Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Situação do gramado do Sesi está ruim, sim. Mas é o que temos

26 de agosto de 2014 5

A situação do gramado do Estádio do Sesi para o futebol não é ruim. É muito ruim. Complica o domínio da bola e exige poder de improviso e habilidade dos jogadores para lidar com os buracos e outras falhas no gramado. A direção do Sesi reconhece os problemas e tenta lidar como pode, mas há dois times de futebol disputando competições oficiais e o espaço ainda é usado por patotas de futebol e outras modalidades. Fora as chuvas. Aí não tem como a grama aguentar, né?

Crédito: Rafaela Martins/Agência RBS

Crédito: Rafaela Martins/Agência RBS

O Sesi não é um estádio exclusivo de futebol. A entidade, convenhamos, é parceira. Basta lembrar todo o impasse que enfrentou no início do ano para liberar a estrutura, arcando com boa parte dos custos para atender às exigências das entidades fiscalizadoras.

Está ruim? Está. Mas é o que temos. Já pensou se o Sesi resolver que não receberá mais partidas de futebol? O que os clubes farão? É pouco provável que isso aconteça, mas vale lembrar que a direção da entidade tem esse direito.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (5)

  • dionei raulino diz: 26 de agosto de 2014

    Siemann… ceder o campo para os jogos dos times daqui é o mínimo que o SESI pode fazer…o terreno onde se encontra foi doado pelo município para construir uma “VILA OLÍMPICA” e não paga IPTU pois é “imune” a tal imposto. Tem é que cuidar melhor do campo para não deixar acabar como a piscina externa que está há 02 anos sem abrir ao público por falta de cuidado.

  • Eduardo diz: 26 de agosto de 2014

    O Sesi não faz nenhum favor aos times da cidade. Ele cobra aluguel e cobra caro. Portanto o mínimo que deve fazer é dar condições de jogo pois recebe por isso. Em qualquer segmento, imobiliário por exemplo, o locatário tem direitos mas tem também deveres.
    No caso do Sesi vemos uma inversão de valores. Ele apenas recebe o bônus (aluguel) e vira as costas para o ônus (estrutura adequada) do negócio.

  • Torcedor Indignado diz: 26 de agosto de 2014

    Entidade parceira??? Fala sério…. pelo que cobra de aluguel… tão de brincadeira…. NAPOLEÃO CHEGA DE ISENÇÃO… IPTU NELES….

  • Fabio diz: 26 de agosto de 2014

    quando nos anos 80 o então prefeito de Blumenau Renato Vianna, montou um projeto para construção de um estádio municipal onde hoje é o terminal do aterro, chamarão ele de louco,se tivesse construido hoje não dependeriamos do sesi, e eles fazem um favor sim, apesar de cobrar aluguel a qualquer momento eles podem dizer que não recebem mais os jogos, e ai? vamos jogar onde? concordo que eles tem deveres, começando por alugar para patotas, mas como diz o siemann é o que temos para o momento.

  • rafael diz: 27 de agosto de 2014

    Foram tantas exigências aqui, ali e acolá no início do ano, lembram? O Metropolitano teve até que ir jogar em Itajaí, em cima da hora, porque o jurídico do Sesi interpretou restritivamente uma decisão judicial. Aliás, quem esquece o quanto a diretoria do clube esquentou cabeça no início de 2014 pra liberar o estádio para o ano todo. Aí eu pergunto: em 2015, vai acontecer tudo de novo? E se novas exigências foram impostas, é novamente apenas o Metropolitano que vai precisar ser parceiro do Sesi?

Envie seu Comentário