumenau, Gaspar e Indaial sejam uma cidade só. Com isso, nós teriamos uma grande cidade planejada e com um projeto unico de sustentabilidade. No mais vamos deixar que a cidade cresça e apareça.

  • André diz: 14 de dezembro de 2011

    Não vejo nenhum benefício para o Blumenauense, estes prédios altos que vem sendo aprovados na região central. Só que ganha é quem constrói. Não entendo o que nossos representantes tanto fazem na europa. Isto por lá seria um absurdo. Neste momento tem uma comitiva passeando na Espanha.

  • Znavsky diz: 14 de dezembro de 2011

    Concordo com o Celso. Quem faz é sempre criticado, vide Foz do Brasil.

  • Rubens diz: 14 de dezembro de 2011

    O QUE A PREFEITURA ESTA INCENTIVANDO O PESSOAL A IR PARA A REGIÃO NORTE? E O QUE NOSSOS ADMINISTRADORES ESTÃO FAZENDO PARA A REGIÃO NORTE? N A D A. QUEM MORA A ITOUPAVA CENTRAL ESTÁ VENDO UM BAIRRO QUE JÁ ESTÁ ESTRANGULADO COM O TRANSITO E INFRA ESTRUTURA NADA. PIOR AINDA NOSSOS ADMINISTRADORES TEM UM SÉRIO PROBLEMA DE LOCALIZAÇÃO GEOGRAFICA, QUANDO DIZEM QUE A PONTE DO BADENFURT VAI ALIVIAR A REGIÃO NORTE (ELA NEM FINA NESSA REGIÃO). DEIXEM DE GASTAR DINHEIRO COM PROPAGANDO E INVESTIMENTO SÉRIO NAS ITOUPAVAS. QUANDO TEMOS 10 KM DE FILA NA PEDRO ZIMMERMANN, AINDA QUEREM COLOCAR MAIS COISAS LÁ.

  • Orador diz: 14 de dezembro de 2011

    Vi esse comentário que diz “não vejo nenhum benefício para o blumenauense”. Acho de uma pobreza de espírito sem tamanho! Como não vê vantagem? Oras, é uma área feia, quase abandonada que não recebe uma mão de tinta há anos. Tem mais é que ser habitada… certamente irão fiscalizar a viabilidade estrutural e impacto ambiental.. Se tudo estiver ok tem mais é que modernizar, construir. Esse dito “vale europeu” tem muitas áreas (inclusive no centro) que mais parecem “vale africano” (no sentido pobreza da palavra)!
    E natureza? Essa cidade é crivada de mato! Estamos no meio de uma floresta – se ainda tem gente que não percebeu. Normalmente quem nasceu aqui (e nunca saiu) não se dá conta de que moramos no meio do mato… natureza não nos falta.
    Claro, invadimos as margens do rio e os morros foram habitados de forma inconsequente… aí é outro papo. Mas, daí a ser conservador a ponto de dizer que a modernização, a verticalização dessa cidade é um prejuízo… vão estudar, vão dar uma olhada no mundo.. na Europa, que gostam tanto de citar…
    Gente medíocre!

  • jonas diz: 14 de dezembro de 2011

    Essas pessoas que não estão satisfeitas com o crescimento urbano/populacional, que se mudem pra Pomerode! Blumenau não pode parar no tempo.

    O projeto é sim muito bonito, dará uma cara nova no nosso centro, que por sinal já está velho e fora dos padrões de cidades bem cuidadas.

    Diga-se de passagem que as maiores cidades do Brasil tem um grande volume populacional. Em Blumenau não é diferente. Aonde vão as pessoas que estão chegando agora na cidade? Vão construir mais casas ocupando o espaço disponível ou ocupar apenas um terreno em comum?

    Estamos com +-310.000 habitantes. Futuramente quem sabe com 600.000 ou mais. Aonde vai essa galera toda?

    Precisamos sim “racionar” a área disponível, já pensando num futuro próximo com uma malha populacional imensa. Tanto o centro, como a zona norte serão ocupadas. Por enquanto a zona norte está vazia. POR ENQUANTO!

    Será ruim para a população? Será sim! Mas talvez no futuro o governo municipal/estadual verá que tem muito carro pra pouca rua, e nos apuros utilizem tecnologias existentes e darão um jeito na mobilidade urbana, que por sinal já está melhorando a passos lentos.

    Que venham mais prédios de 20, 30, 40, 50 e quem sabe 60 andares pra dar conta de todos os futuros moradores de Blumenau, fazendo a cidade crescer cada vez mais!

  • Gerson Luiz diz: 14 de dezembro de 2011

    Será que os moradores desse prédio vão levar os filhos que estudam no Bom Jesus ou no Sagrada Família de carro? Não duvido…

  • Bia diz: 14 de dezembro de 2011

    O problema maior não é a construção de edifício altos (este pelo menos tenta ser sustentável)… o problema é o restante de infra-estrutura que tal construção e seus moradores demandarão e que, como se sabe, não terão!

    Acreditar que Blumenau deve crescer e que QUEM SABE a prefeitura perceba e desenvolva a malha viária, isso sim é estupidez! A prefeitura deve dar primeiro a estrutura, para então estes gigantescos empreendimentos sejam construídos!

    Como já foi citado.. Balneário Camboriú está de exemplo para o desenvolvimento desenfreado e sem planejamento algum! Dá no que dá!

  • Celso diz: 14 de dezembro de 2011

    Não podemos comparar Balneario Camboriu com Blumenau. Balneário sempre será uma cidade turistica e de praia. Blumenau é uma cidade industrial com população fixa o ano todo. Tem de crescer , sim! Nâo podemos ficar parado no tempo. Ainda bem que a administração pública tardiamente, como sempre! acordou. Nossos empresários também acordaram quem viveu a década de 80 sabe que sem desenvolvimento não existe progresso social. Estamos vendo nossa cidade e região crescendo sustentávelmente e isso é muito positivo. Tem uns ecochatos por ai, mas tudo bem! Faz parte do processo. Apesar de achar engraçado que eles procuram protestar onde existe o progresso. Ao invés de irem defender onde existe floresta para proteger contra a invasão de ambientalistas internacionais que querem transformar nossa amazonia em terra de ninguém.

  • Centro diz: 15 de dezembro de 2011

    Aos comentários das PESSOAS DO NORTE.

    Todos que estão lendo percebem que quem não concorda com tal investimento é porque reside no NORTE, tem um inclusive que em seu nome consta abreviado Itoupava Central.
    Pakaba, gente bairrista, querem tudo no NORTE, para estes apostos que se o prédio tivesse 80 andares e fosse na Gustavo Zimmermann, estariam soltando foguetes.
    Estão só pensando em si, querem seus imóveis valorizados por lá e querem que o resto da cidade se dane.
    Blumenau deverá crescer para todos os lados e o centro ser o CENTRO no meio de tudo.
    não o Centro ser no NORTE.
    PARABÉNS PARA BLUMENAU, AINDA BEM QUE OS EMPRESÁRIOS E INVESTIDORES TEM A CABEÇA NO LUGAR E NÃO VÃO CONSTRUIR ESTE PRÉDIO DENTRO DE UM PASTO, AONDE LEVARIAM 10 ANOS PARA VENDEREM AS UNIDADES (fato que está acontecendo na Itoupava Central)

  • bairroVelha diz: 15 de dezembro de 2011

    Vejam um detalhe na manchete assima –
    Vai ao encontro de um D E S E J O R E C E N T E da prefeitura, de estimular o uso R E S I D E N C I A L N O C E N T R O, para não deixar a região abandonada depois do direcionamento do crescimento para o NORTE.
    Sabem o que isto significa:
    Significa que o projeto de levar o centro para o NORTE é furada.
    Agora estão acordando e agora querem o desenvolvimento do CENTRO CENTRO, para não ficar crescendo o CENTRO NORTE.
    Estão vendo que o CENTRO CENTRO, tem melhor estrutura que o CENTRO NORTE.
    Não vai demorar muito teremos uma manchete em relação a um prédio de 25 andares no GARCIA.
    A manchete será, este prédio vai de encontro com os interesses RECENTES da prefeitura para estimular o cresimento da região SUL, em moradias para melhor aproveitamento do espaço municipal, decentralização do Norte, utilização de outras vias para serviços e moradia, o que estará muito concentrado nas ruas 2 de setembro, Bahia, Udo Deeke, br-470 e Guilherme Jensen e até porque o NORTE no passado era considerado pelo plano diretor em ÁREA INDUSTRIAL, como houve a instalação de muitas empresas e estas estão crescendo agora com a economia em alta, não poderemos simplesmente madar que saiam do nosso centro novo.
    ACHO SINCERAMENTE UMA PIADA A HISTÓRIA DE LEVAR A PREFEITURA (CENTRO CIVICO) PARA O NORTE.

  • CENTRO diz: 15 de dezembro de 2011

    Quero deixar minha opinião,

    Concordo com os comentários acima, e blumenau deveria crescer para todas as áreas/regiões, tendo o centro como sendo centro.
    Como pode o centro ter um shopping e o norte ter dois ?
    Isto é falta de planejamento.
    Na minha opinião deveria então ter um shopping no centro, outro no norte, outro no sul.
    Isto é PLANEJAMENTO.
    ou ainda dois no CENTRO com melhores vias de acesso para quem vem das regiões, assim evita que quem vem do NORTE passe pelo SUL para ir ao shopping.
    O projeto hoje visa que os mais de 100.000 habitantes do SUL e da VELHA, se desloquem para o NORTE para ir ao shopping.
    não seria mais interessante irem ao CENTRO, vão andar menos, poluir menos, e poderiam até ir de bicicleta.
    como poderá um morador do garcia ir de bicicleta para a prefeitura ?
    Hoje quem mora no centro vai a pé para a prefeitura, quem mora na vila nova poderia ir de bicicleta, porém quando o centro for no norte, não será possível, terão que ir de ônibus ou de carro?, isso é planejamento ?, desenvolvimento ?

  • J.A.A. diz: 16 de dezembro de 2011

    O crescimento de Blumenau é igual rabo de burro: para baixo. A infraestrutura da cidade é rídicula. As ruas e avenidas, são as mesmas de 60 anos atrás,isso as modernas. Desde Feĺix Theis e Zadrozny, tivemos prefeitos “Zé Botina”, senão como ver esse crescimento desordenado? Não se priorize pedestres, ciclistas e veículos. Como se vai para Gaspar? Temos vias alternativas? Como se vai para a I. Central? Como se vai ao Progresso? E Fortaleza. Patética essa idéia de prédios num já saturado centro. Precisamos de arrojo sim, mas planejado. Os arquitetos discutem a altura dos prédios e os morros são ocupados com a permissão do poder público. Sabem a diferença de favelas do Rio de Janeiro e S,Paulo com nossos bairros de morro? É que o acesso de lá é asfaltado e as casas são favelas. Aqui, são ruas esburacadas, com calçamento, acesso deficitário com casarões e moradas boas, mas esse acesso, repito é igual ou pior que favelas. Se duvidam, visitem. É pesado, é, o que escrevo, mas deixem esse orgulho besta e vivam a realidade: temos uma cidade com infraestrutura esdrúxula, com ruelas, pontes de madeira em área central, ruas de terra(não de barro, barro é terra molhada). Não temos 60% de ruas asfaltadas ou pavimentadas. Arborização em ruas e avenidas e outros logradouros não existem, pois o passeio público é pequeno. Somos a capital nacional de ruas sem saída. O que demonstra isso? Falta de planejamento. Aqui prevalece o interesse das construturas acima do bem comum. Lamentável. Onde já viu uma cidade do interior(Blumenau é interior sim) ter os problemas de cidades com mais de 1 milhão de habitantes? O que foi feito a té hoje, para minimizar o problema das enchentes? Feito de concreto, não de promessas e estudos sem execução? Nada. Observem que as ruas e avenidas modernas foram feitas a pelo menos 40 anos:Alameda; Antonio da Veiga; Rua 7. Isso porque tínhamos prefeitos e visionários. Depois de Félix Theis, a maioria políticos populistas e presos a empresários: Renato Vianna, Décio Lima, João Paulo. Pobre Blumenau. E o horizonte que se vislumbra de administradores é negro, apenas politiiqueiros.

  • Charles R.K. diz: 17 de dezembro de 2011

    Acho que o caminho é este. Em menor área de solo conseguimos colocar mais pessoas. Assim, deixemos o mato que nos rodeia intacto. Chega de construir nos morros. Esta área já está desmatada, então é melhor aproveitá-la do que derrubar árvores em outro terreno.

  • Paulo diz: 18 de dezembro de 2011

    Concordo com o J.A.A.
    É ridiculo, e mais ainda querer levar a prefeitura para a BR-470. ou para a Itoupava Central,
    Parem com este Blumenau 2050 de mentira e façam investimentos de porte nessa cidade.
    Façam obras como a ligação velha garcia, terminam a humberto de campos pelo amor de deus, façam mais pontes no centro.
    FAÇAM e não inventam nomes para dizerem que fizeram.

Envie seu Comentário