clicRBS
Nova busca - outros
19 jan20:13

Estiagem pode frear crescimento do PIB gaúcho em 2012, projeta Farsul

Caio Cigana | caio.cigana@zerohora.com.br


A Farsul indicou, em levantamento divulgado nesta quinta-feira, que existe “alta possibilidade” de que a estiagem que atinge o Estado possa frear o crescimento do PIB gaúcho em 2012.

— Temos uma possibilidade bastante alta de ter um (aumento do) PIB negativo este ano — afirma o economista da Farsul, Antônio da Luz.

De acordo com a entidade, a projeção é que o PIB do Estado seja 5,22 pontos percentuais menor do que o projetado. Em dezembro de 2011, a mesma entidade, em seu balanço anual, havia apresentado uma projeção de crescimento de 1,3% para o PIB gaúcho em 2012. Para efeitos de comparação, a Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul projetou, também em dezembro, crescimento de 3,3% (em cenário otimista) para a economia do Estado. Para o cenário moderado, a alta no PIB pode chegar a 2,1%. Já na projeção pessimista, a Fiergs espera retração de 0,4% na economia gaúcha.

A Farsul calcula quebra de 36% na soja, 54% no milho, 22% no fumo e 11% no arroz. Os dados foram levantados pela Farsul a partir de informações repassadas pelos sindicatos rurais filiados à entidade.

Essas perdas significam, de acordo com a Farsul, um impacto de R$ 14,28 bilhões no PIB gaúcho, incluindo o prejuízo em agropecuária, indústria e serviços. Já o prejuízo sobre o valor bruto da produção deve chegar a R$ 19,38 bilhões, na projeção da entidade.

— Em uma semana, se não acontecer uma chuva, teremos uma posição bem mais avançada — afirma o presidente da Farsul, destacando que as perdas estão aumentando progressivamente com o quadro de seca persistente.

Por

Comentários