Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Pichação em patrimônio histórico

29 de julho de 2014 2

w_pixo_p
Foto: Gilmar de Souza

O que dizer de alguém capaz de pichar a fachada de um prédio centenário, patrimônio histórico estadual, como o da Fundação Cultural de Blumenau? A prova do crime está lá há mais de uma semana bem ao lado de uma das escadas de acesso às galerias.

O presidente da Fundação, Sylvio Zimmermann, diz que está verificando qual a melhor solução para remover a pichação. Como a parede é revestida com granilha, não é uma simples pintura que vai resolver o problema, já que o prédio histórico tem que conservar as características originais.

Depois de identificar a melhor solução, a Fundação Catarinense de Cultura, que monitora os imóveis tombados pelo Estado, tem que autorizar a intervenção.

É lenta a colocação de tornozeleiras

25 de julho de 2014 1

w_torno_p
Foto: Patrick Rodrigues – 21/7/2014

Apenas dois dos 100 detentos do Presídio Regional de Blumenau aptos a usar a tornozeleira de monitoramento receberam o equipamento. A colocação começou na segunda-feira, dia 21.

O diretor do presídio, Elenilton Fernandes, diz que aguarda a autorização do Tribunal de Justiça para os demais:

— No começo é demorado, mas acho que em duas semanas todos receberão as tornozeleiras.

O monitoramento dos dois que deixaram o presídio com o equipamento já começou. Na central instalada na sala do diretor é possível ver em um mapa a localização exata do detento.

— Um deles esqueceu de carregar a bateria, mas o sistema avisa e imediatamente ligamos para ele — conta Fernandes.

A autonomia do equipamento é de 30 horas. Ele será colocado nos tornozelos de presos primários e provisórios que foram detidos por envolvimento em crimes sem violência ou grave ameaça. É uma fase de testes que deve durar dois meses.

Presídio vai ficar sem a segurança da PM

25 de julho de 2014 1

w_pm_pOs 16 policiais militares que hoje ajudam na segurança e escolta no Presídio Regional de Blumenau deixarão de prestar os serviços até o final do mês. Com isso, a segurança do local estará nas mãos apenas dos 18 agentes penitenciários que trabalham no presídio.

A Polícia Militar atende exigência legal que determina que apenas agentes penitenciários trabalhem nas instituições penais. Os 16 policiais, segundo o comandante do 10º batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Cláudio Roberto Koglin, passarão a fazer o policiamento nas ruas.

O diretor do Presídio Regional, Elenilton Fernandes, diz que vai redistribuir horários e postos de trabalho entre os agentes para tentar suprir a falta de seguranças no local. O problema maior, segundo ele, será nas escoltas dos detentos.

— Fazer esse serviço só com o nosso pessoal vai ser difícil — prevê Fernandes.

Um pedido de reforço no número de agentes já foi encaminhado ao Departamento Estadual de Administração Prisional (Deap). Uma nova turma de agentes penitenciários deve ser formada em outubro.

(Foto:  Força Nacional de Defensores Públicos/Especial)

Marginal do ribeirão Garcia terá estudos

25 de julho de 2014 18

A prefeitura de Blumenau lançou edital de licitação para contratar a empresa que fará o Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) da marginal do ribeirão Garcia. Também estão previstos o estudo ambiental para emissão da licença e o projeto executivo.

A nova rua sairá da rua 7 de Setembro (próximo ao Angeloni) até a Coteminas, na rua Amazonas. O trecho tem 4,9 quilômetros. Quatro pontes devem ser construídas no trecho.

A mesma empresa também fará estudos e projeto de duplicação da rua Hermann Huscher no trecho de 600 metros entre o Hotel Viena e a alameda Rio Branco. A estimativa da prefeitura e desembolsar R$ 1,5 milhão pelos serviços. A execução da marginal, das pontes e do alargamento deve exigir investimentos da ordem de R$ 40 milhões, dinheiro do PAC Mobilidade.

O secretário de Planejamento Urbano, Alexandre Gevaerd, diz que nesta primeira etapa é necessário comprovar que as obras são viáveis. Feito isso, uma audiência pública deve ser agendada para apresentar o projeto à comunidade. Só então será lançado o edital de licitação para contratar a empresa que vai executar a obra.

Mudanças no trânsito de Blumenau

25 de julho de 2014 9

1. Acabou a farra dos que usavam a rua Estrela para furar a fila que aguarda o semáforo da rua Bahia para acessar a Ponte do Salto. A pequena via agora não tem saída.

w_timbo_p

2. A rua Timbó (foto), no bairro Victor Konder, deve virar mão única no sentido Max Hering-São Paulo. Testes serão feitos nos próximos dias.

3. Uma panfletagem na rua João Pessoa, bairro da Velha, dia 16 de agosto vai conscientizar os motoristas que aceleram demais no trecho próximo ao Vasto Verde. Respeito a pedestres e ciclistas também será lembrado.

Vitrais da catedral passam por manutenção

24 de julho de 2014 0

w_vitral_p
Fotos: Gilmar de Souza

Os belos vitrais da Catedral São Paulo Apóstolo, em Blumenau, passam por manutenção.

Os vidros são retirados e levados para Curitiba, onde passam pela devida limpeza e recuperação. Enquanto isso, vidros comuns ocupam o espaço.

Trabalho de três meses, feito pelaVitralis, empresa do filho do criador dos vitrais no final da década de 1950. Verdadeiros artistas, como bem pode se ver.

w_vitral1
w_vitral2

Telefonia móvel garante investimento em 2015

24 de julho de 2014 10

As operadoras de telefonia móvel assumiram o compromisso de investir em novas antenas na cidade de Blumenau em 2015. Representantes da Claro, Oi e TIM participaram ontem de uma reunião com o coordenador do Procon, Alexandre Caminha. A Vivo já havia se comprometido através de e-mail.

– Todas farão agora a previsão de investimentos para 2015 – explica Caminha.

Até final de setembro elas devem apresentar ao Procon o que será planejado. As empresas disseram que o maior problema para instalar novas antenas é a demora na emissão da licença ambiental por parte da Fatma. Segundo elas o processo leva em média seis meses.

– Vamos conversar com o órgão estadual sobre a possibilidade de agilizar as licenças – diz o coordenador do Procon.

Serviço melhor em 2014

As empresas também disseram que ainda neste ano poderão fazer melhorias nas antenas existentes. Com isso, a esperança é de que parte dos problemas com queda de ligação e baixa velocidade na transferência de dados seja resolvida em 2014.

O setor não investe em novas antenas na cidade há cinco anos. Uma liminar foi concedida pela Justiça em ação do Ministério Público Estadual que questionava a falta de regulamentação para a instalação do equipamento, problema resolvido neste ano.

Fórum precisa de reforma e de rua pavimentada

23 de julho de 2014 9

w_forum_p
Esta seria a fachada frontal do Fórum de Blumenau. Foto: Gilmar de Souza

Deve sair em agosto a terceira licitação para a reforma geral do Fórum de Blumenau. Duas já foram abertas, mas nenhuma empresa se interessou pelo serviço.

Segundo o diretor Osmar Tomazoni, além da reforma geral na estrutura do prédio, está prevista a colocação de uma cerca ao redor do espaço. Foi a maneira encontrada para bem preservar o patrimônio público.

Rua de terra

Juízes e advogados devem elaborar um ofício conjunto pedindo à prefeitura de Blumenau a conclusão da pavimentação da rua do Fórum, entroncamento das ruas Zenaide Santos de Souza e Elesbão Pinto, na Velha (foto).

O trecho fica em frente ao que seria a fachada principal da edificação e tem causado transtornos aos profissionais e à comunidade que precisam dos serviços. Em dia de chuva, sapatos sujos de lama são comuns no Fórum.

Ponte do Badenfurt descortina belas paisagens

23 de julho de 2014 2

w_ponte_p
Foto: Patrick Rodrigues

Apesar das atrapalhadas do poder público, o complexo viário do Badenfurt, em fase de conclusão, vai nos entregar algumas belas paisagens.

Quem passar por lá poderá avistar o Morro do Baú, em Ilhota, e também a pequena e rural ponte de madeira sobre o Rio do Testo (foto). Pedestres e ciclistas também poderão observar as ilhas fluviais do Itajaí-Açu.

Servirá como consolo, se o fluxo não tiver o devido escoamento.

Não há sinal de melhorias no trevo de Pomerode

23 de julho de 2014 6

Por mais que a obra do Complexo Viário do Badenfurt colecione atrasos – a primeira data de conclusão era dezembro de 2012 –, absolutamente nada foi feito no trevo da BR-470 que vai receber o fluxo de milhares de veículos, muitos deles pesados, quando a nova via for aberta. Se hoje há lentidão e perigo, vai ficar infinitamente pior.

A necessidade de intervenção no chamado trevo de Pomerode foi reforçado pela prefeitura de Blumenau ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) mais de uma vez. As informações que o secretário interino de Obras, Carlos Leite, recebe é a de que há um esboço das melhorias que devem ser adotadas, mas não há previsão de quando serão executadas:

– Com certeza corremos o risco de concluir a obra sem ter o trevo em condições adequadas de receber o fluxo de veículos.

O secretário diz que o órgão federal teve que direcionar verbas que poderiam ser aplicadas no trevo para a recuperação de rodovias em outras regiões do Estado que foram destruídas pelas recentes enchentes.