Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Campeonato Catarinense de 2016: Estadual com cara de copa

02 de novembro de 2015 0

Com a definição do calendário da Liga Sul-Minas-Rio, a Federação Catarinense de Futebol (FCF) deve convocar nos próximos dias o congresso técnico para discutir a forma de disputa do Estadual de 2016. Com o calendário apertado (a competição terá apenas 15 datas por causa da nova liga), o Catarinense vai mudar drasticamente. Uma fórmula que ganha força nos bastidores é um misto de campeonato e copa. Como?

Crédito: Ricardo Wolffenbüttel/Agência RBS

Crédito: Ricardo Wolffenbüttel/Agência RBS

Explico.

Os 10 times se enfrentariam em turno único. Os oito melhores avançam para a segunda fase. A partir de então, a competição vira mata-mata: quartas de final, semifinais e decisão, com jogos de ida e volta. Os dois últimos colocados na fase inicial são rebaixados.

A proposta é interessante. Tende a acirrar a disputa e levar mais público aos estádios. Só há um porém: os rebaixados jogariam apenas nove partidas, entre o fim de janeiro e o início de março, mas com contratos com os atletas e patrocinadores que devem encerrar no primeiro fim de semana de maio, quando termina o Estadual.

E caso sejam dois times “fora de série” e não haja a Copa Santa Catarina ou outra competição que movimente o calendário, podem fechar as portas do futebol profissional em 2016 e voltar a pensar no assunto só em 2017, quando jogarão a Série B. Pontos importantes a serem ponderados pelos clubes.

Comente e compartilhe

comentários

Envie seu Comentário