clicRBS
Nova busca - outros
26 out10:00

Rio Passo Fundo agoniza no lixo

Leandro Becker|leandro.becker@zerohora.com.br

Em vez de água, lixo. Muito lixo. Isopor, garrafas plásticas, bolas e até uma prancha de surfe se espalham por cerca de cem metros do Rio Passo Fundo. Enquanto a burocracia atrasa a remoção de mais de 20 toneladas de lixo, peixes agonizam pela sobrevivência em Passo Fundo.

O  ápice da sujeira fica a cerca de dois quilômetros de uma ponte na rodovia Passo Fundo-Carazinho (BR-285). Em meio a materiais de construção, latas e até sofás, a água mal aparece. Nos arredores, o lixo se espalha a cada cheia, e as fortes chuvas, especialmente a partir de julho, agravaram a situação no local.


Em maio, oito toneladas de resíduos foram retiradas das águas. O município obteve autorização emergencial do Departamento Estadual de Florestas Protegidas (Defap) para remover mata nativa e fazer a limpeza.


Leia a matéria completa na edição desta quarta-feira, de Zero Hora.




Por

5 Comentários »

  • roberto disse:

    meu Deus, nunca vi tamanho descaso com a natureza, que vergonha para Passo Fundo, estado e o Brasil pois nem o pior dos rios de SP está assim!!!

  • William disse:

    Não adianta Lei Florestal, Lei de Recursos Hidricos e etc.
    Enquanto as pessoas não deixarem de ser relaxadas e sentirem na pele tudo isso que fazem com o meio ambiente, esses tipos de desgraça continuara acontecendo.
    É vergonhoso isso acontecer em Passo Fundo, uma cidade muito desenvolvida mas com grandes deficiências em termos de Educação Ambiental e Básica. Pois jogar lixo no lixo a gente aprende no primário e trás de casa esse tipo de educação.
    Lamentável.

  • Andersson disse:

    A população tem que ter consciência que o lixo jogado no rio vai parar em algum lugar e, nesse caso, em local de difícil acesso para a dragagem, o que acaba causando mais um dano ambiental. Parabéns ao Secretário do Meio Ambiente que, além de determinar a retirada do lixo, tenta conscientizar a população.

  • tiago disse:

    acabem com as pets, as “antigas” garrafas de vidro não eram jogadas nos rios.

  • volmir disse:

    por que tudo acontece em passo fundo por isso que chamão de capital do mundo é brincadeira e ninguem faz nada estes politicos safados nada fazem se não tiver retorno para eles.e ai vereadores nada fazem já é um lixo estas ruas e agora o rio que sempre foi podre.tá loco e sou de pfundo.

Comentários