clicRBS
Nova busca - outros
09 nov20:15

Retirada do lixo sobre a água do rio Passo Fundo não tem prazo

Fábio Lehmen | fabio.lehmen@rbstv.com.br


Está sem prazo a retirada do lixo sobre a água do rio Passo Fundo. Uma reunião durante a tarde no Ministério Público não chegou a um acordo para o fim do impasse entre município e Departamento de Florestas e Áreas Protegidas. Administração pública terá cinco dias para apresentar uma alternativa.

A imprensa não teve acesso à reunião, que durou cerca de uma hora. No encontro, participaram o Ministério Público, Secretaria Municipal do Meio Ambiente e o Departamento de Florestas e Áreas Protegidas.

Segundo o DEFAP, a licença para a retirada do lixo não pode ser emitida, pois as máquinas provocariam danos à mata. Além disso, conforme o DEFAP, o município teria descumprido as regras para recuperar a área onde uma operação retirou lixo no fim de abril deste ano.

- Lamentamos a posição do DEFAP e acreditamos que o solo sustenta a intervenção de uma máquina para fazer a retirada do lixo, pois já realizamos um processo assim antes, em uma área próxima ao local – afirma o secretário de Meio Ambiente Clóvis Alves.

O Ministério Público deu prazo de cinco dias para que o município apresente uma alternativa para a remoção dos resíduos.

O DEFAP não quis se manifestar, mas afirmou que o laudo emitido pelo técnicos aponta que o uso de máquinas causaria danos ao meio ambiente.

>> Relembre


Situação do rio Passo Fundo foi capa do jornal Zero Hora no dia 26 de outubro. Leia a matéria Rio Passo Fundo agoniza no lixo, do repórter Leandro Becker e assista ao vídeo da reportagem:

Por

Comentários