Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Glória compra 83 ônibus para substituir mais velhos

15 de abril de 2014 31

w_onibus_p
Parte dos ônibus está em pátio da rua 2 de Setembro, bairro Itoupava Norte
Foto: Lucas Amorelli

A Empresa Nossa Senhora da Glória, responsável por 66% da frota do Consórcio Siga, comprou 83 ônibus da Leblon, de Curitiba. Segundo o diretor da empresa blumenauense, Humberto Sackl, os veículos são dos anos 2010/2011 e vão substituir os mais antigos da frota:

– Hoje temos ônibus de 1997. Depois da troca, o mais antigo será de 2004.

O valor da transação não foi divulgado. Segundo Sackl, os veículos eram usados pela empresa paranaense na cidade de Mauá (SP).

A Leblon venceu a licitação há três anos, mas o antigo prestador do serviço foi à Justiça para retomar a concessão e conseguiu uma decisão favorável. Por isso a Leblon resolveu vender os veículos.

Dos 83 ônibus, 11 são articulados e todos, diz Sackl, estão equipados com elevador para portadores de necessidades especiais.

Idade da frota

O presidente do Seterb, Sérgio Chisté Santos, diz que todos os veículos devem ser aprovados pela autarquia antes de circular pela cidade. Primeiro é verificado se eles têm condição de uso e depois eles devem ser adequados ao serviço prestado em Blumenau.

Humberto Sackl diz que as adaptações necessárias são mínimas:

– É só pintar e colocar os equipamentos que usamos aqui.

Os veículos chegaram no fim de semana e estão estacionados em pátios da empresa. O Seterb está se organizando para fazer a vistoria a partir dos próximos dias. Segundo Chisté, se todos forem aprovados, será a primeira vez que a idade média máxima da frota, estipulada no contrato em seis anos, será respeitada.

A idade avançada da frota gerou ao consórcio Siga uma multa no valor de R$ 20 milhões no ano passado.

Usados x Zero

Humberto Sackl diz que a Glória não tem condições de comprar tamanha quantidade de ônibus zero quilômetro:

– Compramos o que o sistema nos permite. Se a tarifa custasse R$ 3,50, poderíamos comprar veículos zerados.

O presidente do Seterb diz que se os ônibus forem aprovados para o serviço, o sistema só tem a ganhar. Além do avanço da qualidade e da tecnologia, a renovação significa menos emissão de poluentes e mais economia de combustível:

– A multa deu resultado.

Comentários (31)

  • Saul G. diz: 15 de abril de 2014

    A compra de ônibus semi-novos já um começo, mas longe de ser a ideial. Pois penso que em poucos anos esse ônibus já estarão fora da idade limite para a frota. Olhando de fora, parece que o grande problema do Consórcio Siga é a Glória.

    Ainda há outros problemas para ser resolvidos: atrasos, limpeza dos ônibus e terminais, segurança, falta de horários, linhas sobrecarregadas. Motivos de sobra para blumenauense abandonar o uso do transporte coletivo e preferir o uso do carro e da moto.

    O Consórcio Siga tem pensar fora da caixa, sair da sua zona de conforto e buscar soluções inteligentes para atrair novos “clientes”. Parar de culpar a prefeitura e os usuários para seus problemas. Com tarifa de R$ 3,50, menos pessoas usariam o transporte coletivo, o que resultaria em menos faturamento para o Siga, o aumento da tarifa não é solução para Siga.

    Não adianta querer resultados diferentes, se você continua fazendo as coisas do mesmo jeito. O Siga e Seterb precisam parar, pensar, buscar soluções e realizar ações que tragam um serviço moderno e eficiente.

  • Irrilitão diz: 15 de abril de 2014

    É BRINCADEIRA, GOZAÇÃO com o povo blumenauense, pois se já não bastasse quando anunciaram a compra de onibus, os mesmos ja vieram do Sistema de Transporte Coletivo de Curitiba, USADOS, pois eram fácil de identifica-los pelas PLACAS (letras AGK) origem cidade de Curitiba, fora os veiculos ALIMENTADORES pintados de amarelo e o mesmo Consorcio anunciava como novo, tudo isto com aval do SETERB. Agora esta história de serem onibus semi – novos e que o Consorcio não tem condições de comprar onibus novos. PAGO SIM R$ 3,50 mas exijo HORARIOS, LINHAS,ONIBUS ZERADOS COM AR CONDICIONADO E DEMAIS, estamos cansados de conchavo politico partidario com estes interesses privados, como sempre digo, quem manda nesta cidade são as construtoras, loteadores, empresarios poderosos e o SIGA.
    Basta! vou comprar mais um carro.

  • Deco diz: 15 de abril de 2014

    Sr. Humberto Sackl quanto o senhor acha que custa a passagem em Curitiba???
    Em Curitiba a tarifa é muito mais baixa do que aqui, e frota NOVA!!!
    Além do que o sistema de mobilidade urbana deles lá dispensa comentários.
    POR FAVOR apresentem o balanço e receitas do SIGA. Por que não fazem?????? ráá…

  • Costa diz: 15 de abril de 2014

    Ônibus equipados com ar-condicionado, pelo visto, talvez na próxima renovação da frota.

    A população já pode se preparar para continuar passando calor nos próximos verões.

    E não se diga “oh, a população tem que agradecer por pelo menos ter ônibus novos” porque as empresas não estão prestando nenhum favor.

  • Paulo Roberto Cardozo diz: 15 de abril de 2014

    Simples! O contrato não esta sendo cumprido…Entendo que o não cumprimento do contrato por uma das partes é motivo de cessar o contrato. Neste caso, se não houver uma atitude por parte da Prefeitura, na minha opinião a Câmara de Vereadores deva exigir o cumprimento do mesmo, sob pena de cassação do Prefeito.

  • Carlos Alberto diz: 15 de abril de 2014

    Com certeza a idade da frota em Curitiba é menor do que 06 (seis) anos, então o SIGA foi lá de novo(não é a primeira vez) e comprou sucatões para rodarem em Blumenau. Não é JUSTO. o Deco está certo. O Seterb deveria recusar uma proposta desta, já que virão com 4 anos de uso, e daqui 2 anos, já foram para o espaço. Vergonhoso.

  • Saul G. diz: 15 de abril de 2014

    A título de curiosidade em Mauá-SP, onde circulava esse ônibus comprados pela Glória, a tarifa é de R$ 3,00 (segundo fonte a internet do dia 20/06/213). E Mauá tem 440 mil habitantes. Já Curitiba a tarifa R$ 2,70 (segundo o site G1 do dia 30/06/213) e tem 1 milhão e 800 mil habitantes. E em Blumenau a passagem é de R$ 3,00 e somos 330 mil habitantes.

    Claro que não dá para comprar os valores de tarifa apenas com esse dados. Outros dados devem ser levados em conta.

  • JJ diz: 15 de abril de 2014

    Daqui a dois anos termina o 1° mandato do Prefeito Sorriso, enquanto isso ele engabela o povo.
    Concordo com o Sr. Paulo Roberto Cardozo ” …a Câmara de Vereadores deva exigir o cumprimento do mesmo, sob pena de cassação do Prefeito.”

  • Thiago diz: 15 de abril de 2014

    Vocês leram a matéria toda? Os novos ônibus são de 2010/2011, ou seja, tem cerca de 3 a 4 anos de uso, todos com elevadores para deficientes e vocês estão chamando de sucata? Acredito então que todos vocês usam carro do ano.
    Eu concordo que nada melhor do que ônibus 0km, mas entro o que temos, é um bom avanço.

  • Raio X diz: 15 de abril de 2014

    Pelo menos temos uma noticia razoavel vindo da iniciativa privada, longe da ideal mas….
    Agora quando O Smile e sua Tropa, vai alem de Multar, Aumentar baseado em argumentos duvidosos os valores do IPTU ( Justiceiro ?) iniciar o tal do “CHOQUE DE QUE MESMO?”. Os empresarios do transporte coletivo tem patrimonio a perder muito ao contrario dos ocupantes da Prefeitura que tratam o nosso dinheiro como se DELES FOSSE. Tudo passa a ser tratado como uma BONDADE. Tenham a santa paciencia.

  • le diz: 15 de abril de 2014

    Se esta empresa tem 83 ônibus 2010-2011 “SOBRANDO” então o deveria contratar ela para prestar o serviço na nossa cidade, com certeza trariam mais ônibus e mais modernos e despachem essas empresas atuais com essas carroças que eles usam para bem longe.

  • GIOVANI CRITICO diz: 15 de abril de 2014

    Não entendi uma coisa: a empresa comprou os veiculos, jah os recebeu em seu patio, talvez jah os tenha pago… e somente AGORA VAI VERIFICAR A SUA CONDICAO DE USO???

  • Miguel José Teixeira diz: 15 de abril de 2014

    Tapeação (palavra do momento), pois a outra face do
    semi-novo é semi-usado. . .
    Será que nós, Blumenauenses, somos semi-otários?

  • ik diz: 15 de abril de 2014

    Gente, porque em Blumenau, FALO TUDO, tem que ser RUIM. Vamos citar alguns pontos:
    1 – Frota de Onibus. Curitiba RENOVA e Blumenau pega o resto;
    2 – Ruas, nem se fala. Passou uma tal de FOSSA, o que já não era bom, PIOROU;
    3 – Futebol. Sempre tem um ou outro LADRÃO aprontando para Blumenau;
    4 – Nova vias. Dizem que assinaram a OS. Mas deve sair daqui a quantas decadas?;
    5 – Foi feito projeto para uma ponte. Veio esse tal de NAPO e refaz o projeto?;
    Cara, isso daqui enche demais o SACO de todos nós.
    Vão criar vergonha ou sei lá oque nessa cara de vocês.
    Etá raça INSUPORTAVEL.

  • Junior diz: 15 de abril de 2014

    Giovani para verificar é ter os onibus a disposição, e quanto ao pagamento, tu acha mesmo que já foram pagos? Qual a tua idade? 3 anos?

  • Virgílio diz: 15 de abril de 2014

    Eu como usuário do transporte público gostaria de pedir mais horários, não adianta ficar renovando só renovando a frota, tem que adicionar horários..
    Na minha região (Itoupava Central / Franz Volles) estão saindo mais 3 condomínios, sendo que dois deles vão ter mais de 150 famílias novas me pergunto que mora nos pontos finais o que vai fazer depois que esses condomínios estiverem prontos?
    Pego ônibus 6:05 próximo ao aeroporto e quase não consigo entrar, sendo que na maioria das vezes vem dois ônibus seguidos (Franz Volles e Via moinho) e até as 8:00 da manhã os dois ônibus chegam ali SOCADOS.. Então me respondam o que vai acontecer quando esses prédios novos estiverem concluídos, quem mora nos pontos mais próximos ao terminal vão ficar de fora..

  • Walfrido diz: 15 de abril de 2014

    FICAMOS COM ESSAS LATAS VELHAS, QUE VEM DE FORA.
    TODOS USADOS E BEM SURRADOS.
    QUE AQUISIÇÃO MALDITA.
    ESTÁ NA HORA DE COLOCAR OUTROS EMPRESÁRIOS NESTA HISTÓRIA.
    FALTA CONCORRENCIA.
    ENQUANTO ISSO, FICAMOS COM LATAS VELHAS CIRCULANDO POR AÍ.

  • ônibus Blumenau diz: 15 de abril de 2014

    Lata velha? Não sabe de nada e vem falar porcaria
    Esses carros são de 2010/2011 e vem dizer lata velha? estão todos conservados em ótimo estado!!!! O povo daqui so reclama agora vai utilizar o transporte coletivo de indaial que são carros de 1989 a 2000, e paga a tarifa de 3,15 a 3,95 pro intermunicipal acham barato? Antes de criticar procure saber as informações corretas

  • Ximitão diz: 15 de abril de 2014

    Como a grande Maua consegue adquirir onibus 0km?
    Daria uma boa reportagem.

    Blumenau ja foi melhorzinha…

  • Alois diz: 15 de abril de 2014

    Concordo com o Sr. Saul, o Consórcio Siga e o Seterb precisam melhorar a gestão da situação do transporte coletivo, pois mesmo quando a tarifa dos onibus era uma das mais altas do Estado, nada foi feito, e agora alegam que a atual tarifa invibializa a renovação da frota????, é muito estranho, também acredito que a Câmara de Vereadores deveria atuar de forma mais intensa neste caso, pois não são os representantes do povo????.

    Também uso o transporte coletivo, apesar de ter carro particular e concordo que os coletivos estão sujos, lotados e sem condições dignas de uso.
    Até aceitaria pagar mais na tarifa, mas não acredito que o serviço vá melhorar de forma significativa, pois falta gestão, tanto das empresas como do poder público, cobrar metas, qualidade do serviço, deveria fazer parte do contrato de cessão.

  • Ivan diz: 15 de abril de 2014

    Piada na cara da sociedade.
    Como é possível permitir que aconteça uma coisa dessas.
    Os cálculos da tarifa de ônibus em Blumenau incluem a substituição de toda a frota (300 ônibus) 3 vezes durante o período de concessão (20 anos). Desta forma não teríamos veículos com mais de 7 anos.
    A média de preço de um ônibus é determinada em R$400.000,00 Quatrocentos mil reais! (engraçado que eles nem divulgaram o preço que pagaram por cada ônibus)
    Isso significa que eles recebem:
    3 * 300 * 400.000 = 360.000.000,00 Trezentos e sessenta milhões para a substituição dos ônibus! É R$1.500,00 um milhão e quinhentos mil por mês durante 20 anos dedicados somente para troca de ônibus. Isso já está no cálculo da tarifa! Assim como o salário dos funcionários e o preço de manutenção por quilômetro rodado de cada ônibus (R$1,90 um real e noventa centavos por Km).
    Como pode a sociedade e a prefeitura permitir um empresário ridicularizar toda uma população dizendo que o preço teria que ser de R$3,50!
    Mostrem-me os dados se estou errado, pois posso demonstrar todo o cálculo da tarifa aqui.
    Durmam com isso.

  • Ivan diz: 15 de abril de 2014

    Pra concluir. Dos requisitos que o SIGA tem que cumprir com o valor da tarifa:
    > Manutenção dos ônibus (R$1,90 por Km)
    > Média de idade da frota em 7 anos. (São 300 ônibus com custo médio de R$400.000,00)
    > Pagamento de todos os funcionários.
    > Investimento de R$10.000.000,00 dez milhões, em Blumenau no período de 20 anos.
    Se todos os requisitos incluídos na tarifa fossem cumpridos “sobraria” mensalmente cerca de R$200.000,00 Duzentos mil de margem para variação do preço do Diesel, entre outros, e obviamente o lucro que o empresário tem que ter. Pena que parece que 200 mil por mês é pouco.

  • Maicon diz: 15 de abril de 2014

    A nossa Blumenau merecia mesmo é ônibus novos, tecnológicos, especialmente na questão do combustível – a Europa – por exemplo, usa ônibus com biocombustíveis e tanto empreendedores quanto trabalhadores preferem o transporte público pelo valor módico e excelentes condições.
    A reflexão de poderíamos fazer é: O que é preciso fazer para melhorar tudo? Ônibus, atendimento, relacionamento com colaboradores, relacionamento com investidores, com o poder público, melhor preço e mais eficiência.
    Parabéns ao atual gestor pelos anos a frente da empresa, porém, precisamos de novos gestores, novas ideias, nova forma de empreender bem o valor do “preço público” pago pelo cidadão.
    Há muito a ser explorado economicamente no transporte público e ainda, muitos gastos demasiados que poderiam ser minimizados.
    Surpreendentemente, em 3 anos o sistema atual poderia ser completamente modificado com o uso de ações específicas, constantes e por meio de metas.
    Triste ficamos em saber que nossa Blumenau deixa de ser pioneira em assuntos de tamanha relevância como a mobilidade urbana pela falta de interesse na construção de um sistema melhor e já fomos referência, que perde a cada dia espaço.

  • Edson diz: 15 de abril de 2014

    É Pancho, vc nao passa de outro covarde que nao publica o que o povo precisa saber, mas isso vai adiante!

    Moderador que soh publica o que o Betinho deixa.
    Estuda 5 anos de jornalismo pra ser uma boneca na mao de uns e outros.

    Vc deveria ser imparcial, justo e etico, mas nao passa de mais um lixo financiado a tapinha nas costas e falsos amigos

  • Pancho diz: 16 de abril de 2014

    Olá, Edson. Obrigado pelos comentários. Infelizmente não posso liberar os que contém acusações pessoais. Orientação do departamento jurídico da empresa. Agradeço a compreensão.

  • MARCOS VERDADE diz: 16 de abril de 2014

    Sr.Humberto Sackl ná proxima licitação para o transporte publico fique fora, pegue seu $$$ e se aposente é melhor para o Sr. Ficar ouvindo todo dia esse povo reclamar. eu já tinha vendido a Sua empresa Gloria a muito tempo.. é uma pena uma ser dono de uma empresa, e pessoas de fora ficarem o tempo todo mandando nela.. Caia fora, e vai cuidar da sua aposentadoria. e deixa esse povo reclamão se danar. NUNCA TIVERAM EMPRESA PRA SABER O QTO É DIFICIL MANTER..

  • JJ diz: 16 de abril de 2014

    Quanto custaram?
    Já foram Pagos?
    Se são bons porque foram vendidos com 4 anos de uso?
    Quem intermediou essa negociação?
    É o lixo de Curitiba?

  • Edson diz: 17 de abril de 2014

    Caro Pancho,

    Não são acusações pessoais, não venha com esse papo.

    Os ônibus são alugados e infringem o contrato de concessão.

    Você está divulgando uma mentira, e sabe disso.

    A Glória não comprou, alugou!!

  • Pancho diz: 17 de abril de 2014

    Olá, Edson. Essa não é pessoal. Falo das outras (“troquinho”). Temos que ter cuidado. Infelizmente.
    Vou atrás dessa informação. Obrigado! Abraço,

  • Doutor Segurança diz: 22 de abril de 2014

    Até 1997 haviam ônibus de 20 anos circulando, naquele mesmo ano houve uma grande mudança no Transporte Coletivo de Blumenau e tiveram pessoas que criticaram por deixarem ônibus de 9 anos circulando à época. Hoje, nossa realidade não é tão distinta, se é que há algo que tenha mudado, porém sugiro que, além do exemplo de Indaial, experimentem usar o transporte público em Penha, em Navegantes, ou Itajaí.
    Não achou bom? Tente então passar, pode ser de carro mesmo, na Ponte Pedro Ivo Campos em um dia útil, acredito que os “pseudo-revoltados” que aqui estão se quer saibam que ponte é essa, e devem mesmo ficar sem saber, até porque no casulo de um ser cego, querer difundir a realidade é uma perda de tempo.
    Ouçam mais o que as pessoas que vieram de fora falam daqui, apenas isso que vai fazer esse povo tão revoltado que acreditou em promessas de milagre nas eleições, saber que sua cidade não é uma Cidade Jardim, mas está longe de ser a cidade “dessas sucatas urbanas que andam por aí”.

  • Marcio Alves diz: 31 de maio de 2014

    esse povinho daqui é mesmo engraçado…. só reclama, se não tivesse comprado nenhum carro, tava reclamando, como comprou, mesmo que com pouco tempo de uso (usado), reclama tambem… aposto que todos esses reclamões, tem carro zero, por que usado não serve… acho que o que tem que ser renovados é esse cambada de politicos que mandam nessa cidade! começando pelo prefeito risadinha!

Envie seu Comentário