Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Os dois lados do intervalo que vive o Metropolitano

27 de abril de 2015 1

O intervalo entre a eliminação no Campeonato Catarinense, em abril, e a estreia na Série D do Brasileiro, em julho, traz efeitos positivos e negativos ao Metropolitano. Com a eleição da nova diretoria neste meio tempo, o clube ganha tempo para se planejar dentro (férias para alguns jogadores e a possibilidade de fazer uma intertemporada) e fora de campo (tempo para a próxima gestão começar a trabalhar).

Crédito: Patrick Rodrigues/Agência RBS

Crédito: Patrick Rodrigues/Agência RBS

Por outro lado, por mais que haja mais atletas à disposição e o mercado fique menos inflacionado neste período do ano, a incerteza faz com que o Verdão perca atletas para concorrentes em ação, como os times da Série C do Brasileiro, que já entram em campo na segunda quinzena de maio, por exemplo.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (1)

  • Raio X diz: 27 de abril de 2015

    Bom o Metro passa pelos mesmos problemas enfrentados pelos pequenos empresarios. A saida passa pela criatividade da iniciativa privada. Deve decidir se deseja ser um dos grandes ou apenas um time intermediario que se contenta em se manter na elite do futebol catarinense.

Envie seu Comentário