30 jan10:57

Assaltos a argentinos preocupam polícia do norte do Estado

Em menos de dez dias, três assaltos a argentinos foram registrados no norte do Estado, de acordo com a Delegacia de Furtos, Roubos, Extorsões e Capturas (DEFREC) de Passo Fundo. Os assaltos aos turistas preocupam a polícia da região.

Segundo o delegado Adroaldo Schenkel, titular da delegacia, há indícios de que os três crimes tenham sido cometidos pelo mesmo grupo. Em todos os casos os argentinos tinham como destino Santa Catarina.

- Estamos investigando a relação entre roubos e a suspeita é de que os autores sejam os mesmos – comenta Schenkel.

Nos assaltos, pelo menos três homens abordaram os estrangeiros e roubaram os veículos, dinheiro e os documentos das famílias. Segundo Schenkel, eles teriam usado veículos roubados durante os assaltos.

No segundo caso, registrado no dia 21 de janeiro, em Passo Fundo, uma família de turistas argentinos foi assaltada em um posto de combustíveis. Os turistas teriam parado para pedir informações. Cinco dias depois, um casal de argentinos foi assaltado na rodovia Passo Fundo-Lagoa Vermelha (BR 285), em Gentil. Eles foram abordados na estrada por três assaltantes em um veículo Hyundai Santa Fe. Armados, eles teriam feito sinal para que os estrangeiros parassem o Bora em que viajavam. Os turistas não reagiram e tiveram veículo, dinheiro, malas e documentos roubados.

- Foi um susto grande. Eles levaram tudo. Ficamos apenas com as roupas que estávamos vestindo – contou a argentina de 51 anos.

Além de investigar os assaltos, a Polícia Civil trabalha em parceria com a Polícia Rodoviária Federal e o Comando Rodoviário da Brigada Militar para coibir os crimes na região. Segundo a Polícia Rodoviária Federal de Passo Fundo, mais de 15 mil veículos argentinos passaram pela rodovia Passo Fundo-Lagoa Vermelha (BR 285) desde o início do mês.

- Vamos intensificar a fiscalização e dar informações de segurança aos argentinos. Uma das recomendações que damos é que eles prefiram viajar em grupos – explica Vilésio Cerbaro, chefe substituto da 8ª delegacia da PRF.

Por

Comentários