Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Ex-prefeito busca recursos para plano diretor do Aeroporto Quero-Quero

11 de dezembro de 2017 0
Foto: Patrick Rodrigues, BD, 5/7/2017

Foto: Patrick Rodrigues, BD, 5/7/2017

Entusiasmado e multitarefa, o ex-prefeito Felix Theiss tem passado o chapéu pelas empresas da região. Na condição de coordenador de expansão do Aeroporto Quero-Quero na Associação Empresarial de Blumenau (Acib), ele arrecada verba com o intuito de bancar um novo plano diretor para o aeródromo do bairro Itoupava Central. Dos R$ 197 mil necessários, já conseguiu R$ 145 mil.

Siga Pancho no FacebookTwitter e Instagram

Mesmo sem todo o montante, o trabalho já começou a ser elaborado pela Zênite Engenharia, empresa de Blumenau que atuou mais recentemente na ampliação do Aeroporto de Maringá. O plano diretor dará as possibilidades de expansão do Quero-Quero, também conhecido como Aeroporto Regional de Blumenau.

Theiss se mostra sempre indignado quando vê que aeroportos de cidades bem menores conseguem atrair voos comerciais regulares para São Paulo. Na reunião do conselho e diretoria da Acib na semana passada, ele citou o caso de Caçador que em breve deve ter voos da Azul para a capital paulista.

Ampliação da pista

O objetivo, claro, é fazer com que alguma empresa manifeste interesse em operar na cidade depois de feitas as adequações necessárias. Theiss acredita que será possível ampliar a pista em mais alguns metros, assunto que sempre gerou polêmica na cidade, pela necessidade de desvio das ruas Pedro Zimmermann e Franz Volles ou pelo fato de termos a pouco mais de 50 quilômetros daqui o Aeroporto de Navegantes.

É bom lembrar que, além da Acib, temos o Comitê em Prol do Aeroporto Regional de Blumenau (Copraer Blumenau), entidade que luta por uma cerca decente e sinalização que permita a operação noturna no aeroporto. Bom seria que todos unissem forças em torno de um mesmo propósito, sempre pensando no melhor para a comunidade. Essa é a equação mais difícil de resolver.

Troca na coordenação

Na reunião da semana passada Felix Theiss disse que está deixando o cargo de coordenador de expansão do Queo-Quero. Depois de anos passará o bastão para o arquiteto Paulo Herwig, diretor da HS Arquitetos.

Comente abaixo

comentários

Regularização fundiária do Horto Florestal vai começar pela Rua indaiatuba

09 de dezembro de 2017 0
Rua Indaiatuba será a primeira a ter lotes regularizados. Foto: Pancho

Rua Indaiatuba será a primeira a ter lotes regularizados. Foto: Pancho

Dezessete imóveis da Rua Indaiatuba, no bairro Salto, em Blumenau, devem ser os primeiros a serem regularizados no Horto Florestal, área que foi ocupada de forma irregular depois das enchentes da década de 1980. Outros 241 lotes na mesma região aguardam a tão sonhada regularização fundiária, prometida há décadas e que anda a passos de tartaruga no poder público.

Siga Pancho no FacebookTwitter e Instagram

Se tudo correr como previsto pelo secretário municipal de Habitação e Regularização Fundiária, Juliano Gonçalves, é possível que no primeiro semestre do próximo ano os lotes passem a constar como regulares.

A regularização do Horto é parcela pequena do problema. Há outras 17 áreas ocupadas irregularmente que já foram declaradas Zonas Especiais de Interesse Social (Zeis), primeira fase para a regularização. Dessas, apenas sete, com 1098 lotes no total, tiveram o processo iniciado e não há previsão de quando esse trabalho será concluído. Para se ter uma ideia do tempo que leva, já se passaram mais de 20 anos desde que o processo do Horto Florestal começou. E não pense que o problema termina por aqui.

Além das 17 áreas que foram decretadas Zonas Especiais de Interesse Social, há outros 38 locais mapeados, e pelo menos uma centena que ainda requer um trabalho de identificação mais apurado por parte do poder público. Algumas dessas áreas já estão urbanizadas, como o próprio Horto Florestal e o Morro Dona Edith, mas boa parte delas é formada por favelas que ocupam os morros da periferia e até mesmo áreas de risco.

Processo lento

No Horto Florestal as primeiras notícias sobre a regularização fundiária surgiram em 1996, mais de uma década depois da ocupação da área. Em 2008, foi publicado o decreto que delimita a área abrangida, algo em torno de 95 mil metros quadrados. O projeto de regularização foi aprovado em 2013. A individualização das matrículas ocorreu em 2014 e só em outubro passado houve sanção da lei municipal 8.495, que estabelece as normas de alienação, gratuita ou onerosa, da área pública aos moradores.

Como a avaliação ocorreu há quatro anos, esse serviço teve que ser refeito. No momento a prefeitura finaliza o recadastramento das famílias da Rua Indaiatuba. Feito isso, os dados seguem para a Procuradoria Geral do Município que vai elaborar os contratos. O cronograma das regularizações deve ser apresentado no próximo ano.

Variáveis dificultam

São inúmeras as variáveis que tornam o trabalho de regularização moroso. Cada área tem suas particularidades. Alguma são urbanizadas, em alguns casos, a área ocupada é pública e em outros, privada. Além disso, a elaboração de todo esse processo tem o acompanhamento do Ministério Público e da Justiça, que nem sempre concordam com a maneira escolhida pelo poder público para fazer as regularizações fundiárias. E não é só isso. Os trâmites na prefeitura são lentos.

O processo requer esforço de inúmeros setores que dividem a tarefa com outras demandas importantes. Nesse aspecto o secretário Juliano Gonçalves diz que sugeriu a centralização de algumas etapas na Secretaria de Regularização Fundiária, o que ainda não ocorreu. Também estão sendo avaliadas quais ZEIS podem ser enquadradas no programa Lar Legal, do Tribunal de Justiça, que agiliza a emissão do título de propriedade.

O problema existe, é grande e pode ficar ainda maior se nada for feito para agilizar todos esses processos. Uma força-tarefa reunindo todos os interessados seria, mais do que nunca, bem-vinda.

Comente abaixo

comentários

Mensalidades da Furb vão aumentar 4,5%

08 de dezembro de 2017 2

zfurbp

As mensalidade da Universidade Regional de Blumenau ficarão 4,5% mais caras em 2018. O reajuste foi aprovado na tarde de quinta-feira pelo Conselho Universitário (Consuni). O valor do crédito financeiro passará de R$ 45,56 para R$ 47,61. O Diretório Central dos Estudantes (DCE) defendia aumento de 2%.

Siga Pancho no FacebookTwitter e Instagram

Como publicado anteriormente, a administração da instituição defendia o índice com base na inflação do último ano, nas despesas com a folha de pagamento — que aumentam devido aos anuênios e outros benefícios — e o impacto do novo ensino fundamental, que passou a ter um ano a mais. O pró-reitor de Administração, Udo Schroeder, estima uma queda de 500 novos alunos no próximo ano na Furb.

O valor do crédito financeiro é válido para o cálculo das mensalidades dos cursos de graduação e da pós-graduação stricto sensu, dos cursos do FURB Idiomas, dos valores da matrícula e de todas as demais cobranças da instituição que são valoradas com base no crédito financeiro, a serem praticados no exercício de 2018.

Comente abaixo

comentários

Indaial precisa de R$ 4,5 milhões para concluir ponte

07 de dezembro de 2017 0
Foto: Pancho

Foto: Pancho

Quem passa pela Rua Marechal Deodoro da Fonseca, em Indaial, até pode ter a impressão de que falta pouco para que a prefeitura libere o trânsito pela nova ponte sobre o Rio Itajaí-Açu. O acesso na margem direita está praticamente pronto e, apesar das barreiras colocadas, muitos motociclistas arriscam a travessia mesmo com a obra inacabada.

Siga Pancho no FacebookTwitter e Instagram

Se em um lado os trabalhos estão adiantados, no outro ainda o cenário é diferente . O prefeito André Moser (PSDB) conta que falta R$ 4,5 milhões para concluir os acessos e liberar o trânsito. A prefeitura pretende conseguir o valor por meio do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam), mas por enquanto não há confirmação do governo estadual.

Comente abaixo

comentários

Neumarkt e Norte Shopping abrem as portas para animais de estimação

07 de dezembro de 2017 0
zcaop

Foto: Félix Zucco, BD, 25/07/2013

O Neumarkt e o Norte Shopping abriram as portas em definitivo para os animais de estimação. A partir de agora quem tem cachorro pode passear com ele pelos estabelecimentos, mas há regras a seguir.

Siga Pancho no FacebookTwitter e Instagram

Fazer uso adequado da coleira é imprescindível, mas ele também pode ser levado no colo ou no carrinho. Os cães não podem circular na praça de alimentação, cinemas, cafés e restaurantes, a não ser que seja um cão-guia. O pet também não pode ter mais de 60 centímetros de altura e raças de cães de guarda, como Pitbull, Pastor Alemão, Dobermann e Rottweiller, não são permitidas.

Os clientes com animais de estimação podem retirar o kit pet nos concierges (balcões de informações). Eles devem ser usados para limpar fezes e urina. Depois é importante avisar um dos seguranças para que seja feita a higienização do local.

Os shoppings da Almeida Junior seguem exemplo do outro shopping da cidade, o Park Europeu, que desde 2015 permite a entrada de animais de estimação.

Confira aqui as regras estabelecidas pelos shoppings da Almeida Junior

 

Comente abaixo

comentários

Adriano Pereira volta à Câmara depois de licença

07 de dezembro de 2017 0
Vereador Adriano Pereira. Foto: Pancho

Vereador Adriano Pereira. Foto: Pancho

O vereador Adriano Pereira (PT) retorna hoje de período de licença municiado. Se diz indignado com o aumento do IPTU e do transporte coletivo, cortes no transporte escolar e o fechamento de escolas, assuntos que provavelmente estarão no pronunciamento de retorno ao Legislativo.

Siga Pancho no FacebookTwitter e Instagram

Pereira também quer cobrar do prefeito a boa aplicação do dinheiro que a Câmara deve devolver no fim do ano, algo em torno de R$ 7 milhões.

Oposição suplente

Com o retorno de Adriano, o suplente Lenilso Silva (PT) se despede da experiência de ser vereador por um mês. Não emplacou tantos projeto como gostaria, mas conquistou o respeito dos colegas e deu uma mexida no conservador ambiente com temas atuais e necessários. Precisamos de mais diversidade na Câmara de Blumenau.

Comente abaixo

comentários

Furb quer 4,5% de aumento nas mensalidades em 2018

07 de dezembro de 2017 0

zfurbp

O Conselho Universitário da Universidade Regional de Blumenau (Furb) deve avaliar nesta quinta-feira a proposta de reajuste das mensalidades feita pela direção da Instituição. Segundo o pró-reitor de Administração, Udo Schroeder, o reajuste ideal seria de 4,5%.

Siga Pancho no FacebookTwitter e Instagram

O índice tem como base a inflação do último ano, o crescimento orgânico da folha de pagamento — provocado por anuênios e promoções, por exemplo — e o impacto do novo ensino fundamental, que passou a ter um ano a mais. Schroeder estima uma queda de 500 novos alunos no próximo ano na Furb.

Comente abaixo

comentários

Mutirão de desapropriações para a duplicação da BR-470 foi um sucesso

07 de dezembro de 2017 1
Trevo da Mafisa é um dos pontos mais congestionados da rodovia. Foto: Patrick Rodrigues, BD< 14/8/2017

Trevo da Mafisa é um dos pontos mais congestionados da rodovia. Foto: Patrick Rodrigues, BD< 14/8/2017

Foi um sucesso o mutirão de desapropriação de terrenos nos quais serão executadas obras da duplicação da BR-470. A avaliação é do juiz-corregedor do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejuscon) da Justiça Federal em Blumenau, Vitor Hugo Anderle, que coordenou os trabalhos de segunda a quarta-feira.

Siga Pancho no FacebookTwitter e Instagram

Dos 36 terrenos incluídos nos trabalhos apenas um ficou com a conciliação pendente. Mesmo assim, o caso deve ser resolvido até fevereiro do próximo ano. As desapropriações conciliadas somaram algo em torno de R$ 10 milhões, dinheiro já disponível na conta do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT).

Os terrenos em questão estão nos lotes 3 e 4. A maior parte está concentrada junto ao trevo de acesso a Pomerode e no trevo do viaduto da Mafisa. De acordo com informações recebidas por Anderle do DNIT em Santa Catarina, as obras nesses locais, com a construção de viadutos e complexos viários, podem começar já em fevereiro de 2018.

A ideia do DNIT é atacar inicialmente os pontos mais críticos do trecho que pouca obra ainda registrou. No lote 3 apenas 6% da duplicação foram executados. No lote 4 as obras nem sequer começaram.

 

Comente abaixo

comentários

Blumenau vai receber apenas 40 novos policiais militares

06 de dezembro de 2017 1
Foto: Gilmar de Souza, BD, 13/3/2015

Foto: Gilmar de Souza, BD, 13/3/2015

Blumenau vai receber 40 novos policiais militares no próximo ano. A informação veio do secretário de Estado da Segurança Pública, César Grubba, e do comandante-geral da Polícia Militar de Santa Catarina, coronel Paulo Henrique Hemm, que participaram de uma reunião com lideranças de Blumenau na tarde desta quarta-feira em Florianópolis.

Siga Pancho no FacebookTwitter e Instagram

O número é bem menor que os 150 que as lideranças avaliavam como justo para o momento em que vive a cidade. Entre os sete maiores municípios de Santa Catarina, Blumenau é o que tem a pior proporção de habitantes atendidos por policial. Nem mesmo os 40 novos anunciados reverteriam esse cenário.

Decepcionada com o resultado da reunião, a comitiva blumenauense vai tentar agora uma grande mobilização para pressionar diretamente o governador Raimundo Colombo. Além de tentar uma reunião urgente com ele, é possível que outras ações sejam organizadas para conseguir mais policiais, adianta o presidente da Comissão Legislativa Temporária Especial de Análise de Questões de Segurança Pública da Câmara de Blumenau, vereador Jens Mantau.

A formatura mais de 900 novos policiais militares para Santa Catarina está agendada para a próxima semana. Em Blumenau 58 frequentam as aulas do curso de formação de soldados.

Integraram a comitiva blumenauense

Avelino Lombardi, presidente da Associação Empresarial de Blumenau (Acib);
Fabiano Pamplona,  diretor de Políticas Integradas de Segurança da Prefeitura de Blumenau;
Jean Kuhlmann, deputado estadual;
Jens Mantau, presidente da Comissão Legislativa Temporária Especial de Análise de Questões de Segurança Pública da Câmara de Blumenau; Rodrigo Novelli, coordenador da comissão de Segurança Pública da OAB de Blumenau;
Rodrigo Quadros, secretário municipal de Defesa do Cidadão;
Ulrich Kuhn, ex-presidente do Sintex;
Osmar Labes, coordenador da Intersindical Patronal de Blumenau e Região

Comente abaixo

comentários

Lideranças de Blumenau vão pedir mais segurança ao governo estadual

05 de dezembro de 2017 0
Secretário César Grubba receberá blumenauenses. Foto: Betina Humeres, BD, 22/11/2017

Secretário César Grubba receberá blumenauenses. Foto: Betina Humeres, BD, 22/11/2017

Comitiva robusta deve ir a Florianópolis na tarde desta quarta-feira para uma reunião, às 17h, com o secretário de Estado da Segurança Pública, César Grubba. A ideia é lotar o gabinete dele e pressionar por mais atenção do governo do Estado em relação ao combate à violência que cresce a cada dia em Blumenau. Lembrando que na próxima semana deve ser anunciada a quantidade de novos policiais militares que serão designados para cada região.

Siga Pancho no FacebookTwitter e Instagram

O grupo será encabeçado pela Comissão Legislativa Temporária Especial de Análise de Questões de Segurança Pública da Câmara de Blumenau e deverá reunir integrantes das entidades empresariais da cidade, dos conselhos de segurança, de outras associações e vereadores.

O presidente da comissão da Câmara, Jens Mantau, diz que vai levar números importantes para o secretário. Durante cinco meses a comissão monitorou as ocorrências atendidas pela Polícia Militar e o resultado desse trabalho será entregue a Grubba.

No encontro também devem ser abordados temas como os ataques aos ônibus do transporte coletivo da cidade, o baixo número de novos policiais civis na região e o problema da falta de recursos para abastecer as viaturas da PM, aparentemente resolvido.

 

Comente abaixo

comentários