Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Venda do Frohsinn recebe mais apoio

27 de junho de 2014 8

w_frohsinn_p
Foto: Artur Moser – 28/1/2014

Na primeira reunião do recém-empossado Conselho Municipal de Cultura a pauta foi a possibilidade de venda do imóvel no Morro do Aipim que abrigou o Frohsinn. O grupo concorda com a preservação da casa e com a finalidade turística desde que compartilhada com a cultura.

Sobre a venda em si, o grupo se dividiu. Coube ao presidente da Fundação Cultural, Sylvio Zimmermann, o desempate em favor da venda.

O secretário de Turismo, Ricardo Stodieck, disse ter ficado surpreso com o resultado, já que a ex-presidente do conselho havia se manifestado contrária à ideia da prefeitura. O secretário também elogiou o nível do debate na sede da Fundação Cultural ontem à tarde.

— Foi mais elevado que no Conselho de Planejamento Urbano.

Venda deve ser encaminhada

Resumo da consulta que o secretário Ricardo Stodieck fez a quatro conselhos da cidade: todos concordam com a preservação do imóvel e a maioria concorda com a finalidade turística e com a venda.

As conversas com os conselhos serão avaliadas internamente para montar o modelo final de destinação do espaço. Tudo indica que o Executivo deve encaminhar à Câmara de Vereadores a proposta de venda vinculada à preservação e à atividade turística, mas ainda deve estabelecer outras condições, como o acesso gratuito ao principal mirante da cidade.

Outras sugestões ouvidas na série de discussões com os conselhos também podem ser adotadas.

Comente abaixo

comentários

Comentários (8)

  • Walfrido diz: 27 de junho de 2014

    Venda-se logo antes que o imóvel de deprecie.
    É alvo de pichações , de depredação, e morada de maconheiros e drogados.
    Demora-se muito para se tomar alguma decisão neste país.
    É patrimônio público e , por isso, deve bem administrado.
    Como costuma acontecer, muitos deste patrimônios públicos ficam abandonados e apodrecendo, como se não fosse de ninguém.

  • Raio X diz: 27 de junho de 2014

    Passou da hora de vender este bem, pior ainda o estado da via de acesso jamais pavimentada, apesar de ser uma rua central. Que a prefeitura ataque os problemas que beneficiem o maior numero de contribuintes possiveis, entenda-se: Ruas, escolas, saude e cobre do governo estadual providencias da seguranca publica, pois esta atividade pertence ao governador e nunca ao prefeito.

  • Luis a diz: 27 de junho de 2014

    Não vendam o terreno!!

    vendam a edificação, ou desmanchem e façam uma doação a alguma entidade ou ong que precise de sede.

    limpem o terreno e deixem como mirante, e só !

    No futuro quando algum prefeito competente assumir , com um bom planejamento possa ser feito algo útil a toda comunidade.

  • Mauro diz: 27 de junho de 2014

    “Na primeira reunião do recém-empossado Conselho Municipal de Cultura…”

    Quanta sutileza…

    #sqn.

  • Eder diz: 27 de junho de 2014

    E consultar a comunidade pra saber o que o POVO quer?

    Não deveria ser feita consulta pública para venda de um imóvel tão importante para cidade?

  • Manu diz: 27 de junho de 2014

    Primeira reunião do novo conselho e uma boa parte querendo favorecer o governo… Querem ganhar o quê com isso? $$ Que vergonha e quanto hipocrisia, hein?

  • Diego diz: 29 de junho de 2014

    O povo nunca sabe o que é melhor para ele. O povo não sabe onde é melhor uma ponte, se é melhor vender o Frohsin, se foi bom vender a Vale, etc.

    Nas eleições, quando o povo é consultado, já percebemos do que a participação popular é capaz.

    Se depender do povo, a economia pára; nunca há mudanças. O povo tende à inércia.

  • anderson diz: 1 de julho de 2014

    debate sobre possibilidades para o local, aberto a todos os interessados:
    http://iabblumenau.blogspot.com.br/2014/07/iab-cafe-frohsinn-e-morro-do-aipim.html

Envie seu Comentário