Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Empresa de Blumenau cria papel higiênico umedecido

23 de maio de 2014 6

w_papel_p

Uma empresa de Blumenau criou e patenteou no Brasil o papel higiênico umedecido. Com a marca Feelclean Absolute, o produto foi lançado oficialmente na Feira Apas 2014, em São Paulo, evento destinado aos supermercadistas do país.

O Grupo FW, com sede na Itoupava Central, investiu R$ 1 milhão na pesquisa e desenvolvimento do papel. Para manter a umidade, o rolo é colocado dentro de um dispenser que se encaixa nos suportes convencionais.

A empresa tem como objetivo de conquistar 20% do mercado de papeis higiênicos da linha premium, que movimenta algo em torno de R$ 80 milhões por ano no Brasil. O grupo também negocia exportar para Argentina, Uruguai, Colômbia, Venezuela, Dubai e Tunísia.

O rolo com o display custa para o consumidor final R$ 12,99 e o refil, R$ 4,99.

Comente abaixo

comentários

Comentários (6)

  • Rubens diz: 23 de maio de 2014

    Que ótima noticia….. em tempos atuais, noticias de empreendedorismo com esta ainda nos alimentam com esperanças….. parabéns a empresa e todo o seus colaboradores……

  • Jorge diz: 23 de maio de 2014

    É o suprassumo dos sonhos dos venezuelanos bolivarianos…
    A kompanheirada bolivariana está em êxtase, na ânsia de consumir o novo produto.

  • Elize diz: 23 de maio de 2014

    Muito legal!! Saíram na frente com essa ideia.

  • JJ diz: 23 de maio de 2014

    Aproveita a situação, de greve no serviço publico e manda uma caixa pro NAPO se limpar.

  • Valdemir Nicoletti diz: 24 de maio de 2014

    Parabéns ao grupo FW pelo projeto e idealização. Enquanto muitos só criticam, resmungam e falam bobagens, porque são reféns de suas próprias idéias pequenas, outros trabalham, investem e seguem em frente sem esperar tudo cair do céu, como se somente o estado fosse a salvação da pátria.

  • Isabel diz: 24 de maio de 2014

    Parabéns à empresa e seus colaboradores. Além do produto que vai fazer sucesso no mercado, bom saber que empresas de regiões como a do Vale hoje tem condições de investir em pesquisa e desenvolvimento de produtos. Em tempos idos, isso era impensável ou somente para uma meia dúzia de indústrias. E não só as empresas e não só no Sul e Sudeste, nesta semana li que estudiosos do Instituto do Cérebro da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) criaram – e publicaram os detalhes na revista científica Nature – um software capaz de traduzir os sonhos e diagnosticar com objetividade doenças mentais como esquizofrenia e bipolaridade. Isso pode ajudar muito no tratamento e prevenção dessas doenças. Em todas as áreas o Brasil está caminhando firme em Ciências e Tecnologia. Impossível recuperar o tempo perdido, mas já estamos dando grandes passos e não é na Lua. Vai que é tua, Brasil.

Envie seu Comentário