clicRBS
Nova busca - outros
15 ago11:44

Acadêmicos coletam dados para identificar marcadores biológicos associados à fluorose


Caracterizar os aspectos gerais da fluorose, com ênfase nos principais agentes causais, características, sintomas, tratamento e prevenção, fazendo uso de biomarcadores e de análises microbiológicas como importantes ferramentas auxiliares na prevenção e na avaliação dos riscos da fluorose à saúde bucal.

Esse é o objetivo do Projeto de Pesquisa da IMED “Aspectos Gerais e identificação de marcadores biológicos associados à Fluorose”, desenvolvido pela Escola de Odontologia. Na última semana, acadêmicos voluntários e bolsistas, juntamente com os professores pesquisadores foram a campo fazer a coleta de dados. A coleta foi realizada na Escola Guaraci Barroso Marinho no Bairro Zacchia.

Na oportunidade foram coletados dados clínicos e demográficos dos escolares, além de informações colhidas a partir de um questionário com perguntas referentes a dados socioeconômicos, dados de autopercepção e de hábitos de higiene bucal. Os alunos do 1º semestre de Odontologia acompanharam a equipe de trabalho e colaboraram com algumas atividades, entre elas, a fiscalização do preenchimento do questionário pelos escolares e entrega de uma escova dentária de presente.

Conforme Lilian Rigo, a fluorose dentária é um sinal de intoxicação crônica de flúor em excesso na época da formação dentária, na qual os dentes apresentam-se manchados. Sendo um distúrbio que ocorre na formação do dente, afeta a estrutura do esmalte dentário, alterando sua forma e podendo trazer diversos problemas.

- Dessa forma, é de fundamental importância identificar os fatores associados ao desenvolvimento da fluorose tais como a utilização de unhas como biomarcadores, de forma que possa auxiliar na compreensão das diversas alterações provocadas pelo flúor na cavidade bucal, levando em consideração o risco à saúde pública. O entendimento de todos os processos envolvidos com o desenvolvimento da doença poderá auxiliar na identificação precoce e, possivelmente, na prevenção da mesma – destaca  a coordenadora.

Por

Comentários