Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Quem são os adversários do Metropolitano na Série D do Brasileiro?

13 de maio de 2015 5

Depois de muita expectativa, como sempre, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou no início da noite desta quarta-feira a tabela com os grupos e a agenda de jogos da primeira fase da Série D do Brasileiro. A bola começa a rolar em 12 de julho. O Metropolitano caiu no Grupo A8 e terá como adversários Lajeadense (RS), São Caetano (SP), Volta Redonda (RJ) e Foz do Iguaçu (PR).

Crédito: Reprodução

Crédito: Reprodução

Confesso ter sido pego de surpresa. Achei que a CBF empurraria os times mineiros para a região Sul, ao invés de clubes cariocas. Enfim. O grupo promete ser equilibrado, com leve favoritismo para cariocas e paulistas, que têm maior poder de investimento e devem manter a base dos times que vinham jogando. O Metrô com a experiência de quem vai jogar o torneio pela sexta vez e se seguir a toada de contratações como o atacante Lima na montagem do novo time, também entra um passinho à frente na briga por uma das duas vagas no mata-mata.

O Verdão vai folgar na 1ª rodada e entra em campo somente no dia 19 de julho. Estreia longe de casa, contra o Lajeadense (RS). O primeiro jogo do Verdão em Blumenau será no dia 26, contra o Volta Redonda (RJ), mas como o clube tem punição para cumprir o duelo terá portões fechados.

Dos quatro jogos que o Metrô fará como mandante, o primeiro com acesso do torcedor às arquibancadas, a princípio (o clube tenta reverter a punição), será dia 23 de agosto contra o Foz do Iguaçu (PR) pela 7ª rodada.

Confira a tabela de jogos a seguir:

1ª rodada
12 de julho
Folga

2ª rodada
19 de julho
Lajeadense (f)

3ª rodada
26 de julho
Volta Redonda (c)*

4ª rodada
2 de agosto
São Caetano (c)*

5ª rodada
9 de agosto
Foz do Iguaçu (f)

6ª rodada
16 de agosto
São Caetano (f)

7ª rodada
23 de agosto
Foz do Iguaçu (c)

8ª rodada
30 de agosto
Volta Redonda (f)

9ª rodada
6 de setembro
Lajeadense (c)

10ª rodada
13 de setembro
Folga

(c) casa / (f) fora
*Jogo com portões fechados, por punição do STJD.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (5)

  • Eduardo Brito Senger diz: 13 de maio de 2015

    A tabela não é tão fácil quanto parece. Veja: São Caetano: já foi vice-campeão brasileiro e da libertadores e já disputou várias Séries A´s; Volta Redonda (RJ) – não tem tradição no futebol nacional mas já disputou várias Séries C´s. O Lajeadense também não tem tradição alguma, porém, jogou o Estadual do RS e o gauchão é considerado um dos Estaduais mais disputados do país (excluindo Internacional e Grêmio) … já o Foz do Iguaçú, a princípio, seria a grande zebra do grupo. O Metrô tem, sim, chances de brigar por uma das duas vagas para o mata-mata, entretanto, não vai poder desperdiçar muitos pontos em casa. Torneio de bate-volta e rápido assim não pode bobear. Mesmo que os 2 primeiros jogos venham a ser com os portões fechados, é preciso fazer valer o mando e vencer os jogos (que deverão ser no SESI?). Vamos torcer pelo “Verdão”, haja visto que conheço gente da imprensa de Blumenau que parece estar torcendo contra o Metrô. Não vou revelar o nome da pessoa para não me comprometer depois ! Vamos torcer !

  • Fábio André Nass diz: 13 de maio de 2015

    Estive analisando os adversários e conversando com alguns conhecidos nas cidades sedes dos outros clubes e ai vai minha impressão.

    São Caetano – Franco atirador, terminou na 7ª posição da série A2
    Volta Redonda – Parece um time forte, tem um bom meio de campo, precisa cuidados
    Lageadense – Time bom, precisa de cuidados, principalmente com os laterais.
    Foz do Iguaçu, não consegui descobrir muita coisa, mas parece mais um azarão.

    concorda comigo Everton?

  • Rafael diz: 14 de maio de 2015

    Só se vai saber quem é quem lá na hora de começar a Série D, daqui a 2 meses. Muito cedo para prognósticos pois muita coisa ainda precisa ser definida, ou será alterada, até lá.

    O certo é que nome não ganha jogo. O São Caetano pode ter sido isso e aquilo, mas onde está hoje? Na Série D, junto com o Metrô. O São Caetano foi um clube que nunca teve torcida – nem nos áureos momentos – e em franca decadência. Aliás, nenhum clube do Grupo do Metrô tem torcida. Nem pensar ficar com medo de pressão fora de casa etc. Tem que jogar como macho onde quer que seja pra classificar. No mata-mata, aí sim, a coisa muda.

    Porque? Bastidores. Não sei se “interessa” ter mais um catarinense subindo de divisão (o Estado já tem 5 nas Séries A, B e C (mais do que gaúchos e paranaenses), ainda mais sendo um clube de uma cidade que não tem estádio (qualquer cidade por aí tem estádio pra mais de 5.000 lugares, coisa que não existe em Blumenau – uma vergonha).

    Depois de tudo que vi nas Séries D de 2013 e 2014, e nos Catarinenses de 2014 e 2015, estou certo de uma coisa: apenas jogar futebol é pouco. Precisa “mais”. Quem puxar um pouco pela memória deve saber do que estou falando… E não sei se temos este algo a “mais”, por mais que desembarquem aqui jogadores, treinadores e patrocinadores. O “lance” é outro. Qual é? É só olha pra Chapecoense e Inter de Lages e ver porque estavam atrás do Metrô e o ultrapassaram.

  • Eduardo diz: 14 de maio de 2015

    Concordo plenamente com seu comentário Rafael.

Envie seu Comentário