Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Ouro made in Blumenau

23 de dezembro de 2013 0

O Brasil é campeão mundial de handebol e Blumenau tem a melhor jogadora da competição. Aos 27 anos, Duda Amorim liderou o time na inédita e impecável conquista. Os troféus premiam o trabalho planejado e bem desenvolvido pela Confederação Brasileira de Handebol.

Junta-se a ele o sacrifício de cada uma dessas meninas, que há alguns anos abriram mão do conforto de casa e da proximidade da família para jogar nos rincões da Europa, onde o handebol é mais estruturado e valorizado.

O sucesso de Duda é um misto de dedicação, suor e lágrimas com o trabalho desenvolvido nas categorias de base de Blumenau. Quando adolescente, deu os primeiros arremessos ao lado da irmã mais velha, Ana, defendendo as cores da cidade natal.

Crédito: Andrej Isakovic/AFP

As equipes de base locais têm uma série de meninas repletas de talento e sonhos. O problema é que nos últimos anos os dirigentes da modalidade tiveram que mendigar apoio. E não só aqui. A Liga Nacional é a soma de esforços de amantes do esporte que se desdobram para colocar as equipes em quadra. Espero que após essa conquista o cenário mude.

Duda chega a Blumenau na terça-feira e deve passar alguns dias por aqui. É dever dos nossos homens públicos organizar uma cerimônia para homenageá-la, com direito a carreata. Afinal, não é todo dia que se ganha um Mundial, e sendo eleita a melhor atleta da competição. Combinado?

Comente e compartilhe

comentários

Envie seu Comentário