clicRBS
Nova busca - outros
31 jan19:05

A rainha das palavras


Gremista e apaixonada por cinema, Vanessa Giaretta, de 18 anos, conseguiu enfrentar com maestria o gigante Adamastor que representou a redação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul aos candidatos. Este ano, ela ficou com a 14ª melhor nota na redação da UFRGS e conquistou uma vaga no curso de Medicina. Natural de Cruz Alta, ela veio a Passo Fundo aos oito anos e estudou na cidade até o Ensino Médio.

clicRBS Passo Fundo: Quando você decidiu que queria estudar Medicina?
Vanessa Giaretta: Em 2001, quando eu tinha oito anos, minha irmã passou para Medicina na UFRGS. Desde então, passei a acompanhar a rotina dela. No Ensino Médio, nenhum outro curso conseguiu me atrair tanto quanto a Medicina.

clicRBS Passo Fundo: Quando você começou a preparação para o vestibular?
Vanessa:
Comecei a me preparar para o vestibular entre o 2º e o 3º ano do Ensino Médio. Acredito que, para ser aprovada em um vestibular tão concorrido, a preparação deve começar no 1º ano do Ensino Médio, mas a pouca idade atrapalha e, normalmente, são necessários mais alguns anos de cursinho pré-vestibular.

clicRBS Passo Fundo: Você foi para Porto Alegre estudar depois que se formou no Ensino Médio. Como foi este período?
Vanessa:
Antes de ir fiquei um pouco apreensiva, mas tudo aconteceu naturalmente.
Eu fazia cursinho pré-vestibular durante a manhã e estudava-as em casa à tarde e à noite. Tinha apenas uma aula de cada disciplina por semana, o que exigia muito tempo de estudo em casa para fixar todo o conteúdo e fazer testes. Quanto à vida social, as festas foram deixadas de lado, mas nunca deixei de assistir aos jogos do Grêmio e de ir ao cinema.

clicRBS Passo Fundo: Você sempre teve facilidade com a redação? Como foi o estudo específico para esta prova?
Vanessa:
Nem sempre tive facilidade com a redação. No Ensino Médio, apenas durante o 3º ano passei a melhorar minha escrita. Desde então, tentei sempre usar a criatividade e ampliar o vocabulário mediante leitura de jornais. No cursinho, o professor passava um tema diferente por semana, e eu escrevia em casa.

clicRBS Passo Fundo:  O que achou do tema da redação da UFRGS? Como durante a prova?
Vanessa:
Acredito que o tema da redação da UFRGS 2012 surpreendeu grande parte dos alunos  e professores. Foi bastante complexo, repleto de dados e textos-base com linguagem figurada, como a do o gigante Adamastor, d’Os Lusíadas, de Camões. A maior dificuldade foi entender, exatamente, sobre o que a UFRGS queria que os vestibulandos dissertassem. Demorei aproximadamente meia hora para começar a escrever. Faltando 10 minutos para acabar a prova, eu ainda estava fazendo a conclusão da redação.

clicRBS Passo Fundo: Você esperava se sair tão bem, ficando entre os 15 melhores de todo vestibular na redação?
Vanessa:
Não. Meu maior medo era fugir do tema e eu dependia muito da nota da redação para ser aprovada. Quando veio o resultado e eu estava classificada para o 1º semestre, não conseguia entender como. Após ver o boletim de desempenho, a surpresa com a nota da redação foi enorme.

clicRBS Passo Fundo:  O que você gosta de ler? Como estas leituras influenciaram na tua redação?
Vanessa: Para a redação, a melhor leitura é a de jornais. As 12 leituras obrigatórias exigidas para a prova de Literatura e o tempo de estudo inviabilizaram a leitura de outros livros, escolhidos por mim, mas gostei muito das obras do José  Saramago História do Cerco de Lisboa e do Cristóvão Tezza O Filho Eterno.

Por

Comentários