Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Onde o Metropolitano mandará os próximos jogos?

31 de janeiro de 2014 1

A pergunta acima foi a que todo torcedor do Metropolitano se fez nesta quinta-feira, após a confirmação de que o duelo contra o Joinville seria em Itajaí, por conta da decisão do Sesi em não receber partidas no estádio. Ninguém sabe responder. Nem mesmo a diretoria do clube, que trata de resolver o problema.

Nos próximos dias, ou ainda nesta sexta-feira, dirigentes do Metrô e da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), à qual o Sesi é ligado, devem solucionar os problemas.

Crédito: Lucas Amorelli / Agência RBS

Nesta quinta-feira, ficou bem claro que é mera burocracia. Principalmente depois que o Tribunal de Justiça publicou nota oficial garantindo com todas as letras que o estádio blumenauense precisa de reparos, mas que pode sediar partidas e nunca esteve interditado. O Departamento Jurídico do Sesi, no entanto, tem outro entendimento. E barrou o uso do espaço até segundo ordem.

Espero que o mal entendido seja resolvido e o Verdão possa jogar em Blumenau. Afinal, o time tem como principal trunfo neste Catarinense para buscar uma das vagas no quadrangular semifinal o fato de ser o mandante de cinco partidas. Se não puder jogar no Sesi, diante da própria torcida e num campo que a maioria dos jogadores conhece, essa missão ficará mais difícil.

Isso me remete a uma volta. Mais precisamente em 2008. Na oportunidade, por conta de obras para a construção da pista de atletismo do Sesi, o Verdão começou mandando os jogos em Brusque e terminou em Timbó (foto abaixo).

O martírio longe das quatro linhas, no entanto, foi recompensado em campo. O time se acertou e terminou o Estadual na quarta posição da classificação geral (a melhor campanha do clube na competição). Será que a história se repete? Aguardemos.

Crédito: Jandyr Nascimento / Agência RBS

Para piorar o cenário, a confusão toda ainda vai pesar no bolso. A multa pela não realização das obras que faltam, imposta pelo Ministério Público na ação judicial, é de R$ 200 por dia, está em vigor desde o dia 1º de janeiro e tem de ser paga por Sesi e Metropolitano.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (1)

  • Everton diz: 31 de janeiro de 2014

    Que piada. Se não me engano é o 3º ou 4º ano que o Metropolitano não consegue jogar o primeiro jogo do Campeonato Catarinense em casa. Para variar, deixam tudo para última hora e a culpa nunca é do clube…

Envie seu Comentário