Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Metrô vence e retoma os trilhos na Série D do Brasileiro

24 de agosto de 2014 14

O Metropolitano passou longe de apresentar um grande futebol diante do Penapolense (SP) domingo, mas sob a batuta do treinador Pingo mostrou evolução e o principal, voltou a vencer. Com os gols de Lauro e Alessandro (foto), o Metrô refez as pazes com a vitória, bateu o time paulista por 2 a 0, assumiu a vice-liderança do Grupo A8 e parece ter retomado os trilhos. É isso que se espera de um time com jogadores experientes e com qualidade, como Alessandro, Marcelo Cordeiro e Carlos Alberto. Com a cabeça no lugar, o time tem que render.

Crédito: Patrick Rodrigues/Agência RBS

Crédito: Patrick Rodrigues/Agência RBS

O novo comandante cumpriu parte do que prometeu na apresentação. Recuperou a confiança dos atletas e somou três pontos importantíssimos para clube. Fazer o time jogar bem, com mais consistência e maior a posse de bola, como Pingo gosta, é questão de tempo e trabalho. Até o duelo com o Pelotas (RS), Pingo terá mais uma semana para implantar aos poucos a sua filosofia de jogo.

A próxima rodada pode ser o divisor de águas para o Verdão. Uma vitória no interior gaúcho combinada com um empate entre Penapolense (SP) e Londrina (PR), no interior paulista, fará com o que o Metrô abra quatro pontos de vantagem sobre os paulistas a duas rodadas do fim da fase de classificação. Um empate na Boca do Lobo também é um bom resultado, desde que os paulistas não vençam.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (14)

  • Luiz diz: 25 de agosto de 2014

    Bom dia, acho o time do Metropolitano carente de algo imprescindível para se tornar um grande clube de futebol, falta carisma, identidade com o torcedor. Particularmente detesto futebol por varias razoes, violência é uma delas, independente de que time for, na grande maioria das vezes torcedores são basicamente selvagens.
    No caso deste time, o que me deixa furioso é o fato de perder tempo no transito por uma porcaria de jogo, perde a cidade que fica destinando recursos para controlar transito numa partida de futebol. Para minha todo o custo com o uso de recursos publicos em segurança deveria como em Sao Paulo ser coberto pelo time e pronto, temos falta de efetivos policiais em todos os segmentos e recursos que deveriam ser utilizados em prol da coletividade como um todos, sao destinados ao Sesi para controlar o acesso de meia dúzia de baderneiros travestidos de torcedores, so temos que lamentar.

  • dionei raulino diz: 25 de agosto de 2014

    Parabéns ao Metropolitano!!
    Quero ressaltar que o SESI não vem cuidando bem de seu campo, daqui a pouco a CBF não vai mais liberar o local para os jogos, aí será tarde…

  • Eduardo diz: 25 de agosto de 2014

    Perdeste uma grande oportunidade de ficar CALADO senhor Luiz. Pelo teor do seu comentário percebesse o tamanho da falta de conhecimento sobre o futebol de Blumenau. Diante disto escreveu várias BOBAGENS que não vem ao caso nem dar ibope para tamanha demonstração de egoísmo. Só me resta ter pena do senhor que deve ser uma pessoa triste, amarga, que pensa somente no próprio umbigo e que deve ser uma pessoa insuportável de se conviver.
    “No caso deste time, o que me deixa furioso é o fato de perder tempo no transito por uma porcaria de jogo”…Declaração digna de pena.

  • Rafael diz: 25 de agosto de 2014

    Se você detesta futebol, Luiz, o que faz aqui, num post que fala sobre futebol? Eu não gosto de novelas. Vou lá no blog das novelas reclamar? Só se quisesse chamar a atenção, talvez. Deve ser o caso.

    Você detesta futebol, mas infelizmente pra vc a cidade não tem espaço só pro que vc quer. Eu não gosto de Stammtisch, mas não fico reclamando que o evento atrapalha a cidade. Eu faço parte, não sou dono dela.

    A grande maioria das 2.200 pessoas de ontem no Sesi não são violentas. Ao contrário. As mais próximas da violência são estas intolerantes, que não aceitam que todos têm direito ao seu espaço e à sua forma de lazer.

    PS: Pro seu conhecimento, acho que não sabe, a PM não está lá fazendo segurança de graça. O clube paga para ela estar lá.

  • Rodrigo diz: 25 de agosto de 2014

    O Caro amigo Luiz é o tipico cidadão que só tem uma atitude: reclamar. Não importa o que seja, se não foi ele quem fez, ele simplesmente reclama. Não faz absolutamente nada para qualquer causa que não seja a dele própria e aos que fazem dedica sua gama de frustração e impotência. Transforma todo esse rancor em reclamação, não importa se estava bom ou ruim, o negocio é reclamar. Pois isso o torna superior, livre. É uma atitude triste, mas infelizmente muito comum, em todos os setores.

  • Luiz diz: 25 de agosto de 2014

    Mantenho minha opinião acerca dos comentários, desperdiçar recurso públicos em uma partida de futebol, quando em nossa cidade temos cadencia de tanto, não faz sentido algum, aos comentários que decerto sao de torcedores deste time, acho que todos vivemos num estado democrático de direito, portanto respeitem as opiniões alheias.

    Quanto ao time, ele não tem identidade alguma com a cidade, nem mesmo este outro que se diz BEC, se gosto de futebol, gosto de assistir, sim, mas não a desorganização que impera por aqui no Brasil. Se a PM recebe para fazer a segurança, esta errado, tem que ter policia nas ruas e não em evento privado, enquanto a PM cuida do joguinho , os larápios estão ai assaltando, barbarizando.

  • Rafael diz: 25 de agosto de 2014

    Qual recurso público foi “desperdiçado” ontem, Luiz? O único desperdício aqui é o do seu tempo falando sobre algo que você detesta: futebol.

  • Luiz diz: 26 de agosto de 2014

    Caro Rafael, segurança, não sei se no seu mundinho existe somente o futebol, mas saiba que existe outras prioridades para o restante da população da cidade e com certeza uso da força policial já escassa não seria uma delas. vc le jornal ?? todos os dias tem em torno de 5 residências assaltadas, no mínimo de 3 a 5 assaltos e por ai vai. Então isto para mim é desperdício.

  • Leitor Indignado diz: 26 de agosto de 2014

    Não me causa estranheza nenhuma o blogueiro aqui usar da censura, virou rotina. Engraçado que comentários esdruxulos iguais ao desse senhor ele não censura.
    Sim, senhor Luiz, falo senhor por questão de educação, mas no fundo você não passa de um …..Somos torcedores deste time sim, mas não estamos apenas defendendo apenas este time, mas sim o esporte de Blumenau. Defendemos nos comentários os direitos do Metropolitano, do BEC, do futsal da AD Hering, do Handebol Feminino, do Basquete Masculino e Feminino, etc…quanto mais evento esportivo na cidade melhor.
    Os jogos da AD Hering na Liga Futsal transformam o trânsito no meu bairro (Água Verde) um caos. E daí? F….É lazer, é diversão, é entretenimento, somos a favor do ESPORTE, somos a favor do INTERESSE COLETIVO e não de uma pessoa infeliz e amarga igual o senhor.
    O senhor diz para o Rafael “não sei se no seu mundinho”, mas o único que vive em um mundinho próprio, egoísta, infeliz e amargo aqui é o senhor. Poupe-nos de seus comentários ridiculos e nos faça um favor. Vá se tratar da sua doença, sim, pois isto que o senhor tem não me parece estupidez pura e simples e sim uma doença que caiba um tratamento adequado.

  • Mauri diz: 26 de agosto de 2014

    A melhor resposta que o futebol de Blumenau pode dar, é vencendo essa competição e garantindo vaga na série C, pois em 10 anos de clube não ganhou nenhum título. está na hora de reagir Metrô.

  • Rafael diz: 26 de agosto de 2014

    hahahaha, sim Luiz! Eu leio jornal.

    Quem diz que “a cidade destina recursos” e que fica “furioso” preso no trânsito é que não deve ler!

  • Luiz diz: 26 de agosto de 2014

    Realmente no calor das respostas esquecemos um pouco dos modos de escrever. Minha opinião sobre futebol e os espertes em si é somente uma, se não sao sustentáveis do ponto de vista financeiro, nem deveriam estar se aventurando no ramo. Passa a impressão que sou contra o esporte, ledo engano, sou praticante de corrida, me aventuro pelas ruas esburacadas da cidade, e olha que em numero somos bem maiores que a meia dúzia de gatos pingados de torcedores do BEC e Metropolitano, logicamente todos embalados por substancias alcóolicas, o combustível dos torcedores de futebol em si. Então levando-se em conta a proporcionalidade deveria o poder publico investir em pistas de corrida, caminhada, e não me falem do parque Ramiro com sua pistinha de 700mts que nao vale. Corrida senhores é o esporte que mais cresce no Brasil, este sendo o melhor mercado das grandes marcas de produtos esportivos, e me pergunto porque nao patrocinam o Metro ou o BEC, porque não há retorno financeiro, se houvesse o Santa patrocinava, só nao vale patrocínio da Caixa ou qualquer empresa estatal. Agora somente falta a defesa de ajuda financeira a estes clubes, fim da picada.

  • Eduardo diz: 27 de agosto de 2014

    O debate acaba quando um ….escreve uma insanidade destas que demonstra a total falta de conhecimento do assunto:”olha que em numero somos bem maiores que a meia dúzia de gatos pingados de torcedores do BEC e Metropolitano, logicamente todos embalados por substancias alcóolicas, o combustível dos torcedores de futebol em si”.
    1) Os corredores não são em números maioria, pois tanto Metropolitano quanto BEC tem uma torcida grande na cidade e região. O que não desqualifica em momento algum praticantes de corrida e caminhada e em momento algum um não anula o outro. Sou praticante de caminhada e torcedor do Metropolitano. Não há regra nenhuma que diga que eu tenha que ser um ou outro. Posso ser os 2 ao mesmo tempo assim como muitos torcedores do Metropolitano que eu conheço praticam caminhada ou corrida para manter a saúde em dia.
    2) Desconhecimento total do assunto quando diz que são “embalados por substâncias alcoólicas”. Em primeiro lugar que não é permitido vender bebida alcoólica em estádio de futebol, o que eu acho errado. Segundo que não vejo mau algum em beber uma cervejinha socialmente. Terceiro que em um rol de mais de 2000 mil pessoas que tinha no Sesi no último domingo se eu vi 4 ou 5 pessoas visivelmente alterados pelo alcóol foi muito. O que eu vi em grande quantidade foram famílias inteiras se divertido e torcendo por um time da cidade.
    4) Pra finalizar, não sou contra e acho válida a ideia de o poder público usar recursos para construir um bom local para a prática de corrida e caminhada como também sou a favor de o poder público com recursos próprios construir um estádio municipal de futebol para o Metropolitano e o BEC e também uma arena multiuso para o handebol, futsal, basquete, etc… no lugar do defasado Galegão.
    Resumindo: Quanto mais esporte nos for ofertado melhor. E por favor, quando você decidi perder tempo para debater sobre um tema, procure pesquisar um pouco antes para ter um ou 2 argumentos sensatos para defender a sua ideia ao invés de escrever uma besteira atrás da outra e atacar MILHARES de pessoas que prestigiam outra forma de lazer e diversão que não seja a que você goste.

Envie seu Comentário